Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 30/Mar/2016 às 17:52
11
Comentários

Emissoras de TV proíbem matérias sobre ex-deputado que matou 2 no trânsito

Censura: Emissoras de TV vetam reportagens nacionais sobre ex-deputado que matou duas pessoas no trânsito em Curitiba (PR). Ele dirigia bêbado, com habilitação suspensa e a mais de 190 quilômetros por hora

mídia Luiz Fernando Ribas Carli Filho matou embriagado paraná
Luiz Fernando Ribas Carli Filho, ex-deputado estadual pelo PSB – PR (reprodução)

Valdir Cruz, Notícias Paraná

As duas principais redes de televisão do País, a Globo e a Record, resolveram censurar uma reportagem especial sobre o mesmo assunto: o mais polêmico assassinato no trânsito do Paraná. Ou seja, aquele provocado pelo ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho, quando dirigia bêbado, com a carteira de habilitação suspensa e a mais de 190 quilômetros por hora pelas ruas de Curitiba.

O resultado da soma de tanta irresponsabilidade foi a morte de dois jovens inocentes, que cometeram a imprudência de ficar na frente de um criminoso no voltante.

Em 2011, a Rede Globo mandou para Curitiba o repórter Caco Barcellos. E ele cumpriu a pauta entrevistando vários personagens envolvidos na tragédia e mostrando o local da batida e como foi que o ex-deputado, usando um Passat importado como arma, tirou a vida de duas pessoas.

O material foi produzido para ser veiculado no programa “Profissão Repórter”, que teria como tema principal os chamados crimes de trânsito. Depois de tudo pronto, veio a censura. E o material parou numa gaveta, para indignação do repórter, que se justificou com a família Yared dizendo que “atualmente o Paraná é o estado mais corrupto do Brasil”.

E a reportagem, apesar da relevância jornalística e social, continua engavetada até hoje, cinco anos depois. Qual a razão? Quanto a Globo recebeu para não veicular o conteúdo obtido pelo repórter e quem pagou?

Censura na Record também

O repórter da Ric/Record em Curitiba, Marc Souza, um dos melhores do Paraná na atualidade, produziu há quase um mês uma reportagem especial, com 15 minutos de duração, para o programa “Domingo Espetacular”.

A equipe da RIC conseguiu, com exclusividade, ter acesso ao relatório dos radares na noite(07/05/2009) em que Carli Filho matou dois jovens ao passar por cima do carro deles com seu potente Passat, que chegou a decolar tamanha era a velocidade. Gilmar Rafael Yared e Carlos Murilo morreram na hora.

A reportagem, de indiscutível valor jornalístico e de grande alcance social, estranhamente entrava no “espelho”(roteiro) do programa e logo era retirada. Por que motivo isso acontecia? Ninguém sabe. Assim, o trabalho exclusivo da equipe de Curitiba ficou rolando do espelho para a “gaveta” e da “gaveta” para o espelho durante várias semanas, até que ontem (06) finalmente foi exibido. Porém, as fontes ouvidas pelo reportagem relatam que o material levado ao ar foi muito diferente daquele que o repórter apurou.

A parte em que os entrevistados falam de um provável “terceiro elemento” disputando um racha com Carli Filho foi suprimida. E a reportagem sequer foi postada no site do programa. O que houve?

Novamente as perguntas que não querem calar saltam na boca de cada paranaense indignado com o crime e com a proteção que o criminoso goza nos meios de comunicação: quem pagou, quanto pagou e quem recebeu? Só este motivo, espúrio e antiético, justifica a censura praticada em ambas as reportagens. Para os jornalistas e para o jornalismo não existe palavra mais forte, violenta e repugnante que “censura”.

Contra ela e seus múltiplos e antidemocráticos sentidos, muitos foram torturados e mortos. Mas luta de anos, de décadas, contra esta arma, a mais terrível da ditadura militar (1964-1985), avançou até a vitória, que foi a expulsão dos censores das redações. Isso, no início da década de 1980. Mas volta e meia, ela reaparece numa e noutra redação, e, cruel como sempre, faz vítimas entre os bons jornalistas e priva a sociedade de uma informação relevante.

O caso Carli Filho, por exemplo, está recheado de casos de censura. Qual o motivo? Quem é o censor: a rica família do ex-deputado ou o poderoso “terceiro elemento”, que se mantém anônimo (por enquanto) graças censura da intimidação, da corrupção e do tráfico de influência?

