Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 27/Nov/2015 às 17:53
58
Comentários

Prefeito espanca a filha “em nome da moral” e é elogiado por internautas

Depois de espancar a filha de 16 anos em nome da “moral e zelo pela família”, prefeito é elogiado na internet. As agressões ocorreram porque Amauri Ribeiro (PRP) teria encontrado fotos íntimas no celular da filha

filha prefeito amauri ribeiro espancada
A filha do prefeito de Piracanjuba, Amauri Ribeiro (PRP), foi espancada pelo pai (Pragmatismo Político)

Revista Fórum

O prefeito de Piracanjuba (GO), Amauri Ribeiro (PRP), admitiu ter sido o responsável pelos hematomas que aparecem no corpo da filha em imagens publicadas nas redes sociais.

Em um vídeo divulgado após a repercussão do caso, ele afirmou que deu um “corretivo” na menina de 16 anos depois de encontrar fotos íntimas no celular dela. “Qualquer pai que tenha amor pela moral e zelo pela sua família teria se desesperado ao ver o que eu vi”, tentou justificar.

Apesar das marcas nítidas de violência, muitas pessoas ficaram ao lado do prefeito e defenderam o motivo das agressões. “Antigamente a educação era assim e ninguém morria por isso”, escreveu uma internauta. “Agora ela tinha que levar outra surra por ter denunciado o pai que quer ver o bem dela”, disse outra. “Nesse caso ele tem todo o direito de educar”, opinou um terceiro.

O Conselho Tutelar fez uma denúncia formal ao Ministério Público de Goiás (MP-GO). O promotor da Infância e da Juventude de Piracanjuba, Keller Divino Adorno, informou que já ouviu a adolescente. A jovem explicou que apanhou de cinto, fez as fotos e repassou à avó materna que, por meio de um parente, publicou no Facebook.

Esse não é o primeiro caso de descontrole envolvendo Amauri. No início deste mês, ele discutiu e quase agrediu o vereador Reinaldo Celestino (PSC), que tem deficiência física, durante uma sessão na Câmara Municipal. A briga começou depois que a base do prefeito foi criticada na Casa durante discussão sobre o projeto de lei que pretende diminuir o número de vereadores da cidade.

Veja alguns comentários sobre o episódio de agressão à adolescente:

01
02

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Pereira Postado em 27/Nov/2015 às 18:06

    Não educa a menina direito, criou mais uma fútil submissa, e acha que vai corrigir depois de velha. Daqui a pouco vai ser vovó, otário.

  2. Thiago Teixeira Postado em 27/Nov/2015 às 18:23

    Eu não iria bater na minha filha jamais, já o camarada que fez sacanagem com ela ... penitenciária de presidente Bernardes ou Taubaté pra mim seria fichinha, eu seria o primeiro cidadão brasileiro sentenciado a morte, pois iria crucifica-lo vivo em praça pública. Macho quando chega perto das minha filhas eu boto pra correr. Despois delas terminarem o doutorado e estarem com 5 anos de carteira assinada ... vou pensar em deixa-las namorar (e não estou sendo irônico dessa vez).

    • Liivi Mendes Postado em 28/Nov/2015 às 01:57

      coitado de ti, mas pegar a filha dos outros ai pode?

      • Thiago Teixeira Postado em 28/Nov/2015 às 12:25

        As poucas namoradas que tive eu fui pessoalmente na casa dos pais delas pedir permissão para sair, permissão para namorar e satisfação quando terminamos. Fui criado dessa forma, numa educação "ignorante", rígida, meu pai desde criança me ensinou que mulher nenhuma se coloca a mão ou usa para fazer sacanagem. Se sua criação foi diferente, ou melhor, comum, há homens que NÃO PEGAM A FILHA DOS OUTROS. Se eu tratei as filhas dos outros dessa forma, tenho total direto de desejar que minhas milhas sejam tratadas também com dignidade. Não sou HIPÓCRITA.

    • Eduardo Postado em 29/Nov/2015 às 00:38

      Thiago, nosso grande problema de hoje é um tal de ECA a receita que ele quer dar como remédio único para educar filhos não funciona, pois a primeira coisa que faz é tirar o respeito aos mais velhos, aos, pais, aos professores. Aí pra completar estão mexendo no estatuto do desarmamento para diminuir a idade de 25 para 21 anos para se comprar não uma arma de fogo, mas 6 e somado a isto 600 munições..... essa palavra que você usa na sua resposta.... HIPÓCRITA é muito bem usada na lida com as "crianças e adolescentes" geração melECA..... eu assisti uma garota de se tiver 10 anos ameaçar um professor de dar-lhe um soco na boca.......Acho que esse pai da matéria devia fazer igual aos professores: desistir, torcer para que o Bolsa Família não acabe. Será que isto a turma apoia. Acho que porrada foi um pouco exagerado, mas fala sério, QUAL O PAI QUER VER SUA FILHA SENDO USADA COMO AQUELAS QUE JÁ PERDERAM A AMOR POR SI MESMAS. Sou pai e não gostaria nunca.

