Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 11/Sep/2015 às 11:08
31
Comentários

Senegalês é atingido por banana e chamado de "preto", "ladrão", "macaco"

Senegalês que trabalha vendendo bijuterias em Londrina (PR) é atingido por banana, agredido com um tapa, tem seus produtos chutados e é chamado de “macaco”, “preto fedido” e “ladrão” [vídeo] por uma moradora da região. Logo após o episódio, vítima foi abordada por uma idosa que, indignada com o ocorrido, pediu-lhe desculpas

Senegalês racismo londrina paraná
Idosa pede desculpas a Senegalês que foi agredido em Londrina

Senegaleses que vivem em Londrina (PR) há dois anos estavam vendendo bijuterias quando uma mulher, moradora de um prédio próximo, começou a atirar bananas nos ambulantes, chamando-os de ‘macaco’, ‘preto’, e ‘ladrão’, de acordo com informações do site local Bonde. Não satisfeita, a moradora ainda desceu e agrediu um dos senegaleses com um tapa. As informações são do Bonde News.

“Ela falou: ‘Negro de m…, sai daqui! Ladrão! Depois ela jogou todas as coisas dela e bateu a banana nele [outro senegalês], essa banana aqui”, relata um dos trabalhadores, apontando para a fruta, jogada ao chão.

“Eu só dizia que não estava entendendo”, afirma Ngale Ndiaye, de 31 anos, que ainda não domina o português. A vítima ressalta que, antes, nunca havia sido tratado de tal maneira. “Nunca pensei isso daqui [do Brasil], porque tem muita gente boa. Tenho muitos amigos aqui no Centro”, diz.

“Ganho dinheiro e mando para meus pais, minha mulher e meus filhos, que continuam no Senegal. Só estou aqui para trabalhar, só para isso”, conclui.

Idosa abraça vítima

Diante da confusão, a Polícia Militar foi chamada. Pessoas que passavam pelo local ficaram revoltadas e algumas chegaram a tentar agredir a moradora, autora dos insultos e atos racistas.

“O povo brasileiro não é assim. Ela não representa o Brasil. Você perdoa”, disse uma idosa que solidarizou com a situação. Assista abaixo:

com informações de Fórum e BrasilPost

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rosendo Postado em 11/Sep/2015 às 11:15

    A nação embriagada com o clima de ódio que é propagado pela mídia. Lamentável...

    • Maria Clara Postado em 11/Sep/2015 às 12:09

      verdade, a midia tem muita culpa.Esse país era acolhedor de gente alegre feliz, está se tornado um país de gente raivosa.Foi depois das eleições,gente que não aceita perder.São pessoas que acham que tem que levar vantagem em tudo.....

    • Luísa ribeiro Postado em 11/Sep/2015 às 13:01

      Concordo Rosendo, é o clima pós eleição. Se não tomarmos cuidado chegaremos a barbárie.

  2. marc Postado em 11/Sep/2015 às 11:22

    O brasileiro não é assim mas alguns principalmente no paraná não são brasileiros, renegaram esta dádiva para cultivar valores de hitler ou de outro idiota qqr q julgam ter mais a ver com suas árvores genealógicas, logo eu sugiro q a policia federal neste caso em vez de olhar muito para os estrangeiros q venham apenas pra trabalhar, tentem deportar estes estrangeiros q apesar de documentação nacionais, não são brasileiros reais, podem tentar como queiram mas não são, caso vc seja um destes mude-se de país amigo ou amiga aqui não é seu lugar.

    • Juliana Postado em 11/Sep/2015 às 11:34

      Concordo com vc, sou paranaense e reconheço que é um povo de mente extremamente reacionária. Aliás, a região sul é assim. Se pudesse, eu também pediria perdão a este senegalês por tamanha falta de educação e burrice.

    • Leonardo Postado em 12/Sep/2015 às 08:19

      Engraçado que ao ouvir pessoal chamar o Paraná de "Rússia brasileira", eu pensei, quanta maldade, tornar o povo de uma região chacota. Mas ao passo disso, observo que realmente no Paraná, e na região sul em geral, acontecem absurdos como esse. Tipo de coisa inaceitável. Tipo de pensamento tacanho e ignorante. De fato, vendo esse tipo de atitude, eu tenho a CERTEZA, que o Brasil não vai muito longe, e esse clima de reação, de manifestação, só fez PIORAR, e muito a nossa sociedade. Não conseguimos melhorar a política, e ainda pioramos muito a sociedade, que se mostra, a cada notícia perto do juízo final. Hoje existem DOIS LADOS para tudo, e esses sempre brigam agressivamente, como Hétero x Gay, PT x PSDB, Azul x Verde e assim vai.

