Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 22/Oct/2015 às 15:59
6
Comentários

Eduardo Cunha usou esquema de laranjas para abrir contas secretas

Eduardo Cunha fez uso de esquema internacional de laranjas para abrir contas secretas. Controladores da empresa offshore que aparece nos registros da conta do presidente da Câmara também aparecem como dirigentes ou procuradores em outras 400 empresas no Panamá, conhecido paraíso fiscal

Eduardo Cunha contas secretas laranjas
Eduardo Cunha fez uso de esquema internacional de laranjas (Divulgação)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fez uso de um esquema internacional de laranjas para abrir contas na Suíça. É o que informa a reportagem do jornal O Globo.

Os controladores da empresa offshore que aparece nos registros da conta de Cunha no banco Julius Baer também aparecem como dirigentes ou procuradores em outras 400 empresas no Panamá, conhecido paraíso fiscal.

A documentação apresentada pelo Ministério Público suíço ao Brasil aponta o argentino Jorge Haiek Reggiardo e o uruguaio Luis Maria Pittaluga como controladores da offshore Netherton Investment, de Cingapura, empresa usada para abrir uma das contas de Cunha no banco.

A prática é corriqueira entre aqueles que buscam ocultar a real propriedade de ativos no exterior. O esquema funciona da seguinte maneira: abre-se uma offshore, que, por sua vez, pode estar ligada a outras.

Essas empresas têm como laranjas os funcionários de escritórios de advocacia especializados nesse tipo de operação. A conta bancária na Suíça é registrada em nome de uma das offshores, mas apenas o banco conhece seu real beneficiário.

O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, utilizou um esquema semelhante. Cerveró fez uso da offshore Forbal Investment, de Belize, que também tinha Luis Maria Pittaluga como diretor, para abrir sua conta no exterior.

Levantamentos conduzidos pelo jornal indicam que Reggiardo e Pittalunga aparecem como “sócios” em várias companhias no Panamá, e a constituição todas segue o mesmo roteiro: aquelas que têm como sócios os controladores da conta de Cunha na Suíça têm o mesmo capital social de US$ 10 mil, os mesmos presidente, tesoureiro e secretário — que se revezam nos cargos — e o mesmo agente residente no país.

Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. isaac Postado em 22/Oct/2015 às 16:39

    Parabéns a nós PTistas, PSDbistas, PMDbistas, entre outros, que enxergamos partido político como um time de futebol. Parabéns a nós que idolatramos Lulas, Dilmas, Aécios, Serras, Sarneys, Cunhas, ou seja, a todos aqueles que colocam políticos em pedestais, tornando-os maiores do que deveriam ser. Enquanto seguirmos com essa mentalidade nunca veremos o real potencial do nosso país.

    • julia Postado em 22/Oct/2015 às 18:24

      Qual é a sua sugestão para melhorar esse cenário deletério que está vigente aí há, pelo menos, 500 anos?!

  2. Paulo Figueira Postado em 22/Oct/2015 às 18:44

    Não coloque Lula e Dilma no mesmo barco desses marginais, não é justo

    • gustavo0 Postado em 22/Oct/2015 às 20:09

      Não é justo com o barco.

      • Filipe Postado em 23/Oct/2015 às 00:12

        Mais um petralha. É só ver a longa ficha de Lula e Dilma na justiça, os milhões de dólares no exterior etc...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 23/Oct/2015 às 09:31

        A reaçada pira...ler num mesmo comentário "Dilma" e "Lula" é demais pra estrutura corporal debilitada deles....a mão começa a tremer, a boca se abre involuntariamente, a baba escorre....o outro ao invés de silenciar prefere botar no mesmo balaio fedorento esses dois PAIS a alguns dos nomes mais execráveis da história do Brasil...mais um "contra tudo que está aí, sem partido, sem políticos"...só lamento...