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 07:21

        Eduardo, se o problema atual é o ECA, então se preocupe: o Estatuto, na prática, funciona precariamente ou é totalmente ignorado. Você já esteve em uma instituição socioeducativa de alguma grande cidade brasileira subordinada ao respectivo executivo estadual? Em um nível menor, você já viu algum pai ou mãe deixar de bater na filha ou filho por causa do ECA? Já viu alguém ser processado por abuso parental por tortura psicológica dos filhos ou viu algum pai ou mãe ser processado pela ação criminal do filho ou filha? Claro que existem contrapontos por aí, mas o ECA, quando aplicado ou quando atinge os fins sociais a que se destina, são exceções que a lei alcança – o ECA não é uma lei incorporada à cultura da sociedade como a lei Maria da Penha, por exemplo, tão pouco aplicada pelo Estado. Cabe destacar a herança da ditatura militar e sua negligência às crianças e adolescentes traduzida em FUNABEM, coisa difícil de ler na internet: antes do ECA, os “menores” eram alocados nas FEBEMs sem distinção de seus atos – independentemente se abandonados ou se cometeram atos infracionais -, o que resultava em lotação de instituições, aumentava o custo ao nível do incompatível com a arrecadação do estado (como não havia sequer definição de prazo de internação, a coisa somente se agravava com o passar do tempo), e acabavam de carimbar a violência nos menores de idade; não existia controle da publicidade voltada às crianças; não havia sequer diretrizes sobre trabalho infantil na lei 6.697 de 1979, o constrangedor Código de Menores, que dentre outras má técnicas legislativas que existem somente em ditaduras, posso destacar o inacreditável parágrafo Único do Art. 1º - As medidas de caráter preventivo aplicam-se a todo menor de dezoito anos, independentemente de sua situação, ou do amador parágrafo único do Art. 7º - A fiscalização poderá ser desempenhada por comissários voluntários, nomeados pela autoridade judiciária, a título gratuito, dentre pessoas idôneas merecedoras de sua confiança.

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 07:23

        O ECA representa um avanço imprescindível que não é aplicado; até hoje crianças e adolescentes são amplamente violadas em seus direitos constitucionais, em situações extremas, mas cotidianas. Se você acha que agressão física a uma adolescente por causa de namoricos é um gesto de amor, existem dois problemas: os hematomas na menina e a sua cara de pau de confundir amor com domínio, fora a violência de gênero e sexualidade, já que filho pegador provavelmente só levaria uma coça se engravidasse alguém ou se fosse gay. O espancamento que o prefeito promoveu é ilegal, inconstitucional, totalmente incompatível com o alto cargo público que ocupa. O MP deve, sim, mostrar pra ele que “o papai chegou!” e que cowboys políticos não estão acima da lei.

    • Mariana Postado em 04/Dec/2015 às 12:18

      Ok que a menina e menor de idade ...mas pai mandando em mulher adulta . Dai ja e demais!

    • LUCIANO Postado em 04/Dec/2015 às 13:37

      Sabe nada, papai..sabe nada..kkkk

  3. Marcos Silva Postado em 27/Nov/2015 às 20:19

    Lugar de animal é na cadeia. Queria ver esse bandido bater em um cara forte. E como tem gente burra no País. Por isso que tá essa desgraça.

    • Fernanda Postado em 01/Dec/2015 às 10:17

      E não duvido que esse é o tipo de cidadão que dá um corretivo desse na filha, mas aplaude quando o filho macho vê nudes das filhas dos outros.

  4. Ana Postado em 27/Nov/2015 às 20:47

    Bater em mulher adolescente de 16 anos e em deficiente físico ele é bom. Quero vê-lo encarar um estivador de cais do porto....sozinho.....

    • fritsch Postado em 28/Nov/2015 às 09:57

      Esse tal prefeitinho, deve se tratar possivelmente ele foi molestado por alguma ama de leite quando bebe, e agora ele desconta em deficiente, fisico na propria filha, e se ela fez alguma coisa errada, onde está a educação que ele deveria dar , algo falhou nesse processo, ele deve estar em crise sexual, o lado feminino dele deve estar em crise, não sabe se sai ou fica dentro do armario. ha e para obreiro ai encima, primeiro tu bebe todas, pula cerca, é um baita canalha, encontra uma biblia pede perdão e vira moralista,

  5. enganado Postado em 27/Nov/2015 às 23:22

    Se teve filhos é para educa-los e não espanca-los, pois é assim que o nosso Pai Maior nos deu a graça de tê-los para cria-los, com muito amor e carinho. Porque com certeza vamos prestar contas de tudo aquilo que ensinamos para os seus engrandecimentos, não só da humanidade como também de suas higienes mentais e espirituais.

