Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 10/Mar/2016 às 14:19
13
Comentários

Historiador defende que Lula não seja assassinado e é ameaçado em Curitiba

Historiador é ameaçado em Curitiba por defender que Lula não deve ser assassinado. Homem que gritava dentro de agência bancária “Tem que matar o Lula! Tem que matar o Lula!” foi ao cursinho onde Renato Mocellin dá aulas para “resolver pendências” com ele

Renato Mocellin Lula curitiba
(Imagem: o professor Renato Mocellin)

Revista Fórum

Autor de dezenas de livros de História e professor de cursinho em Curitiba (PR), Renato Mocellin recebeu ameaças de um rapaz com quem argumentou em uma agência bancária. O historiador contestou o homem que defendia o assassinato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Tem que matar o Lula! Tem que matar o Lula!”, gritava o rapaz dentro da agência. Mocellin tentou dizer que não se resolviam as coisas dessa forma e que era necessário, caso o ex-presidente seja culpado de algum delito, o respeito ao processo legal. Foi aí que o interlocutor perdeu a calma.

“Você é um petista. Seu fdp”, disse o homem, ameaçando agredir o historiador que, a essa altura, também admitiu reagir.

Passada a discussão, na última terça (8), ao sair da aula do cursinho onde trabalha, recebeu um bilhete da secretária relatando que a mesma pessoa, transtornada, havia ido ao local argumentando que precisava “resolver umas pendências”. Mocellin foi à polícia e registrou boletim de ocorrência.

“Eu nem sou petista. Até sou de esquerda, mas não sou filiado a partido nenhum. Acho que o governo cometeu erros sim e que quem for culpado tem que pagar. Mas não é matando as pessoas. Existe lei pra isso”, disse o professor ao jornal Gazeta do Povo.

O episódio chegou até a Assembleia Legislativa do Paraná.

O presidente da comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado estadual Tadeu Veneri (PT), disse na tribuna da Casa que apelar para a violência em um episódio como esse é algo injustificável.

“Ninguém tem o direito de ameaçar ninguém ainda mais porque divergiu de uma opinião. Divergências não se resolvem no braço. Isso é crime”, disse o parlamentar, que contou com o apoio de colegas críticos a Lula, como o deputado Pedro Lupion (DEM).

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Alan Kevedo Postado em 10/Mar/2016 às 14:41

    ESSE NOVO BRASIL, DE MISCIGENAÇÃO POLÍTICO-RELIGIOSO APRESENTA TUDO QUE HÁ DE PIOR, NA AMÉRICA LATINA HODIERNA. VÃO DESDE PICHACOES RACISTAS EM UNIVERSIDADES A AMEAÇAS DE MORTE CONTRA QUEM QUER QUE SEJA E ACUSAÇÕES QUE PRECISAM SER ESCLARECIDAS SOBRE A TAL "COERCITIVA" SER, OU NÃO SELETIVA, AFINAL NÃO FALTAM PROCESSOS, NO STF, PRA CIMA DE POLÍTICOS, NO BICAMERAL CONGRESSO NACIONAL.

  2. Ricardo Postado em 10/Mar/2016 às 15:25

    O ovo da serpente...

    • Andre FLN Postado em 10/Mar/2016 às 19:15

      o ovo da globo! um deles foi chocado bem no sofá da tua casa :o

  3. poliana Postado em 10/Mar/2016 às 16:18

    "Historiador é ameaçado em CURITIBA por defender que Lula não deve ser assassinado".....................CURITIBIA, NORMAL! NENHUMA SURPRESA!

