Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 18/Nov/2015 às 17:44
39
Comentários

Manifestante pró-intervenção militar atira durante Marcha das Mulheres Negras

Homem que participa de acampamento pelo impeachment de Dilma e pela volta dos militares ao poder é preso após disparar tiros durante Marcha das Mulheres Negras em Brasília. Responsável é um policial civil que já havia sido detido na última semana por portar arma de fogo e armas brancas. Não se sabe por que ele foi solto

tiros marcha mulheres negras
Policial civil debocha de prisão em viatura da PM (divulgação)

Barulhos de bombas e tiros acabaram com a Marcha das Mulheres Negras, no início da tarde desta quarta-feira (18/11), na Esplanada dos Ministérios. Cerca de 10 mil pessoas participavam do ato, que incluiu uma caminhada entre o Ginásio Nilson Nelson e o Museu da República, ao lado da Catedral de Brasília.

Dois policiais civis foram identificados como responsáveis pelos disparos e, consequentemente, presos, informou a Polícia Militar. Pelo menos um dos dois presos integra grupo acampado em frente ao Congresso para defender a volta dos militares ao poder.

De acordo com a PM, um dos policiais disparou quatro tiros para o alto. Ele alegou ter se sentido ameaçado pelos integrantes da marcha. Houve corre-corre e um princípio de confusão entre participantes da manifestação antirracismo e o grupo acampado em frente ao Congresso.

Um servidor público, que não quis se identificar, revelou que manifestantes de um acampamento em favor da intervenção militar lançaram rojões na Esplanada, o que causou pânico entre as manifestantes.

Segundo o major da PM Juliano Farias, um dos homens que atirou foi o mesmo que foi preso na noite da última quinta-feira (12) com um revólver e armas brancas escondidas em seu carro. Farias afirmou, no entanto, não saber por que o policial aposentado foi solto pelo 5º DP após ser preso na quinta-feira.

A deputada federal Érika Kokay (PT-DF), integrante da Comissão de Direitos Humanos, estava presente no ato. Em uma rede social, ela relata os momentos de pânico na Esplanada dos Ministérios e expõe fotos de mulheres do movimento ao chão. Há ainda fotos da prisão do suspeito e de uma das balas encontradas no local.

Marcha das Mulheres Negras

É a primeira vez que a marcha nacional acontece no Distrito Federal. O objetivo é reunir o máximo de organizações de mulheres negras, assim como outras entidades do movimento negro e mobilizar essas pessoas em homenagem aos ancestrais e em defesa da cidadania plena das negras brasileiras. Em 20 de novembro se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra.

Recomendados para você

Comentários

  1. Mariana Postado em 18/Nov/2015 às 18:07

    Artigo 15 da Lei 10826/03 nele! (crime inafiançável sujeito a pena de detenção de 2 a 4 anos) http://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/98027/estatuto-do-desarmamento-lei-10826-03

  2. Mauricio de Souza Matos Postado em 18/Nov/2015 às 18:10

    Se fosse um filiado do PT que tivesse sido detido com aquele arsenal ja eataria nas primeiras paginas dos jornais acusado de terrorista, comunista, baderneiros e outros inumeros adjetivos.Como e policial , nada acontece.

    • Rogerio Postado em 19/Nov/2015 às 07:00

      Se fosse muçulmano fariam questão de informar a religião dele.

      • Thiago Teixeira Postado em 19/Nov/2015 às 07:47

        Bem observado.

  3. Fábio Paim Postado em 18/Nov/2015 às 18:39

    Uê, não deveria estar algemado e na caçamba da viatura?

  4. JOHN J. Postado em 18/Nov/2015 às 19:35

    LIXO DA HUMANIDADE. ENCHE ELE DE PORRADA E COLOCA NUMA SOLITÁRIO PELO RESTO DE SUA INÚTIL VIDINHA DE BANDIDO.

