Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 01/Oct/2015 às 12:05
61
Comentários

Menina praticante de Candomblé é agredida por intolerância religiosa

Menina de 14 anos é chamada de 'macumbeira' e agredida fisicamente na escola um dia depois de postar foto ao lado da mãe e de uma amiga em centro de Candomblé. Desde o episódio, a adolescente não quer voltar à escola, assim como o irmão dela, de 11 anos

Agnes Candomblé Curitiba
Agnes, seguidora do Candomblé, afirma que não quer voltar para a escola por ‘vergonha’ (Reprodução/Facebook)

Uma jovem de 14 anos praticante de Candomblé não quer mais voltar para a escola desde que foi agredida por colegas de classe no dia 31 de agosto, em Curitiba, no Colégio Estadual Alfredo Parodi.

Agnes teria sido vítima de intolerância religiosa, afirmam testemunhas. A motivação para a agressão foi uma foto, postada no dia anterior em uma rede social, em que a menina aparece ao lado da mãe e de uma amiga, as três do Candomblé. As informações são do jornal Extra.

Agnes ainda tentou explicar como a religião funcionava, mas foi interrompida por uma estudante que a chutou, fazendo com que Agnes batesse a cabeça na parede. Enquanto isso, os outros estudantes teriam gritado: “chuta que é macumba”.

“A gente ia levar uma amiga no aeroporto e tirou uma foto com ela lá. A Agnes foi marcada na foto e viram no Facebook dela. No dia seguinte, na primeira aula, uma menina disse que não queria ficar perto da Agnes porque ela era da macumba. A Agnes começou a explicar o que era, mas depois falaram que iam chutá-la, porque ela é da macumba. A menina foi e chutou a Agnes, que caiu com a cabeça na parede”, afirmou Dega Maria, mãe de Agnes.

agnes candomblé

Dega só soube da agressão por intolerância religiosa quando foi buscá-la na escola. “Tia, a Agnes está machucada lá dentro”, disse um estudante. “Entrei para dentro da escola e vi a minha filha com o rosto machucado, sangrando, um galo enorme da testa. E ela me falou: “Essa menina me chamou de macumbeira. Disse que a senhora não presta, que a senhora é uma doença”, conta a mãe da menina agredida, que reclama que até o momento não recebeu nenhum tipo de retorno da escola, a não ser a orientação para procurar um psicólogo.

Intolerância

De acordo com Dega Maria, não é a primeira vez que ela e a filha são vítimas de intolerância religiosa.

“É comum isso. Uma vez fomos a uma padaria comprar alguma coisa e fomos perseguidos, eu e meus três filhos, por um carro com rapazes de camisa de “exército de Jesus”. Dessa vez agora eu preferia que tivesse acontecido comigo, seria diferente. A Agnes está sofrendo muito, está muito magrinha, com o rosto machucado, com vergonha, sem vontade de voltar ao colégio”, afirma.

VEJA TAMBÉM: Menina iniciada no Candomblé é apedrejada na cabeça por evangélicos

A Casa de Oxumarê, uma das maiores de Candomblé do Brasil, divulgou uma nota de repúdio ao episódio.

“Casos como esse devem ser rechaçados com o máximo vigor! Assim, a Casa de Oxumarê, na sua histórica e incansável luta contra a intolerância religiosa, se solidariza com o sofrimento experimentado pela menina Agnes e, sobretudo, repudia veementemente tais atos de intolerância religiosa”, diz parte da nota. Leia a íntegra abaixo:

Candomblé Agnes menina agredida

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 01/Oct/2015 às 12:11

    aguardo o pereira com seu discurso de "caso isolado" e apenas "1%" das pessoas tem essa intolerância...

    • Leonardo Postado em 01/Oct/2015 às 12:21

      Votação no plenário: "Os que desaprovam, manifestem-se, e os que aprovam permaneçam como estão".

      • José Ferreira Postado em 01/Oct/2015 às 13:37

        Aguardo boa parte dos leitores e comentaristas desse sítio usarem esse caso para atacar os evangélicos.

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 14:30

        Aguardo a volta de Jesus Cristo. Ele tem muito a esclarecer. Tem muita coisa mal explicada aí.

    • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:16

      E é mesmo ! 99% das pessoas no mundo são boas. Sejam africanistas, cristãos ou homossexuais. A única exceção que eu conheço são os muçulmanos, em que cerca de 70% são extremistas, não é atoa que eles estão liquidando com a cultura religiosa na África.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:18

        O problema poliana é que 1% que tem algum poder, consegue tocar terror e dar ordens nos outros 99%. Vide favelas, onde 1% de bandidos conseguem aterrorizar todo o mundo de bem.

