Redação Pragmatismo
Compartilhar
Cuba 22/Sep/2015 às 16:47
36
Comentários

Cuba e Francisco em lua de mel e o encontro histórico do papa com Fidel

Povo cubano ‘tem vocação de grandeza’, disse o papa Francisco em missa para milhares na praça de Revolução. Em seguida, o líder da igreja católica protagonizou um encontro histórico com Fidel Castro e presenteou o líder cubano com um livro de Frei Betto

papa francisco Fidel cuba
Encontro do papa Francisco com Fidel ocorreu na residência do líder cubano, que recentemente completou 89 anos (divulgação)

Durante sua primeira missa em Cuba, o papa Francisco afirmou no último domingo que o povo cubano tem “vocação de grandeza” e que deve cuidar dela, mas especialmente trabalhando para os mais frágeis.

A declaração foi dada na praça da Revolução “José Martí” e ao lado da icônica imagem de Che Guevara, no centro de Havana, a uma plateia composta por milhares de cubanos e fiéis de outras partes do mundo. O presidente do país, Raúl Castro, a mandatária argentina, Cristina Kirchner, o teólogo brasileiro Frei Betto e uma comitiva de ministros cubanos também participaram da cerimônia.

Durante a homília, Francisco lembrou que “o santo povo fiel a Deus que caminha em Cuba é um povo que tem gosto pela festa, pela amizade, pelas coisas belas, e também tem feridas, mas sabe estar de braços abertos”.

“Hoje os convido a cuidarem dessa vocação, a cuidarem destes dons que Deus os presenteou, mas especialmente quero convidá-los a cuidarem e servirem, de modo especial, à fragilidade de seus irmãos”, acrescentou.

A missa começou pouco antes das 9h locais (10h de Brasília) e teve uma hora e meia de duração. Nela, o pontífice argentino ainda afirmou que “o serviço aos outros não pode ser jamais ideológico, do ponto de vista que ele não serve às ideias, mas sim às pessoas”.

No fim da cerimônia, Francisco também agradeceu Raúl Castro pelos esforços de paz no conflito entre as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e o governo de Bogotá.

“Não temos o direito a um novo fracasso neste caminho da paz e de reconciliação”, comentou o líder da Igreja Católica. Desde 2012, Havana é palco de encontros para promover diálogo entre a guerrilha e autoridades colombianas.

O cardeal Jaime Ortega, arcebispo na ilha, concluiu a missa, agradecendo ao papa “por ter favorecido o processo de renovação das relações entre Cuba e Estados Unidos, que tanto beneficiará ao nosso povo”.

Ortega ainda pediu que o “chamado a paz” do pontífice chegue aos povos cubano e norte-americano e “muito especialmente ao nosso povo cubano que vive aqui e nos Estados Unidos”.

Encontro de Francisco e Fidel

Após a missa na praça da Revolução, o papa Francisco teve um encontro com o líder cubano Fidel Castro em sua casa em Havana, anunciou o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.

Na ocasião, Fidel presenteou o papa com o exemplar da primeira edição de 1985 de “Fidel e a Religião”, escrito pelo teólogo brasileiro Frei Betto. Em troca, o pontífice lhe deu textos religiosos, como a sua encíclica sobre ecologia, intitulada “Laudato Si” (“Louvado Seja”) e publicada em 18 de junho deste ano.

De acordo com a imprensa cubana, os dois líderes discutiram temas de interesse comum, como a pobreza, a preservação da paz e a sobrevivência humana. Fidel elogiou o papa por sua capacidade de comunicação e suas mensagens públicas para todas as camadas sociais e seu compromisso pelo bem da humanidade. Por sua vez, Francisco expressou agradecimento à Cuba por sua contribuição da paz em um mundo “saturado de ódio e agressões”.

Segundo o porta-voz do Vaticano, o encontro durou 40 minutos e foi realizado em um ambiente “informal e amigável”. Antes da viagem do pontífice argentino a Cuba, a San ta Sé confirmara a possibilidade de uma reunião entre os dois, embora o encontro não estivesse na agenda do líder da Igreja Católica.

