Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2016 03/Sep/2015 às 19:04
21
Comentários

Thammy Miranda escolhe o partido de Bolsonaro para iniciar na política

Após fechar com o apresentador Datena, PP acerta a entrada do ator Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen. O desafio de Thammy, que é transexual, vai ser lidar com figuras que rechaçam a comunidade LGBT, como Jair Bolsonaro – uma das principais lideranças da sigla

Thammy Miranda bolsonaro PP
Thammy Miranda se filia ao PP e pretende seguir carreira política (reprodução)

Thammy Miranda se filiou ao Partido Progressista, em São Paulo, nesta quarta-feira. Ao lado dos deputados Antonio Olim e Guilherme Mussi, o ator transexual anunciou a filiação com uma foto postada nas redes sociais. Ele chega ao PP para presidir o núcleo de diversidade. “Agora o negócio vai ficar sério. Não adianta só reclamar e não fazer po…nenhuma. Vim aqui brigar por nós e esses caras sensacionais me escutaram. Pedi para ter o novo PP Diversidade, e eles me ouviram. Muito obrigado por lutar junto comigo”, escreveu na legenda da imagem.

Thammy, que completa 33 anos nesta quarta-feira, se junta ao PP quase dois meses depois de o partido anunciar outro famoso como um de seus membros. Na ocasião, o apresentador José Luiz Datena se juntou à legenda e foi anunciado como pré-candidato à prefeitura da cidade de São Paulo.

O desafio de Thammy, que pode inclusive sair candidato a vereador em 2016, é lidar com nomes pouco queridos pela comunidade LGBT, como o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro. Outro nome importante – e controverso – do partido é Paulo Maluf.

Thammy é filho da cantora Gretchen, que também já se arriscou no mundo da política. Em 2008, ela concorreu à prefeitura de Itamaracá, em Pernambuco. A experiência não foi exitosa para a cantora que recebeu apenas 343 votos e ficou em terceiro lugar na disputa.

Estado de Minas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 03/Sep/2015 às 19:15

    Dane-se a sigla Thammy, torço para que tenha uma promissora vida política e com isso ajudar as pessoas excluídas ou discriminadas de nossa sociedade. SUCESSO!!!!

  2. Renato Z Postado em 03/Sep/2015 às 19:15

    Só falta ela apoiar a criação do "kit macho" aiaiai, realmente não dá para entender

  3. Guilhermo Postado em 03/Sep/2015 às 19:20

    Não quero criar polêmica, mas op fato do Bolsonaro (ou qualquer outro deputado) ser contrário ao kit gay, não significa que ele seja homofóbico. De qualquer forma eu não votaria na Thamy.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 03/Sep/2015 às 20:54

      Quanta ingenuidade..

      • vinicius Postado em 09/Sep/2015 às 16:33

        Quanta esquerdice...

  4. Juniperos Postado em 03/Sep/2015 às 19:53

    Acho que será um caso de amor a primeira vista: Bolsonaro e Thammy, eles vão amar se odiar... e todo mundo vai fingir que isso é politica...

  5. Juliana Postado em 03/Sep/2015 às 21:19

    Mais um famoso que se aventura no mundo da política. Espero que tal qual Jean Wyllys, Thammy tenha propostas e propósitos para seu suposto mandato. Mas, não dá para negar que a escolha do partido não poderia ser mais bizarra e contraditória. Soou como oportunismo.

    • Fernando Postado em 05/Sep/2015 às 12:03

      O JW tem todo um conhecimento teórico, em ciências humanas. O Thammy é total senso-comum!

      • eu daqui Postado em 13/Nov/2015 às 10:23

        Conhecimento teorico não significa idealismo pratico. E as pessoas mais reaça que conheço são as das ciencias humanas.

  6. Brunno Marxx Postado em 04/Sep/2015 às 00:28

    Sem peitos e agora sem cérebro

  7. Onda Vermelha Postado em 04/Sep/2015 às 09:42

    Kkkkkkkkkkkkk... PP Diversidade...Quando a gente pensa que já viu de tudo na política brasileira, ela vem e nos "surpreende" com coisas bizarras como essa. Aff!

    • Alessandro Postado em 10/Sep/2015 às 15:12

      O Brasil não é para principiantes!

  8. Denisbaldo Postado em 04/Sep/2015 às 10:43

    Em um país que existem negros nazistas, agora também temos gays fascistas.

    • Denisbaldo Postado em 04/Sep/2015 às 13:54

      essa é a sua conclusão. eu não escrevi isso, releia e tente novamente. o psdb é contra o governo mas não acho que sejam fascistas, são coxinhas básicos mesmo. o pp já é composto de coxinhas extremistas, é diferente.

      • eu daqui Postado em 13/Nov/2015 às 10:26

        E onde não tem extremista neste país?

    • eu daqui Postado em 13/Nov/2015 às 10:25

      Há muito tenho constado que muitos gays são misóginos e que muitos negros odeiam brancos. Brancos que nem conhecem, pelo simples fato de serem brancos.

  9. Walter Postado em 04/Sep/2015 às 12:38

    Maluf Bolsonaro Datena e Thammy , por isso e por outros voto no PGN.

    • Preto Velho Postado em 05/Sep/2015 às 13:46

      Só faltou convocar o Dado Dolabella para defender as mulheres...

  10. Samael Postado em 05/Sep/2015 às 00:02

    Galera do PP... Parece que está errado isso ai. O aqui o que o cara falou: “Pessoal, só para deixar claro que ainda não me filiei a nada! Só me convidaram para presidir o núcleo de diversidade. E nós vamos analisar se podemos com isso levar nossa voz para um partido, vamos dizer, homofóbico.” e tem mais... “Não sou imbecil, mesmo que pareça, às vezes (eu sei). Mas fiquem calmos, só vai acontecer o que for melhor para a gente. Minha profissão é atuar. Por enquanto, é o que eu sei fazer de melhor. Política, teria que aprender. Ah, da nossa causa, entendo também. Agora vamos curtir meu níver, que eu mereço e amanhã falamos sobre isso”

  11. soda cáustica Postado em 07/Sep/2015 às 13:05

    Thammy e Bolsonaro ???????????????????????

  12. Paulo Postado em 08/Sep/2015 às 03:34

    Poxa, tomara que o Thammy consiga trazer tolerancia para o PP e a direita. Mas a nota de que a mae tentou ser politica deprime: o que a Gretchen tem a oferecer? Porque a politica é tao mal-representada por pessoas com experiência acadêmica e boa educação formal?