Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 23/Nov/2015 às 16:49
69
Comentários

Entregadores receberam bananas pelo Dia da Consciência Negra

Homem é preso após “homenagear” entregadores negros com bananas. “Em pleno Dia da Consciência Negra, fiquei tão chateado que nem consegui dormir”, desabafou uma das vítimas. Agressor é gerente do restaurante Garota da Tijuca, no Rio de Janeiro

racismo entregadores negros restaurante rj
“Em homenagem ao dia de hoje, uma banana para cada um, pois vocês são da mesma raça”, disse gerente a entregadores negros

Um gerente do restaurante Garota da Tijuca, na Zona Norte do Rio, foi preso por injúria racial, na última sexta-feira. De acordo com a Polícia Civil, Ascendino Correa Leal, de 68 anos, entregou bananas a dois funcionários negros da Ambev como “homenagem” pelo Dia da Consciência Negra.

“Em homenagem ao dia de hoje, uma banana para cada um, pois vocês são da mesma raça”, teria dito Ascendino Correa Leal após oferecer as frutas aos homens.

Ofendidas, as vítimas chamaram a polícia e o gerente foi preso em flagrante. William Dias Delfim e Leonardo Valentim Silva registraram Boletim de Ocorrência na 19ª DP (Tijuca).

O gerente do restaurante ainda tentou desfazer o constrangimento, dizendo que tudo não passava de uma brincadeira. “Quando ele viu nossa reação, fingiu que era só uma brincadeira”, revelou uma das vítimas.

Um outro funcionário do restaurante quis justificar o mal-entendido alegando que o acusado é um homem muito brincalhão e que sempre se divertiu com todos os entregadores.

Ascendino Correa Leal foi solto após pagar uma fiança de R$ 800.

Segundo o delegado da 19ª DP, Celso Gustavo Castello Ribeiro, o inquérito será encaminhado ainda essa semana para o Ministério Público. Se condenado Ascendio Correa Leal, pode pegar de um a três anos de prisão, além de multa.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. marc Postado em 23/Nov/2015 às 17:15

    mas neste caso a policia tortura, como faz com os negros geralmente tb, quando não some, como com o Amarildo, pois aí alguém ia pensar com mais calma antes de expressar seu racismo.

    • luiz carlos Postado em 24/Nov/2015 às 17:07

      Aos cariocas não condescendentes com tal acinte aos entregadores, sugiro um boicote ao estabelecimento para que esse gerente, que pelo nome é português ou descendente, perca seu emprego. O RJ é um dos estados cuja população é uma mistura de raças, aliás muita cheia de graças. Nada compatível com o bom convívio.

  2. Marco Antonio Burti Postado em 23/Nov/2015 às 17:32

    Fiança?Que vergonha!!Esse elemento (pois nem merece ser chamado de cidadão) deveria é ficar no mínimo 5 anos preso!!Só assim nós iremos mudar esses ignorantes que insistem em uma prática abominável que desmerece os negros!Não a fiança em casos de racismo!!

    • Paulo Postado em 23/Nov/2015 às 19:46

      Foi enquadrado em injúria racial, não em racismo. Há diferenças legais que beneficiam esse energúmeno. De toda forma será uma "brincadeira" que vai ter um preço alto, a começar, possivelmente, com a perda do emprego nesses tempos de crise.

    • Paulo Postado em 23/Nov/2015 às 19:46

      Foi enquadrado em injúria racial, não em racismo. Há diferenças legais que beneficiam esse energúmeno. De toda forma será uma "brincadeira" que vai ter um preço alto, a começar, possivelmente, com a perda do emprego nesses tempos de crise.

    • Gabriel Postado em 23/Nov/2015 às 21:10

      Ele não foi absolvido por ter pago a fiança, só significa que ele fica em liberdade provisória até sair a sentença. Após julgamento, ele será preso novamente, conforme determinado pelo juiz.

    • Irailda Leandro da Silva Postado em 23/Nov/2015 às 21:57

      Estou sinceramente indignada por um meliante desse estar solto por uma mísera fiança de R$ 800,00. Brincadeira minha gente, enquanto o crime de racismo não se tornar realmente crime inafiançável vamos continuar humilhando o povo negro brasileiro.

