Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 14/Aug/2015 às 12:36
93
Comentários

O desabafo de um menino de 11 anos que é vítima de racismo na escola

"Eu não aguento mais". Menino de apenas 11 anos que não suporta mais sofrer preconceito "todo santo dia" na escola publica um vídeo-desabafo pedindo basta

menino bullying racismo escola kauan

Kauan Alvarenga estuda na escola João Vieira de Almeida, na Vila Maria, cidade de São Paulo. O menino, de apenas 11 anos, publicou no Youtube um vídeo-desabafo (assista abaixo) em que pede um basta nas perseguições racistas que sofre diariamente na escola.

Apesar de comovente, o conteúdo soma pouco mais de mil visualizações até o fechamento deste texto.

“Meu nome é Kauan Alvarenga, tenho 11 anos. Olha aqui, vou falar uma coisa para vocês […] todo dia, todo santo dia, todo dia mesmo, eles mexem com meu cabelo, mexem comigo, e quando eu vou falar pra professora, [ela] não dá atenção, não fala nada, finge que não ouviu”, explica Kauan.

“Eu não tô aguentando mais. Todo dia, na escola, na rua, dentro da minha sala de aula, debocham do meu cabelo, não sei por quê […] o problema é meu, o cabelo é meu. As vezes me batem, me agridem, queria que parassem com isso, entendeu? Não tô aguentando, não dá, não dá… todo dia, muitas vezes são ‘um monte’ me zoando’, ‘5 marmanjão’ do tamanho da minha mãe”, desabafa o menino.

Racismo e coragem

A coragem de Kauan de expor o problema e relatar o sofrimento diante de uma câmera chamou a atenção de internautas e alguns se enxergaram na pele do menino quando tinham a sua idade. O garoto recebeu vários comentários de estímulo e coragem.

“Oi Kauan, infelizmente esse tipo de gente existe em todos os lugares, temos que lidar com preconceito diariamente. Tente não se importar com isso e tenha sempre a certeza que você é lindo, inteligente, suas raízes são lindas. Continue gravando vídeos pra gente. Um beijo”, escreveu Yasmin Nunes.

Tatiana Alves destacou que o que Kauan sofre não é ‘bullying’, como consta na descrição do vídeo postado, mas racismo. “Kauan, você é lindo, seu cabelo é lindo, o que você sofre não é bullying, é o racismo intrínseco na nossa sociedade brasileira. Eu sofri isso já, precisamos denunciar essa escola e essa professora, você merece ser respeitado como todos os seus colegas!”

Outros comentários lamentaram a omissão da professora e da escola, que, segundo Kauan, até agora não tomaram providências para sanar as perseguições.

“Kauan, sua professora precisa voltar a estudar! Como uma pessoa adulta consegue assistir a este tipo de situação e fingir que nada está acontecendo? Estes colegas de escolas estão cometendo crime de RACISMO, avise a sua mãe para denunciar na polícia”, publicou Romeica Moreira.

“Lamentável a omissão [email protected] professores em não tomar atitudes mais eficazes. Parabéns colega pela coragem e atitude de enfrentar a perseguição. Sua força e orgulho por sua etnia causa inveja, por isso o resultado da perseguição. Pode contar conosco para divulgar seu sofrimento, força a você e sua família. Por favor não desista. Força guerreiro”, disse Lu Gomes.

VEJA TAMBÉM: A resposta de uma menina de 4 anos quando foi chamada de ‘feia’ na escola

“Kauan, infelizmente você com tão pouca idade já tem que lidar com esse mundo horrível de preconceito e racismo… te desejo muita força pra lutar por um mundo melhor em que nem as crianças nem os adultos tenham mais que passar por isso. Você é lindo demais, seu cabelo é incrível e você fala muito bem, supertalentoso. Você tem futuro. Um beijo”, comentou Isabela Talarico

Vídeo:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Doug Postado em 14/Aug/2015 às 12:55

    Façam suas apostas. Quem vai ser o primeiro a falar a palavra 'vitimismo'?

    • Lucas Oliveira Silva Postado em 14/Aug/2015 às 13:08

      Eu não preciso nem fazer força pra pensar, te dou uma pista e ela começa com "Pereira" ou "Maria"

    • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 13:13

      o jose ferreira e a maria cesar souza serão os primeiros. o pereira vai dizer q é tudo culpa da esquerda. o naro solbo vai dizer q a culpa é dos negros q se curvam ao preconceito. basta n se sentirem ofendidos, afinal, ele é negro e n se curva a isso. o felipe vai dizer q é a patrulha do politicamente correto, e q tá ficando chato isso...aguardemos...

