Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rede Globo 22/Sep/2015 às 11:37
24
Comentários

Ao vivo, na Globo, menina de 10 anos surpreende com declarações feministas

Menina de 10 anos arranca aplausos na Globo, ao vivo, após contestar estereótipos de gênero. Vídeo protagonizado pela pequena Anita, filha do escritor Marcos Piangers, viralizou nas redes sociais

menina feminista globo anita 10 anos

Anita, 10 anos, filha do escritor Marcos Piangers deu uma aula de feminismo (vídeo abaixo) no programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo.

Perguntada se concordava que rosa é cor de menina e azul, cor de menino, Anita foi categórica:

“Eu acho que assim: tem a fase que quando tu é pequena, tu gosta de rosa e roxo. Mas quando tu cresce, tu pensa: Pô, que porcaria! Isso é uma coisa machista! Eu não gosto de rosa”, arrancando aplausos da plateia.

Além de muitos tuítes elogiando a atitude da menina, sites de jornais e revistas deram espaço à declaração de Anita.

Piangers, pai de Anita, deu mais exemplos de como a filha é uma “pequena feminista”. “Esses dias ela olhando na rua, aqueles homenzinhos para atravessar no verde [do semáforo], ela perguntou: ‘pai, por que não tem uma mulher?’”, contou.

A menina complementou: “Por que não tem trocador de bebê no banheiro dos homens também? Se tem no das mulheres…”

Em entrevista ao jornal Zero Hora, Marcos Piangers comentou a repercussão do episódio. Confira alguns trechos:

A Anita assumiu muito esse nosso discurso de empoderamento feminino. Nós dizemos para ela que ela pode ser o que ela quiser, que ela não pode aceitar que meninos tratem ela mal, e esses insights ela foi adquirindo com o tempo.

(…)

Essas questões de ela olhar um sinal e achar um absurdo não ter mulher, que tudo rosa de menina e azul de menino é um absurdo, são coisas que ela foi sacando com o tempo e foi falando. E como eu e a minha mulher ouvimos tudo o que ela fala, a gente sempre valoriza isso, anota as frases que ela diz, eu acho que ela foi se sentindo confiante para pegar o microfone ontem e falar aquelas coisas.

A informação está aí para todo mundo, qualquer pai pode ouvir melhor o seu filho, entender melhor o que ele está falando e passar para ele o que deve ser passado, que é o respeito, que menino não pode tratar mal a menina, todas as questões machistas da sociedade… enfim.

(…)

Isso é um papo que a gente leva direto com a Anita, e ela entende tudo. Agora a grana do livro está indo para crianças carentes e estamos falando com ela sobre crianças que têm […] paralisia cerebral.

É tudo questão de diálogo, mas, realmente, ela é daquele jeito, ela é muito cerebral, ela pega o microfone e vai dar os opiniões dela, que às vezes são bem incômodas.

Vídeo:

“Isso é uma coisa machista!”

Posted by Empodere Duas Mulheres on Terça, 15 de setembro de 2015

com informações de Zero Hora e Fórum

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Carlos Augusto Normann Postado em 22/Sep/2015 às 11:54

    genial!!! Parabéns, Piangers!!! Anita é uma menina fantástica, que lindo exemnplo pras outras crianças! Chega dessa ditadura do rosa-menina/azul-menino!! As perguntas da pequena são as de muita gente, como eu...afinal, bem que o banheiro dos homens podia ter trocador também!

    • eu daqui Postado em 25/Sep/2015 às 12:33

      Que diabo é trocador?

  2. Juniperos Postado em 22/Sep/2015 às 11:57

    No banheiro masculino não tem trocador, nem espelho, nem papel higiênico. Subentendesse que homem quando vai ao banheiro, quando encontra um, quando este funciona, só vai para urinar! valendo lembrar que a taxação já foi invertida, quando rosa era "para meninos" claaarooo.... nada como ser rotulado com uma roupinha azul ou rosa, que determinará incondicionalmente todo o seu futuro na terra. patético e pobre de espirito, simplesmente a cara do plimplim. E se a criança discordar, ora, sempre a pais que resolvem diferenças de opinião com uma extensão educativa do corpo como chinelo ou cinta...

    • Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 13:35

      isso não separe mais os banheiros.... Aí quando um malandro se vestir de mulher alegando transgenia e começar a estuprar mulheres nos banheiros não reclame.

    • Guilhermo Postado em 22/Sep/2015 às 13:47

      Odeio quando eu vou em um banheiro público e não tem espelho. Como vou tirar uma foto na frente do espelho pra postar no facebook desse jeito? ,

  3. Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 13:34

    Aprendiz de feminazi ?

  4. Ariadne Postado em 22/Sep/2015 às 14:24

    Pereira reclamar de banheiro não deve ser interpretado como uma deixa para homens e mulheres usarem o mesmo toalete... você tem tomado seus remedios? Mas, sabe, seu ponto de vista é tão idêntico a um que vi tempo atrás que não resisto em pensar que tu não passa de um fake ? Fique "tranquilo" não por falta de banheiros que homens adentrarão seu toalete... pois só agora que você falou é que descobriram que mulheres frequentam banheiros femininos... se alguém quisesse invadir um banheiro feminino atras de mulheres isso já haveria sido feito, ou você acha que você fez a descoberta do seculo?

    • Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 14:35

      Sabe de nada inocente ! Não fazem hoje porque ainda existe uma repulsa social no caso de um homem, mesmo homossexual frequentar o banheiro feminino. Os gayzistas estão fazendo de tudo com a arma da tal de ideologia de gênero, para que as diferenças biológicas gritantes entre homens e mulheres sejam esquecidas. Portanto, minha querida inocente útil, não haverá mais repulsa social pelo fato de joão que se acha maria frequentar o WC feminino, e, por conseguinte se criará um terreno fértil para os crimes sexuais.