A censura luta contra a verdade, como bem lembrou a jovem judia Anne Frank, em seu diário, antes de ser morta em um campo de concentração nazista: “Em cada censura há uma ponta de verdade”.

Veja como foi o crime cometido por Carli Filho nesta reconstituição feita pelo perito contratado pela família Yared:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 30/Mar/2016 às 19:55

    só exemplos maravilhosos vindo do paraná!! viva o sul maravilha! parabéns parananenses!!!

    • Jonas Schlesinger Postado em 30/Mar/2016 às 22:49

      Adoro quando eles dizem que o norte e o sul são xenofóbicos hahahaha bando de vermes que acham que tem glóbulos azuis nas veias hahaha

      • Jonas Schlesinger Postado em 31/Mar/2016 às 13:37

        *norte e nordeste

    • Daniel Postado em 31/Mar/2016 às 02:12

      Sério que você vai generalizar um estado todo por UM político filhinho de papai...? Você realmente acha que isso te faz tão diferente dos idiotas xenofóbicos daqui? Sério mesmo?

      • poliana Postado em 31/Mar/2016 às 17:45

        não são vcs q adoram arrotar arrogância e superioridade? não se acham os melhores? agora aguentem!!! taí a verdadeira faceta do "sul maravilha"...

    • poliana Postado em 31/Mar/2016 às 17:46

      HIPÓCRITA!

      • enganado Postado em 01/Aug/2016 às 23:36

        Cara poliana. HIPÓCRITA é pouco para o Paraná. Elegeram o Beto Bicha sabendo que o mesmo faz parte da gangue da DIREITA=P$$$DB=DEM=exército=PF_DB=STF_DB=PGR_DB=PM-PR=CGU_DB= ... = República de GUANTÂNAMO do juizeco MORO-fdp= ... = ... = ...etc. Daqui a pouco vamos saber do ROUBO que está ocorrendo nos Cofres Públicos, pois duvido que não haja ROUBO em governos do P$$$DB/DEM em qq parte do ex-BRASIL, agora ___braZZZil___ . Que têm, têm! E mais, o general da segurança vai garantir o ROUBO da DIREITA (((aliás, já foi escolhido a dedo para este cargo para garantir as falcatruas/ROUBOS/safadezas/putarias/ ... etc. Quer ver? Cerceou (até comida!) a DILMA no Palácio da Alvorada e em compensação o CÚnha viaja pela FAB às pamparras. E aí Duque de CAXIAS? Favor tomar providências em nome de DEUS e dos 7P's))) e prender o LULA por causa dos Pedalinhos.

  2. Eber Prado Postado em 30/Mar/2016 às 22:05

    O que se diz, em boca miúda, aqui no Paraná é que o terceiro elemento seria uma grande personalidade pública, de muito poder no Estado, que tem como hobby correr pela stock car....vai saber, né!!!

  3. Igor Postado em 30/Mar/2016 às 22:55

    Esse caso é uma conspiração. Dizem que ele estava num racha com filho de um graúdo. Houve adulteração nas câmeras, radares não estavam funcionando, entre outras adulterações e sumiços de provas. Alguns meses atrás, um cidadão indignado com mais um novo adiamento do júri, entregou para o pai da vítima uma multa que recebeu naquela noite de um radar da região, contrariando a empresa de que o radar não estaria funcionando.

  4. Jorge Luiz Postado em 31/Mar/2016 às 10:19

    Putz.. paranaense é tudo bundão. Sempre ficam fazendo ilações sobre quem estaria tirando racha com esse babaca; dizem saber, aqui, no You Tube, mas nunca dizem o nome. Eta povinho sem pedigree! Merecem o governador que tem, a justiça que tem e suas mazelas são pouco. Vai ficar muito pior.

  5. enganado Postado em 29/Jul/2016 às 22:22

    Se violar a PROStitução do ___ braZZZil __ , mas for de DIREITA, não tem problema. A rede gRoubo, exército, PF_DB, GAFE, ... garante que NUNCA vai acontecer NADA! Agora se for dos 7P's, ___ FORCA ___. O ___braZZZil___ se tornou uma pocilga da DIREITA. ___“” braZil, –– slogan –– ___””””” ÓDIO e RETROCESSO ””””___ ___“” braZil,__Pátria de INJUSTIÇAS, Viciados em COCAÍNA e LADRÕES ””___ ___”” GOLPE-2018 “””, PLUTORACIA Eterna___ ___“” Golpe é na gRoubo ””__