Redação Pragmatismo
Compartilhar
Senado Federal 04/Sep/2015 às 15:16
21
Comentários

O bate-boca entre Tasso Jereissati e Lindbergh Farias

Lava Jato: Tasso acusa Lindbergh, que reage: ‘Vai pedir desculpas’. A discussão era sobre política externa, mas tucano deixa diplomacia de lado e acusa colega de receber dinheiro da Petrobras. O petista reagiu: “Vossa excelência perdeu o senso”. Assista ao vídeo

tasso jereissati lindberg alves

Os senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Lindbergh Farias (PT-RJ) discutiram de maneira áspera (vídeo abaixo), nesta quinta-feira (3), em reunião na Comissão de Relações Exteriores (CRE) e Defesa Nacional do Senado.

Estava em curso uma audiência pública para debater a política externa do país, com a participação do ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, quando Tasso atribuiu a Chico Buarque, equivocadamente, uma declaração que o cantor e compositor fez contra a gestão tucana à frente da Presidência da República (leia mais abaixo).

No vídeo abaixo, petista e tucano travam uma disputa ideológica sobre a postura do Brasil em âmbito internacional, mas o tema da Operação Lava Jato logo surgiu. À medida que a discussão esquentava, Tasso deixou a diplomacia de lado e acusou o colega de receber dinheiro da Petrobras.

Embora não esteja entre os primeiros denunciados ao Supremo Tribunal Federal (STF), Lindbergh é um dos investigados do núcleo político que, segundo a Polícia Federal, atuava no esquema de fraude em contratos com a Petrobras. Lindbergh reagiu com indignação.

Tudo começou justamente com o ligeiro equívoco de Tasso Jereissati a respeito da fala de Chico Buarque, conhecido pela identificação com o governo do PT e, de maneira geral, com a chamada ideologia de esquerda. “Chico Buarque disse que a presidente Dilma fala grosso com os Estados Unidos e fala fino com a Bolívia, alguma coisa desse tipo. Essas bravatas criaram um clima que a gente…”, discursava o tucano, imediatamente interrompido pelo petista.

“Não! O que ele [Chico] disse é que vocês falavam grosso com a Bolívia e fino com os Estados Unidos. Essa foi a afirmação do Chico Buarque”, rebateu Lindbergh.“Não, foi não. Foi literalmente…”, tentou continuar Tasso, novamente interrompido.

“Foi! Foi literalmente que os tucanos falam grosso com a Bolívia e fino com os Estados Unidos”, insistiu Lindbergh, com razão em relação ao teor da fala do artista. “É que a política externa de vocês era dependente dos Estados Unidos, esse é o ponto.”

A partir daí a animosidade se instalou na CRE. Depois de alguma discussão com outros participantes da audiência, Tasso e Lindbergh voltaram a se estranhar quando o petista atentou para a “defesa impressionante” que o tucano estaria a fazer dos Estados Unidos, como parceiro estratégico do Brasil. Tasso, que já havia criticado a postura “estudantil anti-imperialista” personificada em Lindbergh, começou a alterar o tom da argumentação. Por outro lado, o petista também demonstrava irritação em suas intervenções.

“Eu não sou a pessoa mais indicada para pedir um pouco de calma a todos. Porque, muitas vezes, eu baguncei reuniões presididas por vossa excelência na CAE [Comissão de Assuntos Econômicos]. Vamos esperar, vossa excelência terá a palavra em seguida”, interveio o presidente do colegiado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), dirigindo-se a Lindbergh e deixando escapar risos nervosos, na tentativa de apaziguar os ânimos.

Vídeo (a partir dos 12 minutos e 30 segundos):

Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Salomon Postado em 04/Sep/2015 às 18:11

    A cara do complexo de vira latas. Esses peesedebistas dão o fiofó para os americanos. Dá nojo o servilismo desses caras.

