Redação Pragmatismo
Compartilhar
São Paulo 20/Feb/2016 às 17:00
19
Comentários

Urbanista diz que SP já deveria ter tido um prefeito como Haddad há 20 anos

“São Paulo tem hoje o prefeito que deveria ter tido há 20 anos. Só agora, com Fernando Haddad, a cidade se concentra em si mesma como realidade socioespacial específica, carente de ações que a direcionem para um novo modo de vida”

haddad prefeito são paulo urbanista

Antonio Risério*

São Paulo tem, hoje, o prefeito que deveria ter conhecido há mais de uma década. A engenharia antiurbanística da ditadura militar, que se apresentava como solução para o futuro, era, na verdade, um atraso de vida, uma obsessão viarista de olhos fechados para a qualidade de vida na cidade.

As administrações de Luiza Erundina (1989-93) e Marta Suplicy (2001-05) se voltaram para realizações sociais, mas não exatamente citadinas. José Serra (2005-06) e Gilberto Kassab (2006-2013) deixaram correr solto o barco da urbe neoliberal. E perdemos tempo.

Só agora, com Fernando Haddad, São Paulo se concentra em si mesma como realidade socioespacial específica, carente de ações que a direcionem para um novo modo de vida.

Haddad descobriu, em tempo, que a saída era ser ele mesmo. E tirar partido, inclusive, da distância e do isolamento com relação aos ditames tantas vezes estreitos do PT. Sim, há momentos em que a solidão política é boa conselheira. Até porque o pensamento de Haddad encontrou uma “ecologia” favorável para medrar.

Era cada vez maior o número de paulistanos convencidos de que a cidade precisava buscar soluções fora da cartilha de sempre, encarando a questão da mobilidade urbana e discutindo sem temor o beco sem saída automobilístico, com todas as suas implicações ambientais.

É certo que esses paulistanos abertos para as novas soluções constituem ainda uma minoria – e não tão barulhenta quanto a dos proprietários de automóveis individuais. O que significa que Haddad se move, ao mesmo tempo, numa conjuntura mental propícia, mas minoritária.

A situação cultural e política é complicada. Se é cada vez maior o número dos que aceitam a vantagem ambiental da cidade compacta e a mescla programática de classes sociais no espaço citadino, assim como o retorno ao centro, persistem, na contramão, tabus arraigados, signos de status, falsos direitos adquiridos. E a batalha é pesada.

Mas Haddad entendeu três coisas fundamentais. Que teria de trabalhar com dificuldades orçamentárias, sem esperar qualquer solidariedade federal. Que teria de repensar e rediscutir o sentido desta cidade em maré adversa, enfrentando os preconceitos do conjunto da população, sem contar com a boa vontade da mídia. E deixar taticamente de lado o projetismo tipo “Arco do Futuro” em favor de um realismo mais pedestre, no horizonte do possível.

Leia também:
The New York Times: ‘Haddad desafia o que parecia impossível em São Paulo
Prefeita de Paris diz que “votaria em Haddad” durante debate na Sciences Po
WSJ: Haddad seria considerado visionário se fosse prefeito de Berlim

Não teremos mais de levar utopia alguma à sociedade. A sociedade é que se verá obrigada a entender que a cidade ideal, agora, está se fazendo cidade necessária.

*Antônio Risério é um antropólogo, urbanista, poeta e historiador brasileiro

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rogerio Postado em 20/Feb/2016 às 19:27

    Concordo. Moro em presidente Prudente, interior de São Paulo. Acompanho haddad daqui. E garanto que Haddad deveria ser presidente do Brasil. Ele é um segundo Lula. Infelizmente só o exterior mostra a eficiência do excelente trabalho dele. Aqui coxinha nem pensa e já fala bobeira só porque é do PT. Haddad 2026 presidente. Meu voto já tem.

    • Deisi Postado em 20/Feb/2016 às 22:17

      Rogério, também moro em Presidente Prudente, concordo com você, meu voto também.

    • Moacir Postado em 21/Feb/2016 às 08:35

      Moro em Campinas (cada dia mais parecida com São Paulo). Também precisa (e muito!) de uma Administração como a de Haddad. Se não posso votar pra Prefeito, votaria com certeza pra Governador ou Presidente.

    • Edson Antunes Postado em 23/Feb/2016 às 11:20

      Boa!!!!! Mas primeiro ele precisa ser governador banir esse psdb corrupto do estado!!!!!!!

  2. Leandro Postado em 20/Feb/2016 às 20:57

    O autor do texto escreveu, escreveu, escreveu e não disse absolutamente nada! Abri esta página achando que encontraria uma lista de coisas feitas pelo Haddad e ratifiquei minha posição: o chefe do Executivo paulistano realmente não fez nada pela cidade. Déficit de creches crescente, ciclovia matando cidadãs e cidadãos, áreas verdes e de mananciais com autorização para construções de prédios e o tão propalado, durante a campanha, Arco do Futuro nas gavetas da Prefeitura porque identificaram que tal Projeto era uma perfeita ilusão.

