Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 27/Oct/2015 às 12:44
24
Comentários

Eduardo Suplicy reage às ofensas que sofreu em livraria de São Paulo

Ao citar missa em homenagem ao jornalista Vladimir Herzog, assassinado pela ditadura militar, Eduardo Suplicy disse que os manifestantes que o agrediram [vídeo] agem com a mesma intolerância do período ditatorial. Confira a nota divulgada pelo ex-senador após as ofensas que sofreu

eduardo suplicy hostilizado

Ex-senador e atual secretário de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT-SP) reagiu às ofensas públicas que sofreu no último sábado (vídeo abaixo), em uma livraria da capital paulista.

Ao citar missa de homenagem ao jornalista Vladimir Herzog, assassinado pela ditadura militar há 40 anos, Suplicy estabeleceu um paralelo entre as pessoas que o agrediram verbalmente e o período ditatorial. Segundo ele, os que o hostilizaram por sua filiação partidária agem com “intolerância” e negam o “debate democrático”.

A mensagem repercutindo o assunto foi postada na página pessoal do ex-senador no Facebook nesse domingo (27), um dia depois de ele ser chamado de “vergonha nacional” pelos manifestantes. As ofensas ocorreram durante sabatina promovida pela rádio CBN do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), também alvo de xingamentos.

VEJA TAMBÉM: PMs não reconhecem Eduardo Suplicy e batem boca com ex-senador

“Aos que gritaram com ódio contra mim e o prefeito Fernando Haddad na Livraria Cultura, estejam certos de que continuaremos a lutar pela liberdade de expressão, pela ética, pela transparência, pela busca da verdade, pela retidão no trato com a coisa pública, pela justiça e o aperfeiçoamento da democracia”, escreveu o ex-senador.

Confira a nota de Suplicy:

“Em comovente e lindo ato interreligioso na Catedral da Sé em memória a Vladimir Herzog, as palavras de seu filho Ivo me fizeram pensar naqueles que agem com tanta intolerância e se negam ao debate democrático, como os que assassinaram Vlado. Aos que gritaram com ódio contra mim e o prefeito Fernando Haddad na Livraria Cultura estejam certos de que continuaremos a lutar pela liberdade de expressão, pela ética, pela transparência, pela busca da verdade, pela retidão no trato com a coisa pública, pela justiça e o aperfeiçoamento da democracia. Honraremos a todos os brasileiros que nos confiaram o direito de representar o povo. Minha solidariedade à Clarice e sua família.”

Vídeo:

Gabriela Salcedo, Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Postado em 27/Oct/2015 às 13:13

    Como argumentar com uma senhora que diz "democracia e o cacete" e depois "cubano" . Qual o nivel de argumentacao que se pode ter com uma pessoa assim...?

    • Helena Postado em 27/Oct/2015 às 16:12

      Nem vale a pena argumentar. Uma das coisas que aprendi nestes 50 anos é: não se deve dar pérolas aos porcos.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 28/Oct/2015 às 11:06

      Um ser humano dialogando com um pitbull raivoso faminto dá mais comunicação e conversa do que isso aí do vídeo. Olha as palavras dela direcionadas ao Suplicy...AO SUPLICY!!! """" voces acabaram com o país...democracia o cacete...(voz falhando demonstrando desespero)...vocês são bandidos...(respira)...cubanos...(respiração ofegante)...cubanos...(sufocada)...CUBANOS! CU-BA-NOOOS!!! """". Isso é uma psicopata. Irresponsabilidade da familia dela - se é que tem uma - deixar isso aí andando na rua sozinha e sem focinheira. Ouve o tom de voz dessa doente....a face se contorcendo, expressão de besta-fera...isso aí devia estar internada, sedada, afastada do convivio social. Perigo real para as pessoas de bem.

    • Rodrigo Postado em 05/Nov/2015 às 16:43

      (Outro Rodrigo) E logo com o Suplicy... Alguém já o viu envolvido em alguma denúncia, qualquer que seja? Posso discordar de determinados posicionamentos dele, mas o respeito.

  2. Leonardo Postado em 27/Oct/2015 às 14:16

    A massa ensandecida da Berlim dos anos 1930 também comportava-se assim.