    • enganado Postado em 29/Nov/2015 às 22:29

      Completando ... esse papai fdp, não se parece com o Aébrio=Poécio=Aechaça=Aerópio= ... , garanto que é de Direita!

  6. Pandora Amour Postado em 27/Nov/2015 às 23:41

    Eu sofria com isso diariamente , meu pai me batia até sangrar, por motivos que não me faziam sentido. Como uma vez em que ele estava trabalhando e eu sai pra dar uma volta na praça do lado de casa e quando ele chegou e viu que eu não estava em casa, foi atrás de mim me humilhou e depois em casa me espancou muito, doeu muito, e ele ainda dizia que eu merecia e que lugar de mulher era em casa, arrumando ela. Hoje estou livre disso, ele morreu em 2009 com um câncer e quando descobriu já era terminal. Por isso temos que espalhar amor, o carma é forte, tudo que vai volta em dobro pra você. Luz no coração<3

  7. Jonas Schlesinger Postado em 28/Nov/2015 às 00:23

    Tem muita mulher que prefere ser espancada pelo namorado e ainda não denuncia. Quando é o pai é errado.

    • Sarah Postado em 28/Nov/2015 às 03:39

      Cara QUAL O SEU PROBLEMA? Sério isso? Amor como eu te explico, nenhuma mulher gosta de apanhar, N-E-N-H-U-M-A e de onde você disse que "prefere", mulheres apanham pq pessoas como você acham que elas gostam, e antes de você vir falar que se não denúncia é pq gosta eu quero que você tente utilizar o se cérebro e imaginar uma mulher que apanha e que provavelmente teme pela sua vida o que a desencoraja a denunciar, mesmo se fosse a mãe ela estaria errada pois não se agride filho, isso não é educar e sim lesão corporal.

      • Thiago Teixeira Postado em 28/Nov/2015 às 12:32

        Lesão corporal Sarah, é crime. Agora, umas chineladas na boca e tapão na cabeça para corrigir uma desobediência é necessário sim. Só que tem que ser o seguinte, a mãe bate na filha e o pai bate no filho, jamais um pai pode bater na filha, é desproporcional e covarde.

    • Thiago Teixeira Postado em 28/Nov/2015 às 09:50

      Totalmente de Acordo. Pais deveriam ter imunidade para descer a cintada nas suas crias. Pois se os pais não bate, ou o vagabundo ou a ROTA certamente vai bater.

      • Evelin Postado em 28/Nov/2015 às 15:17

        Cara, não. Você viu as fotos? Sou a favor de umas chineladas sim, deixar meio vermelho e depois passa. Mas não deixar hematomas! E outra, o motivo foi nude aos 16 anos.. Bater não adianta, conversar sim.

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 07:53

        Thiago, quer dizer que só apanha de vagabundo e da ROTA quem nunca apanhou na vida? Sério!? A pessoa sofre violência na rua porque não sofreu violência em casa??? Ein?? É porque ela apanhou pouco na vida e por isso tem que apanhar!? E outra, até parece, né? O seu discurso é parecidíssimo com o de um camarada que conheço que vive rodeado de mulheres em casa, um monte de filhas, e quando ele lança esses argumentos furados a mulherada lança um kkkkkkkk na cara dele. De resto, para além da sua opinião esquisitona, uma mistureba de ironia, exageros e replicação de discursos, o que realmente importa é a sua fala de proteção às crianças e adolescentes que escreveu anteriormente. Ao menos é o que percebo quando visito o amigo que comentei: existe na casa dele um clima de muito respeito e uma estrutura familiar muito sólida, interessantíssima, onde o ogro chefe – que não é chefe de porra nenhuma – tem tanto orgulho das filhas e elas dele que o clima da casa é fantástico. Na minha opinião, é isso que importa. Não existe violência na imposição de autoridade. Não existe domínio e necessidade de autoafirmação de um adulto agressivo que se aproveita da paternidade para exercer o seu controle sobre alguém para compensar sua incompetência social e desequilíbrio. Existe um pai e uma esposa que amam as suas filhas e querem o melhor para elas. E o melhor para elas não passa em nenhum momento pelo espancamento, atitude medíocre de gente medíocre, mas o incentivo constante pelo desenvolvimento socioemocional, acadêmico, de cuidado de si, de humildade, enfim. Amor é amor. Porrada é porrada. “Vai doer mais em mim do que em você” só funciona quando a surra não é no agressor. E quem apanha nuca esquece, tanto para o bem quanto para o mal.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 29/Nov/2015 às 21:31

        eu vou ser o idiota da noite e repetir a pergunta da evelin: alguem viu a porra das fotos? alguem se deu esse trabalho de olhar a foto?? por que que estão trazendo a baila o assunto "educação e liberdade dos pais em dar um tapa educativo blablabla" se o que houve na prática foi uma porra de um ESPANCAMENTO??????? espancamento conduzido por alguem com CLARISSIMAS inclinações animalescas, um desequilibrado, um irracional...vocês enlouqueceram, são analfabetos funcionais, apenas gostam de discutir o que não é assunto, o que vocês são??