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 14:27

        Por isso que eu gosto do Pereira! Não tem mixaria na hora de inventar números. Mas, Pereira, meu querido, você não é judeu? Menino, vamos ser mais tolerantes com os muçulmanos, faz favor? É um número de adeptos que cresce no país e assim você acaba atacando uma população religiosa inteira!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 14:32

        Da série: "estatísticas tiradas do cu-tuvelo".

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:44

        Isso mesmo...quando os muçulmanos forem maioria eu quero ver estado laico, casamento gay, liberdade religiosa e mulheres com decotes em empresas. Faz me rir !

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:45

        Na suiça eles já querem até a mudar a bandeira do país.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:47

        Casamento gay , estado laico , liberdade religiosa e mulheres com decotes só acontece onde tem cristianismo meu filho !

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 14:52

        Só acontece onde existe DEMOCRACIA!

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:54

        Talvez seja do mesmo lugar que a Super desinteressante tira os dados dela para perseguir e agredir evangélicos.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:55

        Os muçulmanos entendem muito de democracia ! hahahahahahaha Eu me divirto ! O irã , A Saudita ... Barhein, Iemen , Síria ...palestina ...são muito democráticos por lá .... hahahahahahahha

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:56

        sim claro... no Irã temos eleições portanto isso basta para ser democracia. hahahahahahha é uma piada atrás da outra !

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 14:57

        meu deus...pereira on fire...

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:00

        Por exemplo a Jordânia estava mandando de volta a pé refugidos sírios que pediam ajuda. ISSO QUE É DEMOCRACIA E HUMANIDADE ! Uauuuuuu !

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:01

        A verdade dói ! e é isso que me consola pela perseguição que eu sofro por ser cristão.

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 15:07

        Mas Pereira, você não era judeu, caralho? Virou cristão novo do nada? E vou perguntar, ainda que sabia que vem bomba por aí: qual sofrimento você passa no Brasil por ser cristão???

      • paulo Postado em 01/Oct/2015 às 15:09

        Antes de vc julgar os muçulmanos e sua religião. Pesquise e saiba o que criou estes extremistas de hoje. São os mesmo que passaram a pernas na suas riquezas de ontem diamante, ouro, PETROLEO guerras feitas so pra levarem estas riquezas. Quem não se revoltaria. A história explica.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:10

        Eu tenho antepassados judaicos.... Judeu e cristãos são irmãos. Judeu é o povo escolhido, filhos legítimos...cristãos são como se fossem filhos adotados.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 15:11

        pô galera....mancada de vocês....vamos pegar leve, por favor....to pedindo sério...manerem na cristofobia aí...cristofobia é crueldade demais....não façam isso com o pereira, por favor...o coitado é vítima constante de cristofobia e sofre horrores inimagináveis por conta disso....conto com a cooperação de todos.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:12

        Esse bla bla bla de ocidente roubando oriente... eu tenho preguiça de comentar. Porque é uma coisa tão distorcida e surreal que nem vale a pena. Aconselho a ler versos do corão e verás de onde vem os extremistas.

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 15:14

        “Judeu é o povo escolhido, filhos legítimos...cristãos são como se fossem filhos adotados”. AAHUAHAUHAHAAHUAHAHAHAHAHAUAHUAHAUHAUA!!!!! Rindo alto aqui!!! Que pérola!!! AHUAHAUHAUAHUAHAUAHAUHAUAHUA!!!! SENSACIONAL!!!! Zerou tudo agora!!!

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:16

        Eduardo ribeiro..nem se preocupe comigo..eu não me vitimizo e nem peço cotas para cristãos perseguidos, a exemplo de como os judeus fazem.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:21

        Trajano...se levar para o lado espiritual, como o fez, eu te respondo pelo campo espiritual... como aqui o campo é político.... falo na maioria das vezes pelo lado político... você que levou para o lado espiritual...perguntando pelos meus antepassados.

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 15:25

        Pereira, você sabe quem foi o engraçadinho que colou aquela porra lá em Niterói, não sabe? Fala a verdade, vai.

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:25

        Sabe, meu lado sarcástico torce de certa forma para os muçulmanos dominarem a América do sul. Eu queria ver esses bolivarianos sendo obrigados a se converter para o islã e virar a bunda para Meca...e negar toda a doutrina ateísta do socialismo. Seria demais !