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 11/Sep/2015 às 11:25

    No aguardo das considerações abalizadas, humanitárias, civilizadas, marcadas pela ética e moralidade, diria até de amor ao próximo, de Pereira, José Ferreira, Ali Kamel e outros amigos...

  4. Guilhermo Postado em 11/Sep/2015 às 11:27

    Eu simpatizo com esses imigrantes, afinal, em maior ou menor escala, todos os brasileiros são descendentes de imigrantes. Desejo sorte pra eles..

  5. Fernanda Postado em 11/Sep/2015 às 11:49

    Bela atitude desta senhora!

  6. Thiago Teixeira Postado em 11/Sep/2015 às 11:50

    Se fossem Poloneses loiros vendendo chucrute, duvido que seriam agredidos no Paraná. Essa "moradora" iria tirar até self com eles. E essa moça representa o Brasil sim, brasileiros estão se tornando cada dia mais fascista e intolerante.

    • Guilhermo Postado em 11/Sep/2015 às 11:57

      Chucrute é da culinária alemã, e não polonesa. Eu fiquei meio impressionado quando soube que muitos desses senegaleses têm até curso superior. As condições de vida no país deles deve ser muito ruins mesmo. Alguém sabe dizer afinal o porquê deles terem escolhido o Brasil como destino migratório?.

      • Henrique Postado em 11/Sep/2015 às 12:15

        A língua mais falada em Senegal é o Francês e em 1964 foi introduzido o português nas escolas. Então as opções seria França, Portugal ou Brasil e desses 3 o mais fácil de entrar é o Brasil.

      • Gabriel Jatobá Postado em 11/Sep/2015 às 13:45

        O Chucrute é tradicional em todo o norte da Europa desde a Rússia até a Holanda e além. E eles vêm ao Brasil pois aqui é o único país com uma situação de vida decente que aceita imigrantes de países pobres.

      • Guilhermo Postado em 11/Sep/2015 às 15:47

        Humm... Valeu Henrique, não sabia disso. Claro que o português que eles aprenderam lá não é dos melhores já que eles tem dificuldade para entender o básico. Mas com o tempo eles desenvolvem o idioma.

    • eu daqui Postado em 11/Sep/2015 às 12:26

      Estão sim: todos os brasileiros, inclusive os não brancos.

  7. Cézar Postado em 11/Sep/2015 às 12:18

    Nazista bom é nazista morto! Esta escória, refugo, lixo, deve ser esterilizada, para não dar cria! Um absurdo ver isso em pleno 2015! Como não ter vontade de partir no meio uma mulher dessas? Nessas horas ouvimos pessoas dizendo "tenho vergonha de ser brasileiro " , eu não, eu tenho vergonha desse tipo de gente ser brasileira!

  8. Eliseu Postado em 11/Sep/2015 às 12:20

    Esse é o perigo de conservar e tolerar o ódio no coração. O ódio verbal manifestado tantas vezes nas mídias sociais. Uma hora ele explode e espanta até mesmo a pessoa que odeia. É o caso da londrinense que atacou esses estrangeiros. É o caso da húngara que chutou os imigrantes que entravam em seu país. Quem fica falando coisas como "arrancar a cabeça da presidente", uma hora ou outra se espantará com a própria violência guardada no coração. Triste... Felizmente, há pessoas como essa senhora idosa que, com certeza, é alguém que aprendeu a manter a mente e o coração "higienizados" contra o ódio. Só uma pessoa que cultiva o amor é capaz de pedir desculpas por algo que não fez e de dar um abraço no Outro. Como diz Girard, cada um veja a quem quer imitar (mimética).

  9. Haroldo P. Rego Postado em 11/Sep/2015 às 12:59

    Se pudesse, pediria desculpas pela maioria que é contra essa vergonha.

