Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 28/Jan/2016 às 12:39
19
Comentários

Poliamor: 'casais' de três ou mais parceiros conseguem união estável no Brasil

'Casais' de três ou mais parceiros obtêm união com papel passado no Brasil. Até o momento, são pelo menos oito registros semelhantes no País, sendo eles héteros ou homossexuais

poliamor união estável brasil 3 pessoas

Reportagem publicada neste domingo pelo jornal Folha de S. Paulo conta o caso de mais uma relação poliafetiva que conseguiu ser registrada no Brasil. De acordo com o trabalho do repórter Thiago Amâncio, até o momento são pelo menos oito registros semelhantes no país, sendo eles héteros ou homossexuais.

A escrivã carioca Fernanda de Freitas Leitão, que fez o registro da união de três mulheres, que vivem juntas no Rio de Janeiro, explica qual o momento que passa o País:

Ainda não há decisão que garanta direitos automaticamente a famílias poliafetivas que possuam o documento. Mas serve de base para que as pessoas pleiteiem esse direito na Justiça“.

Além da inclusão em planos de saúde, os documentos assinados pelas famílias poliafetivas procuram acrescentar os parceiros em planos de previdência e herança também.

Leia também: Padre Fábio de Melo se posiciona sobre o casamento homossexual

Outro entrevistado é o presidente da Associação Brasileira de Direito da Família, Rodrigo da Cunha Pereira. Ele fala sobre lei costumes e como a legislação deve se adaptar às mudanças.

A tendência, no direito da família, é o Estado se afastar cada vez mais da vida das pessoas. A família não é um fenômeno da natureza, mas da cultura“, diz.

Saiba mais:
A primeira união estável realizada entre três mulheres no Brasil

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Eric Guimarães Postado em 28/Jan/2016 às 14:31

    Juridicamente, isso vai dar tanta m... que é mais fácil modificar a Constituição, em vez de cartórios cometerem ilicitudes. Estamos falando de Lei, a qual deve imperar em um Estado Democrático de Direito para termos as garantias fundamentais asseguradas. Legalmente falando, isso enfraquece o que está explícito na Carta Magna, fazendo com que o texto de lei, até o constitucional, sempre seja relativizado, isto é, torna a liberdade de expressão, a liberdade individual, a dignidade da pessoa humana, o função social do trabalho, bem como outros direitos, TODOS RELATIVOS, de acordo com uma interpretação momentânea. Isso é perigosíssimo à segurança jurídica.

    • Paola Postado em 30/Jan/2016 às 16:51

      Eric, não confundas o peso do art. 5º com a redação do capítulo da família. A constituição menciona que família é a união de homem e mulher. Convenhamos, isso foi relativizado há muito tempo, e a CF não sofreu em nada com casamentos homoafetivos, ou com reconhecimento de direitos à família da concubina. Por que agora sofreria com o reconhecimento de relações poliamorosas? Isso não enfraquece os direitos fundamentais de modo algum. Pelo contrário: reforça a igualdade de direitos entre todos. O art. 5º continuará forte, são, salvo e pétreo. Apenas a definição de família merece uma EC, para se adequar às necessidades dos tempos de hoje. Só isso.

  2. Guilhermo Postado em 28/Jan/2016 às 14:41

    Ah pára... Que negócio ridículo. Sem mais.

    • Rogerio Postado em 28/Jan/2016 às 17:58

      Já existe isso a muito tempo. Índios brasileiros , muçulmanos e mórmons já praticam isso a tempos. Nem sei Pq nunca foi legalizado.

  3. Jonas Schlesinger Postado em 28/Jan/2016 às 15:51

    Cada um com seu jeito de amar. Não sou contra nem quem é zoófilo. Pra mim o que importa é cuidar bem os outros. Fui.

    • Joel Postado em 30/Jan/2016 às 01:39

      Me diz como não é contra quem é zoófilo? Apenas uma parte da "relação zoófila" estará em plena capacidade de discernimento. O animal não dá consentimento. A lógica é tão imbecil quanto quem diz que "legalizar casamento homossexual levará a legalização de pedofilia e zoofilia..."

      • Jonas Schlesinger Postado em 30/Jan/2016 às 03:22

        Foi só uma frase para expressar que ninguém deve ser contra o ato de amar. Não se esqueça que também somos ANIMAIS E COMO ANIMAIS DOMINANTES VAMOS SER EXTINTOS e outra espécie dominante vai povoar o planeta. E pode ser os golfinhos já que são os únicos animais que usaram a internet e transam por prazer e não por cio de acasalamento. Mas enfim, viva a liberdade.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 28/Jan/2016 às 16:52

    Seguimos rumo ao progresso. O ruim é que em país que tem Bancada Evangélica (!!!!!!!), é um passo pra frente e 7 pra trás nesse tipo de questão. Fora que daqui a pouco chegam os paladinos da moral pra falar que isso é a "suruba legalizada", ou que "estamos a um passo de legalizar pedofilia", que isso aí é "sodoma e gomorra", que "estamos copiando os cachorros", e alguma asneira na linha "deus tá vendo"...to com a sacolinha pronta aqui já pra vomitar, ok?

    • Rogerio Postado em 28/Jan/2016 às 17:59

      E eles com a sacolinha pronta pra recolher ofertas. Kkkkkk

  5. Joao Postado em 28/Jan/2016 às 17:29

    Viva a diversidade .

  6. Thiago Teixeira Postado em 29/Jan/2016 às 07:00

    Sonho de consumo, eu e 4 mulheres!!!! kkkkkkkkkkkkkkkk

    • José Ferreira Postado em 29/Jan/2016 às 09:58

      Vá sonhando... Vai ser você a sua mulher e três homens. Para transar, vai ter que pegar senha ou dividir o momento com os "colegas".

      • Thiago Teixeira Postado em 29/Jan/2016 às 13:54

        Não cara, homem estou fora, não vale. Compro presunto gordo só para as meninas! kkkkk

    • poliana Postado em 29/Jan/2016 às 20:00

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..thiago, só n sei se esse tb é o sonho de sua esposa!! rsrsrs

      • Thiago Teixeira Postado em 29/Jan/2016 às 23:45

        A minha sorte é que ela é coxinha e só entra em blog da direita!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Jonas Schlesinger Postado em 30/Jan/2016 às 03:24

        putz, se ela fosse feminista mermão. Dona flor e...

  7. Shuma Postado em 30/Jan/2016 às 17:02

    Por isso prefiro o islamismo à hipocrisia ocidental.

  8. sidney Postado em 31/Jan/2016 às 18:38

    toda putaria agora pode no Brasil e quem falar contra é preconceito. Também vão legalizar a pederastia, pedofilia, zoofilia e tudo que esteja relacionado a sexualidade. O importante para esses é o que eles denominaram de "amor"

  9. Caio Postado em 01/Feb/2016 às 21:56

    Politicos religiosos, poligamia, vissh, estamos virando islamicos