Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 07/Oct/2015 às 18:34
20
Comentários

Babá que teve relações com menino de 11 anos diz que “se apaixonou”

Babá que fez sexo com menino de 11 anos diz que “se apaixonou”. Jade Hatt, de 21 anos, escapou da prisão após ser defendida pelo pai do garoto, que defendeu a relação dos dois

babá Jade Hatt 11 anos sexo
Jade Hatt (reprodução)

Uma babá que admitiu ter feito sexo com um menino de 11 anos que estava sob seus cuidados disse que se apaixonou pela criança e que o pai do garoto, que a defendeu das acusações, incentivou que os dois ficassem juntos.

Jade Hatt, de 21 anos, foi denunciada por abuso de menor, mas escapou da detenção após o pai do garoto defendê-la numa corte de Swindon, na Inglaterra. Jade foi condenada a uma pena de seis meses em regime aberto e foi fichada no registro policial de crimes sexuais.

De acordo com o diário britânico Daily Mail, após as audiências, a jovem disse que se apaixonou “rapidamente” pelo garoto, que ela acreditava ser mais velho, e que o pai havia estimulado a relação.

“Eu tenho uma mensagem de texto do pai dele dizendo: ‘Ele realmente gosta de você e quer o seu número”, disse. Jade também contou que o garoto, que disse durante o julgamento que ela havia tirado suas roupas, não falou a verdade. Segundo ela, o menino teria dito que gostava dela e afirmou: “Ninguém vai ficar sabendo sobre nós, eu sei que você sente o mesmo.”

A babá também reafirmou que o menino também mentiu ser mais velho e que ela acreditou que ele teria 16 ou 17 anos por ser alto e se comportar como adulto. O advogado de defesa de Jade disse que a relação sexual entre os dois durou 45 segundos. Ele também leu uma carta do pai do menino, dizendo que ele “era preparado para a experiência” e que a babá “não o havia afetado de jeito nenhum”.

Jade também negou que tenha tido uma relação anterior com o pai do garoto e afirmou que, após ter feito sexo, foi ao banheiro chorar arrependida e foi amparada pelo adolescente. “Ele disse que não estava gostando, mas estava. Ele adora mulheres mais velhas e só pensa em sexo.”

A inglesa, que atualmente está desempregada e vivendo com a família, disse ter aprendido com os próprios erros. Desde o incidente, a jovem perdeu o namorado e disse ter recebido centenas de mensagens de ódios, muitas a chamando de “pedófila”.

Marie Claire

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. João Paulo Postado em 07/Oct/2015 às 18:49

    Quanto papo furado e a pena foi bem leve. E esse pai é cúmplice e deveria ser responsabilizado até com maior severidade. Aqui no Brasil isso tem nome: estupro.

    • Rogerio Postado em 07/Oct/2015 às 19:09

      Se vc fosse menor e tivesse sido molestado, nunca acharia ruim.

      • marc Postado em 08/Oct/2015 às 02:20

        depende, imagine vc ter q fazer sexo com alguém q vc não queira ? o q um menor quer nem sempre é realmente o melhor pra ele, sexo é coisa pra adultos.

      • pedro soledad Postado em 08/Oct/2015 às 16:53

        aos dez anos eu queria tanto transar com a minha babá, mas ela nunca me deu bola.

  2. Trajano Postado em 07/Oct/2015 às 20:36

    Pedofilia é crime, mas parece que a intensidade do julgamento estranhamente varia de acordo com a raça, a religião, a filiação e, principalmente, com o gênero tanto do estuprador quanto da vítima. Um absurdo. Moral dupla. Imaginem se a notícia retratasse um homem de 21 anos denunciado por fazer sexo com um menino de 11 anos... E cá pra nós: aqui no Brasil não é tão raro homens que se casam com meninas menores de 16 anos, como em regiões do interior ou em comunidades religiosas.

    • marc Postado em 08/Oct/2015 às 02:21

      Isto mesmo, sua analise é perfeita.

    • Rogerio Postado em 08/Oct/2015 às 04:40

      Uma mulher tem como "estuprar" um homem? Poderia forçar fisicamente? Tipo puxar o órgão dele para dentro do órgão dela? O que a babá fez foi simplesmente mostrar algo, oferecer. O menino, a "vitima" viu, aquilo subiu e ele que a estuprou. A vítima é ela. Se alguém se oferece para ser assassinado quem o fizer é a vítima? E pensando por mim, se eu tivesse algo como 8 anos e uma tia de boa aparência querer transar comigo eu topo. Não tem vedjaina disponível assim todo dia. E tem o lance da pressão social. Se eu recuso fico com fama de banana ou viadinho. Se aceito me torno vítima? Se aceito me torno vítima? O sexo é visto pelo homem desde a infância como prêmio. O garoto tirou a sorte grande.