    • wladimir teixeira Postado em 05/Sep/2015 às 09:17

      " por um punhado de dólares "

  2. Trajano Postado em 04/Sep/2015 às 18:55

    A família Jereissati e o grupo Andrade Gutierrez detêm um dos grandes monopólios empresariais do Brasil, a atual superoperadora de telefonia Oi/BT Telecom. Estatais até a década de 1990, especificamente até o governo PSDB/ Fernando Henrique Cardoso, a privatização das teles é apontado como um dos negócios mais nebulosos da história brasileira e que não é hoje um dos grandes escândalos mundiais do século XX graças à poderosa mídia nativa e o poder político em ditar os rumos das investigações no âmbito federal. Alguém se recorda dos grampos telefônicos que abalaram a gestão FHC no final do século passado? Para além do que propositalmente nasceu torto, os negócios ao estilo Jereissati-Andrade Gutierrez representam o que existe de pior quando o empresariado selvagem assume o monopólio com a frouxidão do Estado: alto custo ao consumidor em troca de péssimos serviços prestados que resultam em lucros exorbitantes de algumas famílias em detrimento das necessidades de milhões de pessoas; cidadãos sujeitos às condições de trabalho mais indecorosas, salários baixíssimos, altíssima rotatividade, treinamentos precários, fontes de doenças ocupacionais, tudo ao melhor estilo empresarial “faço como quero, não perco o que mereço e lucro o quanto posso”. Não é surpreendente que múmias tucanas como Tasso Jereissati ainda apareçam dando pitaco nas políticas nacionais. Não é surpreendente que Fernando Henrique Cardoso se aproveite que os escândalos durante o seu governo tenham sido relegados às sombras da história recente e agora, quase 20 anos depois, ressurja das trevas pagando de menina debutante. O que me surpreende amargamente é ainda votarmos nas mesmas famílias que passam um rolo compressor na sociedade. E o que mais surpreende ao nível da ofensa é ver este senhor, Tasso Jereissati, dizer “o que nós brasileiros pleiteamos...”: “NÓS”? UMA OVA! Fale unicamente por você, Jereissati. Por você e pelos interesses financeiros de sua família. Sua família nunca representou a sociedade e dificilmente algum dia irá representar. “Nós”... até parece!

    • leonardo Postado em 04/Sep/2015 às 19:50

      Ta bão!!!!! Honesto são os petistas.

      • Trajano Postado em 04/Sep/2015 às 20:50

        Bom, não acho que o PT seja honesto (e acredito que ninguém com o mínimo de discernimento diria uma coisa dessas). A honestidade dos petistas está sendo declarada por você, não por mim. Mas seu comentário é bacana, ele reflete o quanto é vantajoso colocar na conta de um único partido a corrupção disseminada em diferentes fontes de poder do país. Não há discussão, não há criatividade, não há criticidade, não há pragmatismo político, só politicagem e interesses comerciais traduzidos em linguagem publicitária pela mídia. Alimentar a ignorância política da população sempre foi um bom negócio para os maus negócios.

    • Bianca C. Postado em 05/Sep/2015 às 11:27

      Trajano e suas observações geniais!

      • junior lobato Postado em 08/Sep/2015 às 10:56

        Sempre de parabéns pelas observações pragmáticas.

  3. enganado Postado em 04/Sep/2015 às 19:38

    mariaX. só pra vc, o pai deste mais um vagabundo do PSDB fazia CONTRABANDO lá no Ceará, ou seja contrabandista. Será que a família comia arroz com feijão desta lisura de comportamento? E mais, qdo houve a PRIVATARIA das Telefônicas, o Corno da Amante=Ali Babá=fhc=governador geral da província do BRAZIL disse em gravação ((exibida pelo puto-viado do Boris Casoy-judeu na tv bunderantes, a gravação esta, em que o CORNO exigia as Telefônica não podia ser entregue a família de Tasso Jereissati (PSDB-CE), que pérola, hein! Ladrão contra Ladrão.)) Então mariaX como vês, o PT tem gente a altura para lidar com os GATUNOS/LADRÕES/CALHORDAS/ORDINÁRIO/ ... do calibre deste fdp do Jereissati. Ah sim! bater em mais fraco é coisa dos Patrões da mírdia/PSDB/DEM/Militares/ .... , chama-se iSSraHell/EUA, só batem em mais fracos: """covardes de caderninho""". Falando nisto, a RÚSSIA e CHINA estão esperando de braços abertos os soldadinhos dos EUA/iSSraHell. Taí mariaX, essa turma vai muitos Bordeis! Boa pedida né!

    • João Paulo Postado em 04/Sep/2015 às 21:51

      Enganado tem os melhores comentários do PP!

  4. enganado Postado em 04/Sep/2015 às 19:45

    Aguardo uma declaração do ilibado juiz MORO que no PSDB/DEM não existem LADRÕES! Tá bom tamanho?

  5. Renato Postado em 04/Sep/2015 às 21:59

    Quem diria que o chamado "pivete cara pintada" humilharia o senador velhaco do Ceará.