    • gabriel.dac Postado em 18/Nov/2015 às 21:50

      Você está exaltado dms

  5. Marcelo Postado em 18/Nov/2015 às 19:55

    E ainda pergunta porque ele foi solto, como sempre a banda podre da cupula da policia agindo. Ta na hora e de reunir todos os brasileiros e nao grupos de manifestantes isolados reunir mesmo e derrubar o congresso a base de marretadas ate quando vamos ser tao passivos dessa forma.

  6. Robson Postado em 18/Nov/2015 às 20:08

    Chega de moleza, governo, com fascista não tem negociação, é cadeia ou caixão!!! https://www.facebook.com/cmarinsdasilva/videos/vb.1711871005/10200909600458231/?type=2&theater

  7. Robson Postado em 18/Nov/2015 às 20:09

    ainda bate continencia o vagabundo, tinha enfiar um cacetete no cu desse filho da puta!!1

    • Fábio Postado em 19/Nov/2015 às 09:18

      isso iria satisfazer a vontade dele...

  8. Denisbaldo Postado em 18/Nov/2015 às 20:25

    Por favor, continuem com suas presepadas. Pelo andar da carruagem, muito logo vocês serão extirpados do nosso cenário político. Mais um pouquinho de corda e todos eles cometerão um enforcamento coletivo.

  9. Alan Postado em 18/Nov/2015 às 20:45

    O heroi da reaçada.... querendo palanque... e a PM dando... amanha ele estará solto novamente e provavelmente irá ferir alguém para se tornar o martir dos mongoloides.

  10. Jaque Postado em 18/Nov/2015 às 20:52

    Como, meu caro? Se nem na caçamba ele foi colocado? Ele não é petista, não é negro...

  11. Salomon Postado em 18/Nov/2015 às 20:59

    Se essa aberração fascista não for contida, ou mesmo expurgada, mais golpistas se sentirão à vontade para praticas atos ainda mais violentos.

    • roberto Postado em 18/Nov/2015 às 22:52

      Cadê a PF.

  12. Vitor Luiz Postado em 18/Nov/2015 às 21:13

    Quero ver Alexandre Garcia com seu moralismo de uma sociedade "civilizada ", falar a respeito. Mais fácil culpar a marcha por atrapalhar o trânsito.

    • roberto Postado em 18/Nov/2015 às 22:54

      Queria ver as garotas ( velhas) do Jô, comentando esta barbari contra as mulheres.

  13. solange Postado em 18/Nov/2015 às 21:14

    Se o governo não acabar com esse acampamento dos Otários On Line a coisa vai ficar bem pior.

  14. marcelo Postado em 18/Nov/2015 às 21:52

    O Brasil tá se enchendo desses palhaços, tá na hora de fazer uma faxina, meter esses idiotas numa cadeia monstro !

  15. vanderlei Postado em 18/Nov/2015 às 22:22

    Que tranquilidade dele ne?

  16. Thiago Teixeira Postado em 18/Nov/2015 às 22:35

    O cara se sentiu ameaçado ... ameaçado do quê? Ameaçado das mulheres negras terem os mesmos direitos dele? Se uma mulher negra atirasse para o alto ... estaria no banco de trás da viatura ou seria arremessada como saco de batata no porta mala e sem um par dos sapatos?

  17. Henrique Finco Postado em 18/Nov/2015 às 23:03

    O Congresso está sitiado por fascistas, que não deixam mais ninguém se aproximar: só eles. E com armas reservadas às forças de segurança. Como é que um policial do Maranhão estava lá, armado? Ele estava de folga? Se estava de folga, não poderia estar armado. Quem jogou gás pimenta nos manifestantes? E daí, vai ficar por isto?

  18. roberto Postado em 18/Nov/2015 às 23:11

    Policia Federal ser para que.

  19. Rubens Postado em 19/Nov/2015 às 00:37

    É a semente do EI brasileiro.

