Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 21/Mar/2016 às 10:15
16
Comentários

Ator Claudio Botelho dá chilique em cena e ouve o que não queria ouvir

Ator chama Dilma de ladra, plateia reage aos gritos de 'não vai ter golpe!' e peça sobre Chico Buarque é interrompida na metade (vídeo). Depois do incidente, Claudio Botelho não se acalmou e chamou os espectadores de "bandidos" e "petistas escrotos"

Claudio Botelho não vai ter golpe

Bernardo Mello Franco, Folhapress

O tumulto que esvaziou um teatro em Belo Horizonte é mais uma amostra de que a radicalização política está transformando o Brasil num país dividido –e à beira de um ataque de nervos.

Na semana mais quente da crise, o ator Claudio Botelho fez uma fala agressiva no palco, chamando a presidente Dilma Rousseff de ladra e o ex-presidente Lula de ladrão.

Parte da plateia vaiou e se levantou para abandonar a peça (assista ao vídeo abaixo). O ator passou a provocar o público, que respondeu com gritos de “Não vai ter golpe!”. As cortinas se fecharam. Não teve mais espetáculo.

Botelho não se acalmou. No camarim, discutiu com colegas e chamou os espectadores da peça de “bandidos”, “neofascistas” e “filhos da puta”. “São escrotos, são petistas, são o que há de pior no Brasil”, esbravejou.

A atriz Soraya Ravenle protestou contra sua atitude no palco, mas ele continuou aos berros: “Ela [a presidente Dilma Rousseff é bandida!”. “Ela é ladra!”. “Eu sou o dono!”. “A peça é minha!”.

O episódio é curioso porque o espetáculo era inspirado em músicas de Chico Buarque. Há três meses, o artista foi alvo do mesmo discurso de ódio ao sair de um restaurante na zona sul do Rio.

Chico apoiou Lula e Dilma com base em suas ideias, das quais se pode discordar sem xingamentos. Ele também já fez campanha para adversários do PT, como Fernando Henrique Cardoso e Marcelo Freixo, o que não é lembrado por seus detratores.

O chilique de Botelho expõe uma face da nova direita verde-amarela que muita gente (e boa parte da mídia) prefere fingir que não vê.

Há um clima de raiva e intolerância no ar –que hoje se volta contra o PT, mas poderá atingir outras forças políticas. Basta ver o que ocorreu no dia 13, quando os tucanos Aécio Neves e Geraldo Alckmin foram hostilizados e enxotados da avenida Paulista.

Perseguido pela ditadura militar, Chico já viu este filme antes. Por isso, retirou a autorização para Botelho usar suas canções. Nos próximos musicais, é possível que o ator tenha que recorrer ao repertório de artistas que também aderiram à gritaria antiesquerdista, como Lobão. Será que o teatro lota?

Vídeo:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Carlos Prado Postado em 21/Mar/2016 às 10:18

    Foi imitar Chico Buarque e achou que ainda estávamos naqueles tempos. Hoje Chico defende tortura e não aceita quem dá chiliques como os dele.

    • Guilherme Postado em 21/Mar/2016 às 21:55

      ?????? o que vc bebeu?

  2. Alan Kevedo Postado em 21/Mar/2016 às 10:30

    Ao ator sugerimos, daqui pra frente, espetáculos sempre sem público.

  3. Carlos Prado Postado em 21/Mar/2016 às 11:02

    O cara deveria ter a noção que só burguesinho iria assistir a peça dele. Mas esses burguesinhos, por estarem acostumados a nem os país os contrariarem não tem noção nenhuma e esculhambaram a peça. O problema seria desses que foram assistir a peça e perderam, se não fosse tanta gente defendendo censura. Grita-se não a censura, mas que se censure os dissidentes. Grita-se não a ditadura, mas defende-se governos totalitários passando por cima dos poderes. Grita-se não ao golpe, mas apoia-se o golpe dado. Teremos agora um ministro informal governando como presidente não eleito, e a tentativa de escolher o juiz que lhe julgará.

  4. Carlos Augusto Normann Postado em 21/Mar/2016 às 11:16

    E a direita brasileira se mostra, novamente. Com ares de prima-donna, o Botelho aí demonstrou que não pegou o espírito da obra do grande Chico Buarque. Afora isso, há aquela infame declaração com fundo racista que o Botelho emitiu boca afora, "um ator não pode ser peitado por um negro, por um filho da puta"... Realmente, o tempo da delicadeza está cada vez mais distante...Cláudio Botelho não é digno de utilizar a obra de Chico nem em espera de telefone!

    • Rosa Postado em 23/Mar/2016 às 01:46

      "....Depois de te perder Te encontro, com certeza Talvez num tempo da delicadeza Onde não diremos nada Nada aconteceu Apenas seguirei Como encantado ao lado teu"

  5. André Nelson Postado em 21/Mar/2016 às 13:27

    Que Zé ruela! Pensa ser o seu pensamento uma unanimidade. Ele e um monte de líderes imbecis estão perdendo a palavra por abusar desse direito. Que anta!

  6. Ana Amelia Postado em 21/Mar/2016 às 16:27

    O problema não foi só ele colocar o "caco". Foi ele partir pra cima da plateia, que estava saindo do teatro, com provocações. Muito desrespeito com quem pagou pra assistir, não gostou do que ouviu e optou por ir embora...

  7. Lexx Postado em 21/Mar/2016 às 17:25

    Qual verdade? Usar da sua posição de "artista" apenas para ofender o governo se resume em qual verdade?

  8. João Paulo Postado em 21/Mar/2016 às 19:28

    Se eu estivesse na peça, processaria o atorzinho, apesar dele provavelmente ser um fodid..., e o SESC.

  9. Diego Postado em 21/Mar/2016 às 20:09

    Esse aí é mais um dos paneleiros, tão logo foi questionado, destilou que um "artista não poderia ser peitado por um negro"... RACISTA IMUNDO.... exemplo bem da nossa democracia racial, em qualquer conflito fazem questão de dizerem o quão se acham superiores...

    • Caio Postado em 22/Mar/2016 às 22:12

      Nêgo, eu uso nêgo como "cara".

  10. Antonio Palhares Postado em 22/Mar/2016 às 10:11

    Mais um bosta. Eu estou com o saco cheio. Quem este sub nitrato da merda pensa que é? Atorzinho chinfrim.

  11. Cristina Costa Postado em 22/Mar/2016 às 14:31

    Achou que a plateia da cidade que sofreu nas mãos do antigo governador Aécio ia comprar esse discurso? Vai ter sorte se conseguir pisar de novo no estado. Cretino.

  12. Caio Postado em 22/Mar/2016 às 22:11

    Força Claudio!! As pessoas estão tão virtuais e pasteurizadas que esquecem que somos humanos e simplesmente estressamos!! Devem ser o tanto de agrotoxico que consumindo de empresas sustentáveis...

  13. Thiago Teixeira Postado em 23/Mar/2016 às 09:12

    A verdade que a Direita é burra e antidemocrática.