Vídeo

Recomendados para você

Comentários

  1. julia Postado em 22/Sep/2015 às 16:54

    Coxinhas chorando em 5,4,3,2 ....

  2. José Ferreira Postado em 22/Sep/2015 às 17:04

    O papa não se encontrou com os opositores, e evitou a discussão sobre a violação dos direitos humanos nessa ditadura. Se bem que ele apoiou a ditadura argentina e gosta de um governo autoritário.

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 22/Sep/2015 às 17:09

    O grande Papa Comunista seguiu o conselho dos coxinhas babantes e raivosos....foi pra Cuba...daí apertou a mão de Fidel e disse que o povo cubano está destinado a grandeza, em um discurso feito ao lado de uma imagem de Che....mas que combo glorioso é esse....maior Papa da história ampliando sua distância pros demais.

    • Guilhermo Postado em 22/Sep/2015 às 19:24

      Nenhum coxinha vai se preocupar se o papa foi ou não para Cuba. Mas agora que a "Ilha Paradisíaca" está se abrindo para o mundo, é capaz de, com alguma sorte, ter um destino grandioso porque até agora isso não aconteceu fora de um sonho distorcido.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 22/Sep/2015 às 21:58

      ???????????? Eu sei que não. Ué. Eles nem sabem apontar Cuba no mapa. Repetem o mantra "vai pra Cuba" no modo automático-espumante. E hoje eles estão ocupados demais comemorando o dolar a 4,00 pra se lembrar de que há algo no planeta chamado Cuba. Pra você ver o nivel de alienação, tem gente que acha - veja você - que se pode discutir Cuba somente sob o ponto de vista da abertura, ou de um Socialismo sobre o qual tambem não conhecem nada, e convenientemente se esquecendo - se é que sabem, pois em geral são alfabetizadas pela Veja - daquilo que realmente atravancou a ilha por décadas. Mas o assunto é o Papa Comunista, menino. O maior e melhor Papa da história emplacou um "combo triplo vermelho" e segue fazendo um pontificado comunista memorável.

    • Márcio Ferreira Postado em 23/Sep/2015 às 08:26

      No dia seguinte, ele vai aos EUA, aperta a mão do Obama e anda num carro da dona da Ferrari. É capitalista? Nem isso. Não adianta empurrar camiseta de time para o Padre Chico, ele já saiu da adolescência e tem personalidade. "As ideologias terminam mal, não servem. Não assumem o povo, por isso pensem no século passado, em que terminaram as ideologias, em ditaduras, sempre", ele disse. Quando acompanhei sua oração no Angelus, na fila havia muçulmanos, hindus e sabe-se lá que outra centena de religiões. Será que cada um também dizia a si mesmo: "o Papa muçulmano", "o Papa judeu", "o Papa hindu", "o Papa umbandista", etc? Sei não, acho que poucos são bobos nesse nível.

      • Rodrigo Postado em 23/Sep/2015 às 11:16

        (Outro Rodrigo) Márcio, para alguns a pessoa só "presta", só merece ser ouvida, admirada, se for do "nosso time". Mesmo que essa pessoa rejeite expressamente esse "time" e trate claramente de suas mazelas (comuns a "outros times"); faz-se ouvidos moucos, nega-se a realidade, a autodeterminação e liberdade de consciência, buscando impor arbitrariamente uma mentira devidamente rejeitada. O Papa é um grande ser humano, mas para muitos isso pouco quer dizer, pois muitos entendem que o humano estará sempre abaixo, inferior e a serviço de... Ideologias, aquelas mesmas, que não se importam com o indivíduo e sempre terminam em ditaduras; como dizia o tucano Rubens Ricupero: "o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde". Por isso, como disse abaixo, a cena em questão apenas me trouxe à mente a passagem em que Jesus manda o pequeno Zaqueu descer da árvore e, a contragosto de muitos, disse que tomaria refeição na casa dele. Era Zaqueu autoridade que, por suas práticas, era recriminado, mas Jesus disse que veio resgatar justamente a esses. E, mais, Zaqueu arrependeu-se e afirmou que devolveria ao povo tudo o que dele tomou, ao que Jesus então viu nele Justiça. P.S.: nem por isso Jesus virou "coletor de impostos para o império", nem mesmo "agente a serviço do império".

