Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 03/Dec/2015 às 15:49
16
Comentários

Autor do impeachment de Dilma diz que Cunha fez “chantagem explícita”

O jurista Miguel Reale Júnior, um dos autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef, afirmou que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) fez “chantagem explícita” até decidir pela autorização

Miguel Reale impeachment Cunha
O jurista Miguel Reale Júnior é um dos autores do pedido de impeachment aceito por Eduardo Cunha

O jurista Miguel Reale Júnior, um dos autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef que foi aceito nesta quarta-feira (2) pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que o deputado “escreveu certo por linhas tortas”. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

“Não foi coincidência que Cunha tenha decidido acolher o impeachment no momento em que deputados do PT decidiram votar favoravelmente à sua cassação no Conselho de Ética. Foi uma chantagem explícita, mas Cunha escreveu certo por linhas tortas”, afirmou o jurista, segundo o jornal.

Reale Júnior assina o pedido de impeachment com os também juristas Hélio Bicudo e Janaína Paschoal. De acordo com o Estadão, Bicudo, ex-petista histórico, afirmou que Eduardo Cunha “não fez nada mais que sua obrigação”.

No pedido de impeachment, Reale Júnior, Bicudo e Janaína citam o escândalo de corrupção na Petrobras; a compra, pela empresa, da refinaria de Pasadena, e as pedaladas fiscais entre os motivos para o afastamento da presidente.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. irineu Postado em 03/Dec/2015 às 16:18

    prefiro ditadura militar que cunha ou aecio neves na presidência, a história voz condenará, ratos imundos, e aecio, sua hora ta chegando seu verme, o povo te encontrará, tal qual kadafi

  2. Eduardo Postado em 03/Dec/2015 às 19:02

    até pode, mas vamos buscar as leis da Indonésia para o Brasil, e se der trazer o presidente deles para nos governar......

  3. joaquim Postado em 03/Dec/2015 às 19:46

    Seu miguelito o CUNHÃO apenas atendeu um pedido seu, agora é TARDE.

  4. Phelipe Postado em 04/Dec/2015 às 00:43

    O que percebo é um certo constrangimento de quem faz a direita nesse país....eles querem comemorar, mas ficam com vergonha de ter o cunha do seu lado...retrato de um país, onde todos, sem exceção, sabe quem é o picareta nessa questão......

  5. Eva Postado em 04/Dec/2015 às 08:10

    Mais cristalino, impossível. Quem terá coragem de se declarar a favor do evangélico ladrão? Vai dar para limpar as câmaras municipais em 2016.

  6. Moacir Postado em 04/Dec/2015 às 09:19

    Já o Sr. Reale Jr. escreve torto por linhas direitas (chantagem implícita). Agora que E. Cunha cumpriu sua "missão", já pode ser descartado?

  7. John J. Postado em 04/Dec/2015 às 18:39

    Quanto será que ele e o Bicudo receberam do PSDB ou do PMDB para incrementarem essa fraude? Não é possível que gente de bem, trabalhe de graça comntra seu próprio país. Algo está errado nessa história.Reale Jr e Bicudo devem ser investigados, pois eles devem estar trabalhando profissionalmente e regiamente pagos, para criar esse pedido e estão escondendo isso da sociedade brasileira, que vai pagar muito caro pelo atraso que isso vai provocar ao país.

    • Helena/S.André SP Postado em 06/Dec/2015 às 08:41

      Essa é a pergunta que estou me fazendo também. Quanto será que estão recebendo por este trabalho fraudulento e que só vai trazer prejuízos ao país?

  8. Marcos Carneiro Postado em 04/Dec/2015 às 21:00

    Eu nem sabia que Bicudo estava vivo, também, nunca fez nada que tenhamos dele como grandeza, um bosta na água, sempre com posições de esquerda, màs com pé na direita ! Quero ver ele na frente de batalha quando as coisas esquentarem com o MST na rua cobrando junto com os movimentos sociasi o que ele vai dizer as lideranças.

  9. sidney Postado em 05/Dec/2015 às 21:02

    Isso ai é um lixo de pessoa que só pensa no próprio rabo.

  10. alderijo bonache Postado em 13/Dec/2015 às 14:51

    Um ingrato, vivia encrustado no PT mas como traíra que é, aproveitou um problema particular para sair atirando! É o tipo do cara que come e cuspe no prato servido! Ainda bem que a NATUREZA dará fim a este velho decrépito!

  11. Luiz C.Cardoso Postado em 18/Dec/2015 às 12:08

    Miguel Realle Jr.e Bicudo - Vocês têm tanto valor quanto o Cunha, ou seja: nenhum.

  12. Ezequias Postado em 18/Dec/2015 às 15:23

    Pra ser sincero nunca entendi o que é escrever certo em linhas tortas, assim sai serto"

  13. Eurípedes Postado em 19/Dec/2015 às 00:34

    jogou a biografia dele no lixo,a história não o perdoara, golpista

  14. Esmael Leite da Silva Postado em 19/Dec/2015 às 14:58

    Miguel Reale Junior foi enganado pelo Presidente da Câmara, ele o tinha como exemplo de boa fé, de lisura e de honestidade, o pedido de impeachment foi feito na mais pura das intenções, baseado em fatos que não podiam ser acolhidos, pois se baseavam em mandato anterior ao atual e não podiam ser coligidos como prova para pedido de impeachment, o nobre causídico sendo alertado, pela imprensa e por quase todos os juristas e operadores da nação, desta falha processual grave, e aquele 1º pedido de impeachment foi arquivado, mas o nobre jurista foi chamado, não se sabe por quem, a apresentar novo pedido de impeachment, "Nos pediram para fazer um recorte e cola, e nós, com grande esforço intelectual, fizemos", afirmou Reale Jr. (acabei fazer este grande esforço intelectual, sozinho.), ele novamente esqueceu que o TCU ainda não julgou as contas de 2015 e nem a Câmara dos Deputados, mas a seriedade com que fez o recorte e cola, com certeza serão coroados de grande sucesso ao receberem um grandíssimo não, seja da Comissão de Impeachment na Câmara, seja do Senado Federal, as enormes e boas intenções do excelente jurista (Em que pese às falhas do 1º, e do 2º pedido de impeachment que foi feito na base do recorta e cola). Pois bem este notável jurista, aparentemente nunca soube dos diversos processos em que Eduardo Cunha estava metido e constando como réu, o que, simples leitura de jornais ou pesquisa na internet poderia ter alertado, é óbvio que Miguel Reale júnior, tinha a certeza absoluta que aqueles pedidos que ajudou graciosamente a escrever, nunca seriam utilizados como instrumento de chantagem, afinal de contas (e bota contas nisso) o pedido destinava-se unicamente a singela tarefa de derrubar a Presidenta da República, nada mais do isso, se ele soubesse do caráter de Eduardo Cunha e de como ele iria utilizar este instrumento, feito à base de recorta e cola, com o propósito de chantagem, nunca teria despendido tal esforço intelectual. È de uma, credibilidade, ternura e candura de tal tamanho, que poucas vezes se viu na face da terra. Estou emocionado

  15. FACETAS RECENTES DO “IMPECHMENT” | ensaios Juridicos© Postado em 17/Jun/2016 às 16:19

    […] Cunha fez “chantagem explícita”, diz Reale Júnior & Autor do impeachment de Dilma diz que Cunha fez “chantagem explícita” […]