Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 22/Sep/2015 às 08:00
24
Comentários

Admirador paga conta de Bolsonaro em restaurante chique no Rio de Janeiro

Bolsonaro tem conta paga por fã em restaurante de luxo do RJ. Almoço em estabelecimento especializado em frutos do mar, na Barra da Tijuca, custou R$ 360

Bolsonaro admirador cliente conta restaurante
Admirador paga a conta de Bolsonaro em restaurante de luxo no Rio de Janeiro e deixa recado para o deputado em guardanapo (reprodução)

Nem só de derrotas vive o deputado federal Jair Bolsonaro, que foi condenado nesta quinta-feira (17) a pagar multa de R$ 10 mil a deputada Maria do Rosário por ter dito que não a estupraria “porque ela não merece”.

Há duas semanas, o deputado — que é ídolo entre movimentos conservadores — passou a ganhar presentes de seus seguidores. Em um restaurante de luxo do Rio de Janeiro, o parlamentar teve sua conta paga por um admirador. De acordo com a revista Época, o valor da conta foi de R$ 360.

Um pequeno agradecimento pelo seu esforço em prol deste ‘falido’ Brasil. Obrigado”, dizia o bilhete deixado pelo fã. Bolsonaro repercutiu o episódio em sua página no Facebook.

“Agradeci ao autor que insistiu em manter a cortesia, e ainda me disse muito obrigado”, afirma Bolsonaro. “Pagar algo para um político no Brasil é quase inacreditável…”, escreveu o deputado.

Adorado e odiado

Enquanto é adorado por alguns, outros veem em Jair Bolsonaro uma das mais controversas figuras do Congresso. O deputado tem longo histórico de polêmicas envolvendo declarações contra homossexuais e outras minorias.

Nessa semana, Bolsonaro bateu boca com o deputado Orlando Silva (PCdoB) em meio ao plenário por conta de deliberações a respeito dos pedidos de impeachment de Dilma Rousseff.

Em entrevista ao Jornal Opção, o polêmico deputado declarou que deseja a saída da presidente Dilma Rousseff do poder “hoje, infartada ou com câncer, ou de qualquer maneira”

Ainda este ano, em abril, a Justiça do Rio de Janeiro também condenou o deputado a pagar uma indenização de R$ 150 mil por declarações contra os homossexuais feitas no programa CQC, da TV Bandeirantes.

informações de Exame, Época e Opção

Recomendados para você

Comentários

  1. juliano Postado em 22/Sep/2015 às 08:27

    falido mas nem tanto né... não é todo mundo que tem R$360 pra desembolsar assim, "num gesto de bondade"

    • Maria Neuza Postado em 22/Sep/2015 às 09:17

      360 reais é minha compra de supermercado para todo o mês, kkkk.

      • luann Postado em 22/Sep/2015 às 11:26

        hahahahaha digo o mesmo Neuza.

    • joão carlos Postado em 22/Sep/2015 às 20:58

      Se precisar,vivo com um salário na boa;

    • Roger Postado em 01/Oct/2015 às 23:55

      O bocó ficou ainda mais falido com a atitude ridícula.

  2. Nemora Postado em 22/Sep/2015 às 08:55

    Caridade seletiva, falência seletiva, indignação seletiva, corrupção seletiva ( a dos outros). É moda?

    • Denisbaldo Postado em 22/Sep/2015 às 10:56

      Não, é falta de inteligência, cultura, educação, amor ao próximo, respeito, solidariedade, etc.

  3. Rosendo Postado em 22/Sep/2015 às 09:00

    Esse ato de generosidade não se estende a quem realmente precisa,assim são as bolsonetes

  4. Márcio Ferreira Postado em 22/Sep/2015 às 09:10

    E quando você pensa que o fundo do poço foi alcançado, o Brasil vem e lhe mostra que sempre dá para descer mais... Mas o que é um idiota que paga uma conta de restaurante caro de um completo boçal frente a tantos outros que fazem vaquinha para corruptos penalmente condenados pagarem suas multas? Otário sou eu que não escolho "um lado", dirão alguns. Eu escolho, e não é nenhum desses.

    • luann Postado em 22/Sep/2015 às 11:27

      Não escolher "lado" nenhum é como deixar que um desconhecido escolha o que você irá almoçar... quem é o Otário?

