Redação Pragmatismo
Compartilhar
Educação 27/Oct/2015 às 10:22
29
Comentários

Questão do Enem sobre Simone de Beauvoir irrita Feliciano e Bolsonaro

Jair Bolsonaro e Marco Feliciano reclamam de "doutrinação explícita" no ENEM 2015. Parlamentares ficaram irritados com citação da filósofa francesa Simone de Beauvoir na prova

Bolsonaro Feliciano Simone

Os deputados federais Jair Bolsonaro (PP/RJ) e Marco Feliciano (PSC/SP) usaram as redes sociais para atacar uma das questões do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), realizado no sábado (24), em todo o País.

Em comentários postados ao longo do fim de semana, os parlamentares, que compõem as bancadas evangélicas e mais conservadoras do Congresso Nacional, expuseram repúdio ao fato de uma das questões da prova ter trazido uma frase da filósofa feminista Simone de Beauvoir, e chamaram a escolha de doutrinação ideológica por parte do governo Dilma Rousseff.

“Ninguém nasce mulher: torna-se mulher. Nenhum destino biológico, psíquico, econômico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam o feminino”, trazia a questão, amplamente divulgada por políticos ligados a igrejas evangélicas no País – não só deputados federais, mas também de deputados estaduais e vereadores.

“Mais ou tão grave quanto a corrupção é a doutrinação imposta pelo PT junto à nossa juventude. O sonho petista em querer nos transformar em idiotas materializa-se em várias questões do ENEM (Exame Nacional do Ensino MARXISTA)”, escreveu Bolsonaro. “Essa canalhada deverá ser extirpada do poder em 2018 com o VOTO IMPRESSO, ou antes, da mesma forma como o Congresso, em 02 de abril de 1964, cassou o comunista João Goulart.”

“Esta frase da filósofa Simone de Beauvoir é apenas opinião pessoal da autora, e me parece que a inserção desse texto, uma escolha adrede, ardilosa e discrepante do que se tem decidido sobre o que se deve ensinar aos nossos jovens”, atacou o também deputado Feliciano, pré-candidato à Prefeitura de São Paulo. Ele citou o fato de a chamada “ideologia de gênero” – proposta em planos munipais e estaduais de Educação para que sejam debatidos nas escolas temas como machismo, homofobia, entre outros – ter sido derrubada por legisladores de todo o País ao longo dos últimos meses, o que, para ele, preservaria as crianças.

Elogios

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, rebateu os deputados em entrevista coletiva na noite do último domingo (25). Segundo o ministro, a escritora e filósofa teve “grande contribuição” sobre a condição da mulher na sociedade. Ele lembrou que, no passado, as mulheres não podiam votar e eram consideradas incapazes, sem direitos. “Esse é o contexto do debate. Pessoas podem divergir. Na educação, tem de estar aberto a discutir, a aceitar”, declarou.

Mercadante acrescentou que não teve acesso às questões antes da prova, por conta do sigilo imposto. “A prova é feita com total sigilo, eu só descobri o tema da redação no exato momento em que ele foi divulgado para vocês. São pesquisadores, professores universitários de competências reconhecidas nas suas áreas.”

Sobre o tema da redação, que abordou a violência contra as mulheres, ele afirmou que é um assunto importante e que ainda está presente na sociedade brasileira. Ele disse ainda que achou o tema “excelente” para que os mais de sete milhões de participantes reflitam sobre isso. “Em relação ao tema da redação, é inquestionável. Somos uma sociedade em que ainda há muita violência contra a mulher”, disse ele.

“Eu achei uma excelente escolha, defendo completamente a prova, estão de parabéns os que o fizeram. Quem sabe debatendo essa questão a gente consiga diminuir a violência, vai ser um grande avanço para a sociedade brasileira”, concluiu.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Ronaldo Amorim Postado em 27/Oct/2015 às 10:32

    Bolsonaro, Idiota você já é! Ninguém precisa te transformar em idiota. Você mesmo já se encarregou disso, inclusive em relação ao seu filho que é outro idiota!

  2. Amanda Cleomara Postado em 27/Oct/2015 às 10:45

    Estava demorando kkkkkj

  3. Zenio Silva Postado em 27/Oct/2015 às 10:52

    Quem quer fazer quem de idiota: "...da mesma forma como o Congresso, em 02 de abril de 1964, cassou o comunista João Goulart.”?! Só mesmo um néscio acredita nisso!

