Redação Pragmatismo
Compartilhar
Justiça 16/Mar/2016 às 22:53
40
Comentários

Grampo de Lula e Dilma divulgado por Sergio Moro foi ilegal

Despachos revelam que gravação entre a presidente Dilma Rousseff e Lula foi realizada pela Polícia Federal duas horas depois de o juiz Sergio Moro ter determinado o fim das interceptações contra o ex-presidente. Ainda assim, o juiz Sergio Moro decidiu divulgá-las à mídia

Sergio Moro Dilma grampo Lula
Sergio Moro divulgou grampo ilegal de Dilma

A interceptação telefônica, feita pela Polícia Federal, que gravou a conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi realizada duas horas após o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, ter determinado a suspensão das interceptações telefônicas sobre Lula.

A decisão de Moro que determina o fim das interceptações ao ex-presidente foi juntada ao processo judicial às 11h12 desta quarta-feira (16). O juiz determina que a Polícia Federal seja comunicada da decisão “com urgência, inclusive por telefone”, diz o texto do despacho.

Às 11h44, em outro despacho, a diretora de Secretaria Flavia Cecília Maceno Blanco escreve que informou o delegado sobre a interrupção. “Certifico que intimei por telefone o Delegado de Polícia Federal, Dr. Luciano Flores de Lima, a respeito da decisão proferida no evento 112”, diz o documento.

O evento 112 refere à decisão de interromper as interceptações telefônicas do ex-presidente. Neste despacho, Moro afirma que não há mais necessidade das interceptações, pois as ações de busca e apreensão da 24ª fase da Lava Jato já foram realizadas.

“Tendo sido deflagradas diligências ostensivas de busca e apreensão no processo 5006617-29.2016.4.04.7000, não vislumbro mais razão para a continuidade da interceptação”, diz o despacho, assinado pelo juiz.

A conversa entre Lula e Dilma foi gravada pela Polícia Federal às 13h32. Ou seja, duas horas depois de Mor ter determinado o fim das interceptações contra Lula.

Ainda assim, Moro decidiu divulgá-las à imprensa nesta tarde, fomentando um ambiente de protestos em várias capitais. Segundo a defesa de Lula, Moro tentou criar um clima de convulsão social no Brasil.

Em despacho das 11h22 da quarta (16), o juiz Sérgio Moro solicita a interrupção da interceptação dos telefones do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:

0

Às 11h44, funcionária da Justiça Federal informa que ligou para o delegado da Polícia Federal e avisou da interrupção das interceptações:

00

Às 13h32, as interceptações continuavam. Lula e Dilma Rousseff conversam. O conteúdo foi vazado para a Globo no final da tarde da quarta (16):

000

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rogerio Postado em 16/Mar/2016 às 23:33

    Ameaça contra a soberania nacional, espionagem, estimular revolta popular. Além disso, segundo vi no Facebook (pode não ser verdade, um boato) que somente o STJ pode autorizar grampo telefônico de presidente da República. Ou seja, Moro foi além de sua alçada. E grampeou até ministro do supremo. Moro, sua última chance é se filiar ao PSDB!!! Kkkkkkkk

    • Trajano Postado em 17/Mar/2016 às 04:18

      Se Bolsonaro, Cunha, Serra ou Aécio, enfim, políticos que mais tenho aversão, tivessem grampos divulgados dessa forma, eu teria a obrigação cívica de não aceitar! O que este juiz fez, o que a Globo está fazendo é imperdoável!!! Estão afrontando a República, a Constituição, a Democracia, isso é guerra, é ultrapassar limites, é o horror de uma democracia fragilizada. Imagem um grampo vazado de forma tão vulgar, tão indecorosamente escandalosa acontecesse com um presidente estadunidense? A empresa fecharia as portas rapidamente, bem como a prisão do juiz. Moro e Globo, traidores! TRAIDORES! Vocês serão lembrados pela história da pior forma possível! Que Deus não permita que sangue seja derramado nessa incitação pública nefasta! TRAIDORES! DERAM UMA FACADA NA CONSTITUIÇÃO! Que sejam responsabilizados apropriadamente da forma mais severa que a legalidade permite! TRAIDORES!

