Redação Pragmatismo
Compartilhar
Protestos 13/Mar/2016 às 12:28
7
Comentários

Investigado no STF por corrupção, presidente do DEM vai a protesto contra Dilma

Investigado por corrupção, presidente do DEM vai a protesto. Líder da oposição no Senado, José Agripino diz não se constranger em participar de manifestação 'contra Dilma' e 'pela ética' apesar de responder a três inquéritos no Supremo Tribunal Federal

Agripino Maia protesto Dilma
(Imagem; Agripino Maia também esteve em protesto em Brasília contra Dilma, no ano passado)

Alvo de três investigações no Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do DEM, senador José Agripino Maia (DEM-RN), vai participar das manifestações contra a corrupção e a presidente Dilma neste domingo (13) em São Paulo.

Desde o ano passado o senador é investigado pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Os procedimentos foram abertos a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e autorizados pelos ministros. Atual líder da oposição no Senado, José Agripino diz não ter constrangimento em participar dos protestos mesmo estando sob suspeita de ter cometido crimes.

“Estou tranquilo em relação às acusações feitas contra mim. Todas partiram do meu estado, onde fui governador e tenho adversários políticos. Não tem nada a ver com a Lava Jato. Não há qualquer constrangimento em participar das manifestações”, disse o presidente do DEM ao site Congresso em Foco. Esta não é a primeira experiência do senador em ato de rua contra a corrupção. Em março do ano passado, por exemplo, ele participou da manifestação realizada em Brasília.

José Agripino e outras lideranças da oposição que integram o comitê pró-impeachment vão se reunir no Hotel Maksoud Plaza, às 14h30 deste domingo, na capital paulista. De lá, partirão para a Avenida Paulista. Entre os que já confirmaram presença estão os líderes do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), e na Câmara, Pauderney Avelino (AM), além de outros parlamentares do PSDB e do Solidariedade.

4011

No Senado há 21 anos, o ex-governador do Rio Grande do Norte passou a ter problemas no Supremo em março do ano passado, quando virou alvo de uma investigação (Inquérito 4011) por corrupção passiva. José Agripino foi mencionado em delação premiada feita por um empresário potiguar no âmbito da Operação Sinal Fechado. Segundo o depoimento, George Olímpio disse ter pagado propina para aprovar, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, lei sob medida para os seus negócios no Detran estadual. Um dos beneficiados pelos repasse, segundo ele, foi o senador.

4141

No fim do ano passado passou a responder a um segundo inquérito (4141), por corrupção e lavagem de dinheiro, a partir de depoimentos prestados na Operação Lava Jato. Segundo Janot, Agripino não é suspeito de participar do petrolão, mas de ter acertado o recebimento de propina com executivos da OAS, uma das empreiteiras investigadas na Lava Jato. O procurador-geral quer apurar se houve repasse de dinheiro desviado das obras de construção do estádio Arena das Dunas, em Natal, construído especialmente para a Copa do Mundo de 2014. O caso é relatado pelo ministro Roberto Barroso. Quando o inquérito foi aberto, Agripino classificou a suspeita como “absurda, inverídica e descabida”.

4184

Em dezembro do ano passado José Agripino passou a enfrentar um terceiro inquérito (4184), por peculato. A investigação, relatada pela ministra Rosa Weber, apura se o senador contratou um funcionário fantasma em seu gabinete. O salário-base do servidor era de R$ 7.415,57. O parlamentar nega ter praticado ilegalidade.

Edson Sardinha, Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 13/Mar/2016 às 12:35

    prisão a todos, mas não esquecem o chefe barbudo!! Brasil é o meu pais!!!

    • poliana Postado em 13/Mar/2016 às 17:02

      an ran..sei....

  2. Vitor Luiz Postado em 13/Mar/2016 às 14:37

    Peraí! Acho que já vi essa foto em outra manifestação

    • enganado Postado em 13/Mar/2016 às 21:36

      Mas a merda é a mesma de sempre, o P$$$DB e DEM são o covil dos vagabundos. Andam dizendo por que o Marcola-PCC e o Fenandinho Beira Mar estão felizes porque se o AÓPIO for o presidente, vai liberar: Cocaína, Maconha e Cachaça (vai acabar com a lei Seca). Segundo os militares tem até musiquinha: """Esse é um país que vai pra frente .... """.

    • Thiago Teixeira Postado em 14/Mar/2016 às 07:07

      Está escrito no rodapé da foto (... no ano passado).

  3. Galvão Postado em 13/Mar/2016 às 17:10

    QUANTA HIPOCRISIA, não é a toa que este velho bunda mole é de direita, se acha no direito de cobrar alguma coisa. Da nojo a hora que eu vejo ele falar. Deveria estar preso a tempos.

    • Thiago Teixeira Postado em 14/Mar/2016 às 07:08

      Hipocrisia é a principal característica da Direita.