Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 07/Mar/2016 às 17:25
0
Comentários

A definição perfeita para a 'ansiedade'

Ao relatar sua experiência com a ansiedade, homem consegue captar perfeitamente bem o sofrimento sentido por muitas pessoas que enfrentam essa doença regularmente

saúde ansiedade depressão definição

É o medo indescritível do nada“.

Alguns sabem bem o que é isso.

O Humans of New York (“Humanos de Nova York”), indiscutivelmente o lugar mais agradável na internet, compartilhou o perfil de um homem que falou sobre a sua experiência com a ansiedade.

Ele conseguiu captar perfeitamente bem o sofrimento sentido por muitas pessoas que enfrentam essa doença regularmente.

Eu conhecia uma garota na escola que sempre reclamava sobre a ansiedade. Eu costumava rir um pouco dela. Para mim, não parecia ser nada. Então eu acreditava que não era nada“, disse ele ao ‘Humanos de Nova York’.

Eu comecei a ter uma ansiedade muito intensa desde que meu pai morreu”, continuou.

E definitivamente não era nada. É o medo indescritível do nada”.

O relato desse homem também lança luz em outro problema comum que as doenças mentais enfrentam: a falta de visibilidade. Os distúrbios mentais são frequentemente menosprezados porque não existem sinais externos da doença. Do lado de fora, as pessoas que sofrem com a ansiedade podem parecer bem.

No entanto, esses distúrbios não são sempre óbvios, assim como alguns comentários da foto apontam.

Obrigada por estender a mão e validar a sua experiência“, dizia um. “Sendo alguém que luta contra essa doença invisível, espero que mais pessoas comecem a ser mais compassivo como você agora é“.

Eu pensava que as pessoas estavam sendo dramáticas demais até ter um ataque de pânico“, um outro compartilhou.

Eu não desejo isso a ninguém. Espero que sua ansiedade diminua e você encontre formas de lidar com isso quando ela surgir“.

Aproximadamente 40 milhões de americanos adultos são afetados pela ansiedade. Os estereótipos negativos frequentemente previnem as pessoas de buscarem um tratamento.

É por isso que é não só animador, mas vital, que as pessoas criem uma conversa sobre a doença mental em fóruns públicos – especialmente nas plataformas online com uma ampla audiência como os “Humanos de Nova York”, que hoje têm aproximadamente 17 milhões de seguidores no Facebook.

Leia também:
Tristeza e depressão são coisas diferentes
As novas doenças provocadas pelo uso da internet
As mentiras e o dinheiro da indústria farmacêutica

Mais um passo positivo para a saúde mental. Continue assim, Internet.

“I knew a girl in high school that always complained about having anxiety. I used to make fun of her a little bit. It…

Publicado por Humans of New York em Quarta, 17 de fevereiro de 2016

Lindsay Holmes, Huffington Post | Tradução: Simone Palma

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

O e-mail não será publicado.