Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 01/Oct/2015 às 10:23
26
Comentários

A justificativa esdrúxula do PM que pediu para estuprar as filhas da amante

Policial militar que pediu para estuprar as filhas de 6 e 14 anos da amante como “prova de amor” afirmou, junto com o seu advogado, que tudo não passou de uma “estratégia para terminar o namoro”

pm filhas amante estuprar 14 anos

O policial militar que pediu para ter “relação sexual” com as filhas da amante — de 6 e 14 anos — como “prova de amor” prestou depoimento à Polícia Militar e à Delegacia da Mulher.

O acusado alegou que a sugestão de violência sexual e pedofilia seria para se livrar da mulher que não o deixava em paz. O advogado do PM reforçou a tese, garantindo que tudo não passou de uma “estratégia para acabar o namoro” com a mãe das crianças.

Realmente aconteceu a situação da conversa, que chegou a vazar. Mas ele em momento algum tinha a intenção de manter relação sexual com as menores. Ele falou aquilo, pois foi a única maneira que ele encontrou para encerrar o namoro”, disse Rijalma Júnior, advogado.

“Mas ele está arrependido e disse que se soubesse que teria esse repercussão toda, teria encerrado o relacionamento de outra maneira”, concluiu.

Ainda de acordo com o policial, que é casado e mora no Ceará, o objetivo seria deixar a mulher com nojo, raiva e repúdio dele e assim acabar o romance. Após ser ouvido, o policial foi afastado de suas funções até o fim das investigações. Por ora, ele aguardará o desenrolar das investigações em liberdade.

A delegada Yvna Cordeiro, da Delegacia da Mulher, afirmou que o acusado passará por uma investigação social para saber se existe alguém próximo a ele que possa ter sofrido algum assédio o abuso sexual.

A mãe das crianças está desaparecida e é procurada pela polícia para prestar esclarecimentos.

“Nós acabamos de ouvir o suspeito e também já ouvimos uma das menores. Ainda iremos solicitar a oitiva especial da menor mais jovem. E até o fim da semana também ouviremos a mãe das crianças, que ainda não temos informações de onde ela esteja”, disse Yvna.

As crianças relatadas na conversa do WhatsApp também serão submetidas a exames para averiguar se aconteceu algum violência sexual contra elas.

O caso

Uma adolescente de 14 anos divulgou, através do whatsapp, uma conversa entre sua mãe e o amante — um policial militar — em que o homem pede para fazer sexo com a jovem e sua irmã, uma criança de apenas 6 anos de idade, como ‘prova de amor’.

A menina flagrou o bate-papo no celular da mãe e, temendo ser estuprada, gravou um printscreen e repassou o arquivo para uma terceira pessoa não identificada. Em seguida, a conversa viralizou rapidamente na internet. O nome do PM e da mulher envolvidos no caso não foram divulgados para que a investigação não seja prejudicada.

No diálogo, o policial tenta convencer a mãe a dopar suas duas filhas (6 e 14 anos) para ter relação sexual com as menores. Ele se compromete ainda a levar o medicamento necessário para fazer as meninas dormirem e afirma que a concessão da mãe no ato seria uma prova que ela realmente o ama. O homem também teria confessado que fazer sexo com ela e as filhas ao mesmo é um “sonho” e “obsessão” que ele nutre há algum tempo.

“Hoje à noite você terá a chance de me dar a maior prova de amor do mundo, que é sua própria filha”, diz a mensagem. “Ela é virgem, ela que tem que escolher com quem vai perder a virgindade, não eu”, argumenta a mulher. “Se você deixasse, dava para fazer tudo e ela nem acordaria. Ninguém nunca saberia, só eu e você. Realiza esse sonho meu, eu ia acabar de vez com essa obsessão”, rebate o PM.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Felipe Postado em 01/Oct/2015 às 11:16

    Quer apostar quanto que essa menina vai aparecer morta por auto de resistência? Esse país ta demais...

    • Gilmar Postado em 01/Oct/2015 às 11:27

      A SS petista

      • Natalia Postado em 01/Oct/2015 às 12:00

        Gilmar, não fala merda, sério

      • ROSA Postado em 02/Oct/2015 às 22:53

        o Bábaro vai falar que é culpa da DILMA?DEPOIS SAI ALEGANDO QUE É RETARDADO

      • Henrique Postado em 05/Oct/2015 às 19:32

        vc como cocô? só pode ser para falar merda assim. enquanto fica esse clima de torcida, os filhas da puta acham graça da sua cara.

  2. José Ferreira Postado em 01/Oct/2015 às 11:36

    Duas vezes a mesma notícia?

    • Bruno Postado em 01/Oct/2015 às 12:06

      Sério que um pedófilo é descoberto e você fala em doutrinação só porque o cara é PM? Está realmente defendendo bandido?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 14:09

      Duas vezes é pouco. Podia ser umas 700x. Mas não, não é a mesma noticia. Esta é uma evolução cronológica da notícia anterior. Digamos, um "segundo capítulo". Leia, historiador. Não é de seu feitio, mas leia.

      • José Ferreira Postado em 01/Oct/2015 às 15:29

        Eu li sim...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 16:37

        Com atenção? Porque cronologicamente são noticias diferentes. Há fatos novos bem relevantes, historiador. Uma leitura minimamente atenta deixaria isso claro.