    • Onda Vermelha Postado em 10/Mar/2016 às 18:01

      Poli veja que a coisa está tão distorcida que a pessoa, em geral, em atitude "defensiva" TEM que negar que é "petista", mesmo que seja eleitor ou simpatizante. Como se "petista" fosse sinônimo ou cúmplice de um criminoso, a quem foi suprimido o sagrado "direito a presunção de inocência". Em outros momentos a pessoa TEM assumir que o governo cometeu "erros", mesmo que não especifique quais, ou que esses "erros" possam ser inerentes a qualquer governo. Ou mesmo que os "acertos" do governo sejam, infinitamente, superiores "erros" sob a ótica de quem assim legitimamente entende. Em resumo, há algo de muito errado na condução que certos setores ultraconservadores da oposição estão dando ao debate político atual. Não vai dar certo! Não pode dar certo! Foi o que afirmei em outro tópico ao encerrar um longo debate com um assíduo comentarista aqui do PP sobre a "condução coercitiva" do Lula. Acho uma pena que pessoas bem informadas ponham o "ódio" a um determinado personagem(ou grupamento político) acima de suas próprias convicções nos direitos fundamentais previstos em nossa CF que a todos nos protegem. No futuro não poderão alegar que não foram alertados para o arbítrio de tais condutas. Cada um será senhor de sua própria consciência, não serão aceitas desculpas. Hoje a Globo pede "desculpas" pelo apoio ao Golpe Civil-Militar aplicado 50 anos atrás. E que paga pelas vidas que se perdeu? Pelas torturas? Pelas trajetórias interrompidas? Por todo um país e uma geração traumatizados? Não quero fazer parte disso! De mais uma geração que se omitiu e assistiu o país mergulhar nas trevas durante tanto tempo...Não passarão! Tenham a dignidade de respeitar a direito daquele(s) que pensa(m) diferente de você! Por último: "Posso não concordar com uma palavra sequer que tenhas dito, mas defenderei até fim o teu direito de dizê-lo". O resto é fascismo...

  4. felipe Postado em 10/Mar/2016 às 16:41

    Eu acho o maior barato esse tipo de história.... é sempre o descontrolado extremista de direita que representa todo mundo que é contra o PT e por isso esta errado contra o Professor, o doutor, o mestre, o jurista, o Anjo o imaculado da esquerda kkkkkk gente..... na boa esses dias tinha vídeo rodando a internet de petista agredindo pessoas, de gente contra o PT agredindo, tinha até um vídeo de uma idosa sendo agredida, não existe santo nessa história noticiar esse tipo de fato e não mostrar que o outro faz a mesma coisa só mostra que o site quer fazer o mesmo jogo que acusa a imprensa de fazer MANIPULAÇÃO.

    • Ricardo Postado em 10/Mar/2016 às 18:54

      Logo, não posso condenar quem quer matar o outro por não simpatizar...

    • Andre FLN Postado em 10/Mar/2016 às 19:23

      Vai ver é porque sempre que alguém defende o devido processo legal e o estado democrático de direito, em referência ao autoritarismo da 13 Vara da JF, que recai sobre PP, PMDB, PT, PSDB(muito menos) etc.., logo algum exaltado já logo chama de petista, petralha e enchem de rótulos e preconceitos, como se aquele fosse cúmplice... O nível de informação dessa turma "direita" está baixíssimo (do tipo: pt é esquerda então eu sou de direita) , inversamente proporcional ao nível de intolerância.

      • felipe Postado em 11/Mar/2016 às 09:28

        Não é o nível da direita que esta baixíssimo não, é o nível de conhecimento das pessoas que é baixo e limitado, e Ricardo não há o que discutir do caso a não ser que é só mais um idiota como tantos outros que existem por aí que não respondem pelos seus atos e por isso voltam pratica-lo, isso existe na direita e na esquerda não tem santo no puteiro. Da mesma forma André se alguém vem dizer que a campanha de Dilma foi feita com dinheiro de corrupção são chamados de golpistas, fascista, etc, como eu disse é tudo a mesma coisa.

  5. sergio ribeiro Postado em 10/Mar/2016 às 16:52

    Esse país enlouqueceu de vez.

  6. Eduardo Ribeiro Postado em 10/Mar/2016 às 17:19

    "em Curitiba"...matéria auto-explicativa já no título.

  7. ALGOPI Postado em 10/Mar/2016 às 17:24

    Total apoio ao professor.A gente já sabe o que os professores sofrem no Paraná..

  8. Jonas Schlesinger Postado em 10/Mar/2016 às 20:17

    Cadê? Vai prender não, esse canalha que ameaçou o cara? Mete a algema nesse vagabundo. Se prendesse os pais dele seria um favor também. Qual crime? Criar uma aberração em vez de um filho.