    • Eduardo Ribeiro Postado em 23/Sep/2015 às 10:53

      Galera sangra demais com o Papa Vermelho. Obrigado, mãe Argentina. Destes ao mundo alguns dos maiores, mais dignos e admiráveis homens da história recente. Che Guevara, Messi, Papa Comunista...

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 00:04

        Chola Mais Eduardo Ribeiro: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2015/06/16/francisco-diz-que-falar-dos-pobres-nao-faz-a-igreja-ser-comunista.htm

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 10:03

        Mas quanto mimimi causa meu Papa Comuna. Imagino quando vier a público a informação de que ele, o Papa Vermelho, esteve em Cuba na realidade pra acertar os detalhes do programa "Mais Cardeais", que vai levar religiosos cubanos para os mais diversos cantos do mundo :D .... você, por exemplo, se orienta pelo título desvirtuador de um dos principais entes da mídia golpista, Folha/UOL, para desmentir o que todo mundo sabe. Você é menino novo, vai melhorar, vai aprender a ler e interpretar um contexto e assimilar que a compreensão da realidade vai muito alem de um título de matéria cujo conteudo desmente o próprio título.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 10:05

        Vamos falar do curriculo de Chiquinho. Entre outras coisas, e falando de cabeça, CHICÃO DAS MASSAS abertamente criticou machismo, criticou pena de morte, pediu a criação do Estado Palestino, pirocou o catastrofismo e os atos de difamação da imprensa golpista, criticou o egoismo e fomentou o compartilhamento de riquezas enquanto obrigação moral, se reuniu com Stedile e movimentos sociais (primeiro Papa em 2000 anos a fazer uma reunião assim), criticou o câncer da especulação financeira, afirmou que comunistas são os cristãos não-assumidos e que COMUNISTAS CARREGAM A BANDEIRA CRISTÃ DE AJUDA AOS POBRES E MAIS NECESSITADOS, mandou um discurso em que dizia "Nenhuma família sem-teto! Nenhum camponês sem-terra!", levou pra casa a cruz comunista, apertou a mão de Fidel, discursou ao lado de Che, desagradou o "trio cramunhão" Reinaldo Pit Bull Azevedo, Rodrigo Dá Bilhão Constantino e Olavo Astrólogo de Carvalho, e ainda afirmou que os cachorros vão pro céu...porra....olha esse combo...é impossível não admirar este homem. É tranquilamente UMA DAS PRINCIPAIS FIGURAS DA ESQUERDA DO PLANETA NA ÚLTIMA DÉCADA, e estou sendo comedido. Para ser perfeito e completamente a prova de críticas, só falta o Papa Comunista virar ateu.

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 11:52

        Bom, menininho. Se você só vai aceitar as suas fontes de referência, então é fácil ficar arrotando sapiência e infalibilidade. Quanto a todo esse resto de lero-lero, também é muito fácil atribuir tudo de bom ao comunismo e tudo de ruim ao capitalismo e depois chamar o Papa de comunista só pelo fato dele ser um ser humano excepcional. No mais, https://pt.wikipedia.org/wiki/Decreto_contra_o_Comunismo. Chola mais que tá engraçado.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 14:23

        "Chicão das Massas" é nosso, menino. O Papa e os esquerdistas carregam a mesma bandeira, e foi ele mesmo quem afirmou pro mundo ouvir. ELE afirmou, não sou eu que "estou atribuindo" nada a ninguem. Papa Vermelho vai te magoar muito ainda se continuar negando a realidade. Aliás, o mundo anda de cabeça pra baixo...o poste mijando no cachorro....hoje, o Papa é comuna e os jovens são reacionários...