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:52

        "qual sofrimento você passa no Brasil por ser cristão???" Esse ! o fato de coisas isoladas acontecerem e culpabilizarem toda a imensa maioria cristã do Brasil.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 16:32

        po pereira....me preocupo sim, como não? imagino os horrores inimagináveis que você sofre diariamente por ser cristão, ESPECIFICAMENTE por ser cristão...todas as oportunidades perdidas, empregos negados, relacionamentos rompidos....as pessoas apontando o dedo na rua pra voce, "olha lá o cristão"...você no õnibus lotado sentado e ninguem querendo sentar do teu lado porque você é cristão...cartórios fechando portas na sua cara e da tua noiva te negando o direito de se casar porque são cristãos...imagino até que haja setores políticos se organizando pra te negar direitos, vetando as pautas progressistas cristãs..."olha lá o cristão querendo mais direitos que os outros"...sem falar nas ameaças de morte, nos espancamentos, apedrejamentos, ter que lutar todo dia contra isso é dureza...eu te entendo, é duro ser um homem branco, cristão, heterossexual...estes são dias desleais para um "homem bom"...

  2. Alfredo Batista Postado em 01/Oct/2015 às 12:48

    Em breve deixaremos de ser um estado Laico, a bíblia vai ser nossa constituição com Cunha presidente , Feliciano Presidente da câmara e Malafaia do Senado..... aí eu vou aceitar a sugestão dos coxinhas e vou pra Cuba!

    • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 14:43

      se é por falta de adeus, Adeus!!!!

      • Alfredo Batista Postado em 01/Oct/2015 às 16:06

        Não é por falta de Adeus, ainda tenho esperança que a população vai correr com esta canalha da política do Brasil.

    • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 15:08

      Aí tu sai de uma suposta ditadura teocrática e vai para uma ditadura comunista real. Bela torca.

      • Alfredo Batista Postado em 01/Oct/2015 às 16:07

        Entre a comunista e a teocrática, fico com a comunista disparado!

  3. Tereza Postado em 01/Oct/2015 às 12:59

    Esses agressores seguem um deus intolerante,preconceituoso e cruel,peço ao meu DEUS que é de amor,perdão e acolhimento ,que nos proteja do deus que eles adoram e serve !

  4. Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:03

    Intolerância religiosa ??? Dos evangélicos é claro !!!!(ironia). Que intolerância religiosa que nada... Isso aí é um bando de bandido que não tem religião nenhuma e agrediram a menina por puro banditismo. MAS QUANDO ESSE PESSOAL ESQUERDISTA VAI ACORDAR PARA A VIDA ????

    • poliana Postado em 01/Oct/2015 às 14:46

      De acordo com Dega Maria, não é a primeira vez que ela e a filha são vítimas de intolerância religiosa. “É comum isso. Uma vez fomos a uma padaria comprar alguma coisa e fomos perseguidos, eu e meus três filhos, por um carro com rapazes de camisa de “EXÉRCITO DE JESUS"”.......................................PRECISO FALAR MAIS ALGUMA COISA????

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:51

        Sempre tem que achar um "fato" seja verdade ou não que ponha a culpa nos evangélicos. SEMPRE !

      • Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:51

        Quando a picaretagem da esquerda vai acabar ?

      • Trajano Postado em 01/Oct/2015 às 15:10

        Aí a gente vai ter que dar o braço a torcer, afinal, de picaretagem o Pereira entende melhor do que ninguém. Mas só uma coisa: ESQUERDA??? Virou assunto político?? Eita, picaretagem...

  5. Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:06

    Esses bandidinhos adolescentes que a esquerda defende fazem isso. Eles agridem qualquer um...seja evangélico, africanista, homossexual ou qualquer coisa. Agridem porque são bandidos e merecem CANA ! Esse caso não tem nada haver com intolerância religiosa, tem haver com banditismo puro e simples.

  6. Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:09

    Eles tem que achar alguma coisa que possa ser usada contra os evangélicos...seja as pessoas evangélicas ou não que cometem o crime em si.

  7. Pereira Postado em 01/Oct/2015 às 14:10

    O caso la do RJ da pedrada...ficou comprovado que os agressores nada tinham haver com igrejas evangélicas. A mãe da menina frequentava a Igreja do Malafaia. Quando é que a picaretagem da esquerda vai acabar ?

  8. Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 14:31

    É muito amor religioso, pai....é muita tolerância, muita capacidade de conviver com o diferente...é um amor que transcende todas as barreiras, até as barreiras da ética e da humanidade....é tanto amor que a marca da sapatada que a guria levou parece até um beijo carinhoso com batom vermelho...será que são evangélicos esses carinhosos coleguinhas? Filhos de evangélicos, talvez?

    • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 14:45

      Seria o sujo falando do mau lavado, talvez?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 14:55

      Não sei, cara....eu não encho de sapatadas, pedradas, pauladas, tijoladas, e seguidas vezes, semana após semana, repetidamente, quem é da religião A ou B ou C...então, não sei te responder...

      • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 15:17

        "será que são evangélicos esses carinhosos coleguinhas? Filhos de evangélicos, talvez?"

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 16:35

        É uma pergunta, ora...por outro lado, eu não espanquei nenhum religioso, não dei marteladas na cabeça de nenhum religioso, não matei nenhum religioso, não apedrejei nenhum religioso, não invadi com um grupo de amiguinhos nenhum solo religioso, nenhum templo religioso fechado com seguidores dentro e toquei o terror contra eles....eu não fiz nada disso...intolerância religiosa não é comigo...

      • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 16:46

        A intolerância e o preconceito não estão só nestas atitudes não, estão nas palavras também.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 16:55

        estão não, menino....você não sabe o que é intolerância...apedrejar uma criança especificamente porque ela é seguidora do candomblé, surrar, chutar a cabeça de uma criança especificamente porque ela é do candomblé, organizar um tal de "exército de jesus" e perseguir familias até em padarias na fila do pão especificamente porque são seguidores do candomblé, ou invadir espaços/momentos religiosos com fiéis ali dentro e atrapalhar a liberdade de culto deles...tem que ser um completo mentecapto deficiente em cognição e em carater - mais em carater - para colocar essas atitudes nefastas no mesmo saco das perguntas que fiz, com razão porque há um histórico fabuloso, e que ainda não tive resposta...intolerância religiosa não é comigo...não espanco até a morte religiosos de nenhuma natureza...

      • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 17:04

        Mas então, é preconceituoso, sua "perguntinha" sem maldade ja disse tudo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 17:12

        existe algum outro grupo que ataca SISTEMATICAMENTE seguidores do candomblé? que ataca fisicamente, com pedradas, com pauladas, com sapatadas no olho, com invasão de terreiros, com "exército de sei lá quem"...? existe outro grupo que faz isso com tanta frequencia, sempre motivado por ódio, preconceito e intolerancia? mesmo que exista, perguntar se são evangélicos por trás desse ato canalha de agora é obrigação moral de quem tem 2 neuronios funcionando razoavelmente bem...

      • felipe Postado em 01/Oct/2015 às 17:41

        Como eu disse, para mim isso se chama preconceito, vc pode até tentar disfarçar e até alegar crianças de 14, 15 anos formam um grupo evangélico de ataque aos praticantes do candomblé o que seria ridículo, ou mesmo pegar a frequência com que se noticia esse tipo de agressão, aqui no site ví 3 ou 4 casos este ano do que vc chama de "grupo que faz isso com tanta frequência", isso é sim preconceito por julgar uma grande parte da sociedade que é evangélica que não tem esse tipo de atitude desprezível.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 01/Oct/2015 às 17:45

        é pós-conceito.

  9. Fabricio Postado em 01/Oct/2015 às 18:24

    Mais uma vítima da BURRICE RELIGIOSA. não é a primeira e, infelizmente, não será a última.

  10. Thiago Postado em 02/Oct/2015 às 07:11

    Somos a religião que mais cresce no mundo, estamos cada vez mais atuantes na França, Inglaterra, e outros países da europa. E quando as grandes potencias forem do islã os países de 3 vem no embalo.

  11. Sérgio Postado em 02/Oct/2015 às 21:02

    Qualquer ideologia é boa (qualquer imbecilidade serve) para justificar, expressar e esconder o lado bestial de todos nós. O mau é o outro. Só auto-conhecimento e absoluta responsabilidade nos livra disso.

  12. Sérgio Postado em 02/Oct/2015 às 23:15

    Não é que eu não goste de Deus; é o fã-clube dele que eu não suporto. — K. Lindberg

  13. Thiago Teixeira Postado em 03/Oct/2015 às 10:36

    Esse é o Brasil padrão da direita. Todos que não são Brancos, cristão, moradores da capital, tucanos, jovens "produtivos", hetero, racista, elitizado, nível superior, falante de línguas, apreciador de vinhos caros, magro, homem e machista, sofreu ou sofrerá algum tipo de discriminação nesse país governado por uma esquerda acovardada, desunida, burguesa e medíocre. Atos de intolerância e discriminação deem ser respondido com violência imediata.

  14. Franco Pontes Postado em 04/Sep/2016 às 08:18

    Quem quiser justificar qualquer tipo de intolerância é um doente. O fato é que, sim, existem evangélicos que agridem fisicamente e verbalmente quem não segue o "cristianismo" deles, existem muçulmanos que levam a cabo a islamização, judeus que se acham os tops intocáveis do mundo, ateus homicidas de cultura, etc. Mas, no caso de extremismo religioso, deve ser combatido dentro da própria religião. Algo complicado para os evangélicos, pois os líderes mais proeminentes são extremistas.