    • Onda Vermelha Postado em 03/Apr/2016 às 00:27

      Nada? Meu caro Leandro lembro que os avanços não se resumem a mobilidade urbana. Ok? Comentário originalmente publicado pelo Johnny Go com base em dados até Set/2015. Faz muito tempo que a cidade de São Paulo não conta com um administrador moderno e dinâmico como Haddad. O Prefeito quebra barreiras, incomoda os conservadores e realiza muito, muito mesmo. A lista abaixo é impressionante, deveria ser lida por quem o critica sem base de conhecimento: EDUCAÇÃO • 33 creches (mais de 6 mil vagas de Educação Infantil)... • 15 EMEIs (7.480 vagas de Educação Infantil) • 13.799 novas vagas de Educação Infantil pela rede conveniada • 32 polos da Universidade Aberta do Brasil, com 6 mil vagas só em 2014 e 1 polo da Universidade Aberta da Pessoa Idosa no Cambuci • 4 Centros de Educação em Direitos Humanos 8 Telecentros 16 polos de Educação Ambiental SAÚDE • 10 Rede Hora Certa, sendo 6 fixas e 4 móveis • 4 Unidades Básicas de Saúde – UBS • 1 Unidade de Pronto Atendimento – UPA • 434 novos leitos em hospitais • 3 hospitais readequados • 2 CAPS Álcool e Drogas III Piloto do Prontuário Eletrônico do Paciente MOBILIDADE • 326,8 Km de faixas excluídas de ônibus, beneficiando 80% da população • Bilhete Único Mensal, Semanal e Diário • Pontilhão do Rio Embu-Guaçu • Viaduto Itaquera • Central de Monitoramento Semafórico: 3.109 semáforos reformados e 551 NoBreaks • Programa de Proteção ao Pedestre • 101.600 m² de calçadas acessíveis • Acessibilidade em 68,7% da frota de ônibus HABITAÇÃO • 2.404 unidades habitacionais • 8 favelas urbanizadas • 21.723 famílias beneficiadas com Regularização Fundiária DESENVOLVIMENTO SOCIAL • 270 mil famílias inseridas no Cadastro Único • 80 mil famílias cadastradas no Bolsa Família • 24.818 vagas de PRONATEC, sendo 574 para população em situação de rua • 122 beneficiários do Braços Abertos em tratamento para dependência • 8.214 microempreendedores formalizados • 5.607 vagas de Educação de Jovens e Adultos • 4 Serviços de Acolhimento Institucional à população em situação de rua • 16 Consultórios na Rua com tratamentos odontológicos e relacionados ao abuso de álcool e outras drogas • Centros de Formação e Acompanhamento à Inclusão de crianças com necessidades especiais revitalizados • 3 residências inclusivas para pessoas com deficiência DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TECNOLÓGICO • Agência de Desenvolvimento de São Paulo – ADESampa com 30 polos em funcionamento SP Negócios • Agência de fomento e promoção de negócios Programa de Incentivos Fiscais para a Zona Leste • Programa VAI TEC • Terreno para o UNIFESP em Itaquera e o Instituto Federal em Pirituba CULTURA • Reabertura do Cine Belas Artes • Criação da Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo – SPCine • Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes • Readequados 85 Pontos de Cultura • 150 Bolsas Cultura • 48 projetos de teatro, 45 de dança e 60 de cinema apoiados • 238 projetos apoiados pelo Programa de Valorização das Iniciativas Culturais, modalidades 1 e 2 ESPORTE • 32 equipamentos esportivos abertos 24h em 11 subprefeituras • 21 equipamentos esportivos requalificados Requalificação do Clube Tietê para abertura ao público CIDADE E DESENVOLVIMENTO URBANO • Revisão do Plano Diretor • 14 obras do Programa de Redução de Alagamentos • 18 Ecopontos • Programa de Compostagem Doméstica • Programa de Feiras Sustentáveis • 158 mil mudas de árvores plantadas • 24 praças públicas com Wi-Fi livre (Praças Digitais) • 1.856 lâmpadas LED e 44 fotovoltaicas (solares) • 400 núcleos da Defesa Civil – NUDECs cadastrados.

  3. Deisi Postado em 20/Feb/2016 às 21:00

    O Haddad é maravilhoso, bela análise do urbanista.

  4. beto Postado em 20/Feb/2016 às 21:47

    Só voto PT novamente se for pra eleger Haddad! Talvez Lula, dependendo das opções, mas se for Haddad não há dúvidas!

  5. Zeca Rodrigues Postado em 20/Feb/2016 às 22:38

    Sampa nunca mais será a mesma depois dessa gestão. Mas como é petista, não escapa da demonização que tá rolando por parte dos retrógrados de plantão.

  6. Felipe Postado em 20/Feb/2016 às 23:10

    Caramba esse Hadad é demais!!!! Não vejo a hora de votar nele, a cidade inteira oe da a mesma coisa.