      • Márcio Ferreira Postado em 24/Sep/2015 às 14:43

        O que ELE disse de verdade, sem manipulação ou papo torto, foi o seguinte: "Eu só posso dizer que os comunistas têm roubado a nossa bandeira. A bandeira dos pobres é cristã. A pobreza está no centro de o Evangelho", disse ele, citando passagens bíblicas sobre a necessidade de ajudar os pobres, os doentes e os necessitados."Os comunistas dizem que tudo isso é comunismo. Claro, vinte séculos mais tarde. Então, quando eles falam, pode-se dizer: 'mas então você é cristão'". Muito bacana você admirá-lo, mas precisa ser desonesto assim, Eduardo Ribeiro?

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 14:44

        Buááá! """vou ignorar todas as outras fontes que não o pragmatismo político (incluindo a realidade e o bom senso) e torcer pra ninguém perceber""""" Buáááá

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 14:54

        Obrigado, Marcio. Por reforçar com brilhantismo o que eu disse. O Papa carrega a mesma bandeira que os esquerdistas de ajuda aos pobres e aos mais necessitados. Não sei por que você fez questão de colocar o texto integral, haja vista que ele repete quase que ipsis literis o que eu mesmo já havia escrito de forma resumida, mas obrigado mesmo assim.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 14:57

        Poxa, Luis....estou trabalhando com o discurso dele, do próprio Papa Vermelho...se você tem uma fonte em que ele diz claramente que "não, a bandeira cristã NÃO é a mesma bandeira do comunismo, pois os cristão se preocupam com os pobres e necessitados, e os comunistas não", coloque aí...você tem essa fonte? Sabe copia-la e cola-la? Sabe o que está sendo discutido ou continua perdido? Bem, aguardo seu retorno.

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 15:03

        Eu sei que a bandeira cristã é essa, enquanto os comunistas pegam essa bandeira e sujam ela de sangue com gulags e paredóns. Aliás, leu o documento que te mandei ou vai esperar sair no Pragmatismo Político para poder ler?

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 15:06

        Isso é o que você acha. Mais um que acha que estudar história é doutrinação marxista, aí dá nisso. Mas é sua opinião. A opinião do Papa Vermelho é outra. As bandeiras são as mesmas de acordo com Chicão das Massas.

      • Rodrigo Postado em 24/Sep/2015 às 15:41

        (Outro Rodrigo) Pois é, Luís, o ponto nevrálgico da questão é: a consciência, a boa obra e a boa vontade, como expõe o próprio Papa, vêm do indivíduo, mas não da ideologia. Para além disso haverá apenas negação da realidade, tentativa de convencimento pela repetição (do quanto devidamente já rejeitado e de forma reiterada) - quem não assume a realidade e quer criar uma nova chega mesmo a confundir-se na leitura, a afirmação de tentativa de apropriação de bandeiras da caridade e fraternidade (como se realmente se importassem) passando a ser lida como "divisão de bandeiras". Restará, pois, a lamentável postura de quem diz: "O Papa é meu, meu e meu e eu pinto da cor que eu quiser e bem entender. Azar o dele se ele rejeita tal arbitrariedade e teima em exercer sua liberdade". Que, então, a "semente plantada" em Havana seja devidamente "regada", "cuidada", para que "floresça" e dê os mais especiais "frutos" em solo tão especial como é o coração, seja os do povo cubano, seja o de seu ditador (leia e reflita sobre Zaqueu, Fidel). Deus abençoe ao Papa e a tão belo povo.

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 22:18

        Pô Outro Rodrigo!!! Acabou com a minha brincadeira de zoar o Eduardo Ribeiro! Ele ainda nem falou que eu nasci ontem!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 22:29

        E ninguem cala esse chororô....nem com as palavras do próprio Papa comprovando cabalmente e encerrando o assunto, nem com isso a rapaziada não aceita. Bate o pé, chama a polícia, amarra o rojão no rabo do gato, mas não admite, como não admitem que 1+1=2 se ouvirem isso de um esquerdista. Meninos...Chicão é o maior nome da esquerda mundial da última década. Na hora que aceitar pára de doer, garanto.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 22:55

        A verdade é que nem o Papa escapa do ódio classista. A reaçada fica emputecida quando vêem alguém falando em favor dos pobres, "esse bando de vagabundo inútil que atrapalha a sociedade recebendo bolsa-esmola, sub-raça imunda que é bancada pelo dinheiro do meu trabalho". Tem gente que anda cuspindo na cruz, especialmente depois da declaração papal correta de que comunistas tambem carregam a bandeira cristã de cuidados aos pobres e necessitados. Somos os cristãos não assumidos, Luis...palavras do infalivel Papa Vermelho...aliás, és católico? Se sim, pare de blasfemar. Um dos pilares do catolicismo é a infalibilidade do papa. O Santo Padre jamais erra. Portanto, sigam o Papa, virem comunas e sejam felizes.