    • thaís Postado em 23/Nov/2015 às 22:05

      ele foi preso por injúria racial, é por isso que teve direito a fiança. =/

  3. Daniel Postado em 23/Nov/2015 às 17:48

    Ascendino Correa Leal foi solto após pagar uma fiança de R$ 800 Tá de brinks com a minha cara?

  4. Rodrigo Monassa Postado em 23/Nov/2015 às 17:53

    Tudo o que ele precisava era de duas horas na cela dos homicidas..

    • Celão Postado em 23/Nov/2015 às 20:02

      Rodrigo, 2 horas não, 1 minuto em qualquer cela. Esse restaurante é na Tijuca, do lado do meu bairro. Olha só um link do google maps para vcs verem os arredores: https://www.google.com.br/maps/@-22.9192074,-43.2347154,3a,75y,285.88h,81.57t/data=!3m6!1e1!3m4!1sJDyAo-Ux09UF5P1LAW9d2A!2e0!7i13312!8i6656

    • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:10

      Ser "homicidado" por causa de uma injúria seja ela racial ou não? Não te parece um pouco desproporcional? Uns não podem discriminar mas outros podem matar. Lógica da conveniencia - o estilo de "raciocinio" favorito dos sociopatas. To começando a entender o que no facebook alguns chamam de "afronazismo".........

  5. Vitor Luiz Postado em 23/Nov/2015 às 18:02

    Brincadeira de mal gosto

    • Bosco Postado em 23/Nov/2015 às 23:34

      Crimes praticados por brancos contra negros é brincadeira de mau gosto. De negro em branco é hediondo.

      • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:11

        Vc está comparando injuria com o que? Tortura ou estupro? Combate ao racismo pra mim estaria ligado ao combate aos extremismos e não aos extremismos.

  6. Yra doce Postado em 23/Nov/2015 às 18:04

    Até cça que vai nascer amanhã já sabe que certas brincadeiras,,,,NÂO são brincadeiras.....

  7. Fabio Hideki Postado em 23/Nov/2015 às 18:25

    Então, a culpa é da vítima que não entendeu a brincadeira...

  8. Pablo Postado em 23/Nov/2015 às 18:28

    Gente tem horas que eu penso não ser desse planeta.Esse idiota que deu essas bananas irá fazer o mesmo daqui algum tempo pois não foi punido severamente. Isso é um estrume de porco,uma coisa nojenta...Essa criatura deve ser algo inominável, escroto, debochador das leis...Não pode ficar no meio social.Para o mundo tá girando muito e descontrolável,quero DESCEEEEEEEEEERRRRRR

  9. Reinaldo C. Zanardi Postado em 23/Nov/2015 às 18:33

    Parabéns aos entregadores pela consciência. Registrar BO era uma obrigação diante deste ato nojento de injúria racial. O gerente não deveria estar brincando porque este tipo de zombaria é tipo de gente racista.

  10. poliana Postado em 23/Nov/2015 às 18:52

    cariocas, por favor, boicotem essa m* de estabelecimento. absurdo!!! NOJO!!!!!!!

    • Irailda Leandro da Silva Postado em 23/Nov/2015 às 22:00

      Boa ideia! já que a lei não funciona, vamos boicotar o estabelecimento por uma questão de justiça.

  11. Alan Kevedo Postado em 23/Nov/2015 às 19:01

    Num país onde pastores ganham mais do que professores fica muito difícil uma educação eficiente, CÊS NUM ACHAM, NÃO?

  12. José Eduardo Postado em 23/Nov/2015 às 19:13

    800 reais de fiança é um acinte! A justiça continua leniente com crimes dessa natureza. Daí porque eles se repetem! Basta, não dá mais para aturar isso!

  13. Aparecida Postado em 23/Nov/2015 às 19:25

    Infelizmente este absurso ainda acontece. Enquadrado no código, quero ver ele continuar humilhando as pessoas.