  6. Dinio Postado em 05/Sep/2015 às 01:19

    PSDBOSTA...jereissati, velhaco coxinha enganador do povo humilde. Bandido dos mais qualificados em assaltar os cofres públicos. Abastece seu avião com o combustível pago pelo povo, canalha!

  7. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 05/Sep/2015 às 07:07

    Se Ciro Gomes quiser ser Presidente da República, então para ganhar credibilidade deve pedir a prisão de Tasso Jereissate desde já. São muitos os crimes. Dona Maria se informe mais e leia mais, pelo menos para citar melhores frases. É muito interessante ler os coxinhas agora ofenderem o empresário Marcelo Odebrecht (depois do depoimento). UAI, ele não é empresário de sucesso, bilionário, com grandes méritos, jovem, com projetos grandiosos, dá emprego para milhões?. Quando os interesses são contrariados aí ninguém presta. AHHH, coxinhas tucanos......

  8. André Nelson Postado em 05/Sep/2015 às 15:31

    O que mais me irrita nesse Tucanato é o cinismo. Nota-se que o Senador foi buscando o tempo todo provocar o interlocutor. Não me admira o Lindberg ter interpelado. Que tipo de oposição é essa? Como cidadão eu quero ver a inquirição pela verdade e não pela malandragem. No jogo do Jereissapo quem entrou foi o Lindberg.

  9. soda cáustica Postado em 06/Sep/2015 às 21:17

    Tasso é o ACM do Ceará ! É dono de tudo por lá e por consequência o cara que não respeita nada nem ninguém que não lhe obedece ! Mau-caráter !!!

    • Thiago Teixeira Postado em 08/Sep/2015 às 11:57

      "Tenho Jatinho porque posso" (Tasso Jereissati)

  10. ALFREDO DE VITA Postado em 07/Sep/2015 às 18:08

    Maria, com esse discurso surrado de 1964, o perigo comunistinha, que vc disse, nos levou a uma ditadura NAZI/FASCISTA, por 29 anos.DITADURA NEM DE ESQUERDA E NEM DE DIREITA, NUNCA MAIS.,

  11. Thiago Teixeira Postado em 08/Sep/2015 às 11:56

    Os dois, independente de suas ideologias e siglas partidária foram eleitos democraticamente. Podem não fazer falta para você, mas destoando da discussão política e indo para o lado pessoal desejando a morte dos mesmo, isso tem nome: Coxinha-Demo-Tucano-Fascista.

  12. Léo Bold Postado em 09/Sep/2015 às 13:07

    Lindbergh Collor Farias? kkkkkkkkkkkk E não, nenhum dois dois fariam falta pro país nem pros eleitores...

  13. Amarilia Postado em 10/Sep/2015 às 09:05

    Ô Maria,reveja sua postura antipetista e assuma uma postura pró-Brasil.Pega mal repetir à exaustão argumentos pífios contra o PT somente.Já passou da hora de se fazer uma política mais honesta,de se fazer crítica mais consistentes e cobrar de TODOS as suas responsabilidades.E nem precisa a gente abrir mão de nossas preferências,basta não abdicar da sensatez e do amor ao nosso país.Sou eleitora de Dilma e do PT e continuo defendendo o governo que ajudei a eleger,sem,contudo deixar de criticar os muitos erros do governo atual.Por vários motivos,entre eles a certeza de que se não estamos bem,sei que ajudei a livrar o país de um mal muito maior de ter o pseudocandidato Aécio na presidência.Apesar da demora,sei que as investigações vão bater na sua porta,pelo desgoverno que fez em Minas e muito mais.Preferências à parte,é preciso reconhecer que o Brasil governado pelo PT e que se tornou a oitava economia do mundo está muito melhor.Temos que nos unir e cobrar também do Congresso as suas atribuições para que possamos retomar o crescimento.Ficar de mimimimi,com provocações imbecis e ofensas pessoais em nada colabora para a democracia.Quanto ao vídeo,o embate mostra exacerbação dos dois lados,mas,sempre que há um embate entre tucanos e petistas ou com algum parlamentar da esquerda,os tucanos são massacrados.Eles se entregam facilmente como oportunistas,vingativos e desconhecedores da realidade brasileira.É só analisar bem o discurso.

  14. Sérgio Postado em 18/Sep/2015 às 01:38

    O Golpe já vem. Voltaremos a voar pelas Asas da Panair, pilotado pelo pelo Capo di tutti i capi Marino, em direção ao ¨coração¨ da américa, os eua.