      • DANIEL Postado em 17/Mar/2016 às 15:35

        que os céus não permita que sangue seja derramado nessa incitação pública nefasta! esse na minha modesta opinião é o real objetivo dessa mídia SIONISTA. Desde aqueles protestos de 2013 que seria o começo da primavera brasileira. observe que até Aécio Neves, está sendo jogado aos leões.

    • Gabriel Postado em 17/Mar/2016 às 12:13

      Policia federal tem total autonomia para investigar políticos, é assim que funciona as esferas do poder, uma limita a outra, o ato ilegal no meio de tudo isso, foi ter divulgado esse grampo, quebra de sigilo em um processo legal, logo investigar pode´inclusive com escutas telefônicas, vazar a informação obtida é crime.

  2. Pedro Postado em 16/Mar/2016 às 23:35

    Ultimamente essa página só faz defender o PT. Poderia mudar de nome e utilizar a bandeira do partido como logo.

    • Ronaldo Postado em 17/Mar/2016 às 01:47

      E pode tudo para atacar o PT? A diferença é que esta é uma página da Internet, enquanto Moro é um juiz. Quem pode causar mais estragos e cometer maiores injustiças? Será que o judiciário deverá mudar o nome e usar o logo dos partidos de oposição?

      • Carlos Prado Postado em 17/Mar/2016 às 13:54

        Quem é você para reclamar de um ataque contra o PT se você cola numa prova, joga chiclete no chão ou assalta uma petrolífera?

    • Jonas Schlesinger Postado em 17/Mar/2016 às 02:38

      Difícil continuar defendendo o Moro, não é. Comprado pela facção Globo e ainda comete um ato ilegal para combater um suposto ato ilegal. E ainda diz que não teve nada demais na gravação, então por que expôs? Eu nunca simpatizei com o Lula, mas deixa ele ser investigado pelo Supremo mesmo pois a Rede Moro tava demais...

    • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Mar/2016 às 10:30

      Porra de defender o PT...grampearam ilegalmente o telefone da Presidenta da Republica numa conversa com um Ministro....porra...vai pro G1 pelo amor de deus e seja feliz por lá, pra ler só o que você deseja...

  3. João Paulo Postado em 16/Mar/2016 às 23:55

    Impressionante o fato de que os juízes que aparecem como "heróis" sempre possuem interesses escusos. Um vira-lata queria tirar onda com o piano e o carro do Eike Batista. Este quer iniciar uma guerra civil. Ou algo mais simplório: participar da próxima novela da rede bobo. De golpista e perpetrador de ilegalidade, chegou - finalmente - ao status de criminoso. No mais, dá arrepios em imaginar um STF composto de Gilmares Mendes. E ainda dizem que é o PT quem coloca os amigos na corte ...

    • Ricardo Postado em 17/Mar/2016 às 12:04

      Rá! E o Gilmar Mendes teve a cara de pau de dizer não achar qualquer ilegalidade no grampo... Cuma?!?! Uma gravação realizada DEPOIS de cassada a determinação judicial?! E o Juiz que SABIA ter cassado a ordem tê-la divulgado?! Se ele sabia que a prova era ilícita, por que a divulgou?! Só há uma explicação: motivação polícita (porque, juridicamente, ele só tinha motivo para descartar a prova). Moro já era.

  4. WILLIAM COELHO Postado em 17/Mar/2016 às 00:42

    Afronta ao estado de direito por quem deveria resguardá-lo não deve ficar impune. Isto não é crime contra a segurança nacional numa auto denúncia de ditadura descarada? Numa ditadura a lei protege os ditadores. E numa democracia quem os protege é o judiciário? Que senso de justiça estão ensinando na formação de juízes?

  5. Jose Postado em 17/Mar/2016 às 00:45

    Moro não dá ponto sem nó. É comum as escutas demorarem algumas horas para serem inativadas, isso não torna elas ilegal, no caso de Lula sendo em duas horas, foi realmente rápida a retirada. Não é a partir do segundo que o juiz determina que todo o resto se torna ilegal. Moro simplesmente divulgou os audios, a polícia federal acredita que foi sim, dito para usar o documento somente se fosse preso. Por fim: Lula não salvará Dilma da crise, na verdade especula-se que muito pouco pode fazer. A presidente já foi afastada, Lula é quem comanda... Não que já não fosse assim antes.