  4. Bruno Postado em 27/Oct/2015 às 10:54

    Eles se irritaram com a citação de Simone de Beauvoir? Então que façam uma tese de pós doutorado esta sendo aprovada pelo mundo inteiro* contra-argumentando o que foi dito décadas atrás pela renomada filósofa! Falar qualquer imbecil (que nesse caso se comprova!) fala. Opinião (Doxa) não forma intelecto!

  5. SerHumano Postado em 27/Oct/2015 às 10:55

    De doutrinação ideológica eles dois entendem bem. Já de direitos humanos, igualdade e tolerância nem tanto. Discurso carregado de ódio e prepotência. O que se sobrepõe nos seus pensamentos é o preconceito e a ignorância. Não vejo nenhuma evolução cognitiva nesses dois, desde a época dos primatas. Mas, enfim, difícil mesmo para alguém que se apoia em argumentos bíblicos de difícil interpretação, dando-lhes sentidos rasos, reduzindo a interpretação a fórmulas linguísticas exatas, quase como se fossem uma equação matemática, e a ainda tem o machismo como bandeira, entender um trabalho intelectual dessa natureza. Seria demais esperar que o opressor entendesse o raciocínio de quem se sente oprimido.

  6. Maria da Penha conta como elaboraria a redação do ENEM 2015 Postado em 27/Oct/2015 às 10:56

    […] VEJA TAMBÉM: Questão do ENEM sobre Simone de Beauvoir irrita Bolsonaro e Feliciano […]

  7. Lais Postado em 27/Oct/2015 às 11:02

    Doutrina é a religiao deles. Expor a opiniao de uma autora de grande mérito como a simone nao eh doutrinar, é dar conhecimento, informaçao. Quem quer doutrinar sao esses religiosos na politica que querem controlar o que se deve ser transimitido para os jovens.

  8. Carlos Castro Postado em 27/Oct/2015 às 11:07

    A Idade Média está de volta!!

  9. Lucas Oliveira Silva Postado em 27/Oct/2015 às 11:09

    Dois lixos humanos que não produzem nada de útil pra sociedade, só sabem usar a mídia para aparecer

  10. Jorge Baastiani Postado em 27/Oct/2015 às 11:09

    O QUE ESPERAR DE UM PAÍS ONDE AS PESSOAS AINDA ELEGEM ABJETOS COMO ESTES DOIS?

  11. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Oct/2015 às 11:39

    Irritou Feliciano e Bolsonaro ao mesmo tempo? Mas que benção...abençoada seja essa prova do ENEM. Obrigado, ENEM. Dois dos piores brasileiros vivos, dois inimigos do país e do povo brasileiro, estão putos com o tema de uma questão do ENEM, cuspindo fogo e chorando sangue? Pois o próximo ENEM deveria ser INTEIRO versando sobre o mesmo tema. De redação a prova de física, quimica e matemática, o tema deve ser Simone de Beauvoir.

  12. zé manguaça Postado em 27/Oct/2015 às 11:40

    essa historia do voto impresso do Bolsonaro táparecendo o Levy Fidelix com o aerotrem

  13. Denisbaldo Postado em 27/Oct/2015 às 11:42

    FeliciÂNUS e BOSTOnaro, um é inerente ao outro.

  14. Thiago Teixeira Postado em 27/Oct/2015 às 11:52

    Tremenda falta do que fazer desses deputados coxinhas.

  15. Leonardo Postado em 27/Oct/2015 às 12:00

    Será que essa obsessão não camufla um homossexualismo indesejado?

    • Tchekowski Postado em 27/Oct/2015 às 13:05

      Cara, sempre imaginei isso. Duas bichonas enrustidas.