      • Thiago Teixeira Postado em 30/Nov/2015 às 08:45

        Evelin, eu não disse que devemos espancar nignuém, me expressei mal. Chineladas só quando criança, 16 já é uma moça feita, os pais devem orientar, conversar.

      • Thiago Teixeira Postado em 30/Nov/2015 às 09:04

        Trajano, acho que o cara que visitou deve ser eu mesmo. Vivo numa casa cheia de mulheres, filhas, sobrinhas, cunhadas e eu sou isso tudo que falou. Xarope, quadrado, ultrapassado, antigo, exigente nos estudos, sento na cabeceira da mesa, café, almoço e janta tudo na mesa, faço as graças e só depois a galera come. Porque faço isso? Porque decidi educar por conta minhas filhas / sobrinhas, tenho referências na família, todas vão bem na escola, tem vida social, muitos amigos, amigas, já os parentes criados na modernidade, todas ficaram mãe solteiras (uma tem 15 anos e 3 filhos), pai solteiro (meu primo tem 4, uma com cada mina diferente, nunca almoçou na mesa, sempre no sofá), perdidos nas drogas, apanham dos maridos, batem nas esposas, muitos pararam os estudos e passam necessidade. Amanhã posso morrer, ir pro saco, mas elas tiveram uma base, se quiserem desandar, e daí? Fiz a minha parte, não colocarei a culpa no prefeito, na polícia, na presidenta, na modernidade, em ninguém. Quanto a ROTA meu amigo Trajano (no qual respeito e aprecio suas criticas), se a pessoa teve educação em casa, hierarquia, jamais levará um tapão no ouvido, ele saberá se portar.

      • Fernando Rezende Postado em 30/Nov/2015 às 14:49

        Aauhauahauahuahauaha, que babaca primitivo...

      • rodrigo Postado em 04/Dec/2015 às 19:48

        Cara de que caverna você saiu? Tá no nível do prefeitinho...e daí pra pior. Quando pensamos que esse tipo de idéia está morta e enterrada, aparece um boçal machista para reavivá-la. E pela repercussão da notícia, não está sozinho.

    • Jonas Schlesinger Postado em 28/Nov/2015 às 22:59

      Na verdade o meu comentário meio que saiu pela metade. Eu quis dizer que tem muita mulher que apanha do namorado e fica calada ou submissa como ficou a esposa do prefeito. Mas quando o pai bate, é a pior coisa do mundo. Certo que ninguém pode ser selvagem a ponto de espancar um cidadão seja ele seu filho ou não, mas disciplinar seus filhos como bem falou o Thiago Teixeira é válido. Melhor ser ultra-protetor com seus filhos do que largá-los para o mundo. Melhor a filhinha levar umas chineladas do pai hoje do que um namorado dá-lhe um tapa com os cinco dedos abertos amanhã.

  8. a.ali Postado em 28/Nov/2015 às 01:14

    Quando ele fala que "qualquer pai que tenha amor pela moral..." vejam a concepção de amor no imaginário dele! E tem brutucus, que nem o próprio, que o apoiam pois qdo. eram crianças passaram pelo mesmo e vê-se o qto. lhes fez mal os "laços", pois afetou-lhes o raciocínio e o amor próprio. Por fim a "estampa" dele já diz tudo sem contar que é de praxe sua "valentia", pois se atritou com um vereador

