Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mobilidade Urbana 25/Sep/2015 às 12:20
26
Comentários

Prefeita de Paris diz que "votaria em Haddad" durante debate na Sciences Po

“Eu votaria no Haddad”, diz prefeita de Paris durante debate promovido pela renomada universidade Sciences Po, na França. Anne Hidalgo e Fernando Haddad foram apresentados pelo decano da universidade como dois gestores que sabem ousar. Ambos discutiram diversos temas comuns às duas cidades

Anne Hidalgo Haddad Paris
Anne Hidalgo, prefeita de Paris (divulgação)

Nina Santos, em seu blog

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, encerrou o debate entre ela e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na noite desta quinta-feira (24), na capital francesa, dizendo que votaria no prefeito paulista. Ela fez a declaração após Haddad contar que havia sido questionado se não estava arriscando demais em seu governo e colocando sua reeleição em risco.

Os prefeitos participaram de um debate promovido pela renomada universidade Sciences Po, em Paris, para marcar a inauguração de sua Escola de Urbanismo. Para o diretor da Sciences Po, Frédéric Mion, Haddad e Hidalgo são exemplos de prefeitos inovadores e progressistas. Uma sala lotada de estudantes escutou atentamente as estratégias dos dois políticos para mudar a realidade de suas cidades.

Após serem apresentados pelo decano da universidade, Patrick le Galés, como “dois prefeitos que sabem arriscar”, Haddad e Hidalgo discutiram diversos temas comuns às duas cidades, tais como o impacto de novas tecnologias como o Uber e o AirBnB e a relação entre questões sociais e ambientais. “Todos os problemas sociais são também ambientais, não podemos separar”, afirmou Haddad. Hidalgo ressaltou a importância do poder público para garantir o direito à cidade para todos: “A regra do mercado não pensa nas pessoas em situação precária, com deficiência, nas crianças e nos idosos”.

Ambos considerados prefeitos inovadores em suas cidades, eles destacaram a importância de arriscar para construir coisas novas. Atualmente a prefeita Anne Hidalgo propõe uma revisão dos processos de decisão na cidade de Paris que afetaria tanto a relação com o executivo nacional quanto a participação cidadã. Já Haddad afirmou que se apóia em vários estudos acadêmicos e experiências internacionais para implantar suas políticas, mas que “não podemos ter medo de testar hipóteses e isso significa correr riscos”.

Também estiveram presentes ao evento o embaixador do Brasil na França, Paulo Campos, a primeira-dama de São Paulo, Ana Estela Haddad – que cumpre uma agenda de visitas a equipamentos voltados a crianças e jovens de Paris – e o representante do Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (CLACSO) em Paris, Leonardo Martins.

Recomendados para você

Comentários

  1. soda cáustica Postado em 25/Sep/2015 às 12:24

    O FHC piraaaaa ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Salomon Postado em 25/Sep/2015 às 21:32

      Mas, que nada! O sobranceiro FHC olha para a prefeita, do alto de sua cátedra, com o sorriso debochado de quem é príncipe dos sociólogos. E que tenho cuidado, pois que pode ser humilhada num francês ir-re-pre-en-sí-vel.

  2. Denisbaldo Postado em 25/Sep/2015 às 12:30

    Haddad, um presidente em construção. Aguardem coxinhas, e desta vez sem chororô por favor.

    • Daniel Santana Postado em 25/Sep/2015 às 17:32

      Calma! Para mim já seria uma grande vitória se ele desbancasse o Alckmin no governo do estado ou até mesmo que se reelegesse para a prefeitura da capital paulista, mas está difícil pela tremenda escalada de desmoralização de seu mandato que está resultando em baixíssimos índices de aprovação. Não custa torcer.

      • Denisbaldo Postado em 25/Sep/2015 às 19:16

        Acho muito mais viável o Haddad ser presidente da república do que governador de SP. O interior do estado de SP não atura o PT, tanto que o PSDB já venceu 6 vezes seguidas e antes deles era o PMDB. O PT nunca foi governo no estado de SP, mas já foi prefeito da capital 3 vezes. Vamos torcer para a reeleição do Haddad ano que vem.

    • Rogerio Postado em 25/Sep/2015 às 20:48

      Concordo!!! Um dia Lula irá para o andar de cima. Haddad pode ser o substituto perfeito. Apenas como prefeito já tem repercussão internacional. Imagine como presidente!!! O reinado do PT ainda não acabou. "Ordem e Progresso" se escreve em verde. Ainda será lido em vermelho,

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 25/Sep/2015 às 15:23

    "presidente em construção".........seria no mínimo épico..."Presidente Haddad"....fala em voz alta isso aí, presta atenção na sonoridade....já até imagino Presidente Paiddad tocando "Smoke On The Water" na abertura oficial da Copa America 2019...meus irmãos paulistanos piram...São Paulo se tornará uma cidade fantasma com a condução do Prefeito Gato para a Presidencia da Republica....preparem-se para o maior suicidio coletivo da história da galáxia se acontece uma parada dessa....

    • Eduardo Postado em 25/Sep/2015 às 17:36

      não houve com o antecessor do Lula não será com o Haddad....

    • Herberto Silézio Frontes Postado em 25/Sep/2015 às 17:46

      Se houvesse água aí, eu diria que o problema de paulistanos assim, é algo na água que bebem....Nunca vi gente mais reacionária! A marcha ré ideológica do Brasil!

  4. Quintela Postado em 25/Sep/2015 às 16:04

    Enquanto isso Alckmin é elogiado e premiado pela "gestão hídrica" em São Paulo... Depois esses safados querem "impeachment" de uma pessoa honesta.