      • Deisi Postado em 14/Aug/2015 às 14:13

        Poliana, definição perfeita dos reaças de plantão. cristãos evangélicos, "historiador", filhote da ditadura. Só me resta lamentar, que existam pessoas assim! Tem mais, os evangélicos são perseguidos, isso ninguém noticia, também tinha muitos apelidos quando criança, cresci e superei. Muito mimimi! Afinal racismo não existe no Brasil, ficou lá traz com a Lei Áurea. "Somos todos macacos"!

      • Deisi Postado em 14/Aug/2015 às 14:13

        Poliana, definição perfeita dos reaças de plantão. cristãos evangélicos, "historiador", filhote da ditadura. Só me resta lamentar, que existam pessoas assim! Tem mais, os evangélicos são perseguidos, isso ninguém noticia, também tinha muitos apelidos quando criança, cresci e superei. Muito mimimi! Afinal racismo não existe no Brasil, ficou lá traz com a Lei Áurea. "Somos todos macacos"!

      • felipe Postado em 14/Aug/2015 às 15:00

        Poliana e Deise, é absolutamente ridículo seus comentários, aos contrários de vcs eu tenho sensibilidade por todas as pessoas, o fato aqui é que as escolas públicas no Brasil estão virando fabrica de bandido, racista, homofóbico e em vez de vcs fazerem a crítica a isso prefere prever o que os outros vão achar, sinceramente as primeiras pessoas preconceituosas são vocês, lamentável.

  2. Antonia veralucia da Silv Postado em 14/Aug/2015 às 12:59

    Voçê é maravilhoso,corajoso e meta de dos garotos que fazem isso com você não teriam metade da sua coragem. Olha meu amor,somos todos negros,viemos da África e a cor não existe e sim,existem pessoas com diferentes cor de pele!Parabéns pelo desabafo.

  3. Hilla Postado em 14/Aug/2015 às 13:01

    Caramba mesmo ! Eu como mãe vou brigar até a morte com racista e preconceituosos. Não precisam gostar apenas respeitem. Se não conseguirem respeitar apenas ignorem. Pq se vc encontrar uma mãe como eu pelo caminho o pau vai comer, " porrada dada não se tira" violência não é a opção mas quem não gosta de violência não viola nem começa uma. Se sou uma louca? Quem não vira?

    • marcus Postado em 14/Aug/2015 às 13:22

      e isso aiHilla to contigo e partir pra cima mesmo nao se abatar

    • Lais Riz Postado em 14/Aug/2015 às 13:50

      Estamos juntas bjs querida

  4. Leandro Araujo Postado em 14/Aug/2015 às 13:07

    E inveja porque vc e lindo e corajoso!!!

  5. poliana Postado em 14/Aug/2015 às 13:11

    e aí, jose ferreira, vai dizer q é besteira, q é mimimi, q não é racismo?! a solução poderia ser uma franja né?! é que nós não conhecemos esse universo das crianças. né racismo não, tá tudo ok. não existe racismo no brasil!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 14:06

      A CULPA É DELE. É PORQUE ELE NÃO USA FRANJA!!!!!!!!!!!!!

      • deisi Postado em 14/Aug/2015 às 14:31

        Eles falam do cabelo, é só raspar a cabeça, que tá tudo certo, o problema tem solução, o resto é mimimi, não é racismo, é injuria racial. O "historiador", sabe tudo de história.

      • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 15:30

        Convenhamos que o cabelo dele é feio mesmo, e existem bonitos penteados afros (eu não disse franja, hahaha) que se encaixam bem a ele. A propósito, sou historiador de verdade. Terminei minha graduação em 2013.

      • Vinicius Postado em 14/Aug/2015 às 23:09

        José Ferreira, a beleza é algo relativo.Você têm direito de achar o que quiser. Só não tem direito de agir de forma infantil e mal educada.Enfim, ele usa o cabelo que quiser independente do que você acha. *Outro Vinicius

      • Trajano Postado em 16/Aug/2015 às 19:30

        O José Ferreira é historiador ou cabeleireiro?

  6. Ana Maria V, de Souza Postado em 14/Aug/2015 às 13:21

    Eu leitora do comentário em épocas muito distante já passei por tudo isso e muito mais, só que brigamos muito com os racistas, principalmente com filhos de fazendeiros. O governo mandava cadernos para distribuir com os alunos e as professoras distribuíam com os filhos dos fazendeiros.Isso não vai acabar, na ocasião brigávamos com as professoras, depois fomos brigar com os alunos foi terrível e coisas desse gênero ou pior anda acontecendo tem que brigar de alguma forma.

  7. Fabricio Gontijo de Sá Postado em 14/Aug/2015 às 13:41

    Garoto, continue com sua coragem, sua capacidade de expressar e protestar e NÃO abaixe a cabeça para ninguém, rapazinho!...Imponha-se como pessoa, Negro (e não sinta vergonha disso), cidadão e que Deua lhe abençoe nesta vida, que não é nada fácil. Abraço apertado, garoto!