      • Márcio Ferreira Postado em 22/Sep/2015 às 12:38

        Como diria Haddad, ao ouvir uma pergunta besta do Villa em entrevista na Jovem Pan: "Acho que você...". Primeiro que eu disse (e reafirmo) que não escolho nem o lado dos estúpidos que pagam almoço de pilantra homofóbico, ditatorial, violento, preconceituoso e outras qualidades, e nem o lado dos imbecis que pagam multa de corruptos condenados penalmente que admitem, inclusive, que fizeram caixa 2, para não admitirem coisa pior. Segundo que isso não significa, nem na mais malandra acrobacia argumentativa, não escolher lado nenhum. Terceiro que não existem apenas esses 2 lados. Será que só tem gente binária aqui? Procure e encontrará um terceiro, estude e verá um quarto, investigue e identificará um quinto. Quarto (não perca as contas), se algum dia você conseguir evoluir seu pensamento e ser capaz de reconhecer que o "seu lado" pode errar, você poderá se tornar um indivíduo crítico, com ideias próprias e até apoiar "outros lados" também, a depender do assunto. Em outras palavras, para você talvez entender: o desconhecido pode até escolher o que eu almoço, mas o que eu sirvo no prato e se eu como, quem define sou eu.

    • poliana Postado em 22/Sep/2015 às 13:04

      falou aquele q escolheu um dos lados...

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 22/Sep/2015 às 09:59

    Baita esforço. 25 anos e 1 projeto aprovado. Esforço brutal, cavalar, hercúleo. Nossa senhora, até me emociono com tanto esforço pela nação. Se possível, informem qual é o restaurante para que nenhum brasileiro/carioca de bem frequente inesperadamente o mesmo ambiente que Bolsonaro e que um fã mau carater e psicopata de Bolsonaro frequentam. Porque faz mal. Ambiente insalubre.

  6. Carlos Postado em 22/Sep/2015 às 10:13

    Um país com mais homicídios que a guerra da Síria cheio de idiotas defensores de bandidos, figuras como Bolsonaro soam como razoáveis.

  7. Dado Marchezzi Postado em 22/Sep/2015 às 11:12

    "E eu vou por aí, Taleban, vendo os boy beber dois mês de salário da minha irmã..." Emicida

  8. João Paulo Postado em 22/Sep/2015 às 11:33

    O João Figueiredo enfrentou resistências na sua indicação, afinal, os militares não desejavam ser governados por "general de segundo escalão". Quem dirá por alguém com a patente do Bolsonaro ...

  9. Trajano Postado em 22/Sep/2015 às 11:45

    O cara tá na Barra da Tijuca, local para onde grande parte dos recursos do Rio são direcionados, tira do bolso R$ 360 para pagar conta de um deputado e diz que o Brasil tá falido? Tá bom. Nosso discernimento já foi leiloado então. E que coisa, né? Pagar conta de restaurante de quem não conhece parece flerte. Só faltou colocar o número do telefone pra marcar o desenrolo.

  10. Trajano Postado em 22/Sep/2015 às 11:45

    O cara tá na Barra da Tijuca, local para onde grande parte dos recursos do Rio são direcionados, tira do bolso R$ 360 para pagar conta de um deputado e diz que o Brasil tá falido? Tá bom. Nosso discernimento já foi leiloado então. E que coisa, né? Pagar conta de restaurante de quem não conhece parece flerte. Só faltou colocar o número do telefone pra marcar o desenrolo.

  11. Thiago Teixeira Postado em 22/Sep/2015 às 11:51

    Um cara desses paga com gosto R$ 360,00 para o Bolsonaro ter uma refeição. Já quando uma família recebe R$ 90,00 para comprar mantimento numa mercearia no interior do nordeste ...

    • julia Postado em 22/Sep/2015 às 15:37

      Perfeito. Acho que são esses tipos que criticam o bolsa família, mas que, por outro lado, apoiam o bolsa neonazista!

  12. Rodrigo Postado em 22/Sep/2015 às 14:44

    (Outro Rodrigo) Nós todos aqui já pagamos, todo mês, para políticos comerem, alugarem carros, pagarem combustível etc. etc. etc. Não vejo necessidade, pois, de dividir sequer uma tapioca (de que tanto gosto), um cafezinho, com qualquer um que seja. Agora, já contragosto de muitos, sugiro (se ninguém se sentir muito ofendido), tratar da impressionante fala do Deputado Estadual Fernando Furtado (PC do B - MA), na qual disse que índios seriam "viadinhos" e que poderiam morrer de fome, vez que não trabalhariam, no entender dele. Que falemos dos absurdos de Bolsonaro, mas que não nos esqueçamos dos demais.

  13. Marilda Postado em 22/Sep/2015 às 18:45

    Quem me garante que isso é verdade? Pra mim foi o próprio ou algum assessor que escreveu o bilhete no guardanapo . Ou quem sabe algum apaixonado (Sado masoquista) que pagou mesmo a conta ...

  14. Luciano Postado em 22/Sep/2015 às 21:05

    Não paga 10 reais a quem tá com fome na rua. Sei...

  15. Fernando Postado em 23/Sep/2015 às 09:50

    "Ta Serto"? Além de analfabeto político, coxinha também confirma ser analfabeto funcional. Sem contar que a tentativa de malograda de desvio de foco da discussão é de uma desonestidade intelectual rasteira.