    • Rogerio Postado em 17/Mar/2016 às 02:18

      Mâsss... Se Dilma cair, quem terá coragem de tirar o ministro Lula? Temer? Cunha? Tiririca?

  6. enganado Postado em 17/Mar/2016 às 01:36

    Já perguntei no PP qto está levando de grana o Moro? TODOS já sabem que é VENAL: BANESTADO=132 BILHÕES de Dólares (levou muita grana=$$$$) e qto levou $$$$$ para defender o prefeito de Londrina que roubou 2 BILHÕES e foi absolvido. O que este puto faz não é Patriotismo e sim moleque de recado da rede gRoubo. Tô cansado de escrever que o BRASIL tem dono: Alcaide nomeado pela AIPAC: Moro, porque ninguém faz isto tudo de graça, só mesmo por muita $$$$, venal fdp! O circo armado é para horrorizar e levar as forças DESARMADAS a intervirem e entregar o poder ao P$$$DB/DEM, como sempre foi!! Até gostaria de saber porque o Clube Militar ainda não MANDOU o exército intervir a favor dos AMERICANOS. Estranho! No passado a cavalaria já tinha feito a festa. Das duas uma: Ou as ordens do Pentágono=AIPAC=Bca. Internacional Anglo-SIONISTA foram para que esperasse mais um pouco= UMA SEMANA para começar a matança, OU desta vez qdo a guerra civil começar, o exército vai iniciar a matança no meio da rua. Nada de novo no front, porque o Moro e a rede gRoubo já rasgaram a PROStituição do BRASIL e seus guardiões se não fizeram nada até agora, não farão nunca. Estão do mesmo lado, o BRASIL é um mero detalhe. Assim a Famiglia Marinho vai continuar roubando, mentindo, ... , pois quem criou o monstro, exército do BRASIL, não tem coragem, falta homem, não tem brio, ... aliás falta tudo para enquadrar esses vendilhões da Pátria. Mesmo para quem não acredita em reencarnação, como gostaria que o Duque de Caxias e Tiradentes voltassem aqui por esses dias, ia ser farra do boi! Imagina o foda=se dos Apátridas: Moro, FHC, AÓPIO, Trezentinha ((esse tá jurado pelo sr. Carlos Marighella)), Caiado (trabalho escravo/Carlinho Cachoeira bancou sua campanha eleitoral), qual a desculpa dos generais dariam a Caxias para criarem (monstro) a rede gRoubo? Repito: Guerra Civil, porque ENTREGAR a Pátria para o Capital Anglo-JUDAICO-SIONISTA intacta! NUNCA :Valor das Estatais=5,5 trilhões de Dólares!!! Vamos destruir tudo, até virarem as cinzas, porque os 7P´s que ainda restarem vivos, reconstruiriam tudo de novo. Qto aos ricos vão para MIAMI lavar pratos para judeuSS e norte-americanos. Viva o BRASIL, terra amada! Que o Anjo Ismael proteja os 7P´s!

  7. George Postado em 17/Mar/2016 às 08:07

    o juiz global, mais uma vez, rasgou a constituição. Espero que o Supremo Tribunal Federal seja severo contra isso.

  8. Carlos Postado em 17/Mar/2016 às 08:59

    O juiz Moro sempre teve fascínio pelos vazamentos seletivos. Isso fica óbvio neste artigo escrito POR ELE em 2004: http://ferreiramacedo.jusbrasil.com.br/artigos/187457337/consideracoes-sobre-a-operacao-mani-pulite-maos-limpas. O artigo é longo, mas o "elogio aos vazamentos" está nos parágrafos que iniciam com "Os responsáveis pela operação mani pulite (12) ainda fizeram largo uso da imprensa".