  9. Trajano Postado em 28/Nov/2015 às 05:00

    Como deve ser a vida em Piracanjuba? Poucas famílias, um território imenso, agropecuária... Sério, pra mim é surreal. Eles devem pensar o mesmo de quem vive em uma cidade lotada. Por exemplo, Santa Teresa, um bairro do Rio de Janeiro que concentra aproximadamente 41 mil habitantes em pouco mais de 5,2 km², enquanto Piracanjuba, uma cidade de mais de 2 mil km², tem uma população de menos de 25 mil habitantes. Se for comparar cidade com cidade, o Rio tem mais de 6 milhões de cabeças disputando menos de 2 mil km² de território. Culturas, sociabilidades, tradições, muita coisa bem diferente... Ou nem tanto, ao menos não no campo político. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, PMDB, o que inaugurou sorridente um campo de golfe em área de reserva ambiental na semana passada enquanto a cidade se quebra financeiramente, promove um tal Pedro Paulo à sucessão da prefeitura, aquele com histórico de violência contra a esposa. Uma baixaria sem limites. O prefeito-cowboy Amauri Ribeiro, do Partido Republicano Progressista (sério, não é piada, o nome é esse mesmo) que quase bateu em deficiente físico, que já foi condenado em 2010 por agressão, agora desce o cinto na filha (ele bisbilhotaria o celular se tivesse um filho cowboy pegador de incautas ou bateria nele se visse sacanagem registrada??); grava vídeo falando que bateu “para o bem dela” enquanto a mulher fica ao seu lado, calada, submissa, parecidíssimo com Pedro Paulo em seu vídeo com a esposa do lado, que abre a boca para dizer que “ele não é violento”, mesmo com os BOs registrados na delegacia. É isso: Do Rio à Piracanjuba, ainda votamos em trogloditas dos mais diferentes tipos, com ou sem chapéu de boiadeiro. Legitimamos a violência contra a mulher através dos nossos votos. Para além: mulheres também votam em burucutus. De cidades com grandes populações às cidades pequenas, às vezes mais parece que o Brasil é um imenso vilarejo repleto de caipiras, com justiça à base de tiro, porrada e navalhada que progride para ser um imenso faroeste sem o glamour dos filmes antigos de bang bang hollywoodianos.

    • poliana Postado em 28/Nov/2015 às 16:36

      trajano, vc acha q esse pedro paulo será eleito aí no rio?

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 08:53

        Poliana, em minha opinião, sabe de quem vai depender? Do Romário!! Se o Romário realmente apoiar o Pedro Paulo e conseguir transferir parte de sua popularidade, o cenário muda. Mas PMDB sabe vender o peixe – vende tudo na verdade: conseguiu eleger um tal de Pezão para governador que ninguém conhecia, mesmo com o Cabral com recorde de impopularidade. Se bem que existe o candidato da Igreja Universal que disputa qualquer cargo do executivo que aparecer, o Bispo Marcelo Crivella, sobrinho do Edir Macedo. Deus me livre! Foi derrotado no 1 ª turno para o César Maia (eleição para prefeitura em 2004), perdeu também na eleição seguinte para o Cabral (eleição para governador de 2006) e nem chegou ao 2º turno na eleição seguinte (Paes x Gabeira para prefeitura em 2008). Ele quer ser prefeito ou governador de qualquer jeito, o que ele vai fazer lá nem ele sabe – na última disputa ele mencionou que “programa de governo pra valer é quando você ganha”.

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 08:56

        Pode ter a Clarissa Garotinho como candidata também, mas na capital vai ser difícil, carioca é traumatizado com essa família, além de ser da ala evangélica fluminense, tal como o Crivella, que na capital não sei se realmente é uma vantagem. Tem o assustador Índio da Costa que consegue ser menos carismático quanto o José Serra e mais irritante que o Sérgio Cabral. O Marcelo Freixo é um nome forte, porém tem o Molon, que era do PT (mais votado do partido aqui no Rio) e foi pra Rede. Molon vai ser uma pedra no sapato do Freixo que vai perder a voz única da esquerda carioca. Sempre voto nele, mas o discurso do Freixo é muito denso, acadêmico, rígido, enfim, uma desvantagem. Mas estou torcendo muito pra ele. Se o Molon ou o Freixo chegarem no segundo turno (duvido que os dois cheguem), vai ser ótimo. E tem também o fim do financiamento empresarial de campanha para 2016 pode mudar muito as coisas, deixar mais imprevisível a disputa. Olha, a realidade é a seguinte: se o PMDB sair do executivo municipal e perder cadeiras no legislativo, assim como o Crivella manter o ritmo de derrotas, Poliana, vai ser maravilhoso: se o partido empresarial e o partido religioso perderem, Aleluia!!

      • poliana Postado em 29/Nov/2015 às 13:17

        eu adoro o freixo, trajano. torço muito por ele...meu sonho seria vê-lo na presidência desse país. realmente, os cariocas tem péssimas opçõespro ano q vem...ninguém merece um evangélico como o crivela como chefe do executivo. me dá arrepios só de pensar...qq um da família garotinho tb, seria trágico. acho q o pessoal ficou com o pmdb por falta de opção mesmo. mas será q agora coma história da conta do romário na suíça, ele n vai despencar na popularidade? eleger um líder político q bate na mulher é de uma crueldade sem tamanho. é institucionalizar a violência contra a mulher. eu prefiro ver o crivela eleito a esse pedro paulo! meu deus!!!

  10. FELLIPE PEIXOTO DE CARVAL Postado em 28/Nov/2015 às 06:33

    Se o pai e conivente ou não aplica qualquer ato de moral ( uma conversa que seja) e as fotos vazam na Internet, a culpa não seria do pai que não presta atenção nas ações da filha? Desculpa mas ele exagerou sim, só que ele nao está errado * nossa sociedade e infinitamente HIPÓCRITA, o que o senhor é a senhora que estão criticando o pai, fariam se achassem fotos de sua FILHA mais nova, totalmente nua ou vídeos sexistas, enviados propositadamente para algum colega ou algo do gênero? Talvez não um atende violência exacerbada ( que repito dizer estar errado) mas algo seria feito , tapa na bunda nunca fez mal a ninguém.