    • Eduardo Postado em 25/Sep/2015 às 17:40

      GESTÃO HÍDRICA, POR DEIXAR UM ESTADO A BEIRA DA SECA ...E GANHANDO PRÊMIO.... VOCÊS CONHECEM A COMISSÃO JULGADORA..... SE TEM QUEM GANHAR UM PRÊMIO DESTES É LULA PELA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO E NÃO QUEM DEIXA O POVO BEBER VOLUME MORTO DE REPRESA.... ESSE PREMIO E INVENÇÃO DE TUCANO....

    • Eduardo Ribeiro Postado em 25/Sep/2015 às 17:59

      "Alckmin é elogiado e premiado pela "gestão hídrica" em São Paulo"....até para SP - a terra dos absurdos - isso é bizarro. É um absurdo tão grande, tão inominável, que eu nem sei quantificar...a CULPA INTEGRAL da crise hidrica é de Alckmin. INTEGRAL. É o prêmio mais indevido que se pode conceber. Eu aceito melhor o comandante da ROTA ganhar algum premio de Direitos Humanos do que isso. É dar tapa de mão aberta e surra de cintada em cada trabalhador paulista, esse premio é cagar na cabeça de cada pai de familia de SP, e se houvesse mais consciencia das massas, um ESCÁRNIO desse naipe, uma filhadaputagem dessa magnitude não passaria em branco.

      • Salomon Postado em 25/Sep/2015 às 21:10

        Pois é, Eduardo Ribeiro. Tá ligado que Platão fez um longo arrazoado a esse repeito, né? Maquiavel também explicou esse fenômeno paulista tintin por tintin. Aliás, emborasmente o prêmio tenha sido dado ao Picolé, os louros caberiam mesmo ao PCC, que verdadeiramente esquadrinhou o Príncipe, que nem Napoleão alcançaria entender, nem que só para isso ressuscitasse. Sejamos duros, mas sem perder a ternura.

      • soda cáustica Postado em 28/Sep/2015 às 12:10

        É a coisa mais risível da últimas semanas ! kkkkkkkkkkkkk Só em SP !!!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 28/Sep/2015 às 14:22

        É um absurdo sem tamanho. Cada paulista deveria tomar essa premiação como uma gravíssima ofensa pessoal, como se tivessem batido na própria mãe, como se tivessem escarrado na nossa cara. Não há outro culpado pela crise hídrica senão Alckmin. Não tem nem como ele dividir essa culpa com alguém. É culpa INTEGRALMENTE dele. De modo que a única pessoa no planeta inteiro - sei lá quantos bilhões estamos hoje - que não poderia sob hipótese alguma receber esse prêmio seria Alckmin. No entanto ele ganha prêmio, ganha eleição, é re-eleito em primeiro turno...povo de SP = maiores otários e masoquistas do mundo.

  5. Thiago Teixeira Postado em 25/Sep/2015 às 17:22

    Notícia de abertura do JN: "Prefeita de Paris elogia e votaria HADDAD". Sendo a ancora com um belo sorriso no rosto. Ai eu Acordo ...

  6. HiroNakamura Postado em 25/Sep/2015 às 20:07

    Notícia real: "Prefeito petista Fernando Haddad passeia em paris com a esposa."

  7. Salomon Postado em 25/Sep/2015 às 20:33

    Por que não deixar o povo de São Paulo em paz? Por Deus! O que a prefeita de Paris tem a ver com esse estado nazista, ideologicamente corrompido? Deixa estar que o PT... o deveria fazer mesmo é retirar suas tropas dessa província fétida, imunda e sem água. São Paulo é uma perda de tempo, Haddad! Use seu talento em proveito dos menos favorecidos de outros Estados, como fez Lula. São Paulo se diz rico, sem miséria e é a menina dos olhos dos fascistas, como a seu tempo foi Nuremberg. Sai dessa! É barca furada! Ali, a República não prospera, como dizem os professores da USP.

  8. Gustavo0 Postado em 25/Sep/2015 às 20:35

    Eu também votaria, se vivesse em Paris.

    • Salomon Postado em 25/Sep/2015 às 20:51

      Aí está! Fique o PSDB para sempre governando São Paulo. É a vontade popular. isso deve ser respeitado. E, pelamordedeus, que esse cancro não ultrapasse os estreitos limites da inteligência de seus eleitores. O Paraná que o diga.

      • Gustavo0 Postado em 26/Sep/2015 às 18:01

        Mas quem foi que mencionou que votaria na legenda tucana? Seja lá que foi, não fui eu.

  9. Salomon Postado em 26/Sep/2015 às 14:26

    Intrigante. Diante dessa indagação, vinda de um ser humano que vive no século XXI, só resta me isolar e estocar alimentos.

  10. Luis Guilherme Postado em 26/Sep/2015 às 17:42

    Quer dizer que o cara é um bom prefeito só porque uma européia falou que votaria nele? Vira-latismo falando alto aqui...

    • Eterno Postado em 27/Sep/2015 às 14:36

      Depois falam de viralatismo, muito maquaveis, distorcem fatos, atacam quem são contra, espalham boatos, o verdadeiro fascimo se encontra aqui disfarçado de "Justiça social".

  11. Gustavo0 Postado em 26/Sep/2015 às 18:00

    Obs.: Porque a foto da Soninha?

    • soda cáustica Postado em 28/Sep/2015 às 12:13

      Não sacaneia a prefeita de Paris, por favor... kkkkkkkkkkkk