  7. Trajano Postado em 21/Feb/2016 às 02:16

    E eu aqui no Rio de Janeiro tendo que aturar a o Eduardo Paes como prefeito? Aff! Político de brinquedo! Só abre a boca pra falar besteira, que vergonha! É o tipo da coisa, né? Marcelo Freixo, Ficha-Limpíssima; político combatente dos milicianos que assassinaram seu irmão e que, posteriormente, reviveu a tragédia após o assassinato da juíza criminal Patrícia Acioli que também combatia os milicianos; o cara que colecionou ameaças de morte e planos de assassinato nesta empreitada que inspirou até personagem do filme Tropa de Elite. Cara gente boa, mas que não consegue esconder o mau humor depois de tantos anos de seguidas tragédias. Olhar carregado, pesado mesmo. O que o povo do Rio então faz? Caga e anda; elege o político que teve a pachorra de elogiar em pleno jornal local da Globo “a polícia mineira” (milicianos), os mesmos bandidos que deixam um rastro de sangue na cidade e disputam com os narcotraficantes quem cometerá mais crimes contra a humanidade (a jornalista nem “tchum” com o comentário dele, fez que nem ouviu). Dificilmente em algum momento vou deixar de votar no Marcelo Freixo: sempre voto garantido. Mas quem não o conhece e o escuta falando, com aquele jeito rápido que alguns cariocas têm, ou quem o vê em alguma propaganda ou debate na televisão, as críticas dele, sua forma de falar, sua expressão grave, enfim, tudo fica bastante pesado e os políticos rivais, todos adeptos do efeito Tiririca, dão um sorrisinho, adoram, desconversam, se aproveitam. Se Freixo quiser disputar novamente a prefeitura do Rio, ele que aprenda a engolir o sapo e dar um sorriso de vez em quando pra causar uma boa impressão. Eduardo Paes é Miss Brasil nesse quesito. Carioca mal se anima pra votar, quanto mais procurar histórico de candidatos. Infelizmente. Triste realidade.

    • Ade Silva Postado em 22/Feb/2016 às 01:26

      Esse Paes ninguém merece! a paranóia dele no início era derrubar casa, por qualquer motivo e lá estava " na chão". Derrubou mais de 300 casas em vários barros para o tal BRT. ( que por sinal é um caos, lotados, sem ar condicionado, horas de espera... etc.. Está tirando a maioria dos ônibus de circulação( principalmente dos bairros mais carentes, e as linhas que tinham como término a zona zul ( para evitar que pobre vá a pra praia). A cidade está só buraco onde passará o tal VLT ( que andará a 5km por hora, só para turistas, claro, e a população para chegar ao centro para trabalhar levará horas ( já estou vendo o caos ) PS: na Rio branco não entrará , carros, taxis ou ônibus. ( voltaremos á época da inauguração da Avenida , onde só transitará burros... como o prefeito, e nós também que precisaremos usar nossas "patas", para chegar ao trabalho. Outro "grande" feito : museus e mais museus pela cidade, mas hospitais e escolas,esqueçam! isso não vem ao caso... "porto maravilha" - maravilha pra quem? não sei, pois é só chover e ninguém passa nos alagamentos, e nos fins de semana: deserto total ( quem quiser ser assaltado é só ir passear por lá). e para completar: já passou por quase todos os partidos( inclusive o PSDB). UMA VEZ TUCANO SEMPRE TUCANO!!

  8. Alex Postado em 21/Feb/2016 às 12:16

    Fui a SP em viagem devido a um congresso. E fiquei espantado no domingo em que a Paulista estava liberada pra população. Sabe, muita pessoas correndo, usando bike, músicos... Muito lindo. Via a felicidade nos olhos dos paulistanos... Era como se SP deixasse, por um momento ser trânsito, trabalho, correria do dia-a-dia e se concentrasse no bem estar dos paulistanos... Parabéns pela coragem do Haddad.

  9. Henrique Postado em 21/Feb/2016 às 20:41

    E teve: Luiza Erundina. Peitou os donos dos ônibus, os donos da cidade. Comprou briga grande. Sua gestão foi sabotada, trucidada pela mídia burguesa (na época não havia internet, o que aparecia na TV era a verdade absoluta e incontestável). Depois dela veio Maluf e completou o serviço de desmanche dos avanços conseguidos.

  10. Paulo Nascimento Postado em 21/Feb/2016 às 20:47

    Haddad já fez muito como gestor no MEC e agora na Prefeitura. Tem meu apoio

  11. Rogerio Postado em 21/Feb/2016 às 22:43

    Deisi, de qual bairro vc é? Quais reivindicações o Tupã não cumpriu?

  12. Deisi Postado em 22/Feb/2016 às 07:40

    Rogério, moro no São Judas, meu voto no Tupã foi voto útil, aqui no bairro ele atendeu as reivindicações. Acho que ele foi bom admistrador.

  13. John Jahnes Postado em 22/Feb/2016 às 21:30

    - https://www.youtube.com/watch?v=jYUozI5gV8k

  14. Thiago Teixeira Postado em 23/Feb/2016 às 03:36

    Haddad, de uma banana a capital dos coxinhas e venha comandar o Brasil em 2018!!!!