Redação Pragmatismo
Compartilhar
Educação 13/Nov/2015 às 12:47
13
Comentários

Alckmin usa todo aparato repressivo de SP contra 30 adolescentes

Governo Alckmin usa a Força Tática, a Tropa de Choque e mais de 200 policiais contra 30 adolescentes que estão simplesmente lutando pela manutenção das vagas nas escolas em São Paulo

Alckmin escolas são paulo estudantes
(Pragmatismo Político)

O deputado Carlos Giannazi (Psol) promoveu ontem (12), na Assembleia Legislativa de São Paulo, audiência pública para debater com alunos da Escola Estadual João Ramalho, no centro de São Bernardo do Campo, o projeto de “reorganização” do ensino público do estado, promovida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). O plenário Tiradentes ficou lotado com cerca de 70 alunos da escola do ABC.

Giannazi disse a jornalistas ter ficado “chocado” com a força policial mobilizada por Alckmin contra adolescentes que nada mais querem do que ficar em suas escolas ou ter o direito de uma educação digna. “Fiquei chocado ontem, na escola Fernão Dias (Pinheiros, zona oeste da capital) com o aparato policial. O governo usou a Força Tática, Tropa de Choque, mais de 200 policiais, todo o aparato repressivo do estado mobilizado contra 30 adolescentes que estão simplesmente lutando pela manutenção das vagas”, disse o parlamentar. “É um absurdo como o governador é covarde. Isso é sem precedentes e de uma covardia jamais vista aqui no estado.”

Presente na audiência, a adolescente Laís do Carmo Costa, do primeiro ano do ensino médio, disse que, na escola João Ramalho, a reorganização vai suprimir o ensino fundamental e só ficará o médio. “A gente veio aqui pra conhecer mais a realidade. Na nossa escola, a gente vai ter superlotação nas salas, porque além do nosso ensino médio, a gente vai receber alunos de outra escola”, contou. “A gente espera não mudar de escola, porque é difícil a adaptação. E a gente não sabe se vai ficar na escola até terminar o ensino médio lá ou se vai para outra escola.”

Giannazi ressalta a importância das escolas para as comunidades em que se localizam e aponta insensibilidade de Alckmin na sua política de educação. “O governador se esquece que a educação não pode ser pensada apenas do ponto de vista econômico. Tem que pensar que os alunos têm uma ligação afetiva com a escola, que ela faz parte do inconsciente coletivo de cada região. O governador mexeu nisso.”

O deputado defende a “ocupação política, democrática e pacífica” de todas as escolas fechadas pelo governo. Para ele, só a mobilização pode reverter o quadro. “Acho que, diante da mobilização e do desgaste da imagem, ele volta atrás. Ele voltou atrás em várias questões, como a do sigilo da Sabesp e do Metrô. Mas, com certeza, se não houvesse mobilização, teríamos um maior número de escolas fechadas.”

RBA

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. EDUARDO Postado em 13/Nov/2015 às 14:00

    Com todo respeito a luta dos estudantes, mas vocês querem bater uma aposta que o PSDB, mesmo fechando escolas e deixando faltar água, ainda vai ganhar novamente as eleições em São Paulo? É um fenômeno muito estranho o que acontece por lá.

    • poliana Postado em 13/Nov/2015 às 17:15

      e mesmo assim n vejo nenhum político ou eleitor do pt alegando fraude nas urnas nas eleições paulistas/paulistanas...incrível né?!

    • Henrique Cezar Postado em 13/Nov/2015 às 21:37

      Ainda dizem que os nordestinos são analfabetos políticos, eleitores de cabestro, "bovinos", etc.

      • irineu Postado em 15/Nov/2015 às 23:11

        http://www.selariapinheiro.com.br/ecommerce_site/produto_21239_6455_Freio-Jota-para-Burro-Ferro-Macico

    • Leonardo Postado em 14/Nov/2015 às 10:25

      Eduardo, esse fenômeno tem nome: mídia.

  2. Eduardo Ribeiro Postado em 13/Nov/2015 às 14:40

    RE-eleito em primeiro turno. Parabéns aos envolvidos que porventura estejam lendo. Vocês são a escória, e essa merda fascista que reprime, massacra e lança gás de pimenta em adolescentes é culpa de vocês. Povo mais débil mental do país, que fica mais incomodado com ciclofaixa e redução de velocidade das vias do que com falta de água e fechamento de escola. E força pra essa molecada faca na bota.

    • poliana Postado em 13/Nov/2015 às 17:17

      eduardo, pior foi um secretário estadual falando no jornal hj q a mobilização era de uma minoria, mas q a maioria q estava ali era aliciada de movimentos sociais pra fazer baderna! INACREDITÁVEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!quer apostar q a maioria do paulistano vai dizer q é tudo culpa do pt? q o pt quer tumultuar!?

      • Thiago Teixeira Postado em 14/Nov/2015 às 07:49

        E as passeatas da elite branca são "legitimas", "o povo vai as ruas" ... nojo total.

  3. Grey Postado em 13/Nov/2015 às 16:29

    Aplauso sarcásticos a todos que reelegeram ele e agora tão vendo as escolas dos filhos, filhas e suas próprias sendo fechadas.

  4. Thiago Teixeira Postado em 13/Nov/2015 às 17:19

    Cadê o movimento brasil livre? Cadê os Revoltados Online? Cadê o discurso demagogo do Boichato? Da Sheranazi? O que o Alexandre Garcia acha disso?

  5. enganado Postado em 13/Nov/2015 às 21:18

    O Picolé de Chuchu=PSDB (SP) aprendeu rápido a lição com o Beto Bicha=PSDB (PR), ou seja, porrada em pessoas de cultura, porque qdo todos nós estivermos alfabetizados saberemos o que esta Direita Canalha fez com nossa Pátria. Entregou-a de quatro para os EUA/iSSraHell. Pois o que não faltam são generais Mourões para defender essa truculência.

  6. sidney Postado em 14/Nov/2015 às 00:42

    É a forma PSDB de governar... tirando as escolas...

  7. sidney Postado em 14/Nov/2015 às 00:45

    Essa molecada que completou 16 anos erdou dos país esse governo de imbecis - PSDB. Agora encinem aos seus país como se vota. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk