Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rede Globo 06/Aug/2015 às 21:14
16
Comentários

PT ou PSOL, quem bajulou mais a Globo no Senado?

Diante de João Roberto Marinho, senadores dos mais diferentes campos ideológicos, inclusive do PSOL e do PT, se revezaram na tribuna para reverenciar as Organizações Globo. Nenhum parlamentar ousou tecer uma crítica sequer à emissora

globo pt psol senado homenagem
Sessão solene do Senado em homenagem aos 50 anos da TV Globo (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

Em sessão especial para comemorar o aniversário de 50 anos de fundação da TV Globo nesta quarta-feira (5), diversos senadores discursaram em homenagem à emissora diante de João Roberto Marinho, filho e herdeiro do legado de Roberto Marinho.

Ronaldo Caiado (DEM-GO) foi o autor do requerimento para a realização da sessão especial e exaltou as qualidades que sua visão particular de mundo enxergam na emissora.

”Vivemos um momento difícil e turbulento da vida nacional, particularmente no que diz respeito às incertezas que têm marcado a economia e a política do país. Ocasiões como essa serão inspiradoras de coragem a partir do exemplo que observamos na história da Globo”, afirmou.

PSDB, PT e PSOL

Frente aos holofotes do maior grupo midiático do país, senadores dos mais diferentes campos ideológicos se revezaram na tribuna para reverenciar as Organizações Globo. De José Serra (PSDB-SP) a Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), passando por Marta Suplicy (Sem partido-SP) e Jorge Viana (PT-AC).

Randolfe Rodrigues, do PSOL, disse: “Poucas empresas no mundo atingem 100% do território nacional. Nenhum outro canto do mundo tem uma emissora de televisão que é produtora de novelas mas também incentivadora de talentos. Na Rede Globo há sempre o espaço para o novo. Às vezes nos bate muito o complexo de vira-latas. Quando nós temos um patrimônio superlativo, isso é motivo de orgulho para o Brasil” (vídeo abaixo).

Jorge Viana, do PT, afirmou que a Globo “cresceu contando histórias” e ocupou um espaço de destaque no país “fazendo uso de tecnologia, de gente competente. Só tem sucesso quem conta boas histórias ou quem interpreta boas histórias”.

Nenhuma crítica

A propósito, nenhum dos 81 membros do Senado teceu uma crítica sequer à emissora. Nenhum deles lembrou a infração à legislação brasileira que significou a criação da TV Globo, a partir de um acordo com o grupo estrangeiro Time-Life, o que era proibido na época. Fato que, inclusive, chegou a motivar um pedido de CPI do parlamento, posteriormente engavetada.

Nenhum parlamentar ousou recordar o quanto a emissora deu sustentação à ditadura que torturava e assassinava brasileiros, a ponto do general Emilio Garrastazu Médici dizer que dormia feliz todas as noites depois de assistir o Jornal Nacional e constatar que, enquanto no mundo pipocavam greves e manifestações, tudo ia bem no Brasil.

Nenhum senador citou que a Globo, durante a campanha pelas Diretas Já, omitiu dos seus telespectadores a existência do movimento político, chegando a registrar uma grande passeata realizada em São Paulo como festividade em comemoração ao aniversário da cidade.

Os parlamentares também não recordaram a edição do debate final da campanha presidencial de 1989 que favoreceu o então candidato Collor de Mello, hoje também senador por Alagoas . Ou qualquer outro exemplo, dentre muitos, do quanto e como a emissora tomou partido e tentou direcionar os votos dos brasileiros em todas as eleições democráticas.

Também não criticaram o monopólio midiático brasileiro, do qual as Organizações Globo , também proprietária de rádios, jornais, revistas e canais de TV a Cabo, são a principal representante.

No parlamento de um Brasil cada vez mais hostil e polarizado, a TV Globo foi tratada como uma unanimidade que ela não é. Afinal, nas ruas e nas redes, crescem cada vez mais os protestos contra a parcialidade do grupo midiático que continua apoiando o grupo político que sustenta a defesa dos seus interesses empresariais.

Filho e herdeiro do legado de Roberto Marinho, o vice-presidente Institucional e Editorial do Grupo Globo, João Roberto Marinho, agradeceu tamanho apoio e reconhecimento no mesmo clima de desapego à verdade e aos fatos históricos.

“A TV Globo não defende partidos, não defende religiões, não defende formas de comportamento, não defende formas de agir. O que fazemos é acompanhar as mudanças da sociedade com as contradições que essas mudanças acarretam”, afirmou.

Vídeo:

com informações de Najla Passos, Carta Maior

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. João Paulo Postado em 06/Aug/2015 às 21:35

    Com essa base desgraçada, quem precisa de Aópio? No mais, papel ridículo do PSOL, que demonstrou se acovardar numa situação de irrisória adversidade.

  2. Peterson Postado em 06/Aug/2015 às 22:57

    Esqueceram também da sonegação.

  3. Felipe Postado em 07/Aug/2015 às 02:02

    Que vergonha desse congresso.

  4. Sérgio Postado em 07/Aug/2015 às 08:40

    Nem vergonha dá para ter desse senado, bando de covardes.

  5. felipe Postado em 07/Aug/2015 às 09:02

    PT e PSOL traindo a esquerda? o mundo ta ficando maluco kkkk

    • mauro Postado em 07/Aug/2015 às 15:27

      Também "buguei", kkkkkk

  6. Rodrigo Postado em 07/Aug/2015 às 10:08

    (Outro Rodrigo) Posso ter me enganado, mas todos os repórteres e âncoras que noticiavam o "beija-mão" aparentemente transpareciam um ar de "ai, que mico"...

  7. Pereira Postado em 07/Aug/2015 às 10:37

    Por que será né ????? Uma vez que a esquerda praticamente hegemonizou a política com a ajudinha da Globo. E ainda tem gente que se espanta porque o esquerdismo bajula a Globo.

  8. Eduardo Ribeiro Postado em 07/Aug/2015 às 11:21

    """"""A TV Globo não defende partidos, não defende religiões, não defende formas de comportamento, não defende formas de agir."""""". Não é possível....será que não tem UM puto com culhões pra levantar e mandar um "olha, não é bem assim..."? Não precisa fazer o que seria o ideal não - uma escarrada na cara do cidadão - , bastaria levantar a mão, pedir a palavra e dizer que "eu discordo desse ponto aí...". Frouxos...todos eles. O PT é sabidamente FROUXO e merece tomar na cabeça exclusivamente por causa de sua IMENSA FROUXIDÃO.

    • Pereira Postado em 07/Aug/2015 às 11:43

      Olha não é bem assim ! O PT tem colhões para roubar bilhões e manter seu esquema de poder.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 07/Aug/2015 às 15:52

        Pereirinha se não fosse troll profissional seria mais um popularzão do G1...parece o outro garóti do PP, reclamão no eterno modo automatico..."""""""o PT inventou a corrupissaum....fora dilma botijao de gas vermelho o bolivarianismo nao mais reinara!!! vamos tomar as ruas nós brasileiros de verdade que trabalha pra sustentar a familia!! basta dessa corja e dos vagabundos que vivem de bolsa esmola sem trabalhar!!""""""

    • mauro Postado em 07/Aug/2015 às 15:29

      Hãããããããããã??????? kkkkkkkkkkk

  9. felipe Postado em 07/Aug/2015 às 12:03

    kkkkk pois é parece que o PP ta se rebelando publicando estas matérias, a esquerda se calou...

  10. Paulo Paganini Postado em 07/Aug/2015 às 16:44

    Prezado Randolfe, Por gentileza, passar no Congresso e perguntar ao Daciolo o passo a passo para 'check out' do PSOL. Pois PSOL não é sua casa há tempos. Grato.

  11. Paulo Figueira Postado em 07/Aug/2015 às 17:50

    A briga não é por pessoas, a briga é pelo Brasil e seu povo

  12. Antonio Palhares Postado em 08/Aug/2015 às 10:03

    Este pessoal nunca foi de esquerda e nem tinham preocupação com o social.Entraram para a politica de forma mascarada,para conseguir espaço,se auto promoverem e se elegerem com os votos dos pobres.São pessoas egoistas,mesquinhas e vaidosas.Lixos humanos.Sempre quiseram ser da "elite".Acham que vencer na vida, é se igualarem em genero,numero e grau aos opressores dos pobres.Acham que parecer com a elite,os torna elite.Mas isto é falso,são os ratos magros mencionados pelo Roberto Jeferson,falta-lhes os caracteres e destino de dominantes.Quando muito serão apenas vassalos bem alimentados,iguais a cachorrinhos de madame,prontos semprea abanarem rabinhos mediante afagos e e biscoitos caninos.Por mais bem tratados que sejam,nunca perderão a condição de cachorrinhos.Este Randolph me dá nojo,por tudos que ele é e faz.Esta caterva nojenta traidores dos ideais sociais,agora de barriga cheia se esquecem dos ideais daqueles pobres que anonimamente os colocou no poder.Sempre acreditei no ideal social para o Brasil e fiz a minha parte em meu meio.Acreditando que este país tivesse mais equilibrio social.Babar ovo da globo,que sempre trabalhou contra nosso povo,é demais.Com esta esquerda,não precisamos de inimigos da direita.Se nosso povo fosse JESUS ,estes ai seriam com certeza o JUDAS ISCARIOTES.