Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 19/Oct/2015 às 16:32
47
Comentários

Aprovado em vestibular de medicina, jovem negro sofre racismo na internet

Em comunidade dedicada a futuros médicos, jovem negro aprovado em vestibular de medicina é atacado com série de comentários racistas após publicar mensagem de incentivo. Diogo Medeiros, que “sonha ter uma clínica para atender pessoas sem condições financeiras”, disse que irá registrar queixa

racismo medicina Diogo Medeiros
Diogo Medeiros e uma das mensagens racistas publicadas (Pragmatismo Político)

O que era para ser uma mensagem de apoio aos vestibulandos que planejam cursar Medicina se transformou em uma chuva de preconceito e racismo de futuros médicos.

O jovem Diogo Medeiros, de 24 anos, publicou no grupo Vestibulando de Medicina, composto por jovens de todo o Brasil, uma foto sua acompanhada de uma mensagem em que desejava sorte aos que vão fazer o Enem na próxima semana.

“Não importa quem você é, apenas tenha a certeza que você pode ser quem deseja. Basta acreditar em seu potencial”, escreveu. Algumas mensagens publicadas em resposta ao post de Diogo estavam carregadas de ódio e racismo.

Eis alguns dos comentários:

“Ué, não sabia que negro podia ser médico, quem se arriscaria em uma consulta?”

“Só porque o cara é feio e da cor de fita isolante ele não pode ser feliz?”

“Se não tivesse cota duvido que conseguiria”

“Temos que acabar com o preconceito entre negros e humanos”.

Ao jornal O Dia, Medeiros afirmou que iria registrar queixa à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática. “Até pouco tempo atrás era mais comum, mas em pleno século 21 ainda existir isso é absurdo. Estou muito constrangido”, afirmou o estudante, que já está morando em Buenos Aires, após uma conquista que parecia apenas um sonho.

O desejo de ser médico veio da infância, quando Medeiros viu a mãe morrer no Sistema Único de Saúde (SUS). “Um dia quero ter uma clínica para atender pessoas sem condições financeiras”, explicou o jovem.

Os moderadores da página apagaram as mensagens racistas, mas um estudante fez um comentário preciso e direto sobre a situação vivida por Medeiros no Facebook, ao tentar simplesmente encorajar outros a seguirem acreditando em seus sonhos. “Como futuros médicos vão atender pacientes sendo racistas?”, questionou.

Para o presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB-RJ, Marcelo Dias, que ofereceu assistência jurídica a Diogo, os ataques demonstram que o racismo no país ainda é muito forte.

“Existe uma parcela da população que não aceita os negros chegarem a espaços em que antes não eram vistos, como as universidades. Quando eles não estavam nesses espaços estava tudo certo, não incomodavam”, diz.

Medicina, mais que um sonho um Ideal.#EuCurtoADecisão #MedUBA2016

Posted by Diogo Medeiros on Terça, 22 de setembro de 2015

informações de O Dia e Brasil Post

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Márcio Postado em 19/Oct/2015 às 16:51

    Vão ter que dividir a sala de aulas, o Posto de Saúde, o Hospital com médico negro SIM.... pode esbravejar, destilar todo o ódio.... mas vão ter que aceitar.... nessas horas eu pergunto: e o discurso da meritocracia??? Cadê?

    • José Ferreira Postado em 19/Oct/2015 às 16:54

      Estou a esperar o Eduardo Ribeiro me invocar e invocar o Pereira.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Oct/2015 às 18:04

        eita....pegou ar...

    • eu daqui Postado em 23/Oct/2015 às 09:42

      Mas vamos continuar podendo escolher nossos médicos: esse é o problema das cotas: pretextar a escolha do profissional pela raça/origem socila/meio de entrada na unversidade. Discriminação no mercado de trabalho é pior do que na universidade.

      • Gustavo Postado em 14/Jan/2016 às 18:15

        Ué, não entendo porque esse seria um problema das cotas.