  5. Juniperos Postado em 22/Sep/2015 às 14:59

    Salva o fato de você ter mencionado isso um detalhe: A pouco tempo atrás uma transgênero estava lutando pelo direito de usar o banheiro feminino, se bem me lembro. mas o assunto deixou de ser debatido quando saiu dos holofotes... contundo vejo que o cabeçalho do meu comentário sobrepôs o foco que eu queria que é a politica de rótulos enlatados aprovados pelo governo, que o povo ama comprar, atropelando o imenso leque de opções que é inerente dos humanos, como se já tivessem a marca genética para cair no "dividir e conquistar" usado a séculos pelo sistema.

    • Guilhermo Postado em 22/Sep/2015 às 15:14

      Desculpa a ignorância, mas por que uma transexual simplesmente não vai no banheiro feminino? Alguém vai impedir? É mais natural ela ir no feminino do que no masculino...,

  6. Hélio Postado em 22/Sep/2015 às 15:02

    Acho que o problema é que fala de temas muito complexos, cara. tem gente ¬¬ que pira se ouvir falar que uma menina não quer usar rosa, imagine falar da falta de banheiros. e, que chique ein? pensar em sefie ao falar de espelhos primeiramente... eu uso para fazer barba, mesmo fora de casa...

    • Guilhermo Postado em 22/Sep/2015 às 15:58

      kkkkkkk... Eu tava brincando quanto ao selfie só pra descontrair!

  7. Ariel Postado em 22/Sep/2015 às 15:22

    Vivemos os tempos da felicidade de cabresto, que já vem descrita em manuais, e quem não os seguir, segundo seus seguidores, não tem direito de ser felizes. O tema da vez é que cor usar? Ou se usa a cor de menina, quew a proposito é uma só, e o mesmo vale par o menino. Qualquer caso de inversão de cores pode acarretar um desenvolvimento homossexual (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) é serio isso?? Tem gente mesmo comprando essas ideias já no terceiro milênio?? Bizarro como dize alguns... uma menina de seus 10 anos assustando pereiras por que não querem usar rosa? E ainda viram feminazis??

    • Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 15:24

      Assustando ? não, é a imbecilização desde a infância !

  8. Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 15:25

    o que me assusta é os pais acharem "bonitinho" um menino de 3 anos brincar com uma boneca peituda, que usa minissaia e top.

  9. Ariel Postado em 22/Sep/2015 às 15:37

    Resumindo você acha mesmo, mesmo, que meninos podem se feminizar se usarem rosa?

    • Pereira Postado em 22/Sep/2015 às 15:48

      Hehehehehe...meu filho !!!! Cor de roupa é o que menos importa nessas discussões. O que o pessoal dito progressista faz é por esses tipos de cortina de fumaça para esconder o que importa. Atribuí-se ao conservadorismo discursos como esse da cor de roupa, para não se discutir a nefasta ideologia de gênero por exemplo. É um jogo psicológico bem armado, e pior usa-se crianças para isso.

  10. Eduardo Ribeiro Postado em 22/Sep/2015 às 15:41

    Só li verdades. Mas acho estranho ela se preocupar com isso de ser ou não machismo. Tudo que ela disse tem pertinência. A questão dos bonequinhos de semáforo, se partiu de uma observação dela e somente dela, ótimo e lindão. A questão dos trocadores, mesma coisa: é um questionamento genuino dela? Ok. A questão das cores idem, porem a teorização de "usar rosa é machismo" é completamente prematura para uma criança de 10 anos, o que me leva a acreditar que apesar do pai dizer que "ah é coisa dela e blablabla", parece não ser. Numa ótica mais ampla, saindo da esfera "feminismo", me incomoda profundamente ver crianças sendo adultizadas, ver pais forçando - e é isso que aconteceu, obviamente - uma maturidade que não está de acordo com a idade, fazendo com que ela eventualmente até queime etapas de vida para emular - de preferencia em público, porque isso agrega valor aos pais, exibir uma pequena adulta - uma maturidade e uma "adultice" que simplesmente não é dela. O discurso da guria é perfeito. Mas quando ela fala de "machismo" ela involuntariamente entregou que é um mero produto forçado e craneado pelos pais.

    • Lopes Postado em 22/Sep/2015 às 18:33

      Comentário Perfeito!!!!!

  11. Juniperos Postado em 22/Sep/2015 às 15:52

    Em contra-partida vemos aqui adultos infantilizados, para a tristeza do povo....

  12. marcio ramos Postado em 22/Sep/2015 às 18:41

    .... achei escroto este video... só podia ser da midia corrupta, assassina e bandida...

  13. Carlos Altavista Postado em 23/Sep/2015 às 09:57

    Agora só quero ver quando perguntarem à menina se ela assiste novelas da Globo. Aí vamos ver se o "empoderamento feminino" está ativo neste caso.

  14. Hélio Postado em 23/Sep/2015 às 13:53

    Acho que se sente sim incomodado com a menina não ligar para o rosa e achar que deve ter liberade sobre essas coisas. É visivel pelos seus comentários que a repreenderia se fosse possível.

  15. Eliana Postado em 23/Sep/2015 às 16:17

    Creio que a essa pergunta: A menina complementou: “Por que não tem trocador de bebê no banheiro dos homens também? Se tem no das mulheres…” Ela questiona o porquê que "o pai" não troca fraldas dos bebês, também! Usando portanto, o banheiro masculino com os trocadores de fraldas...!