Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 17/Feb/2016 às 23:49
13
Comentários

Jorge Ben Jor se encontra com fã que havia acusado de racismo e pede desculpas

Jorge Ben Jor se pronuncia sobre o polêmico episódio em que interrompeu o próprio show (vídeo) para puxar um jovem ao palco e acusá-lo de proferir ofensas racistas. O músico reencontrou o fã, pediu desculpas e divulgou um texto. "Errar é humano, mas o amor é ainda mais"

Jorge Ben Jor racismo fã
Jorge Ben Jor pede desculpas a fã que havia acusado de racismo (divulgação)

Jorge Ben Jor se desculpou com um fã após um grande mal entendido ocorrido durante um show no último sábado, no Rio de Janeiro (vídeo abaixo). A polêmica começou quando o cantor acreditou que o rapaz, identificado apenas como Lucas, estava dizendo injúrias raciais contra ele.

“Esse cara ficou me chamando de ‘crioulo sujo’. Não vou aceitar isso. O que um sujeito desses está fazendo neste show?”, disse Ben Jor depois de puxar o jovem agressivamente pelos cabelos para cima do palco.

Segundo o músico, há meses ele vem sendo provocado durante as apresentações com ofensas sussurradas após longos assobios, que acontecem sempre do mesmo lado do palco e na mesma canção. De fato, Lucas havia assobiado, porém, não disse nenhum tipo de ofensa ao artista. Ou seja, o jovem foi acusado injustamente de racismo.

Desfeito o mal entendido, Ben Jor localizou o fã pelas redes sociais e marcou um encontro com ele. O registro foi divulgado pelo jornalista Joaquim Ferreira dos Santos, no Facebook, com uma foto e um texto de desculpas do músico. “Por vezes a vida é tão maravilhosa que temos a chance de aprender de um episódio traumático que sim, errar é humano, mas o amor é ainda mais”, disse Ben Jor.

Confira o texto na íntegra de Jorge Ben Jor:

ERRARE HUMANUM EST

“Eu vou torcer pela paz
Pela alegria e pelo amor…”

A maior benção que um artista pode receber é a ver a propagação natural da filosofia que permeia seu trabalho, sua aplicação mais prática.

Ter um fã é ter um amigo e multiplicador que atravessa o tempo e a essa contingência que é ser. E Ser é esse desafio de forças.

Nunca é tarde para mais uma lição, para mais uma surpresa: Por vezes a vida é tão maravilhosa que temos a chance de aprender de um episódio traumático que sim, errar é humano, mas o amor é ainda mais.

E foi a partir de um engano meu que me chegou a benção do seu perdão, Lucas.

Abraçar você e sua família, me trouxe a paz que há meses eu vinha perdendo durante os shows a cada episódio de provocação gestual e velada, a cada ofensa sussurrada após longos assobios, sempre do mesmo lado do palco, sempre na mesma canção.

Sim, você assobiou, mas foi para me trazer de volta pra energia que move minha vida: O amor.

E é essa força inquebrantável que me fará agora, sob nova perspectiva, encarar cada ato racista como antítese ao que fazemos juntos a cada show, sim, eu e você, sim, o público, meus fãs e meus grandes amigos, meus fiéis escudeiros.

Salve Simpatia, ou como diria o Lucas,

“O amor sempre vence”.

Respeitosa e humildemente,

Jorge

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 18/Feb/2016 às 07:14

    Excelente ter reparado o erro. Passo a respeitar ainda mais o grande artista.

  2. Beatriz Belle Postado em 18/Feb/2016 às 10:22

    Ele excedeu, em seguida reconheceu o erro. A sua grandeza está em ter pedido perdão, o reconhecimento e o amor ao próximo falou mais alto.

  3. makandal Postado em 18/Feb/2016 às 10:25

    Até gostei do pedido de desculpas do Jorge Ben. Mas ter puxado o garoto pelos cabelos na hora de subir no palco foi muito ruim. Coisa feia hein seu Jorge.

  4. Maria Postado em 18/Feb/2016 às 10:54

    Eu não perdoava, de certo ficou com medo de ser processado por calúnia.

  5. Carol Postado em 18/Feb/2016 às 11:00

    Muito bom ter reconhecido o erro, não merece parabéns na minha opinião, afinal expor alguém da forma para acusar de algo tão grave, como ele fez no show é muito perigoso e ele não mediu as consequências do ato. Pelo menos assim ele limpa o nome do rapaz.

  6. Gerlane Postado em 18/Feb/2016 às 11:01

    Admirável a posição do Jorge em se desculpar, e admirável o perdão ofertado pelo Lucas! Que bom ver o amor vencer.

  7. Eduardo Ribeiro Postado em 18/Feb/2016 às 11:01

    Que fique bem claro: ele errou ao acusar um cara que não fez nada contra ele. Foi correto em admitir que apontou o dedo pra pessoa errada, pediu desculpas e o cara aceitou, vida que segue. Ele se precipitou demais. Se deixou levar pelo ódio legítimo, pegou o primeiro que viu que estava assobiando e arrastou pra cima do palco pelo cabelo. Muito, muito errado. Reações dessa natureza - que são extremamente dignas e corretas - tem que ser tomadas quando se tem certeza de quem foi, tem que ser tomadas ali na hora, no momento do ato racista, no cara a cara com o vagabundo. Quando feito com o timing correto, é algo de inegável legitimidade. O bandido entregou uma banana? Aí é inequívoco: é pra devolver a banana já com uma cadeirada na coluna do monte de merda. Já um assobio no meio de uma multidão de milhares é coisa vaga, não oferece a necessária garantia de surra violenta e sanguinaria na pessoa correta, no caso, o racista. JBJ errou feio, gostei não.

  8. Chamur Postado em 18/Feb/2016 às 11:02

    Será que pediu desculpas para evitar algum tipo de processo? Afinal, convenhamos, expor alguém daquela maneira e ainda chamar de racista é algo grave.

  9. teucu Postado em 18/Feb/2016 às 12:03

    aposenta jorge...puxou o menino pelo cabelo....q absurdo... nem certeza tinha de qm e o q tinah falado...veio drogado!

  10. Mari estanislau Postado em 18/Feb/2016 às 13:14

    e se o Lucas movesse um processasse ele por agressão física. Afinal ele o puxou pelos cabelos.

  11. João Paulo Postado em 18/Feb/2016 às 17:11

    Cara bobo. Jorge Ben Jor ia pedir desculpas sem os dentes. E respondendo a processo, claro.

    • Claudia. Postado em 22/Feb/2016 às 11:58

      Concordo plenamente. O que ele fez foi humilhante para o rapaz. Pediu desculpas, mas a vergonha e o puxão de cabelos não posem ser retirados.

  12. Jonas Schlesinger Postado em 18/Feb/2016 às 20:59

    Jorge Ben Jor, quem é este? Infelizmente o nosso país não tem cantores novos que realmente cantam. Só ficam lembrando de velharias como Caetano, Maria cabeluda Bethania, Elis Regina... Brasil é um país atrasado até na questão artística. Enquanto isso lá na Inglaterra o povo tem Adelle, tiveram Amy Winehouse para compensar a perda dos Beatles. Nos EUA tiveram Michae Jackson, ótimas bandas de rock para compensar a perda do Elvis. Aqui o povo é refém de velhacos ou se fode ouvindo funk. PQP quem ainda vai num show desse lixo atômico?