Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 21/Jan/2016 às 18:32
17
Comentários

A resposta da rainha da Jordânia ao Charlie Hebdo

Rainha da Jordânia rebate charge do Charlie Hebdo que revoltou o mundo na última semana. Desenho alternativo sugere que menino sírio poderia ser 'médico, professor, pai'

Rainha da Jordânia Charlie Hebdo

A rainha da Jordânia respondeu com um desenho alternativo a uma caricatura do jornal satírico francês Charlie Hebdo sobre o pequeno Aylan Kurdi, um menino sírio afogado numa praia turca e cuja foto, representação explícita do drama dos refugiados, comoveu o mundo.

No último número do Charlie Hebdo, o diretor da revista, Riss, assina uma charge em que um homem aparece assediando uma mulher. O desenho é acompanhado da seguinte legenda: “Migrantes: no que teria se transformado o pequeno Aylan se tivesse crescido?”.

O próprio Riss responde, com a legenda “Apalpador de bundas na Alemanha” (tradução livre de “Tripoteur de fesses en Allemagne”), em referência às agressões sexuais registradas neste país na noite de Ano Novo. Segundo as denúncias, a maioria dos suspeitos seria de refugiados.

Charlie Hebdo rainha Jordânia charge
Desenho publicado pela rainha Rania, da Jordânia, questiona o que o menino sírio Aylan poderia ser quando crescesse

Em suas contas do Facebook e do Twitter, a rainha Rânia da Jordânia publicou um desenho do caricaturista jordaniano Osama Hajjaj, que dá uma visão alternativa: ao lado do pequeno afogado, uma menino mais velho usando uma mochila escolar e depois, um médico.

A charge foi publicada em árabe, inglês e francês com a mesma pergunta inicial da caricatura do jornal francês: “No que teria se transformado o pequeno Aylan se tivesse crescido?”

A rainha respondeu: “Aylan poderia ter sido médico, professor ou pai carinhoso”.

O desenho do jornal Charlie Hebdo gerou fortes críticas nas redes sociais.

AFP

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Guilhermo Postado em 21/Jan/2016 às 19:36

    A rainha da Jordânia.... é gata demais! Acho que não tem ninguém melhor no mundo pra casar. Linda, inteligente, bom coração, rica e ainda por cima... uma rainha, literalmente.

    • Marc Postado em 22/Jan/2016 às 14:33

      Provavelmente qqr outra mulher q vc conheça pessoalmente, ou seja conhece de verdade, seria melhor p vc casar.

    • Andre FLN Postado em 22/Jan/2016 às 15:55

      Guilhermo, vc nunca viu dessa espécie??? é igual a sua mãe, irmã tia, etc.. se chama mulher, se vc nunca viu eu até entendo a sua admiração!!

      • Guilhermo Postado em 22/Jan/2016 às 20:58

        Nunca vi. Rainhas... não conheço nenhuma mesmo.

  2. luis Postado em 21/Jan/2016 às 21:18

    Melhor resposta possível

    • Rogerio Postado em 22/Jan/2016 às 04:12

      Je suis Rânia!!!

  3. Jonas Schlesinger Postado em 21/Jan/2016 às 22:36

    Está aí uma mulher que eu deixava pisar em mim, me fazer de escravo. Porra gostosa demais. Pago pau facinho.

    • Renato Postado em 22/Jan/2016 às 09:02

      O mundo tá como tá, porque a notícia é linda, mas esse bando de p*nheteiro só sabe produzir esse tipo de comentário.

      • Jonas Schlesinger Postado em 22/Jan/2016 às 23:16

        É noiz

    • professora Postado em 22/Jan/2016 às 09:28

      Por esse seu comentário é que vemos onde anda o respeito ao outro atualmente. Como é que alguém "se dah" o direito de se expressar dessa forma a respeito de alguém; especialmente de alguém que não conhece!!!! E não me diga que é liberdade de expressão!

      • Jonas Schlesinger Postado em 22/Jan/2016 às 23:17

        Um beijo, professora. Eu amo as mulheres e só.

  4. Joao Postado em 22/Jan/2016 às 08:31

    Para quem cresceu vendo a globeleza , comentário infeliz !

  5. Luiz Siqueira Postado em 22/Jan/2016 às 10:13

    Quando do ataque a sede do Cherlie Hebdo, milhares de pessoas (ou milhões), num típico comportamento "Maria Vai com as Outras" se uniram a lideres mundiais (alguns meio que forçado) num movimento de solidariedade e apoio, como que avalizando aquele tipo de humor de gosto duvidoso, o qual gerou a reação violenta dos (sistematicamente) ofendidos. Agora, diante de mais uma atitude provocativa do medíocre Cherlie Hebdo, alguém com bom senso revida uma insinuação covarde que usa a imagem de uma criança morta para, mais uma vez expor sua intolerância generalizada. O estranho disso é que o mundo não se comove muito com as "ações", criticam as "reações".

  6. Rodrigo Postado em 22/Jan/2016 às 12:32

    (Outro Rodrigo) Pois é. Quem disse que uma pessoa nascida em condição menos favorecida tem o dever de ser um criminoso? Que não tem escolhas? Concordo com a rainha.

  7. Maria Célia Postado em 22/Jan/2016 às 15:12

    Como é a situação no reino dela?

  8. Fernando Canto Postado em 22/Jan/2016 às 17:05

    Enquanto os intolerantes propõem apenas a morte e a violência, outras pessoas propõem a vida. É ASSIM que se deve reagir perante a provocação alheia: com sabedoria.

  9. Caio Postado em 01/Feb/2016 às 22:53

    Gostosa