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 23:29

        Oba! Voltou!!! Mas tá defendendo só alguns assassinos?? Defende mais! Diga aí que o Stálin era um mártir cristão! Na sua boca, tudo vira verdade absoluta e bom discernimento!

      • Rodrigo Postado em 24/Sep/2015 às 23:33

        (Outro Rodrigo) É errado, não deveria, mas eu me divirto com ele, Luis. Sempre me lembrando os discípulos de Schoppenhauer, infelizmente ele recorre à imposição de ódio ao interlocutor (quiçá o próprio ódio que infelizmente venha a nutrir), fugindo ao argumento; tentar convencer pela repetição, mesmo que a realidade lhe seja desfavorável (veja novamente a leitura equivocada quanto à tentativa de apropriação de "bandeiras"); fala em "sangrar", "chumbada", dor, com remessa à agressividade - a boca fala do que o coração está cheio e o efeito espelho leva a ver no outro a única realidade que se conhece (as anteriormente descritas). Aí vêm também todas aquelas frases de efeito, sempre pertinentes a um universo infantil (chamar políticos de "pais" e "mães", falar em "gabaritos", tentar impor pechas de tenra idade ao interlocutor e, como você já atentou, o "nasceu ontem"). Ainda, a tentativa de impor frases e pensamentos não quistos ao interlocutor (veja que ele já acusa indevidamente quem expõe o grave erro dele de "pessoa que odeia o menos favorecido" e mesmo passa a tratar de blasfêmias das quais, quiçá, seja ele afeito, como cuspir em objetos sacros - apenas mais desespero de quem já se vê sem argumentos...), com o infeliz e recorrente recurso à inverdade. Ao fim, hoje refletia se uma postura tal quanto ao Papa, quanto à sua autodeterminação, liberdade de consciência e expressão não seria um resquício da mentalidade escravagista em nosso país, alguns ainda se achando donos de outrem e reduzindo o ser a uma coisa (para sofrer imposições, ser usado e distorcido ao bel prazer de quem se julga "dono"). É uma pena e sempre desejo todo o bem e rezo/oro em favor também dele; parece que ele teve péssimas experiências de ódio com outros irmãos, então é sempre bom expor uma realidade diferente. P.S.: Ao menos ele finda confirmando o que dizemos, remetendo à infalibilidade "Ex Cathedra" do Sumo Pontífice Francisco, este que expõe a verdade sobre as ideologias e diz que a caridade e fraternidade não se confundem com comunismo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 23:44

        Stalin? Mas por que um trotskista defenderia Stalin? Esse chavão reaça, esse maltrapilho clichê e atestado de analfabetismo político serve apenas pra irritar nerds de internet no G1, menino. Aqui não funciona. Mas deixa quieto...aliás, me desculpa, não queria falar coisas que você não entende, inserir elementos que fogem da tua compreensão....voltemos a falar do Papa Comuna...

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 23:50

        Fale aí do Papa Comuna que só você vê e conhece. Me parece que é argentino, né? (Outro Rodrigo, quando o Eduardo Ribeiro não responde, é porque você está certo)