    • Onda Vermelha Postado em 17/Mar/2016 às 16:43

      Meus caro, o Moro não é ingênuo, não. Ele é mau intencionado mesmo. Existe um áudio que, claramente, sugere que o alvo da escuta era a Dilma, pois é a sua secretária que liga para o secretário(ou ajudante) do Lula e isso pode ser facilmente constatado. Justamente, aquela ligação feita no dia da 24 fase da LJ quando Dilma liga para ele para se solidarizar pela "devassa" promovida pelo Força Tarefa e pelo Moro. Naquele momento o Lula estava na Sede Nacional do PT. Não podemos fechar os olhos para a realidade! O Moro comete ILEGALIDADES em série: longa prisões preventivas para forçar delações premiadas, condução coercitiva sem prévia recusa injustificada de intimação do investigado, grampeou de escritórios de advocacia violando a prerrogativa da classe, tornou públicos áudios da Presidente da República quando devia remetê-los ao STF, se houvesse indícios de crime. E se dirige a sociedade como NENHUM outro juiz faz. É messiânico. É GRAVÍSSIMO o que estamos assistindo.

  9. Guilhermo Postado em 17/Mar/2016 às 09:36

    Pois é. Mas dar posse de ministro para uma pessoa que está sendo investigada é super normal, né?

    • poliana Postado em 17/Mar/2016 às 12:34

      Guilhermo, n houve qq ilegalidade na indicação de lula a um ministério. Dilma está acobertada pela lei nessa questão. E outra, lula n dxará de ser investigado por seus supostos crimes, apenas terá foro privilegiado. N ache q isso o dxará impune! E vc acha "normal" a forma com que o sergio moro estava conduzindo esse processo?

    • Onda Vermelha Postado em 17/Mar/2016 às 16:57

      Guilherme existem dezenas de autoridades com foro (ministros, senadores, deputados) sendo investigados ou já denunciados no STF. Além disso, esse mesmo tribunal puniu severamente os implicados na AP470, muitos deles petistas, como JD. Lembra? Lula é um cidadão que goza de presunção de inocência e tem pleno direito de exercer um cargo público. Ele era investigado pela 13 JF de Curitiba, e agora continuará a ser investigado no MPF/STF. Repito, o Lula não chegou nem a ser denunciado pelo Moro, mesmo após dois anos de investigações na LJ. E tudo indica que até ontem a Força-Tarefa NADA havia encontrado de relevante e criminoso em sua atuação. Apenas ilações, que nem mesmo constituiriam indícios, mesmo com a "devassa" do Moro na vida do Lula e de seus familiares. Porque, convenhamos, se o Moro/MPF/PF tinham algo de concreto contra o Lula porque ele não denunciado?

    • Rodrigo Postado em 18/Mar/2016 às 10:17

      (Outro Rodrigo) Guilhermo, dê uma "olhada" ("ouvida", no caso), no aúdio da conversa entre Lula e o cientista político Alberto Carlos. Este é bastante claro e expressamente diz: 1- você não tem defesa jurídica; e 2- assuma um Ministério. De outro lado, a conversa entre Rui Falcão e Jaques Wagner, em que é perguntado: "e se ele assumir logo, o que acontece?". Mais uma vez, então, estamos diante da concretização da piada sobre pessoa que chega em casa e, flagrando o(a) companheiro(a) em plena sala, em pleno ato de traição, resolve queimar o sofá e brigar com o(a) amigo(a) que avisou para voltar mais cedo para casa. E, se tiver alguma gravação, dirá que não é "corno(a)" por a gravação ser "ilegal". Se há, pois, celeuma, concordo que é jurídica e quanto ao horário da última gravação, merecendo a devida apuração e consequências pertinentes. Mas, quanto aos demais, não há o que contestar. Assim, resta-nos apenas a "Parábola do Dentifrício": "quando a pasta sai de dentro do dentifrício, ela não volta mais". Ou, ainda mais claramente: 'o que foi ouvido, não será "desouvido"'.

  10. Márcio Ferreira Postado em 17/Mar/2016 às 10:20

    Moro acabou de assinar sua demissão. Vai acabar como o Protógenes, sem emprego e sem poder se candidatar. Jogou sujo, mas desnudou algumas das "tenebrosas transações" do governo. RIP Moro.

    • poliana Postado em 17/Mar/2016 às 12:36

      Vc acha q isso acontecerá, marcio? Duvido q ele seja demitido do cargo..