      • José Ferreira Postado em 01/Oct/2015 às 17:22

        Eu confirmo que li. A reportagem anterior poderia ter sido atualizada, ao invés de se fazer uma nova reportagem sobre o caso. Os outros portais fazem isso e avisam que foram atualizados.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 17:36

        Atualizar é uma coisa. Uma notinha de 2 linhas com alguma curiosidade ou algum desdobramento pequeno de pouca relevância. Já fatos novos e extremamente relevantes, cronologicamente posteriores a matéria original, e contidos em 30 linhas (!), em geral requerem outra matéria e um pequeno revival da matéria anterior - que já era extensa, que já tinha fatos dificeis de digerir, que já tinha comentários pra caramba, que já estava desgastada/defasada - , ou link para ela. Isso é be-a-bá e eu não vou te ensinar. Mas se tu quer brigar com o be-a-bá e quer pautar o site, aí já é outra conversa...veja se os caras aceitam tuas idéias aí, tenho certeza que alguem vai te responder se você perguntar.

  3. Tammy Postado em 01/Oct/2015 às 12:46

    Por mim, falaria-se 300 vezes desses casos absurdos até que as pessoas se dessem conta da gravidade da atitude deste homem. Enquanto não chocar, tacá-lhe realidade na cara dessa sociedade!

    • José Ferreira Postado em 01/Oct/2015 às 13:35

      O problema é foram publicadas duas notícias idênticas relacionadas ao mesmo caso. Não vi essa repetição no caso do assessor da Maria do Rosário.

    • Tammy Postado em 01/Oct/2015 às 15:16

      Não falemos então sobre esses terríveis fatos que se repetem dia após dia, Naro Solbo (Bolsonaro). Vamos tapar o sol com nossas peneiras. Porque o grande problema aqui é a repetição da notícia e não A notícia em si. Quem sabe se pararmos de dar ênfase à criminalidade as coisas se resolvem. Mas numa coisa eu tenho que te dar razão. Se uma coisa dessa não choca da primeira vez, é pq está banalizada mesmo. Uma grande pena.

  4. Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 14:47

    Olha... O camarada sugere um estupro, pede para a mulher dopar suas filhas, insiste, declara sua perversão, diz que os remédios foram comprados e quando o caso se torna público para escândalo geral da nação a justificativa apresentada por ele e pelo advogado é ...tudo não passou de uma “estratégia para acabar o namoro”! Ele tem que aprender com aqueles que juram a presidente de morte. Quando o caldo desanda, apelam logo para a psicose: “Ain, sabe como é? Sou maluco! Me perdoa! Não me prenda!”. E PASMEM: o fulano é casado!!! O que será que passa na cabeça da mulher de um estuprador pedófilo? E como um advogado aguenta defender uma pessoa dessas?

    • Fran Oliveira Postado em 01/Oct/2015 às 20:57

      Isso mesmo Trajano, vc disse tudo...

    • RFFSA Postado em 02/Oct/2015 às 10:09

      Para acabar com o relacionamento ele poderia ter bloqueado ela (que não o deixava em paz), poderia ter sumido, poderia dizer que estava tudo encerrado, poderia ter tratado ela com descaso, poderia arrumado outra, poderia ter falado que estava arrependido de trair a esposa, poderia ter dito que se descobrira gay, poderia ter usado a desculpa que estava trabalhando demais, poderia ter falado que estava brocha, mas ele preferiu fazer isso.

  5. Miguel Postado em 01/Oct/2015 às 14:59

    Essa explicação não cola, pois ele já havia comprado os remédios e avisou que iria passar para entregá-los à amante. E ainda disse que iria chegar por volta da meia noite para consumar os atos.

    • Sandra Márcia Postado em 02/Oct/2015 às 13:10

      Pois é Miguel, também sou da mesma opinião. Já estava tudo programado por ele, nesse caso, se fosse uma armação para terminar o relacionamento, por que comprou os remédios?

  6. Tammy Postado em 01/Oct/2015 às 15:09

    Para mim não é problema. Não vou ficar me atendo a quantidade de vezes que uma notícia é publicada para dar importância ou não ao fato. Sim, esse veículo de comunicação é de esquerda. Eu já havia percebido há um tempo, você não? Mas eu não tô preocupada com isso. Eu tô preocupada com o fato em si. E, infelizmente, precisamos ter os dois lados da história porque como toda a nossa mídia é comprometida com sua ideologia, ficaríamos seriamente prejudicados com a parcialidade de todos os veículos. Por isso que eu tenho um olho aqui, outro na Época. VEJA, posta a mesma notícia a semana inteira as vezes. Não sejamos ingênuos. Não tem imparcialidade aqui e nem jornalismo algum.

  7. Luiz Costa Postado em 01/Oct/2015 às 18:07

    Pra quem escreve 'eu nunca ia MIM perdoar' não é de se esperar inteligência.

  8. Márcio Postado em 01/Oct/2015 às 22:35

    Trajano todo mundo tem direito à defesa. Seja através de um ADV particular ou um defensor público.

  9. Jota Postado em 02/Oct/2015 às 08:53

    Existe a possibilidade desta anta estar dizendo a verdade. É pequena, mas existe. Os fatos devem ser apurados com cautela, pois entre um idiota mentiroso e ou estuprador pedofilo existem certas diferenças...

  10. Ulisses Barbosa Postado em 02/Oct/2015 às 15:54

    Perfeita colocação Jota. Apesar de não acreditar na justificativa, ainda cabe a presunção da inocência.

  11. Lucas Postado em 07/Jul/2016 às 09:29

    Só pode ser psdebista canalha de direita um verme desses. Ja que quem gosta de estupro sao os de direita como bolsonaro.