  3. Jeferson Santos Postado em 27/Oct/2015 às 14:49

    Até que enfim alguém do PT se posicionou duramente contra essa onda nazifascista promovida pelos coxetes catupirados desde que a direita hidrófoba tomou pra si as manifestações de rua de 2013. O governo desde então como ratazana acuada com a desculpa da governabilidade, tendo um Congresso a cada dia mais pérfido em seu conservadorismo pseudomoralista, que somente atrasa o país. É isso aí, Suplicy. Chega de silêncio cúmplice. Com nazifascista, não se negocia. Clap, clap, clap. De pé. Clap, clap, clap.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Oct/2015 às 15:01

    Mais uma vergonha proporcionada pelo povo paulista. Esses zumbis não cansam de passar vergonha. São a cara da direita brasileira, e são um retrato perfeito do paulistano padrão. De cada 100 paulistanos adultos, afirmo sem medo de errar que uns 90 são assim e agiriam assim. Não sei nem como conseguiram se manter em pé, pois a simples menção do nome "Haddad" ativa uma parte obscura do sistema nervoso deles, faz eles perderem o controle dos movimentos do corpo, urrar palavras sem concatenação nenhuma, e abandonar o resquicio de dignidade que possuem. Eu só acho estranho a livraria não fazer N-A-D-A pra impedir isso aí. Deve ser porque compactua com fascismo também. A livraria consegue o prodígio de ser tão ou mais errada do que esses debilóides desocupados.

    • Thiago Teixeira Postado em 27/Oct/2015 às 23:22

      Eu também achei estranho a livraria ser conivente com isso tudo. Tá na cara que o patrão daquele lixo cultural apoia o golpe. Sem contar que o Moro foi recebido com tietagem, hino nacional e coro "Fora PT" ...

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Oct/2015 às 15:13

    Detalhe: foi mais um show concedido por papai Haddad. O plano original era um "assassinato do prefeito", uma vez que Paiddad estava diante de um pelotão de fuzilamento midiático. No entanto, foram duas horas de um lindo massacre. "Jornalistas" expondo todo seu ódio, toda sua desinformação, sua incapacidade, sua irracionalidade, se esforçando pra constranger o prefeito, chegando até a interromper (convenientemente) as respostas esclarecedoras que o prefeito se dignificou a fornecer. Enquanto os jornalistas babavam e sangravam pela gengiva, e enquanto a platéia, majoritariamente de coxinhas fascistóides, vaiava e gritava "vai pra cuba", Haddad passeava calmamente, dando respostas claras, objetivas, contundentes, duras quando necessário...enfim....depois da Jovem Pan, foi a vez da CBN cair de 4, pateticamente, com o nariz no chão, diante da grandeza do prefeito que temos hoje. E depois de Marco Antonio Villa, essas duas coitadas chamadas Fabiola Cidral e Renata Lo Prete levaram tanto chute na boca que mal conseguiam falar ao fim da "sabatina". As duas "jornalistas" nas cordas sendo surradas pelo prefeito serão, ambas, o símbolo desse novo massacre haddadiano, a exemplo de seu par da Jovem "Ku Klux" Pan.

  6. Denisbaldo Postado em 27/Oct/2015 às 15:15

    Em um outro vídeo essa senhora agrediu fisicamente, com um belo de um tapa no pescoço, um garoto que aparece neste vídeo acima, acusando-o de tê-la empurrado, sendo claro que nada havia ocorrido. O garoto começou a argumentar justificando que nada havia feito quando outro troglodita começou a ameaçá-lo ordenando que ele não encostasse nela. Já existe um movimento na internet de boicote à livraria Cultura que até agora não se pronunciou sobre o ocorrido, deixando que uma manifestação violenta ocorresse em seu estabelecimento. Todos sabemos que a esquerda é muito mais culta e estudada do que essa raça cabeça de frango, consome então seus produtos e assim deveríamos todos nos unir e fortalecer este movimento para que essa companhia FASCISTA sofra na carne as consequências de sua abstenção vergonhosa.

  7. Fernando Rezende Postado em 27/Oct/2015 às 15:57

    Isso é fascismo. É a camada podre e ultra-reacionária da classe média que é mobilizada por medo de perder privilégios. Não tem argumento nem conversa com esse tipo de gente. O fascismo se vence nas ruas, em manifestações de massa para afugentar essa corja para seus refúgios. Cadê as mobilizações da CUT, MST, MTST e outros movimentos sociais do Brasil? Acordem ou a onda vai crescer demais...

  8. Trajano Postado em 27/Oct/2015 às 16:39

    Pelo menos os agressores foram sinceros, já que em alto e bom som esclareceram do que, afinal, se tratam as manifestações de ódio de certos segmentos sociais em seu “democracia é o cacete”. Depois daquela senhora que segurava um cartaz “por que não mataram todos em 1964” durante festival de despautérios em um certo domingo ou dos panfletos “petista bom é petista morto” atirados em velório de político, o ataque gratuito ao Suplicy é um dos atos mais abjetos do ano. Covardes. Pregadores de ódio. “Caceteiros” antidemocráticos.