      • Ana Amelia Postado em 19/Jan/2016 às 13:12

        A nota do vestibular não tem nenhuma influência no desempenho durante a faculdade. Para se entrar em medicina numa universidade pública, com ou sem cotas, há que se te dedicação e conhecimento. Ou seja, se o cara foi aprovado, já tem o suficiente para cursar faculdade. Não há nada que o impeça de ser um bom médico. Daí pra frente, é a dedicação de cada aluno que vai decidir. Qualquer outra visão sobre a questão, é racista. Portanto, meu caro, escolher médicos pela cor só confirmará o seu racismo.

    • josé Carlos Postado em 18/Jan/2016 às 18:13

      Parabéns ao jovem, futuro médico. Foco, objetivos e humildade. Com certeza você vencerá. O excesso de melanina não te incomoda, incomoda aos racistas, então não dê a mínima a eles. O caminho para os racistas é a lei. Entre na justiça. Cobre punição exemplar,cadeia,multa pesada. Os racistas podem destilar o seu ódio, os negros(as) estão nas universidades e vários já estão no mercado.Não é só na Medicina, na Engenharia,no Direito,nas Forças Armadas,no Itamaraty e etc....os negros(as) estão em todos os espaços.Como diria o Zagalo: vocês vão ter que engolir.

  2. Denisbaldo Postado em 19/Oct/2015 às 17:07

    Pereira explica.

  3. poliana Postado em 19/Oct/2015 às 18:13

    Tá vendo, pereira? Mais um caso isolado e mero sensacionalismo da esquerda! N existe racismo no brasil, há apenas casos pontuais.

    • Yara dos Reis Steinfatt Postado em 29/Jul/2016 às 08:45

      Sao sim casos pontuais que acontecem todos os dia, todas as horas, com todos os negros no Brasil.

  4. Julio Postado em 19/Oct/2015 às 19:05

    É crime. Ponto Quem tem acesso ao perfil, denuncie um por um, faz isso uma pá de vez que essa gente de m... começa a ficar quieta

  5. Vicente Postado em 19/Oct/2015 às 19:10

    Parabéns ao Diogo Medeiros! Gente como ele que vai fazer do Brasil um país de primeiro mundo, apesar da ignorância daqueles que o atacaram.

  6. Salomon Postado em 19/Oct/2015 às 19:11

    Pondo de lado o evidente preconceito, essas pessoas não sabem que podem ser indiciadas por crime??? Então, logo se vê que o racismo está fortemente associado à ignorância, à burrice nua e crua. Os tais deveriam ser expulsos da instituição que congregam. Ou se chegarem a concluir o curso, impedidos de registro no CRM. As maiores atrocidades humanas foram cometidas por racistas no poder.

    • eu daqui Postado em 23/Oct/2015 às 09:43

      Então bote no poder um vitmista pra vc ver quão melhor será do que um racista.

  7. julia Postado em 19/Oct/2015 às 19:39

    (Mode ironic on) Racismo, preconceito e ódio...isso existe aqui no Brasil?! Isso só pode ser culpa do PT. Acabando com esse partido, resolveremos tudo, inclusive esse tipo de problema...Oh man....(Mode ironic off)

    • eu daqui Postado em 23/Oct/2015 às 09:44

      Combater racismo ou qualquer forma de justiça com ódio, só gera ódio e não justiça.

  8. Jose Antonio Postado em 19/Oct/2015 às 21:08

    Tinha que ter deixado a identificação dos racistas na foto. Para podermos saber quem são e onde estes ratos se escondem.

  9. Malah Maurício Postado em 19/Oct/2015 às 21:28

    Isso é coisa de petista usando a tática da divisão.

    • poliana Postado em 19/Oct/2015 às 21:57

      sabiaaaaaaaaaaaaa!! tava demorando!!!!! pereira, é vc???????

    • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 10:16

      Mais um menino alfabetizado e doutrinado pelo Olavão...."tática petista da divisão".....como se tivesse sido o PT que tivesse inventado o racismo....como se racismo não fosse algo enraizado culturalmente no Brasil...e vagabundo vem me falar de "tática do PT"....essa geração só me traz desgosto...

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Oct/2015 às 16:40

      Certamente. E os racistas são coisa de coxinhas demotucanos e fascistas como você.

  10. Guilhermo Postado em 19/Oct/2015 às 21:30

    Fico feliz por ele. Mas espero que ele não tenha entrado por cotas. Até porque alguém que tem condições de comprar um iPhone 6 (ou 5s) não precisa de cotas. Não que o preço desse dispositivo seja extremamente caro, mas né?

    • poliana Postado em 19/Oct/2015 às 21:59

      e vc sabe se foi ele q comprou o iphone? sabe se é novo ou de segunda mão? nada disso tira o mérito do menino. a propósito, ele ingressou na uba (universidade de buenos aires). lá tb tem cotas como no brasil? e se sim e ele ingressou através delas, isso retira o mérito do menino pelo fato de ele ter um iphone?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 10:20

      """""Mas espero que ele não tenha entrado por cotas.""""" Pois eu espero que ele tenha entrado por cotas e comprado mês passado o iPhone mais caro do mercado. Pelo imenso prazer de ver o povo espumando de raiva desse "pretinho insolente que não sabe seu lugar e ousou estudar medicina", achando que encontrou uma puta duma contradição aí...."ainnn cotista com iphone....onde já se viu....".

      • José Ferreira Postado em 20/Oct/2015 às 13:25

        Você, Eduardo Ribeiro, deixou de lado um trecho importante para o argumento de Guilhermo: "Até porque alguém que tem condições de comprar um iPhone 6 (ou 5s) não precisa de cotas". Entretanto, a Universidade de Buenos Aires não adota a prática de cotas em suas seleções. Ele passou por merecimento e competência.

      • José Ferreira Postado em 20/Oct/2015 às 13:39

        O Eduardo Ribeiro não se atentou a um fragmento da frase de Guilermo: "Até porque alguém que tem condições de comprar um iPhone 6 (ou 5s) não precisa de cotas". Dizer que o rapaz é sofredor apenas por ser negro não deixa de ser um preconceito. A Universidade de Buenos Aires não possui divisão por cotas no processo de seleção. Ele entrou na UBA por competência e merecimento.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 15:14

        Não, menino. Atentei e muito, e foi em cima exclusivamente desse comentário que eu disse que quero mais é que ele tenha usufruido de cotas e que tenha comprado o smartphone mais caro do mercado. (muito embora isso de fato nao seria possivel porque lá realmente eles não trabalham com cotas). Porque é coisa linda de deus ver racista se contorcendo de raiva, espumando, sangrando pela boca e varando madrugadas na procura de brechas, inconsistências e incongruências para condenar o NECESSÁRIO sistema de cotas. Ele é preto? () sim () não. Se se tratasse de universidade brasileira poderia usufruir de cotas? () sim () não. Cotista tem direito a ter um iPhone modernoso? () sim () não. Quem tem carater só responde "sim". Safado racista pensa no que vai responder.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 15:17

        E só pra constar, porque você segue sendo um exemplo da mais profunda e completa estupidez a cada vez que se pronuncia a respeito deste assunto: quem usufrui do sistema de cotas TAMBEM NECESSARIAMENTE apresenta merecimento e competência, ao contrário do que você fecalmente sugeriu.

      • José Ferreira Postado em 20/Oct/2015 às 16:58

        Fecalmente? Que cultura hein, Eduardo Ribeiro. Eu respondo o seu questionário: Sim ele é preto (o correto seria negro, pois "preto" não é cor de ser humano). Ele poderia entrar pelo sistema de cotas, ou não entraria se entendesse ser capaz de entrar sem elas. O cotista pode ter um iphone, mas, se ele tem condições de comprar um aparelho desse, não pode "pagar de coitado vitimado pelo 'sistema'".

      • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 19:29

        E quem está falando de "vitimado pelo sistema", porra? Ter grana é irrelevante. Ter iPhone é irrelevante. Estamos falando de divida HISTÓRICA, de correções de injustiças HISTÓRICAS. É preto? Tem direito a cotas e ponto. Gostem ou não os racistinhas de plantão. Quero mais é que todo preto use de seu direito de cotas, e que tenha 8 smartphones de ultima geração em suas casas. "Fecalmente" descreve com imensa precisão todas as suas opiniões no assunto em questão. Não é uma questão de ser uma palavra que "denote cultura", estou me lixando pra isso. Quero precisão, e se "fecal" descreve sua participação - ao menos neste assunto - com precisão impecável, é a palavra que eu usarei. Ficou claro, historiador?

      • Guilhermo Postado em 20/Oct/2015 às 20:38

        Cara, você é tão dramático que já pode protagonizar (ou antagonizar) uma novela mexicana. As cotas deveriam facilitar a vida de pessoas que não possuem condições financeiras de competir igualmente com a classe média. Esses desfavorecidos podem ser de inúmeras etnias e raças. Quem compra smartphone de 3k, não está passando dificuldades financeiras.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 21/Oct/2015 às 10:33

        """""Quem compra smartphone de 3k, não está passando dificuldades financeiras.""""" Mas se é negro tem direito às cotas e ponto. E é exatamente por esse emputecimento com as cotas, por essa busca que BRANCOS fazem por contradições do sistema, que eu quero mais é que um cotista tenha 12 smartphones de 6k guardados em casa. Porque se for ficar fazendo acepção sobre "qual tipo de negro pode fazer uso das cotas", começa uma restrição aqui, outra restrição ali, e em uns 4 anos acabam com as FUNDAMENTAIS cotas, um avanço conquistado após décadas, tão grande que não se mede. De modo que foda-se a condição financeira dele. Enquanto não tivermos um mínimo de correção das injustiças HISTÓRICAS aos negros, as cotas devem ser PARA TODOS OS NEGROS INDISCRIMINADAMENTE, e guela abaixo dos que são contra, guela abaixo dos que relativizam, e guela abaixo dos que ficam procurando pelo em ovo. Aceite que dói menos, ou continue me divertindo. Porque é divertidissimo ver coxinha espumando de raiva por causa de cota.

      • José Ferreira Postado em 21/Oct/2015 às 14:31

        Quem está a se espumar de raiva é você, Eduardo Ribeiro, pois o rapaz nem cotista é. E dizer que negros ricos estão na mesma situação que a dos negros pobres é no mínimo inocente.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 21/Oct/2015 às 17:44

        Já sabemos que não é. Eu mesmo já disse que não é cotista. E em nenhum momento eu disse que negros ricos estão "na mesma situação" que a dos negros pobres. Aprenda a ler um texto. E se acalme um pouco, cara. Você se materializou nessa matéria assim que ela foi postada. Digitou aos murros que estava me esperando, quebrou seu teclado...não adianta ficar puto e sangrando pela boca. Cotas vieram pra ficar enquanto forem necessárias. Para negros. Para TODOS os negros, INDISTINTAMENTE TODOS OS NEGROS. Empurradas guela abaixo dos racistinhas que espumam de raiva quando o assunto surge, do jeito que tem que ser. Pra voce eu digo o mesmo que disse pro outro: aceite, que dói menos. Ou continue espumando também. Ver vocês se debatendo de ódio, transtornados, é lindo e divertidissimo.