  20. Manifestante pró-intervenção militar atira durante Marcha das Mulheres Negras | Além da Mídia Postado em 19/Nov/2015 às 01:54

    […] post Manifestante pró-intervenção militar atira durante Marcha das Mulheres Negras apareceu primeiro em Pragmatismo […]

  21. DarkAlex Postado em 19/Nov/2015 às 04:45

    Cria do PSDB

  22. Marcelo Postado em 19/Nov/2015 às 09:07

    Esse cara é mais desses bandidos com distintivo, não consigo entender como um cara desses trabalha para o governo do Maranhão, só imagino quantas bandidagem esse sujeito já praticou. E fica com essa cara de bandido tarnquilo.

  23. Carol Postado em 19/Nov/2015 às 09:16

    "Não se sabe por que ele foi solto". Não? Deve ser porque ninguém fica preso, conheço pessoas que já mataram mais de um e mesmo assim nunca passaram mais de uma ano na cadeia, esse homem podia ter atirado na cabeça de alguém que mesmo assim não ficaria preso por muito tempo.

  24. Eduardo Ribeiro Postado em 19/Nov/2015 às 11:23

    Eu sou obrigado a ler que esse cidadão, carregando um verdadeiro arsenal, "se sentiu ameaçado" pelas mulheres (!!) e por isso achou correto disparar e tacar bomba sobre a MARCHA DAS MULHERES NEGRAS. Ora....só se sente ameaçado aquele puta reaça safado, NAZISTA, que nao pode ver O POVO DE VERDADE (não essas desgraças da elite branca que vão pra rua porque a Globo manda e porque agrega valor nas fotos do Face...falei P-O-V-O) tomando espaço e lotando praças e avenidas que já se borra inteiro e fica com a cueca pesando 5kg, todo com medo de perder seus privilégios. Ver mulheres pretas, humildes, aos milhares, tomando a rua e peitando os nazistas vagabundos que defendem a volta da ditadura militar para massacrar e oprimir essas mesmas mulheres negras foi ameaçador demais pra ele.

    • José Ferreira Postado em 19/Nov/2015 às 13:09

      Eu não estou a defender esse cidadão, mas as marchas populares não são obrigadas a ter o "selo p.t. de qualidade" para serem consideradas como tal. E "preto" é racista e não é cor (o preto é a ausência da luz). O correto é "negro".

      • Denisbaldo Postado em 19/Nov/2015 às 14:26

        Não existe cor "negra" e sim cor "preta". Tenho um amigo PRETO que é formado em ciências sociais e já me disse que não existe "raça negra" também, porque ser humano não tem raça igual a cachorro. O que existem são os povos, e sim, é o povo PRETO e não negro. Esse meu amigo sempre repetia a frase: "Poder para o povo PRETO". José Ferreira, antes de corrigir alguém deve ter CERTEZA do que fala. Por isso, meu amigo, VAI ESTUDAR!!! Você fala MUITA MERDA AQUI!!!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Nov/2015 às 14:37

        Opa....tocou a sirene "alerta de matéria sobre racismo" na casa do historiador do PP. Dispenso sua aula, primeiro porque você é burro e eu nada tenho a prender com um tipo como você, e segundo (talvez devesse ser primeiro...ou zerésimo) você já deu tanta declaração racista que daria uma epopéia, de modo que sua moral neste assunto é negativa. Sua burrice é tamanha que você se prende mais a palavras/termos e esquece o contexto. Se eu digo que "o preto é oprimido por pessoas como você", estou fazendo uma constatação sem conotação de racismo. Se eu digo "esse pretinho vagabundo sofreu bullying na escola somente porque não tinha franja, tambem com esse cabelo....tinha que ser preto mesmo" aí é racismo. Neste assunto, eu e outros lecionamos e você se limita em sonhar em aprender. Agora, que porra é "selo PT"? Marchas da nobre elite branca não é popular, e ponto. Marcha POPULAR é essa que foi rechaçada. O POVO BRASILEIRO estava representado nela. A verdadeira mulher humilde brasileira, do POVO, estava ali. Nos passeios dominicais não há povo, não há representatividade popular. Não discuto isso. Não discuto fatos. Fatos existem para serem apreciados e analisados. Não discutidos.