  11. Eduardo Ribeiro Postado em 28/Nov/2015 às 08:15

    Bateu em trabalhador em 2010 enquanto era vereador, moeu na porrada a própria filha de 16 anos, bateria em um deficiente físico...concepção de "corretivo" e "zelo pela familia" completamente deturpadas....tem amor pela "moral", algo completamente abstrato, ao invés de ter amor pela filha....bom, é um animal. E obviamente, um covarde. Me assusta ainda existir esse tipo, no ano de 2015, me incomoda ter gente que vai atrás disso aí e elege esse monte de estrume pra prefeitura, e me perturba, profundamente e em especial, ter moleque mijado de internet com tempo livre de mais e carater de menos, indo elogiar a atitude bandida de um asssim chamado "pai educando a filha", parabenizando, pedindo o canalha pra presidente...que momento esse país passa, meu deus do céu...o Brasil está sendo assolado por uma crise de oligofrenia generalizada...no aguardo das piores consequencias possiveis pra esse desequilibrado. É uma pessoa ruim, e quem elogia não é melhor que ele.

    • Thiago Teixeira Postado em 28/Nov/2015 às 12:28

      O Covarde, o cafajeste, o cretino, o malandrão, o safado são aqueles que mais tem valor nesse país, pois os homens honestos e de caráter, tanto para o eleitorado como para as mulheres, são os preferidos e repare, sempre se dão bem na vida!

  12. José Ferreira Postado em 28/Nov/2015 às 14:22

    Pi-ra-can-ju-ba... Antes o pai educar a filha, do que a mesma ter as suas 'nudes' espalhadas na rede. Depois que vai para a internet, não há mais o que remediar.

  13. Fabiano Valladares Postado em 28/Nov/2015 às 15:03

    É só sair de casa

    • Eduardo Postado em 29/Nov/2015 às 00:47

      solução interessante, grandiosa, 16 anos, sair de casa.... e ir para onde... ahhh ser mais um problema social criado pelo ECA. O pai pode até ter exagerado, mas está no seu direito de pai... e olha vai ser punido pois o ECA diz que não pode.... se fosse o contrário poderia.

  14. João Paulo Postado em 28/Nov/2015 às 22:09

    O pessoal confunde uma "surra de pai" (coisa que ela merecia) com espancamento. A melhor punição que o cauboi poderia aplicar é daqui dois anos: põe para fora de casa, corta a mesada e deixa a vida ensinar o que acontece com quem gosta de se expor desta forma.

    • Eduardo Postado em 29/Nov/2015 às 00:50

      meu amigo isto é coisa de antes de 2002, em um outro Brasil... hoje em dia os pais tem que engolir em seco e baixar a cabeça para os filhos, e ainda escutam.... não pedi para nascer.... e não podem fazer nada pois a lei os protege a tal ponto que ela afirma que os pais tem a obrigação de educar os filhos, mas lhes tira toda a autoridade perante a eles..... e tem um monte de otoridade que diz que vivemos um problema de desigualdade social e é por isto que as "crianças" são rebeldes....

      • Trajano Postado em 29/Nov/2015 às 08:20

        Eduardo, olha, eu vou perguntar, ainda que eu ache que vem bomba por aí... O que aconteceu a partir de 2002 que levou os pais a “engolirem seco” a insubordinação dos filhos?????

      • Eduardo Ribeiro Postado em 29/Nov/2015 às 21:37

        Eduardo é burro demais, bicho....deve ser mais um bolsonarista...bostejou 700x contra o ECA, como se este fosse o maior mal do Brasil, que retirou a autoridade de pais, e etc...um instrumento de deseducação criador de marginais....como se essa asneira fosse o assunto em pauta....deve ser mais um cego que NÃO OLHOU A PORRA DA FOTO.

      • João Paulo Postado em 30/Nov/2015 às 02:22

        Eduardo, o problema não é o ECA. É quem o interpreta (ou distorce). Há mais de 10 anos, um juiz da Vara de Infância e Juventude do RJ (e péssimo professor de Direito Constitucional) argumentava que menores largados pelas ruas e cheirando cola podiam se recusar a ir para abrigos, porque tinham o direito de "ir e vir". Esta MERDA que ele disse nada tem a ver com direito de ir e vir. Não dá para comparar direito de ir e vir com resgate de crianças em situação de vulnerabilidade. A "lei da palmada" é outra bobagem que nada agrega e não impede a "palmada". Ser espancado jamais foi permitido, ou seja, tal lei não precisava dizer o óbvio. No mais, não traz punições na esfera cível ou criminal. Acredito que aquela história de 8 ou 80 se aplica. O brasileiro sempre teve o 8 (na verdade, o zero) e agora quer o 80 (obrigações sem os correspondentes deveres). É tudo questão de amadurecimento, o que demandará décadas até atingirmos o meio termo.