  16. Trajano Postado em 27/Oct/2015 às 12:18

    Feliciano e Bolsonaro reclamando de doutrinação!? Que gracinha. Nada dessa gente surpreende, nem mesmo a incessante busca por aparecer na mídia até com questão de vestibular; os dois são celebridades antes de serem políticos: falem bem, falem mal, mas falem deles. Além disso, não é somente Simone de Beauvoir que os irrita: parece que respirar irrita. Agora o que realmente surpreende é que Beauvoir ainda consiga chocar segmentos da sociedade atualmente. Parece que ainda estamos na moda das historinhas eugenistas de Monteiro Lobato, na filosofia falida de Auguste Comte e nos códigos morais brutais do Antigo Testamento bíblico. Minha esperança é que consigamos um dia sair do Sítio do Pica-Pau Amarelo, que as filosofias europeias do pós-guerra não sejam mais novidades subversivas e que Cristo do Novo Testamento seja, enfim, descoberto. De qualquer forma, parabéns ao acadêmico que propôs Beauvoir como questão de vestibular! Revelou que, no Brasil, parece que o século XX ainda não acabou. Talvez nem o XIX... Imagina quando, por exemplo, “Moral Sexual Civilizada e Doença Nervosa Moderna” for apresentada aos brasileiros! Será um escândalo para a nossa sociedade vitoriana! Em pleno 2015, talvez Beauvoir tenha sido apresentada muito precocemente... Pularam etapas!

  17. Filipe Postado em 27/Oct/2015 às 12:35

    Mas não precisa conhecer ela. Na real, eu achei um pergunta basicamente de interpretação.

  18. Marcos Vinicius Postado em 27/Oct/2015 às 12:36

    Gente, é o seguinte. Quando INFeliciano e o Bolsolixo acharem ruim alguma coisa relacionada as questões de gênero e afins, podem ter certeza que é coisa boa para ajudar a sociedade brasileira evoluir! Não sei por que ficar dando ibope pra esses dois lixos.O que eles acham ou deixam de achar sobre esses assunte é TOTALMENTE IRRELEVANTE! Que tal pelo menos um dia a imprensa deixar de dá atenção a eles?

  19. gustavo0 Postado em 27/Oct/2015 às 13:59

    Simone Beauvoir é doutrinação, teoria da evolução é doutrinação, história é doutrinação, geográfia é doutrinação, artes é doutrinação, dividir a merenda é doutrinação, emprestar a caneta é doutrinação, juntar as carteiras é doutrinação, trabalho em grupo de filosofia é doutrinação, tudo é doutrinação, cazzo!

    • Vinis Postado em 27/Oct/2015 às 21:21

      Para esses dois babacas a única coisa que não é doutrinação é venerar o "deus" mercado ao lado de Olavo de Carvalho e seu clubinho.

  20. Yrae Postado em 27/Oct/2015 às 14:55

    É difícil acreditar que ainda há pessoas com esse pensamentos no séc XXI, só que não. Esses dois políticos defendem aquilo que da privilégios á ele e seu grupo, além de compensação monetário.

  21. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Oct/2015 às 15:26

    """"""Essa canalhada deverá ser extirpada do poder em 2018 com o VOTO IMPRESSO, ou antes, da mesma forma como o Congresso, em 02 de abril de 1964, cassou o comunista João Goulart."""""".....olha o tanto de lixo, de merda que esse cidadão fala em meia dúzia de palavras. A escrotice desse cidadão não tem limites. O mandato de Jango foi USURPADO e abriu caminho pra época mais negra da nossa história. Outra coisa: Jango era comunista porra nenhuma. Era um moderado, um conciliador. Aí apontou para alguma reforminhas de base mixurucas e a direita já começou a dar pulo, histérica, achando que iam implantar Comunismo, que iam ressuscitar Stalin e botar ele pra comandar o Brasil. Aliás, nada diferente de hoje, com esse ódio sanguinario aos 70 reais do BF e os delírios de "ditadura comunista". Se tem delírio direitista hoje, com as pessoas tendo acesso a tudo, imagina nos obscuros anos 60. E tem mais: essa desgraça ambulante realmente acredita que vai mudar o Brasil com o voto impresso. Ele realmente insiste que a mesma urna que o elegeu, a mesma que elege algum puto do PSDB aqui em SP há sei lá quantos anos, essa mesma urna é fraudada no que se refere às vitorias de Dilma e Lula. Pra eleger ele não é fraudada. Pra eleger tucano aqui há duas décadas, ok. Pro PT surrar o PSDB em 8 oportunidades distintas e consecutivas que foram colocadas ao povo brasileiro (contando primeiro e segundo turno), aí não, é fraude, precisa de voto impresso. E tem menino mijado de internet que acredita nessas bostas.