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Mar/2016 às 13:25

        Acho que vai. Não pelo grampo ao Lula, mas pela quebra do sigilo de uma conversa da Presidente da República após o fim da interceptação. É gravíssimo e torna a prova imprestável no campo jurídico. Agora, no campo político...

      • Rodrigo Postado em 18/Mar/2016 às 10:18

        (Outro Rodrigo) No campo jurídico, concordo que o futuro pode ser desfavorável para ele, Marcio. Mas, no campo político, como disse acima, resta-nos apenas a "Parábola do Dentifrício": "quando a pasta sai de dentro do dentifrício, ela não volta mais". Ou, ainda mais claramente: 'o que foi ouvido, não será "desouvido"'.

      • Onda Vermelha Postado em 18/Mar/2016 às 13:41

        Se já não bastasse as 116 "conduções coercitivas", aparentemente, sem prévia recusa injustificada de intimação do investigado, o "cara" Juiz(será?) Moro tornou públicos, ilegalmente, diálogos da Chefe de Estado, sem autorização judicial do foro competente(STF). Acho que ele quer "criar" uma nova jurisprudência com base no direito americano... rsrs desMOROnou!

      • Rodrigo Postado em 18/Mar/2016 às 16:13

        (Outro Rodrigo) Bom, se não houve qualquer decretação de nulidade qualquer das conduções, se o STJ expressa em sua jurisprudência que o encontro fortuito de provas (captação de diálogo entre o interceptado e autoridade com foro privilegiado) não implica em remessa automática a Tribunal que seja o foro por prerrogativa de função, bem como se não havia mais sigilo e os autos se tornaram públicos, irregularidade alguma há. Cabe discussão apenas quanto ao horário, se invalida ou não a última gravação, o PGR tendo acabado de informar que, em tese, seria válida se a companhia telefônica não tiver sido intimada antes. Assim, não há criação de jurisprudência, especialmente por tratarmos de Juiz de 1º grau, bem como por haver decisões que embasam as atitudes do Juiz em questão na condução do processo. Mais, ainda que seja invalidada a última conversa, temos as conversas com o Cientista Político (informando não haver defesa e que a única saída é "virar" Ministro), bem como Rui Falcão (que foi interceptado ao usar telefone da LILS) e o então Ministro da Casa Civil, discutindo o que ocorreria com a nomeação e informando que pressionavam Lula para aceitá-la.

      • Onda Vermelha Postado em 19/Mar/2016 às 15:24

        (Outro Rodrigo) não adianta "comemorar" por antecipação, nós bem sabemos o STF está bastante "mordido" por ter sido qualificado por "covarde" numa conversa privada, um desabafo que, resguardado o princípio da intimidade, muitos juristas acreditam que não poderia se tornar publica. Obvio, que se Moro/Força Tarefa tivessem seguidos os ritos habituais não teríamos tanta polêmica. Nem o espetáculo! Essa é verdade. Dito isto, veremos se o STF vai nos surpreender positivamente nesta questão, assim como restabeleceu o rito do Impeachment, ou votará com a "faca no pescoço" como definiu a época o próprio Lewandovsky quando do julgamento da AP470(Mensalão).

      • Rodrigo Postado em 19/Mar/2016 às 18:11

        (Outro Rodrigo) "onda vermelha", guarde sentimentos e paixões para si e seus comentários e opiniões, como já disse, sem buscar impô-los exaustivamente ao interlocutor. Se tiver argumento(s) jurídico(s) para impugnar questões jurídicas, apresente-o(s). Se tiver como provar que o que foi dito é "trucagem", que a gravação é uma montagem, fique à vontade, pois é livre para tanto e enriquecerá o debate. Basta impugnar especificamente. E aproveito para esclarecer a redação do art.565 CPP: Nenhuma das partes poderá argüir nulidade a que haja dado causa, ou para que tenha concorrido, ou referente a formalidade cuja observância só à parte contrária interesse. Ou seja, quem der/buscar dar causa a visada suspeição de Magistrado, não poderá argui-la, em perfeito compasso para com o brocardo "ninguém pode se beneficiar da própria torpeza".