  15. julia Postado em 28/Nov/2015 às 23:18

    É só sair de casa(2)...

  16. Denisbaldo Postado em 29/Nov/2015 às 09:01

    Se bater fosse a solução o mundo não estaria como está...o mesmo digo em relação às guerras.

    • christofer Postado em 04/Dec/2015 às 10:41

      Exatamente, se apanhar fosse solução pra alguma coisa, não teriamos gerações de pessoas de má indole. Esmagadora maioria das pessoas que apoiam agressão fisica como metodo educacional, sofrem de disturbios psicológico/traumas. Sempre que dizem "apanhei e hoje sou boa pessoa", à essas pessoas cabe a pergunta "será que é mesmo?"

  17. João Postado em 30/Nov/2015 às 10:20

    Telencéfalos altamente desenvolvidos e o polegar opositor , o ser humano e suas aberrações.

  18. Abigail Pereira Aranha Postado em 30/Nov/2015 às 15:57

    Bom, eu sou antissocialista e opositora ao LGBT-Feminismo há anos, mas eu vi as respostas do Trajano e fiquei animada de comentar também. "Moral e bons costumes" é um deserto moral e intelectual. Este é um exemplo. Há menos de quatro meses atrás, tivemos uma outra adolescente agredida em um vídeo espalhado na internet por causa de outro vídeo dela pagando boquete em um baile funk. O Brasil está cheio de "losers" sexualmente frustrados que não sabem a diferença entre criar filhos e tentar fazê-lo tão ignorante e infeliz quanto eles mesmos. E quando castidade vira princípio moral, quebrar ossos de garotas adolescentes não-virgens também é moral. Eu já vi alguns conservadores, e algumas senhoras conservadoras, dizendo que a moça agora aprendeu a lição. Quem vai aprender a lição vão ser eles mesmos, quando entenderem o que eu digo há meses que não é por falta de analfabetos agredindo as crianças que deviam preparar para o mundo, ou de censurar a pornografia, ou de fazer vista grossa para assassinatos de prostitutas que a esquerda cresce visivelmente há pelo menos 50 anos. Parabéns a vocês do Pragmatismo Político por terem pego esta pérola. Este foi o pai que vocês pediram ao Diabo para f@%er a direita cristã (estou brincando, eu sou ateia e sei que vocês não creem nele, hehehehe). Se o Feminismo tivesse o princípio de defender a liberdade heterossexual feminina (não tentem me convencer que tem, eu conheço essas lésbicas filhas da puta há anos), também teria um prato cheio aqui. http://avezdoshomens.blogspot.com.br/2015/09/direita-crista-acabou-parte-2.html