  14. Morganna Postado em 23/Nov/2015 às 19:44

    Gente concordo, boicotem semelhante restaurante! Boicotem semelhante comportamento, piadas ofendem e humilham!

  15. Pedro Henrique Postado em 23/Nov/2015 às 19:54

    Se eu não me engano...o Danilo Gentália ofereceu uma banana para um negro na internet falou que era "brincadeira" e a porcaria do juiz também riu do ofendido. Varia de pessoa para pessoa....judiciário fraco. Quando é famoso se defende.....quando é um ninguém os caras prendem...Que descaso do "Gerente" fazer uma "brincadeira" dessas no dia da Consciência Negra mostra que se não constranger não pesa na consciência do brasileiro o preconceito de forma geral. Provavelmente o matuto não achou que esses negros sabiam que estavam sendo ofendidos e quais eram seus direitos. É coxinha....o Pelé já era (o da "casa grande")...a inclusão tá aí....vamos dar os nomes aos bois... O cara é legal ....brinca com todos os ajudantes...um legal racista desses que apresentam "toque" shows.

  16. Al Hajj Malik Al-Shabazz Postado em 23/Nov/2015 às 19:56

    "brincadeira" "mal-entendido" Por isso que defendo os Negros se reunirem e fazerem algo. Juntos podemos mudar a realidade. Aceitar que um homem assim ainda na sociedade, é o mesmo que assistir passeata da Ku Klux Klan e aplaudir os crimes. Fazer isso com pessoas que tiveram antepassados queimados vivos é uma crueldade e deveria ser tratado como crime hediondo.

    • Leonardo Postado em 24/Nov/2015 às 10:38

      Tenho o mesmo interesse que você.

    • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:13

      Alguns de meus antepassados foram queimados vivos pela inquisição. Não entendi a relação.......

  17. leo demetrius Postado em 23/Nov/2015 às 20:13

    é, o emprego dele também dançou....

  18. ARILDA SANTOS Postado em 23/Nov/2015 às 20:48

    Q DESRRESPEITO..SOMOS TODOS IGUAIS,,SE DEUS FOSSE PRETO...MTA GENTE IA DIRETO P O INFERNO,,PQ LA O CAPETA DEVE SER BRANCO E RICO..IDIOTAS..O STE PALMOS EPARA TODOS.

  19. Norberto Bonini Postado em 23/Nov/2015 às 20:48

    Aplausos de pé para a reação dos rapazes!!!!!.....agora, pagar a merreca de R$ 800,00 e ser solto é um acinte a todos os brasileiros civilizados!.......Cariocas do bem, em geral, e negros, em particular, boicotem esta merda de restaurante!!!!!

  20. Bete Postado em 23/Nov/2015 às 21:02

    Um crime inafiançável que custou 800 reais.... Lamentável!!!!!!!!!

  21. Rosa Postado em 23/Nov/2015 às 22:16

    Se condenado...Humhum Cláudia senta lá...

  22. Eduardo Ribeiro Postado em 23/Nov/2015 às 23:12

    O que me mata é que esses absurdos sempre acontecem com gente humilde, que depende de emprego, tem filho pra criar e nao quer se envolver em confusao, e por isso nao pode fazer o que realmente deve ser feito: quebrar um infeliz desses no pau. Deixar ele travado numa cama de hospital por no minimo um mes pra depois fazer uma reconstituiçao facial. Bater tanto, tirar tanto sangue e quebrar tanto osso que o racista nunca mais vai conseguir comer uma banana, tamanho seria o trauma e o arrependimento pela ""brincadeira"".

    • felipe Postado em 24/Nov/2015 às 08:59

      Depois o cara reclama da Sherazade, mas pensa igualzinho quando lhe convém.

    • José Ferreira Postado em 24/Nov/2015 às 10:49

      Esse tipo de gente é contra a pena de morte para os homicidas, mas quer deixar o cara "numa cama de hospital por no minimo um mês pra depois fazer uma reconstituição facial" por conta de uma Injúria Racial. Detalhe: Sou favorável a pena de morte e não aprovo o que o rapaz fez.