  9. Andre Andrade Postado em 27/Oct/2015 às 22:31

    Avisa aquela senhora que os indices de educação em Cuba são muito melhores que os do Brasil e que o sistema que ela tanto defende é responsável pelas maiores desigualdades pelas quais o mundo tem passado.

  10. julia Postado em 27/Oct/2015 às 22:51

    Uma educação e fineza que, infelizmente, está em extinção! Força Eduardo Suplicy!! Gosto muito de você e de seus filhos! =D

  11. Thiago Teixeira Postado em 27/Oct/2015 às 23:19

    O Vídeo não mostra toda a baderna, esta senhora dá um tapão num rapaz que acompanhava o Senador, e depois diz ao jovem: "Não toque a mão em mim!". A cara da elite branca reacionária coxinha: bater, humilhar e desrespeitar políticos da esquerda pode e deve, agora os mesmos não podem se reagir.

    • Moacir Postado em 28/Oct/2015 às 10:39

      Reacionária mas tão parda quanto a maioria de nós e, portanto, também rejeitada pela "elite". Já Eduardo Suplicy, por opção, sempre esteve do lado dos que lutam pela promoção da justiça. Como o prefeito Haddad, merece toda nossa solidariedade.

  12. Caio Moraes Postado em 28/Oct/2015 às 01:54

    Complemento: em alguns vídeos do acontecido aparece a cena de uma senhora (ensandecida) agredindo um jovem que passava ao seu lado sob a premissa de que o mesmo a teria empurrado. Pelo vídeo, é óbvio que a mesma confunde a movimentação de um tumulto com empurrões agressivos. Confusão comum de quem sequer pega um ônibus. https://www.facebook.com/midiaNINJA/videos/560034934154656/

    • Eduardo Ribeiro Postado em 28/Oct/2015 às 10:18

      A grandeza de espírito desse garoto é gigante. Levar um murro absolutamente de graça de uma debilóide desequilibrada psicopata, e sequer levantar a voz contra ela depois disso...e logo já cola um coxinha-master pra mandar um "não encosta nela"...o garoto é sangue frio demais, nem cogitou encostar nesse estrume...e na verdade o revide é exatamente o que esses bandidos desejam...alguem que perca o controle diante da animalidade deles, e desça neles a sarrafada que eles MERECEM e DESEJAM levar. Eu respeito a tranquilidade desse moleque, tranquilidade que eu mesmo não sei se teria.

  13. Antonio Palhares Postado em 28/Oct/2015 às 10:43

    Infelizmente este é o país que se pode tudo,insisto que é proibido proibir.Onde os processos de educação permitem tudo. Este negócio de conscientização é uma falácia.Esta caterva nunca vai aprender. Não respeitam nem a condição de mulher da presisente,esta nossa democracia é um arremêdo. Afirmo com veemencia, isto so se resolve com punição, ou seja cadeia. Ninguem pode ofender a honra de uma pessoa, a sua integridade e a sua condição de idoso protegida por lei. O senador, pela sua conduta e pela pessoa que é, não merecia isto.

  14. Phelipe Postado em 28/Oct/2015 às 19:30

    Só digo uma coisa: não deixem o ódio mudar de lado, pois se isto acontecer não vai sobrar pedra sobre pedra....deixem quem foi eleito, democraticamente, seguir seu mandato e acabem com essa falácia que leva ao golpe....

  15. Juca Postado em 28/Oct/2015 às 20:49

    Lamentável a postura fascista e desinformada de pessoas que deveriam agradecer aos céus pela existência de um brasileiro tão digno quanto o Suplicy. O fato de a Livraria Cultura não ter se manifestado mostra a conivência de setores da elite econômica que se aproveita da ignorância da massa que hoje baba seu ódio em vez de emitir opiniões minimamente fundamentadas.

  16. George Postado em 29/Oct/2015 às 09:28

    Eduardo Suplicy e Haddad são gentlemen. Eu, sinceramente, não tenho a mínima paciência com nazista, fascista, intolerante e congêneres. Me defendo mesmo.

  17. Cezar Postado em 31/Oct/2015 às 14:12

    Claramente estão todos perdendo a noção.

  18. Cezar Postado em 31/Oct/2015 às 14:22

    Vamos tomar pelo menos café antes de se manifestar, pessoal. Vocês estão alienados no "DES": completamente despreparados, desesperados, descontrolados e desmiolados.