    • Trajano Postado em 01/Dec/2015 às 01:48

      Olá Abigail! Ainda que eu tenha ficado bastante curioso em saber em qual ponto eu te animei a comentar (sério, fiquei), o que me chama mais atenção é o seu discurso inicial “olha, sou antissocialista, opositora do LGBT-feminismo. Pá!” e tasca o pé na porta, para, ao longo do texto, desconstruir o próprio estereótipo que desenhou e tentar construir depois outro, mais acessível, ainda que mantendo o mesmo teor egoísta. Não sei se isso é bom ou ruim, nem sei se é qualitativo ou quantitativo, mas representa um contraponto interessante que você trouxe, ainda que, como disse, egoísta, restrito, subjetivo. Egoísta porque seu discurso exige que o interlocutor valide, legitime todo o seu espectro de classificações, seu sistema de causas e correlações, que se trabalhe seguindo as suas regras e “não tentem me convencer”, enfim. Algo que funciona com você e pra você – e mais ninguém. Se não estivermos sob suas regras, Abigail, as coisas ficarão nebulosas, afinal, você é antissocialista por quê? Você é opositora do LGBT e movimento feminista por quê? Quem são essas lésbicas filhas da puta? Quando e como a castidade virou princípio moral? Somente os conservadores censuram pornografia ou fazem vista grossa assassinatos de prostitutas? A matéria foi divulgada por diversas mídias como o G1 e R7 (o agressor é prefeito de uma cidade), por que a conta do diabo tem que ser paga pelo Pragmatismo Político? Por que o feminismo deveria ter o princípio de defender a liberdade heterossexual feminina? Liberdade heterossexual feminina é algo reprimido ou marginalizado que precisa de defesa? Por fim, o contraponto interessante: Há menos de quatro meses atrás, tivemos uma outra adolescente agredida em um vídeo espalhado na internet por causa de outro vídeo dela pagando boquete em um baile funk. O Brasil está cheio de "losers" sexualmente frustrados que não sabem a diferença entre criar filhos e tentar fazê-lo tão ignorante e infeliz quanto eles mesmos. E quando castidade vira princípio moral, quebrar ossos de garotas adolescentes não-virgens também é moral. Ficarei com esse contraponto interessante e seu exemplo muito pertinente e, me desculpe, vou desconsiderar toda a saraivada de estereótipos e concepções que você metralhou que mais parece uma necessidade de autoafirmação, sabe-se lá o porquê. Nada contra, mas você tem as suas regras e eu as minhas, assim como todo mundo aqui. A humildade (validar o discurso do outro ao passo que valida o próprio discurso) só é verdadeira quando se estabelecem limites. E não precisa chegar dando tiro para o alto: os comentários do Pragmatismo Político possui muitas opiniões diferentes e não me parece que alguém esteja comemorando diabolicamente o exemplo de pai espancador de uma suposta direita cristã, até porque espancamento de uma menina de 16 anos deve estar para além da política, já que fere princípios básicos de humanidade e constitucionalidade a qual todos estão submetidos, assim como violência contra crianças e adolescentes não é um problema exclusivo do Brasil. Por fim, espero que você continue contribuindo bastante aqui e se anime com os comentários de muitos usuários, pois através da sua participação, o sobrenome “Pereira” será enfim valorizado alguma vez neste espaço e discursos diferentes poderão ser integrados aqui de uma forma mais interessante. Por fim, alguém que consegue discorrer tão bem sobre a constituição moral como instrumento de violência merece mais do que uma autorrotulagem de “antissocialista” e “anti-LGBT-feminista”, classificação que sem o contexto adequado fica tão oca quanto o deserto da “moral de dos bons costumes”. Em tempo: pena que não participou da discussão sobre uma tatuagem tosca da imagem da presidenta e um falo, o que rendeu até um discurso psicanalítico místico e bizarro de um usuário em homenagem à felação. Obrigado. Um abraço!

    • poliana Postado em 01/Dec/2015 às 19:45

      "Se o Feminismo tivesse o princípio de defender a liberdade heterossexual feminina (não tentem me convencer que tem, EU CONHEÇO ESSAS LÉSBICAS FILHAS DA PUTAS há anos)"................annnnnnnnnnnnnnnnnnnnn!!!?? então ser feminista é ser lésbica????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!! e filha da puta?????

  19. George Postado em 01/Dec/2015 às 08:38

    depois quando levar esculacho no futuro vai achar ruim.

  20. Rosendo Postado em 01/Dec/2015 às 16:33

    Atitude reprovavel a dos dois

  21. Antonio Palhares Postado em 02/Dec/2015 às 14:45

    O problema é que os pais criam os filhos sem a minima noção de certo e errado,de qual comportamento vai lhes trazer tranquilidade e quais que não.Imagina o pai e os irmãos da menina que praticou o tal boquete no baile funk. Como ficam as cabeças deles. E não me venham com papos furados que cada faz o que quer da sua vida. Se fosse assim a vida seria um vale tudo. E nos sabemos que, se valesse tudo a sociedade seria um caos total. Para que regras de comportamento? Para que serve o processo de educação? Então para ser aceitável teremos que "aplaudir" a menina que apanhou por não estar de acordo com as regras da sua casa? Ou execrar o pai que perdeu a cabeça e tentou corrigir no presente o que não imaginava antes que aconteceria? Nem muito ao céu nem ao inferno. Quem tem filhas sabe o que estou dizendo.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 02/Dec/2015 às 17:46

      Temos que aplaudir a menina ou execrar o pai? Nossa, que dúvida cruel.....sim, temos que execrar - e tambem abominar, desprezar, espezinhar, esculhambar e escarrar na cara se cruzar nosso caminho - o "pai". É exatamente isso. Pai entre aspas porque esse saco de merda não é pai em lugar nenhum. ESPANCAR A FILHA DE 16 ANOS não é atitude de pai. É um animal. E atitudes animalescas só merecem retaliação. Sigo desejando tudo de ruim para este cavalo ignorante.

  22. professora Postado em 04/Dec/2015 às 12:22

    Eu que sou professora a muitos e muitos anos, acho que a pior parte do processo pedagógico é a avaliação. Porque 'avaliar é uma forma de julgar'. E olha que converso muito com meus alunos. Respondo as suas questões, explico. E tudo que quero é que aprendam. .... E ai, constato que alguém completamente fora de uma situação, moralisticamente vem e afirma: "coisa que ela merecia" Você é um "belo" juiz não é?

  23. Ricardo Postado em 04/Dec/2015 às 16:54

    Educar é diferente de quebrar de pau. Sabe uma coisa chamada conversa? Então, ela é fundamental para educação. Pode-se muito bem substituir umas porradas por um diálogo. Nojinho desse prefeito, com esse discurso machista.