      • felipe Postado em 24/Nov/2015 às 11:14

        Nem eu Jose Ferreira, racismo é inaceitável, o que complica é a hipocrisia destas pessoas que fazem um discursinho bonitinho falando por exemplo da Sherazade mas quando tem oportunidade faz a mesma coisa que ela.

      • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:16

        Mais inaceitável do que injuria ou racismo é homicidio, estupro e tortura que são cometidos por aí a rodo por negros também e que ficam impunes. Pugnar pelo linchamento de quem xingou em um país com tanta hediondez se chama facismo, nazismo, extremismo. Qualquer coisa menos combate ao racismo.

      • Thiago Teixeira Postado em 24/Nov/2015 às 15:55

        Vou sorrindo pro caixão através da pena de morte imposta pela raça ariana brasileira, mas que levo um racista/fascista pro Ivo Pitangui reconstituir a face para o velório, eu levo.

      • eu daqui Postado em 25/Nov/2015 às 11:18

        Quem está aqui reivindicando pena de morte pra quem xingou é o afronazismo e não "ariano" algum.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Nov/2015 às 14:39

      pouxa, eu bem que senti um chorume subindo do meu computador....é daqui que está vindo então? chorume reaça?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Nov/2015 às 14:53

      Historiador: já lhe falei pra desligar aquela porra de sirene que você tem na sua casa que toca alucinadamente quando tem matéria sobre racismo pra você vir aqui minimizar/relativizar "aaiiinnnn foi apenas injuria racial". Aprenda: foda-se se é "injuria" ou "crime de racismo": TUDO É RACISMO, animal. E já lhe falei que não quero idéia contigo. Que insistência. Gente da sua laia não me interessa. Leu algo meu? Fuja. Sobre racistas eu me limito a parafrasear meu mestre Mauro Iasi. O outro é a maior toupeira do site e, incapaz de lidar com sua lingua materna de forma minimamente elaborada, conseguiu criar o paralelo mais estúpido da história da humanidade, batendo o recorde anterior que era dele mesmo. O que Sheiranazi propõe é uma coisa, o que eu proponho é outra. Como de praxe, em se tratando de você, não espero que você veja diferença. Também já lhe aconselhei: teu lugar é com seus irmãos populares de G1, meninão. Lá tu consegue estabelecer um diálogo. Me limito apenas a dizer a ambos, autores deste chorume: a reação do oprimido não deve ser confundida com a ação do opressor. Com nazistas , racistas, não há negociação, não há conversa.

      • José Ferreira Postado em 24/Nov/2015 às 15:41

        Você está um pouco nervoso. Não é porque você está com raiva que isso faz de seus argumentos convincentes. As tipificações dos crimes não foram inventadas por mim, e não relativizei nada. Não existe na lei a "reação do oprimido" ou "ação do opressor", pois o que existe é o crime e a punição, ainda que ela esteja abaixo do que gostaríamos.

      • felipe Postado em 24/Nov/2015 às 15:48

        kkkkkkk Ribeirinho a Sherazade do PP, adora defender bandidos e estupradores, já os racistas tem que apanhar mesmo, de preferência amarrar no poste e sentar o pau até o racista esquecer que nasceu branco..... ta serto!!! em vez do vai pra Cuba agora é vai pro G1!!!! kkkkk ####hipócrita####

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Nov/2015 às 17:06

        Historiador: não disse que você inventou. Disse que as tipificações são usadas por racistas como desculpa para minimizar atos de racismo. Pra canalhas racistas, só é considerado racismo de verdade se eu me nego a vender meu peixe para um preto, me nego a permitir a entrada dele no meu estabelecimento por ele ser preto. Só é racismo quando é "crime de racismo", e o racismo só acontece quando há uma prática de segregação, impedir alguém de fazer algo por ser preto. Quando é injuria, ah, é "apenas injuria". Bicho...FODAM-SE as tipificações. É tudo racismo. A tipificação "injuria racial" é uma forma de punir de forma menos severa o racismo, é um tipo penal que criaram pra não punir de verdade os responsáveis por esses episódios lamentáveis, aí paga 800 conto e tá tudo certinho. E aí fica aberta a brecha para que safados venham com essa sem-vergonhice "ainnnn isso não é racismo, é apenas injúria racial". FODA-SE se é injuria. É racismo. E invariavelmente, quem se apressa para definir se o que houve foi "apenas injuria" ou "crime de racismo" é um puta de um racista vagabundo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Nov/2015 às 17:32

