Redação Pragmatismo
Compartilhar
Educação 13/Nov/2015 às 17:16
7
Comentários

Mapa revela ocupações de escolas em tempo real

Como as ocupações das escolas estaduais não param de crescer, internautas criaram um mapa colaborativo que é atualizado a cada nova ocupação. Já são oito escolas ocupadas por estudantes em protesto contra o anúncio do governo Alckmin de fechar 94 unidades de ensino

mapa escolas ocupadas São Paulo

A escola estadual Pio Telles, localizada na Zona Oeste de São Paulo, foi ocupada nesta sexta-feira (13) por manifestantes que protestam contra a reestruturação do sistema educacional de ensino. Trata-se da oitava unidade a ser ocupada nos últimos quatro dias.

No total, 94 unidades serão fechadas dentro da reorganização realizada pelo governo estadual. A reorganização pretende aumentar o número de unidades com ciclo único e reduzir o número de unidades com alunos de várias faixas etárias diferentes.

A ocupação da escola Pio Telles ocorreu pela manhã. Por volta das 11h30, a Polícia Militar foi avisada da manifestação e foi até o local para acompanhar o ato.

Também nesta sexta-feira (13), a escola Dona Ana Rosa de Araújo, também na Zona Oeste foi ocupada.

Veja as escolas ocupadas:
1 – Fernão Dias Paes, Rua Pedroso de Morais, Pinheiros
2 – Diadema, Rua Antônio Doll de Moraes, 76, Diadema
3 – Salvador Allende Gossens, Rua Domingos Lisboa, 139, José Bonifácio
4 – Valdomiro Silveira, Rua José de ALencar, 75, Santo André
5 – Professora Heloísa Assumpção, Avenida Comandante Sampaio, 1339, Osasco
6 – Castro Alves, Rua Francisco Bruno, 67, Santana
7 – Dona Ana Rosa de Araújo, Rua Eden, Vila Inah
8 – Pio Telles, Rua Artur Orlando, 948 – Vila Jaguara

Mapa interativo

Como as ocupações das escolas estaduais não param de crescer, internautas criaram um mapa colaborativo que é atualizado a cada nova ocupação. Qualquer pessoa pode inserir no mapa novas ocupações ou ainda editar informações. Para acessar o mapa, clique aqui.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Eber Prado Postado em 13/Nov/2015 às 18:12

    Essa é a aula que os alunos estão dando ao Alckmin...mesmo que eles não consigam impedir o fechamento de suas escola, esse alunos nunca mais serão os mesmo....nem o melhor professor, ou a melhor aula, ou a melhor escola, poderia ensinar isso à eles....a ocupação é a melhor aula de cidadania que eles poderia ter e dar.....emocionante!!!

  2. Igor Postado em 13/Nov/2015 às 23:17

    Aqui no Paraná, alunos, pais e professores conseguiram, pelo menos neste ano, fazer o desgoverno de Beto Richa recuar no mesmo projeto de fechamento de escolas. E não há argumento algum que prove que o projeto visa à melhora do ensino. Quem ordena a violência tremenda usada contra professores (atirar na altura dos olhos em manifestação pacífica aqui em Curitiba) não pode falar em preocupação com a qualidade da educação. Espero que aí aconteça o mesmo recuo do governo.

  3. Thiago Teixeira Postado em 14/Nov/2015 às 08:19

    A Direita só ganha voto dos coxinhas e cretinos ingratos (sim, aqueles que tem uma casa graças ao MCMV, diploma com FIES, negro (a) safado (a) com cota na universidade e votando 45, ex-beneficiário do bolsa família que hoje tem um emprego melhor e vomita em cima do cartão para fazer média com os amigos, técnicos formados pelo PRONATEC que hoje espalham e-mails anti PT na rede, etc.) ao fazerem estas coisas. Alckmin presidente e Bolsonaro vice é o futuro do Brasil, e eu quero que se dane, o jornal da Globo voltará a fazer cobertura dos parlamentos europeu como fazia no governo FHC.

  4. Igor Postado em 14/Nov/2015 às 10:47

    Como editor e revisor de textos, ainda estou tentando entender seu comentário, Thiago Teixeira. Essa desorganização textual aí denota uma profunda confusão mental. Assuntos misturados, incoerentes, enfim, uma baderna lógico-argumentativa.

    • Thiago Teixeira Postado em 14/Nov/2015 às 15:19

      Quis dizer que o PSDB, ao fazer atrocidades aos que mais precisam, ganha eleitores recém ingressantes da classe média. Ponto. O resto foi desabafo sem pé e sem cabeça!

  5. Renata Postado em 14/Nov/2015 às 12:02

    Enquanto isso, em Goiás a privatização está "comendo de concha"

    • Thiago Teixeira Postado em 14/Nov/2015 às 15:27

      A Gestão do Marconi de 2011 a 2013 foi boa. Em 2014 deu uma parada ... não sei como está hoje. Mas parece que o Brasil todo esta assim Renata, tive a oportunidade de conhecer governador quando visitou uma obra que estávamos fazendo para o governo, inclusive os secretários da área de Infra-Estruturas, me pareceram bem intencionados, as medições eram corretas, sem gambiarra, não sei o resto da pasta ... mas a AGETOP e SEINFRA tem gente muito boa. O que eu eles comentavam era o fato que do governo goiano não ter muito dinheiro, por isso a busca constante na parceria público privada.