      • José Ferreira Postado em 19/Nov/2015 às 15:58

        Cuidado pessoal para não espumar, pois dá para ver a raiva em suas respostas. Eu não comento em todas as matérias, e o Pragmatismo Político faz muitas reportagens que eu gosto, mas não vou ficar aí a falar toda hora "ui, que legal". Eu costumo acessar frequentemente esse sítio. É repito, o "preto" não é cor de seres humanos e outros seres naturais, o correto é "negro". O tal do "selo PT" é que muitos acham que só é marcha popular quando está cheia de bandeiras vermelhas. Lembre-se que Injúria é crime (tanto a racial, quanto a não racial) e o fato de dizer que sou "racista" é claramente um crime de injúria. Desejo paz para esse coração raivoso de vocês.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Nov/2015 às 18:18

        Historiador....retire-se, filho. Desligue sua sirene e deixe este assunto para adultos e possuidores de carater. Sua moral para falar deste assunto é negativa, menor que zero. Você é o "relativizador/minimizador oficial das pautas sobre racismo do PP". Absolutamente NADA pra você é racismo. Casos flagrantes de racismo pra você sempre é vitimização. Inventa argumentos doentiamente nazistas, do tipo "essa guria negra apanhou dos brancos mas é porque ela não tinha uma franja, o cabelo dela é ruim...". Seu esforço constante para fazer uma suposta especificação, "aiiinnn isso não é racismo, é APENAS injuria" em TODAS as matérias que envolvem racismo explícito é coisa patética. Fora quando você não tira estatísticas do cu, tipo "em SP somente 5% são pretos". E agora vem me falar que "preto não é cor"? Além de tudo é cego, porra? Sério: desligue sua sirene e tente não bostejar novamente pro meu lado, porque não gosto de trocar palavras com gente da sua laia. O tal "selo PT" é invencionice de um cérebro em estado avançado de decomposição, já sem irrigação sanguinea e sem impulso elétrico nenhum, como o seu. Não é a presença de "bandeira vermelha" que confere a uma manifestação o título de "popular", e absolutamente NINGUEM acha isso. É a presença de POVO, animal. É ter ou não POVO que faz uma manifestação ser popular. A manifestação que foi rechaçada a tiros, das mulheres PRETAS, é popular. A da elite BRANCA, não é popular.

      • José Ferreira Postado em 20/Nov/2015 às 01:21

        Você, Eduardo Ribeiro, se acha a pic.a das galáxias com esse linguajar. Admiro a sua cultura (ironia).

  25. Natalia Postado em 19/Nov/2015 às 11:33

    Isso aí.. O cara vai manifestar armado, é claro que ele só tem boas intenções. Esse é o perfil dos babacas que pedem intervenção militar. São ovos da ditadura querendo poder de opressão e autoritarismo para massacrar o povo e nossos direitos já conquistados através de.muito sangue... E ainda com apoio do pior congresso da história..

  26. Pedro Postado em 19/Nov/2015 às 11:43

    Deve ser amigo do Aécio, solto no mesmo dia?

  27. Eduardo Ribeiro Postado em 19/Nov/2015 às 15:27

    Tiro de advertência numa passeata pacífica de mulheres...tá sertinhu.....é que pros debilóides que estão acampados lá e para os seus defensores tão ou mais debilóides, somente eles tem o direito de protestar em Brasilia. Mais ninguém. Brasília é deles. Todo e qualquer outro protesto já é "ui, ataque...estão nos atacando", ou é tentativa de intimidação contra eles. Todo ato que passa pelo Congresso essa tchurma vem com essa desculpa mimizenta de que querem "atrapalhar eles". São uns fracassados, seres vivos dignos de pena e comiseração.

O e-mail não será publicado.