Redação Pragmatismo
Compartilhar
Justiça 24/Mar/2016 às 09:54
6
Comentários

A carta aberta de Tom Zé aos ministros do STF

Tom Zé escreve carta aos ministros do Supremo Tribunal Federal com vários questionamentos sobre o atual momento político do país

Tom Zé STF carta
O músico Tom Zé

Revista Fórum

O cantor e compositor Tom Zé lançou, nessa semana, um abaixo-assinado destinado aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Na carta, ele faz vários questionamentos sobre o atual momento político do país.

O artista lembrou que boa parte da oposição, que tenta a todo custo tomar o poder, está sendo investigada pelo cometimento de diferentes crimes. “Aqui minha dúvida salta sobre mim e é a seguinte: quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF? E se houver, ainda poderá atuar com a força de que o atual está investido?”, perguntou.

Tom Zé tem divulgado o documento nas redes sociais e está reunindo assinaturas para que ele chegue às mãos dos ministros, em Brasília. Para apoiar, clique aqui.

Carta Aberta do Tom Zé aos Excelentíssimos Senhores Ministros do STF

Dignos senhores: estou muito preocupado com um pequeno mas importante detalhe.

Antes, quero dizer que jamais pensei em ver novamente juízes como aqueles da minha infância.

Em cada pequena cidade, como na minha Irará, mediante o respeito e confiança que impunham, eles eram o consolo do coração de todos, principalmente dos pobres e pequenos.

Felizmente, estava enganado e estou assistindo, com a presença de vossas excelências, a ressurreição de toda a bênção que representava a palavra “Juiz”.

Mas, como disse acima, uma dúvida me atormenta: depois de derrubado o atual governo, outro grupo de políticos assumirá, naturalmente, o poder.

Conforme está divulgado, boa parte desses possíveis novos mandatários são acusados de crimes cuja investigação está em andamento e certamente deverão sentir na pele a severidade e a imparcialidade desse digno Superior Tribunal Federal.

Ora… é sabido que o presidente da República, os governadores e outras autoridades (com as câmaras em continuidade), têm o comando do exército, das polícias e de todas as forças executoras.
Aqui minha dúvida salta sobre mim e é a seguinte: quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF? E se houver, ainda poderá atuar com a força de que o atual está investido?

Com respeito e admiração, Antonio José Santana Martins, em arte Tom Zé

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. julia Postado em 24/Mar/2016 às 10:44

    Onde eu assino?

    • Universitária Postado em 24/Mar/2016 às 12:20

      https://secure.avaaz.org/po/petition/Superior_Tribunal_Federal_CARTA_ABERTA_AOS_EXCELENTISSIMOS_SENHORES_MINISTROS_DO_STF/?awCDLab

    • Antônio Euzébio Postado em 24/Mar/2016 às 20:54

      Na própia matéria em:clique aqui.

  2. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 24/Mar/2016 às 13:42

    Grande Tom Zé. Grandes canalhas se unem (Temer, Aécio, Serra, Geraldo Aidimim, todos Maçons) contra Dilma. Foram fazer uma reunião em Portugal para exportar o golpe, mas foram enxotados. E leio que as Otoridades da Lava Jato somente aceitam delação premiada dos executivos da Odebrecht se constar apenas políticos do PT. Espero que seja mentira, pois não é possível tanta infâmia e covardia.

  3. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 24/Mar/2016 às 13:42

    Grande Tom Zé. Grandes canalhas se unem (Temer, Aécio, Serra, Geraldo Aidimim, todos Maçons) contra Dilma. Foram fazer uma reunião em Portugal para exportar o golpe, mas foram enxotados. E leio que as Otoridades da Lava Jato somente aceitam delação premiada dos executivos da Odebrecht se constar apenas políticos do PT. Espero que seja mentira, pois não é possível tanta infâmia e covardia.

  4. Rosali de Rosa Cantlin Postado em 24/Mar/2016 às 21:06

    Sílvio Miguel, não é mentira! Não me lembro onde está agora, senão anexava para você ver, mas assisti a um vídeo, em que o delator "entregava" as falcatruas de Furnas. "Um terço pra fulano, um terço pra sicrano e um terço para o Aécio". Na mesma hora quem interrogava disse: "Tá bom, mas não é isso que estamos perguntando. Queremos saber o que você tem a dizer sobre o José Dirceu". Quer dizer, o negócio é incriminar apenas as pessoas do PT. O resto "não vem ao caso". Mais uma prova agora, qdo o Moro publicou grampos de conversas do Lula e da Dilma, mas quando apareceu a lista de Furnas, onde não constava nada sobre os dois, o grande juiz colocou sob segredo de justiça. Nã há dúvida nenhuma. É perseguição seletiva. Eles nem fazem questão de esconder. Perderam de vez a vergonha!