    • Guilhermo Postado em 20/Oct/2015 às 20:34

      Poliana, você tem razão. Não tinha visto que ele passou na UBA. Nesse caso, com certeza não foi por cotas. José Ferreira, não adianta argumentar com o Dudu das Aspas. Ele só enxerga um lado da questão. Para ele, todos que se opõe o mínimo que seja a algo que ele acredita, é automaticamente uma pessoa desprezível. LOL

  11. soleci Postado em 19/Oct/2015 às 21:33

    Quando uma pessoa diz! Que preconceito não existe no Brasil, tome cuidado, todo preconceituoso nega o preconceito.

  12. sidney Postado em 20/Oct/2015 às 01:24

    Vamos matar todos os brancos assassinos que colonizaram a América Latina (Europeus). Eles mataram quase 70 milhões de indios nativos que habitavam as terras do México para baixo. Sem contar os genocidios ao longo de 500 anos em que os negros foram dizimados como escravos também. São uns FDP quem tem racismo, merece morrer esses desgraçados. Racismo meu? Nãooooooooooo seus MERDAS. É a verdade.

  13. sergio ribeiro Postado em 20/Oct/2015 às 13:42

    Quando um negro salvar a vida de um merda desses, quero ver a cara deles. Ao contrário deles, jamais vão deixar de estender a mão a quem precisar.

  14. Juliana Postado em 20/Oct/2015 às 15:02

    Nestas horas, o CFM, que representa os médicos de todo o Brasil deveria advertir os futuros colegas e, em caso de reincidência, puni-los devidamente. A depender da gravidade, com o impedimento da prática da profissão. Pois, além de crime, racismo é uma forma de discriminação e fere o Artigo 1 do Código de Ética Médica: Art. 1º - A Medicina é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e da coletividade e deve ser exercida sem discriminação de qualquer natureza. Sem mais.

  15. Aristóteles Postado em 20/Oct/2015 às 18:26

    Olha aí, Diogo Medeiros: toca o barco pra frente, jovem! Lembre-se que "enquanto os cães ladram, a caravana passa" e, seja feliz, você merece!

  16. Rosangela Maciel Postado em 20/Oct/2015 às 21:15

    CERTAMENTE QUE SERÁ MELHOR DO QUE MUITAS PESSOAS PRECONCEITUOSAS! Que a sua Jornada seja linda, próspera de paz, de alegria, de amizade e de amor e de dinheiro, Diogo Medeiros!

  17. Pedro Accioli Postado em 21/Oct/2015 às 11:54

    Depois falam que todos podem se ascender socialmente 100% na base do mérito e vão ser respeitados! Isso prova que o Brasil tem racismo sim! Os coxinhas não sabem que o Brasil é um país multiétnico e todos tem o direito de ascender socialmente e serem respeitados! E ainda por cima os coxinhas hipócritas dizem querer ter um país melhor! Fala sério!!!!

  18. Thiago Teixeira Postado em 21/Oct/2015 às 16:44

    O mais irritante de aturar esses morféticos com esse papinho de Vitimismo, Revanchistas, mi mi mi, coisa de petista, e demais discursos fáceis padrão de pessoas quem nem imaginam o que é discriminação racial.

    • eu daqui Postado em 23/Oct/2015 às 09:46

      Ser negro é um experiencia subjetiva. Mas então há que se convir que ser branco também é experiencia subjetiva. Se o branco não pode imaginar o que é ser negro, a recíproca também é verdadeira. Ou somente a raça negra tem direito à subjetividade?

      • Soraia Postado em 14/Jan/2016 às 19:11

        Sabe o que é pior nesse país, um monte de moreninho se achando 100% branco e sendo racista. Afff!

  19. Adriano Postado em 16/Jan/2016 às 13:31

    A elite preguiçosa tem inveja de ver outros conseguindo por si o que eles não conseguem nem com os melhores colégios, professores particulares, massagistas.

  20. Romilda Raeder Postado em 28/Jul/2016 às 16:41

    Hitler também ficou doido da vida quando um negro americano venceu seu ariano nas Olimpíadas de Berlim, poucos anos antes da II Guerra...