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 23:53

        Eu chamo o Papa de Papa Vermelho mas nem sei mais se ele ainda pode ser chamado assim. Olavão Astrólogo decretou a interdição dele meses atrás e excomungou ele essa semana, dada sua proximidade ideológica com o Comunismo, proximidade inegável e assumida por ele mesmo. Se houver algum seguidor do Papa Vermelho aí, esclareça por gentileza se eu ainda devo chama-lo de Papa. Aliás, além do Papa, segundo o qual gostaria de lembrar novamente, os comunistas são os cristãos não-assumidos - palavras dele - e segundo o qual a bandeira cristã de proteção aos pobres é tambem carregada pelos comunistas - palavras dele - , gostaria de lembrar que Dalai Lama tambem está conosco, pois se assumiu marxista. Portanto, Papa Comuna e Dalai Lama Vermelha...é o plano de dominação mundial instigado pelo Foro de SP...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Sep/2015 às 23:55

        Eu já falei....botei o curriculo dele, de coisas que lembrei de cabeça....até da reunião dele com Stedile falei...é um monstro...bem se vê que vocês lêem porra de nada mesmo.

      • luis Postado em 24/Sep/2015 às 23:58

        Intrigante! Quanta ponderação num só comentário! Decerto terás um lugar especial em tal nova ordem mundial. Talvez seja nomeado salvador do Brasil ou, no mínimo, analista e futurólogo oficial do regime!

      • Rodrigo Postado em 25/Sep/2015 às 10:43

        (Outro Rodrigo) Então, Luís, falta o argumento e, novamente, parte-se para a agressividade, para a desqualificação. "Laudato Si'" o Papa Francisco, que sempre recebe a todos os seus irmãos sem fazer prejulgamentos, vendo antes de qualquer coisa o caráter humano em todos eles, a exemplo do que Jesus fez com Zaqueu - uma lição de vida para todos nós. Que continue a se reunir com todos, a pregar a união, a harmonia e a boa convivência, sendo ponte viva entre povos e nações, entre seres humanos, jamais prestando-se a ser muro divisório, como muitos preferem ser.

    • Ana Cláudia Postado em 01/Oct/2015 às 00:21

      Delirou.!!!

  4. Rodrigo Postado em 22/Sep/2015 às 21:36

    (Outro Rodrigo) Procurei... Procurei... E não vi nada sobre a reiterada crítica do Papa às ideologias, refeita em Cuba. Sobre a libertação dos presos políticos, sobre os dissidentes colocados à distância (nem mesmo sobre a crítica do Papa à riqueza das instituições, mesmo da própria Igreja). Enquanto isso, há aqueles seguem querendo cortar a língua do Papa com a foice e impor-lhe um comunismo rejeitado à base de marteladas. Uma pena a negação da autonomia, a imposição de uma mentira e a omissão da reiteração de uma crítica devida às ideologias, que, conforme sempre diz o Papa, não se importam com o indivíduo e terminam em ditaduras. Parabéns a Francisco e ao povo cubano. Que a Divina Luz siga sempre adiante de todos. P.S.: hoje lia o Evangelho de Lucas, na passagem em que Jesus mandou que Zaqueu descesse e disse-lhe que tomaria refeição em sua casa, afirmando que veio (por todos nós) pelos pecadores. P.S.2: Jesus afirmou justiça a Zaqueu quando ele disse que devolveria ao povo o que dele tomou.

  5. walter Postado em 22/Sep/2015 às 21:47

    A HIPOCRISIA DO FIDEL, OS IRMÃOS CASTRO, APROVEITARAM-SE, DO CLARÃO GERADO PELO OBAMA; ACEITARAM E ABRIRAM AS PERNAS; VIVER SE AS BENESSES DO CAPITALISMO NÃO É POSSÍVEL; 50 ANOS SE PASSARAM E NADA DE PROGRESSO, OU LIBERDADE NA ILHA; QUANTO AO PAPA, ELE USA E SE DEIXA USAR; TAMBÉM PUDERA, ELE É ARGENTINA; QUEM TEM UMA CRISTINA, IRMÃ SIAMESA DA DILMA; NÃO PRECISA JUSTIFICAR NADA...HIPOCRISIA DO TAL SOCIALISMO IDIOTA...

    • Thiago Teixeira Postado em 23/Sep/2015 às 06:55

      Sensacional seu comentário. Muito bom. Mande um currículo para o Merval Pereira.

      • julia Postado em 23/Sep/2015 às 09:23

        Brilhante observação!...Rodrigo Constantino fazendo discípulos país afora.