  10. Tolerância Zero Postado em 11/Sep/2015 às 13:05

    Essa anta coxinha, com certeza, no próximo domingo estará na missa ou no culto evanjegue. Coxinha, racismo, nazismo,missa, culto, é tudo a mesma sopa. Agora, não gosto dos rótulos. Em vez de usar o termo "mulher" ou "senhora", o autor do post preferiu usar o termo "idosa". Pelo que me consta, essa senhora que disse palavras tão reconfortantes ao senegalês, que aliás, me representa, é uma autêntica cidadã brasileira, sem rótulos, por favor, mesmo porque a idade chegará até pra quem produziu esta notícia. Com a palavra as "Otoridades". Vão deixar por isso mesmo, ou vão continuar chocando o ovo da serpente?!...!!!

    • Márcio Ferreira Postado em 11/Sep/2015 às 13:40

      "Coxinha, racismo, nazismo, missa, culto, é tudo a mesma sopa" e "... não gosto dos rótulos." Declarações da mesma pessoa. Ler os comentários do PP é pura diversão!

      • Trajano Postado em 12/Sep/2015 às 10:30

        Cada um se diverte de acordo com as suas capacidades e possibilidades.

  11. Maria Lúcia Postado em 11/Sep/2015 às 13:44

    Deve ser legal ser negão no Senegal, porque aqui no Brasil, a raiva e o racismo estão correndo soltos. ....o que está acontecendo com osso pro "pacífico e amistoso"? Socorro!

  12. Liziane Postado em 11/Sep/2015 às 13:48

    DIANTE DE UMA ATITUDE TÃO TRISTE DE RACISMO, UM GESTO NOBRE. Infelizmente estão vendo muitos atos racistas, as autoridades brasileira devem buscar punir e educar para que se reduza tais atos que envergonham a qualquer brasileiro que tenha o mínimo de integridade moral e não uma moral deturpada.

  13. wladimir teixeira Postado em 11/Sep/2015 às 14:01

    Que o ÓDIO seja abolido das relações humanas : ÓDIO = MEDO

  14. Alexandre Postado em 11/Sep/2015 às 14:07

    Sou paranaense descendente de poloneses que FUGIRAM no período entre I e II guerras e casado com uma baiana filha de espanhóis que fugiram de Francisco Franco, sinto vergonha de pessoas que maltratam ou desrespeitam refugiados ou imigrantes. O que mais me indigna no comportamento de algumas pessoas aqui no Sul do país é que a grande maioria tem a mesma história que esses senegaleses ou haitianos que vem para o Brasil, ou seja, na essência é a mesma coisa, saíram ou FUGIRAM de algum lugar para buscar uma vida melhor, porém os descendentes de europeus não tem sequer a capacidade de compreender isso. E pior que isso ainda, existem os separatistas do "Sul é o meu país", isso até acho engraçado, um bando de filhos/netos/bisnetos de imigrantes querendo se separar do restante do país. (apesar de se contra, respeito movimentos separatistas que têm objetivos/argumentos que fogem a velha baboseira de somos melhores / filhos de europeus ou nordeste atrasa o país, mas esse assunto fica para a próxima). Queria acreditar que isso fosse somente mera ignorância por não se interessar pela história, mas na verdade me parece puro preconceito e burrice mesmo. É uma pena, nosso momento político e principalmente a nossa mídia manipuladora tem formado cada vez mais esse tipo de gente BURRA e PRECONCEITUOSA.

  15. Jonas Postado em 11/Sep/2015 às 15:11

    Polícia inútil minority report, incapazes de levar uma investigação sequer à condenação de criminosos, tentam adivinhar quem é bandido. e é sempre o preto favelado de moto barata... pqp mesmo, haja incopetência!

  16. Marcio Ramos Postado em 11/Sep/2015 às 15:55

    ... racistas devem ser punidos...

  17. Marcio Ramos Postado em 11/Sep/2015 às 15:57

    ... essa senhora deu um exemplo de cidadania!!! O camarada que sofreu injurias deve ser justiçado.

  18. Mary Postado em 11/Sep/2015 às 21:29

    Adorei o comentário do Eliseu, por conta da imprensa e alguns artistas que expressam ódio contra minoria estimulando este comportamento, precisamos fazer uma corrente de amor.

  19. Hilla Postado em 12/Sep/2015 às 03:22

    Muita ignorancia, muita covardia.

  20. Roberto Postado em 12/Sep/2015 às 14:44

    De cagar ! Tinha que ser em Londrina mesmo ! Terra do governador que manda descer a porrada em professor !