      • Bárbara Postado em 09/Oct/2015 às 04:30

        Você é doente!! Uma criança de 11 anos, seja menino ou menina, não tem discernimento para entender realmente o que é sexo, as consequências físicas e emocionais de transar com alguém nessa idade. Criança é fácil de enganar, vc pode fazê-la acreditar que algo é bom, mas na hora a criança pode achar ruim. Fale para uma garotinha de 10 anos "vem aqui, vem, vamos fazer uma brincadeira, vc vai gostar, vai ser legal..." Vc acha que a garotinha realmente tem noção das consequências disso? E se for menino? A coisa muda de figura? Se for menino é bom, se for menina é ruim? DOENTE!

  3. Marlon Postado em 07/Oct/2015 às 23:18

    Sexo consensual não pode ser considerado crime... Essas leis são absurdas, todo ser humano deve ser livre pra decidir o que faz com seu corpo, independente da idade. Estupro já é outros quinhentos, isso tem que dar cadeia mesmo. Agora sexo consensual, é absurdo ser considerado crime.

    • Daniel Santana Postado em 07/Oct/2015 às 23:42

      Mas quem decidiu foi o pai dele. Garoto dessa idade tanto não tem condições de decidir sozinho, que o pai interviu e decidiu por ele e emitiu carta explicando. Se o garoto podia decidir sozinho, por que o pai teve que falar por ele? Isso prova que ele pode decidir, logo, por isso é proibido é se chama pedofilia.

    • marc Postado em 08/Oct/2015 às 02:23

      sua opinião de "consensual" sobre crianças q mal sabem o q fazem ainda é totalmente absurda.

    • Dyego Postado em 08/Oct/2015 às 19:26

      Que absurdo, a criança já tem sexualidade desde os primeiros anos de vida, já fica sexualmente excitada e sente prazer quando acaricia suas partes intimas, no entanto, obviamente ela não está preparada para ter sexo e nem muito menos decidir se quer ou não fazer isso. O adulto, que sim é ciente, é quem deve proteger a criança. Uma criança de 4 ou 5 anos pode sim permitir que um adulto faça sexo com ela, mas isso seria consensual só pq a criança deixou? Ela nem sabe o que está fazendo, que lógica sem sentido essa sua. Além do mais, duvido que se fosse o caso de uma menina de 11 anos fazendo sexo com um cara de 25 se esse pai (que aparenta ser extremamente machista) ficaria tão de boa assim. Hipocrisia.

      • Bruno Postado em 23/Oct/2015 às 16:05

        Dyego Por isso há diferenças entre homem e mulher. Algumas são benéficas para os homens e outras para as mulheres. Nesse caso, um menino de 11 anos que faz sexo com uma garota de 21 é foda, o contrario é horripilante. Da mesma forma que um homem aposenta-se cinco anos mais tarde que uma mulher. Igualdade nem sempre é justiça.

    • eu daqui Postado em 09/Oct/2015 às 10:14

      Criança não decide o que fazer com seu corpo . Criança é seduzida.

  4. Thiago Teixeira Postado em 08/Oct/2015 às 06:53

    Eu queria ter uma baba dessas quando era moleque ... para me abusar todos os dias!

  5. Rodrigo Postado em 08/Oct/2015 às 07:20

    Pedofilia. E fim de papo.

  6. Aline Postado em 08/Oct/2015 às 16:26

    O filho sofreu abuso e o pai é um doente. Coitado desse menino. A criança depôs claramente contra a babá, o pai agenciou a babá e tanto ela quanto o pai mentiram.

    • Rogerio Postado em 10/Oct/2015 às 23:59

      Coitado do menino. Vai voltar voltar a calejar as mão.

  7. Eduardo Ribeiro Postado em 08/Oct/2015 às 17:11

    Esse manja de marxismo, puta que o pariu....manja demais....suspeito que seja Karl Marx reencarnado e dando a honra de comentar no PP..sou um felizardo de poder ler seus escritos, mestre...

    • Paula Postado em 09/Oct/2015 às 03:49

      Me explica a lógica?