Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2018 17/Sep/2015 às 09:47
8
Comentários

Ciro Gomes anuncia pré-candidatura à Presidência em 2018 pelo PDT

Ciro filia-se ao PDT e anuncia pré-candidatura à Presidência da República em 2018. Em sua fala, ex-ministro e ex-governador do Ceará criticou os movimentos pró-impeachment e chamou Eduardo Cunha de 'o maior vagabundo de todos'

Ciro Gomes PDT 2018
Ciro Gomes discursa durante filiação ao PDT. Ex-ministro deverá ser o candidato do partido para a Presidência da República em 2018 (divulgação)

Em sua primeira entrevista depois de filiar-se ao PDT, o ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes criticou o movimento pró-impeachment e chamou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de “maior vagabundo de todos”.

A declaração ocorreu no mesmo dia em que seu irmão Cid Gomes -que também deve se filiar ao PDT neste mês- foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal a pagar R$ 50 mil de indenização a Cunha, por chamá-lo de achacador.

“Cid Gomes era ministro e denunciou que havia um processo de apodrecimento das relações do governo federal com o Congresso Nacional, e que essa deterioração se assentava no achaque, na chantagem. Dito isso, foi lá, meteu o dedo na cara desse maior vagabundo de todos, que é o presidente da Câmara -digo pessoalmente, não como PDT-, pegou o paletó e foi para casa”, disse Ciro.

Eleições 2018

A filiação de Ciro foi feita na presença de líderes do partido como o deputado federal André Figueiredo e o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi. “Temos uma referência nacional e em 2018 vamos ganhar as ruas e as praças para fazer Ciro Gomes presidente do Brasil”, disse Carlos Lupi.

Críticas ao governo

Em sua fala, Ciro Gomes também fez críticas ao governo e citou dificuldades para empreender no país com cobranças de taxas e juros que considera “abusivos”. “A taxa de juros, condição essencial para empreender, é contra a nossa realidade. No Brasil, o trabalhador que faz uma duplicata paga 2% de juros ao mês e tem que competir com um dos Estados Unidos, que paga 2% ao ano”, disse.

PDT

Atualmente, o PDT conta com apenas 19 deputados. Com as novas filiações, o partido pretende conquistar 550 prefeituras em 2016, 231 a mais do que os atuais 319 municípios. Cerca de 70 prefeitos de municípios cearenses também devem seguir os passos de Ciro e Cid, incluindo o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros).

com agências

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Antonio Palhares Postado em 17/Sep/2015 às 11:15

    Que é uma alternativa melhor que o PSDB entreguista. Com certeza.

    • Pablo Postado em 17/Sep/2015 às 11:41

      PSDB...é cilada bino.

  2. poliana Postado em 17/Sep/2015 às 14:18

    tb acredito q seja um forte nome da 3º via em 2018...só n pode se aliar ao psdb...

    • Pedro Accioli Postado em 18/Sep/2015 às 15:44

      Eu não acredito de forma alguma que vá se aliar aos tucanos!

  3. enganado Postado em 18/Sep/2015 às 09:37

    Não votará no Ciro em hipótese nenhuma! Pelo que conheço dele, é Patriota e não terão ninguém indicado pela Banca Internacional Anglo-Semita e nenhum ministro nomeado por indicação da AIPAC e suas ramificações. De mais a mais a colônia não vota em ninguém que não seja dos partidos Apátridas=PSDB/DEM. Recolha sua pipa e deixa de enganar os outros!

  4. Luiz C. Cardoso Postado em 26/Oct/2015 às 18:30

    Considero uma boa opção de voto, depois de Lula.

  5. C.Paoliello Postado em 27/Oct/2015 às 17:08

    É o novo Carlos Lacerda com sua metralhadora giratória contra todos. Desde que cismou que vai ser presidente ninguém mais presta a não ser ele, é claro, um tipo de vestal. Tipo um Jânio. Meu voto não terá. Sou Lula.

    • Antonio Postado em 27/Oct/2015 às 20:49

      "Carlos Lacerda"? "Janio"? Viajou longe hein amigao!