Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 22/Mar/2016 às 10:29
7
Comentários

Escritores e intelectuais assinam manifesto pela democracia

Mais de mil ficcionistas, poetas, editores e ensaístas assinam o manifesto de "escritores e profissionais do livro pela democracia". Chico Buarque é um dos signatários do abaixo-assinado

escritores manifesto pela democracia chico buarque

Chico Buarque é um dos signatários do abaixo-assinado “Escritores e profissionais do livro pela democracia”, publicado na noite desta segunda-feira (21). Além dele, de acordo com os organizadores, o documento já conta com outras 1.256 adesões.

A manifestação surgiu no Facebook, no último sábado, e tomou proporção maior do que a esperada pelos idealizadores. Um deles, o escritor e jornalista Marcelo Moutinho, comemorou a divulgação na rede social.

“São ficcionistas, poetas, editores, ensaístas, livreiros, revisores, capistas, designers, diagramadores, bibliotecários, contadores de história, que, preocupados com flagrantes ameaças às conquistas democráticas e ao Estado de Direito, decidiram se manifestar em conjunto”, explicou, antes de revelar outros signatários.

“Subscrevem o documento, entre outros, Chico Buarque, Antonio Candido, Milton Hatoum, Slavoj Zizek, Leonardo Padura, Lira Neto, Raduan Nassar, Bernardo Carvalho, Laerte, Humberto Werneck, Aldir Blanc, Rubens Figueiredo e Davi Arrigucci Jr, além de muitos amigos queridos, parceiros de literatura – e de vida”.

Confira o documento na íntegra

“Nós, abaixo assinados, que escrevemos, produzimos, publicamos e fazemos circular o livro no Brasil, vimos nos manifestar pela defesa dos valores democráticos e pelo exercício pleno da democracia em nosso país, de acordo com as normas constitucionais vigentes, no momento ameaçadas.

Não podemos imaginar a livre circulação de ideias em outra ordem que não seja a da diversidade democrática, gozada de forma crescente nas últimas décadas pela sociedade brasileira, que é cada vez mais leitora e tem cada vez mais acesso à educação.

Ainda podemos nos recordar facilmente dos tempos obscuros da censura às ideias e aos livros nos 21 anos do regime ditatorial iniciado em 1964.

A necessária investigação de toda denúncia de corrupção, envolvendo a quem quer que seja, deve obedecer às premissas da legalidade e do Estado democrático de direito.

O retrocesso e a perda dos valores democráticos não interessam à maioria do povo brasileiro, no qual nos incluímos como profissionais dedicados aos livros e à leitura.

Ao percebermos as conquistas democráticas ameaçadas pelo abuso de poder e pela violação dos direitos à privacidade, à livre manifestação e à defesa, combinadas à agressividade e intolerância de alguns, e à indesejada tomada de partido por setores do Poder Judiciário, convocamos os profissionais do livro a se manifestarem em todos os espaços públicos pela resistência ao desrespeito sistemático das regras básicas que garantem a existência de um Estado de direito.

Dizemos não a qualquer tentativa de golpe e, mais forte ainda, dizemos sim à Democracia”.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Onda Vermelha Postado em 22/Mar/2016 às 18:32

    Toda a intelectualidade da área cultural, das ciências humanas e da área jurídica já "despertou" para o que nos espera! Estamos diante da iminência de Golpe de Estado, agora sustentado por uma parcela da oposição ressentida pela quarta derrota consecutiva, do aparato judiciário e da mídia hegemônica, que deseja revestir de legal algo grotescamente ILEGAL. Apesar das vigorosas manifestações do dia 18/MAR, sexta-feira última, os golpistas parecem que ainda não entenderam recado. Multiplicam-se pelo país afora as manifestações de apoio a Lula, Dilma, e a manutenção do Estado Democrático de Direito. Dia 31/03, 52 aniversário do último golpe, teremos que por TODO o nosso bloco na rua! E gritaremos bem alto no dia que para eles, adoradores de "quarteladas", traz uma grande carga de simbolismo: #GolpeNuncaMais #1964NuncaMais #NaoVaiTerGolpe #VaiTerLuta #DilmaFica

    • Vinicius Postado em 23/Mar/2016 às 23:00

      #ForçaDilma #DilmaFica #Dia31nasruas *Outro Vinicius

  2. Mauro Postado em 22/Mar/2016 às 21:49

    Só espero que não tenha sido tarde.mas acho que algo precisa ser feito contra os golpistas: Moro, Globo, e financiadores do impeachment

  3. Aristóteles Postado em 23/Mar/2016 às 07:32

    É nosso dever divulgar esta mensagem para todos e todas que lutam por um Brasil cada vez melhor e livre de golpes e falcatruas que se pretende por parte da direita irresponsável! Dia 31 de março.. [email protected] na rua!

    • Vinicius Postado em 23/Mar/2016 às 22:54

      #Dia31nasruas *Outro Vinicius

  4. Anne Postado em 23/Mar/2016 às 15:30

    Enquanto isso, os "intelectuais" da direita divulgam endereços residenciais para "manifestações democráticas". É uma discrepância intelectual ululante.

  5. Deus Carmo Postado em 05/Apr/2016 às 03:59

    Acho que agora é tarde, só nos resta cantar o requiem, seja de quem for Mozart, Zelaka ou Ligetti.