  11. Eduardo Ribeiro Postado em 17/Mar/2016 às 10:48

    Vagabundo não compreende que 1- o conteúdo da gravação diz PORRA DE NADA, tem doidinho tendo orgasmo com nada...mera polução, mas como a Globo falou que "é coisa grave, é sério", doentinho acredita. 2- o telefone grampeado foi o da Presidenta. GRAMPEARAM A PRESIDENTA PORRA!! 3- independente de 1 e 2, o grampo de ontem é totalmente ilegal em sua gênese, já que o próprio Moro tinha determinado o fim da interceptação telefônica e tinha sido comunicado isso à PF. Isso posto: por que que Moro não amanheceu AFASTADO E PRESO? O negócio ficou escancarado de uma forma inimaginável. Estamos assistindo o que para muitos era coisa de livro de história: um GOLPE se desenrola oficialmente diante dos nossos olhos. A máscara de Moro simplesmente não existe mais. Moro deixou claro O QUE QUER, e deixou claro COM/PARA QUEM trabalha. Sobretudo deixou claro O QUE NÃO QUER, e deixou claro que é um trem descontrolado que não respeita nem respeitará nenhum limite legal, moral, ético para alcançar o que deseja. O conluio Moro/Globo/Oposição afronta a Constituição, a República, a Democracia e tudo que é moral e correto. O combo Moro/Globo/Oposição incendiou o país no afã de inviabilizar Lula/2018 e no afã de viabilizar o GOLPE, e agora tudo que acontecer daqui em diante - inclusive o derramamento de sangue de brasileiros - estará na conta dele.

    • Ricardo Postado em 17/Mar/2016 às 12:14

      Ele não se preocupa nem um pouco com isso. Por definição, fascista ignora a dignidade humana, i. é, acha correto tratar as pessoas como meio para outro fim, e não fim em si. Logo, para o fascista, a eventual morte de inocentes é o preço necessário (meio) para o fim... Que a população em geral não compreenda isso é pura ignorância; que um Juiz, com o conhecimento que tem, faça isso é perversidade. Tristes tempos.

  12. Luiz Abujamra Postado em 17/Mar/2016 às 14:21

    O choro é livre. Mostrando a bandidagem que é o PT.

  13. Lopes Postado em 17/Mar/2016 às 17:01

    Sobre o "grelo duro" , algum posicionamento?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Mar/2016 às 21:36

      Nem as RadFem ficaram ofendidas. O posicionamento único admissível é: grelo duro = saco roxo. Mulher de fibra. Mulher "porreta". É uma expressão não-chula e não-machista. O posicionamento é: quem entendeu diferente disso é burro sem volta. Fim.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Mar/2016 às 10:51

        Não. Mas sou alfabetizado, entendo português e conheço figuras de linguagem e interpretação de texto. Portanto, estou correto.

    • Rodrigo Postado em 18/Mar/2016 às 10:20

      (Outro Rodrigo) Sobre uma senhora de idade achar que a visita de 5 homens em sua casa é um "presente de Deus"? Não se preocupe, Lopes, nunca é "assim". "Não é bem isso que ele quis dizer", temos de "interpretar", "não vem ao caso" ou, ainda, "pode ser retirado, se acharem melhor". Aliás, não pode... Está no grampo e o que foi ouvido, não será "desouvido".

  14. Ricardo Postado em 17/Mar/2016 às 12:06

    Pelo contrário: pode ter-se despedido do Judiciário. Mas admiro a coragem dele: colocou em risco a própria carreira por aquilo em que acredita (o que não sei o que é).

  15. Ricardo Postado em 17/Mar/2016 às 12:08

    Garantias constitucionais, amiguinha... Isso é característico dos Estados Democráticos, como é característico dos Estados Autoritários a desconsideração dessas garantias. É uma questão de conceito, simples assim. O que não pode é se dizer democrático e defender a violação das garantias constitucionais - poder, na verdade, pode, só é uma contradição.

  16. poliana Postado em 17/Mar/2016 às 19:07

    Bem, acho q o andre maria xonga cesar souza voltou ao pp, né "regina"?!

O e-mail não será publicado.