  22. JH Corvetto Postado em 27/Oct/2015 às 15:48

    Eu fiz a prova. Quando li o tema pedido, sorri muito, pois imediatamente imaginei Bolsonaro e Feliciano putos da vida! Ademais, esses temas não devem ser calados, justamente pq existe uma grande ala conservadora neste país que nega a realidade em nome da própria ideologia (mais doutrinado do que esses dois somente um cruzado na Idade Média); Brasil ainda conta com um enorme bando que pensa que as mulheres não sofrem opressão, que negros não sofrem racismo e que os gays implantaram sua ditadura.

  23. Osvaldo Postado em 27/Oct/2015 às 17:42

    Considero conflitos como sendo contraprodutivos. Os conflitos que assisto (com grosseiras e falácias tanto pela direita quanto pela esquerda) só estão colocando a sociedade em clima de desarmonia. Sugiro sempre tratar as árvores à partir das raízes e não dos frutos. A pouca cidadania (acredito que a "raiz" está aí) é nosso mais triste legado. Não acredito que precisemos reinventar a roda ou voltar nos mesmos debates sem a segurança da dialética bem aceita. Se os temas tivessem como interesse a formação de cidadãos plenos com base em modelos em que o cidadão se reconhece como tal, sem classificações que o qualificam como "grupo isolado" (homem ou mulher, negro, branco, vermelho ou amarelo, nortista ou sulista...) tudo se desenvolveria com mais harmonia num processo fractal. Gosto das premissas do cidadão pleno greco-romano (claro que de forma inclusiva a todos e não a um grupo específico) onde os cidadãos estudam "o domínio do próprio idioma (dialética, gramática e retórica) e as percepções de grandeza e modelos de aplicações (matemática, música, geometria e astronomia). Considero a cidadania um assunto importantíssimo para o ENEM.

  24. Antonio Eduardo Monteiro Postado em 27/Oct/2015 às 23:04

    A questão sobre a fala de Simone de Beauvoir foi uma forma de introduzir a tal ideologia de gênero na prova apesar de a própria filósofa não ter se referido a isto quando escreveu o texto. A principal idéia da tal ideologia é a que de gênero não tem nada a ver com características biológicas. É uma forma de legitimar transviados, sa pat onas machonas e outras aberrações. A filósofa originalmente estava se referindo ao papel social da mulher e não à identidade feminina. A prova do ENEM tem forte viés esquerdista e os esquerdistas distorcem TUDO.

    • SerHumano Postado em 28/Oct/2015 às 14:52

      Até concordo com você quando diz que a filósofa questionava o papel social da mulher. O movimento feminista visava principalmente isso. Por outro lado, a sua fala está carregada de preconceitos. Assim como uma boa parte da população que se posiciona à direita, porque tem uma vida confortável e "perfeita", detesta a ideia de sair da zona de conforto, você ataca a esquerda com argumento simplista e desprovido de fundamento. O que vejo na esquerda, e é por isso que me assumo nesse lado do embate ideológico, é que é composta por pessoas que não se conformam com o status quo, não por terem ideias subversivas ou queiram uma ditadura comunista, como os ignorantes querem crer e os desonestos querem fazer acreditar, mas por desejar a justiça social acima de tudo, tanto do ponto de vista econômico, quanto das liberdades constitucionais. Luta-se pelo direito de se poder ser quem é, sem ter que viver a vida que os outros querem para si; que cada pessoa possa escolher a sua profissão, o lugar que deseja frequentar, a orientação sexual que se sente melhor... Que possa ser livre para viver tão somente, com igualdade não só formal, mas também material. Direito esse que é negado ao negro, ao índio, à mulher, ao homossexual, ao deficiente físico etc. O direito de todos terem respeitada a sua dignidade humana. Isso é ser de esquerda. É se inconformar com a injustiça social. Embora talvez você já saiba disso, é sempre bom reforçar. Então, acho que quem está distorcendo os fatos é você.

  25. George Postado em 28/Oct/2015 às 09:27

    muito bom ver um pastor e um militar falando de "doutrinação ideológica". E duvido que esse pessoal do chilique leu alguma obra da filósofa para contra-argumentar. rs

  26. vinicius Postado em 13/Nov/2015 às 12:53

    Mas será que alguém ainda tem dúvida de que o governo faz uma especie de doutrinação ideológica nos alunos ?

O e-mail não será publicado.