        Felipe KKK...nunca defendi bandido e estuprador, menino. De que buraco imundo você tirou esse delírio? Sobre racistas, eu acharia muito bem-feito se um preto caisse de pau pra cima do racista ali, na hora, ali no ato da entrega das bananas. Não é "amarrar no poste" como voce burramente sugeriu ("ainn tá igual a sherazade"). É o preto ofendido quebrando o branco racista vagabundo quando ganhou uma banana. Não é certo, porque a violência ISOLADA não é boa para a causa sob o ponto de vista TÁTICO E ESTRATÉGICO. Sou a favor sim da violência REVOLUCIONÁRIA. Ações individuais são contra-producentes, sou a favor da ação das MASSAS. Mas eu isento completamente o negro que, ganhando uma banana, fizer isso. Está errado taticamente, mas foi muito bem-feito pro racista, e eu absolvo o negro imediata e completamente. Dizer isso não é legitimar o discurso da Sherazade: racista, classista, nazista, defensora de linchamentos, defensora da barbárie, desrespeita direitos humanos, defensora de JUSTICEIROS amarrem um pretinho num poste e que se junte 40/50 populares pra julga-lo, executa-lo e larga-lo como um saco de bosta, e quando é um garoto branco "ah tem que ver isso aí, vamos com calma...ele está crescendo, é apenas um menino"...é uma cidadã cristã de bem. E quem enxerga contradição nisso é burro sem volta, burro com força....como você, um garoto claramente limitado, sem muita afinidade com a língua e sem muita compreensão do mundo. Até na hora de fazer piadinha "ain agora não é vai pra cuba" acaba cagalhando tudo, escrevendo uma bosta sem sentido...volta pro G1, meninão...

      • José Ferreira Postado em 25/Nov/2015 às 09:21

        Sugiro que você tire umas férias, Eduardo Ribeiro, pois você está nervoso e vai acabar a matar alguém quando estiver em um dia de fúria. Repito: não é porque está nervoso que seus argumentos estarão corretos.

      • felipe Postado em 25/Nov/2015 às 10:35

        aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa burro, limitado vai estudar, vai pra Argentina, vai pro G1, bostejando raivosamente pelo teclado, "errado taticamente" mas pode.... enfim Eduardinho Sherazade mostrando todo seu poder.

  23. Juliana Postado em 23/Nov/2015 às 23:31

    Parabéns aos senhores William Dias Delfim e Leonardo Valentim Silva que cumpriram seu exercício de cidadania. Quando todos começarem a denunciar abusos como este e determinadas pessoas tiverem que se explicar na justiça, será plantada a semente da mudança. Ninguém pode se calar diante de um fato como este e, o outro funcionário engraçadinho deveria ter sido enquadrado junto.

  24. Tammy Postado em 24/Nov/2015 às 01:38

    Ser racista é algo tão banal que pode ser confundido com uma brincadeira. Há algo muito, muito, errado com a consciência destas pessoas

  25. Thiago Teixeira Postado em 24/Nov/2015 às 09:42

    Cadê os reacionários (as) fascistas que vem nesse site dizer que racismo contra negros é mimimi e que brancos também são ofendidos ao serem chamados de leite azedo? Fala agora? Bando de cretinos (as).

    • José Ferreira Postado em 24/Nov/2015 às 11:37

      Injúria racial também vale em relação ao branco, o que não foi nesse caso. A regra é clara.

      • Thiago Teixeira Postado em 24/Nov/2015 às 15:52

        Perfeito José Ferreira, a regra, a justiça, as leis, a sociedade e as pessoas de bem são CLARAS.

    • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:17

      Se o branco se sentir ofendido é injuria sim. Eu é que não vou dar esse gostinho a nazivingancista nem a afrofacista...

    • Thiago Teixeira Postado em 24/Nov/2015 às 15:58

      É impressionante como a carapuça serviu certinho... O afro-fascista aqui comprova o grau de comparação de uma injuria racial sofria por um negro e por um branco sejam iguais pelos reaças de plantão. Meu Deus, quanta patifaria.

  26. Maria Célia Postado em 24/Nov/2015 às 10:16

    Quando que um gerente é mais que um entregador? Eles estão com a autoestima muito baixa! Deviam ter dado uma porrada nele (porque estavam trabalhando no feriado!) e comido as bananas.

    • eu daqui Postado em 24/Nov/2015 às 14:22

      Não recomendaria isso: as bananas poderiam estar envenenadas.

      • poliana Postado em 24/Nov/2015 às 15:44

        putz. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • eu daqui Postado em 25/Nov/2015 às 11:20

        Mas é claro: nada mais lógico: se a banana foi oferecida no intuito de atacar e não de lisonjear?

  27. Antonio Palhares Postado em 24/Nov/2015 às 10:56

    É isto que me dá raiva neste arremedo de país. O cara comete crime de racismo.Humilha pessoas de bem que estão trabalhando honestamente. Vai até uma delegacia,diz que foi brincadeira, paga uma miséria de 800 reais e fica livre. Esta mais do que na hora destes tipos pagarem uma altissima multa e serem presos por um bom tempo.Dai sabe eles aprendem.

    • Thiago Teixeira Postado em 24/Nov/2015 às 16:24

      Na lógica reacionária é assim, se o branco rico pode pagar 800 reais para oferecer banana e denegrir duas pessoas negras, caso estes dois negros subtraírem uma latinha de cerveja e o brancão chamarem a polícia, o tratamento na delegacia será igual. Ambos vão pagar 800 reais de fiança e saírem pela porta da frente. Não serão arremessados de barriga no porta mala do carro da polícia (virão pelo banco de traz sentadinhos, igual ao nobre comerciante), não serão jogados em qualquer cela, e prontamente serão atendidos a dar um telefonema. Não serão esquecidos por 3 ou 4 dias no meio da bandidagem, e o julgamento deles será rapidinho, não passarão 3 meses esperando o advogado, na mesma tarde o delegado vai propor a fiança. Negros e Brancos no Brasil tem o mesmo tratamento, não há racismo, é tudo complexo esquerdista ou revanchismo sem causa (escravidão é pura lenda).

      • eu daqui Postado em 25/Nov/2015 às 11:23

        Calma mino. O que muita gente critica aqui são os extremismos que pugnam por castigos desproporcionais à infração num país com tanta hediondez pior do que injuria. Ninguem aqui vai negar fato histórico obtido por metodo cientifico: seria passar atestado de que fracassou no debate.

      • Thiago Teixeira Postado em 25/Nov/2015 às 19:02

        Mina, não debato mais com você. Estou com raiva de você (música do raça negra kkkk).

    • eu daqui Postado em 21/Dec/2015 às 13:00

      Ainda prefiro o Camisa.........

  28. paulo Postado em 24/Nov/2015 às 13:14

    O demônio já está esperando este MERDA. Como disse Jesus -Haverá ranger de dentes. Cada qual com sua obra.

  29. Paulo Vianna Postado em 24/Nov/2015 às 21:50

    Essa inserção de um comercial com uma banana no meio da matéria é no mínimo incongruente senhores, não dava pra evitar??

  30. Roberto Pedroso Postado em 25/Nov/2015 às 09:42

    Mais um exemplo tipico da forma de pensamento e atitude da elite branca carioca que é em sua grande maioria racista, classista, retrograda, reacionária e não por coincidência saudosa da ditadura. Bolsonaro foi eleito por qual estado mesmo?só para lembrar......

  31. Ricardo Postado em 26/Nov/2015 às 13:28

    Pra mim, os dois estão errados. Dignidade humana é algo incondicional, por isso não se pode matar ou torturar - seja o assassino, o estuprador ou o racista. Não pode servir de bode expiatório para o nosso desejo de... Violência!