  8. Juniperos Postado em 14/Aug/2015 às 14:02

    Deliberado racismo, e uma criança pede ajuda. Obviamente "aqueles" tipos que gostam de tachar uma criança como essa de "cotista" ou "vitimista" não vão nem mesmo querer se pronunciar. Se acaso, sim, espero que uma vez na vida, falem algo útil, diante da magoa de uma criança que mal compreende um dos comportamentos mais imundos do humano, o racismo. Essas crianças que o perturbam, tem pais, que provavelmente devem ter algum tipo de opinião (provavelmente indiferente)quanto ao comportamento reprovável dos filhos. Ou quem sabe, não seriam neles que se espelham...

  9. José Carlos Postado em 14/Aug/2015 às 14:05

    É impressionante e, sobretudo, lamentável como vivemos em um país onde existem dois pesos e duas medidas para certas coisas. Aqui, para a classe média/alta, fazer uso de drogas ilícitas é "recreação"; já para aqueles de classe social menos abastada, é "tráfico/crime" passível das piores punições. Para a classe média/alta, jogar uma bolinha de papel na cabeça de um suposto candidato à presidência é "terrorismo"; já uma bomba carregada de pólvora e ódio jogada contra um instituto de um ex-presidente da República é, para alguns boçais, "uma farsa forjada para desviar o foco, a atenção", uma "auto-vitimização", em decorrência da crise política centralizada, infelizmente, em apenas uma sigla. Atentado contra imigrantes haitianos, pobres e negros, vindos de um país devastado e esquecido pelo mundo, é minimizado por ser de "menor periculosidade", já que os tiros disparados contra os mesmos foram "só" de chumbinho, festim. Para alguns, cometer atos racistas, como este denunciado pelo menino Kauan, é simplesmente "bullying", "comum a crianças e adolescentes", quando, na verdade, é o mais puro ato de RACISMO travestido de "inocência" e "despretensão", que, trágica e erroneamente, é encarado por alguns (talvez a infeliz maioria neste país) como "coisa típica da idade", "uma fase", como devem ter pensado, ou melhor, devem pensar mães e pais dos devidos agressores (R-A-C-I-S-T-A-S), a direção da escola e a professora, que cometem o mesmo crime ao se omitirem, ao não tomarem as devidas providências não só administrativas e pedagógicas, mas, inclusive e principalmente, legais (RACISMO É CRIME INAFIANÇÁVEL NESTE PAÍS!!!), e, dessa forma, colaborar na perpetuação dessa atitude repugnante, que irá criar os futuros (se é que já não o são) intolerantes e racistas que virarão as costas para, entre outras coisas, o extermínio de um enorme contingente formado por jovens negros, que todos os dias são exterminados nas periferias deste país. Para isso, não ouço nenhum barulho de panela ou danças coreografadas, infelizmente. Repito: impressionante e lamentável.

  10. Philippe Delteil Postado em 14/Aug/2015 às 14:26

    Eu acho pelo menos estranho que a pessoa que grava o vídeo, fala o que ele tem que dizer. Dá pra escutar, bota um fone de ouvido aí Pragmatismo.

  11. Eduardo Postado em 14/Aug/2015 às 14:38

    Bom, nos meus tempos de escola, o gordinho era zoado, a menina que usava oculos era chamada de quatro olhos, o baixinho era chamado de tampinha.. e por aí vai. Impossivel intervirmos no que se passa entre crianças. Ele pelo menos terá cotas na faculdade e nos concursos.. ta melhor que os outros. Que venha o mimimi..

    • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 14:55

      Pereira, José Ferreira e Ali Kamel concordam com você..

      • Deisi Postado em 14/Aug/2015 às 15:10

        Seu chara mordeu a chumbada! Boa resposta! KKKKKKKKKKK!!!

      • Eduardo Postado em 14/Aug/2015 às 15:36

        Vao negar que é da natureza da criança pegar no pé de quem é diferente? Ops, foi mal, usei um termo racista (negar).

      • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 21:02

        "diferente". como se ser negro é ser diferente. como se nas escolas públicas brasileiras, ou mesmo em todo o país, ser negro é algo raro de se ver...não, isso n é pegar no pé de quem é diferente, eduardo. isso é RACISMO.

    • André Postado em 14/Aug/2015 às 17:05

      Pois é as crianças são curiosas e questionam o que é diferente mesmo e dependendo da criação que tiveram elas podem transformar isso em algo muito ruim. Se você foi chamado disso tudo quando era criança e não se importou então está tudo bem, mas tem gente que não gostam e ninguém merece sofrer por características físicas né? Seja menos ridículo.

    • Vinicius Postado em 14/Aug/2015 às 23:20

      É muita ingenuidade ou má fé mesmo comparar situações completamente diferentes. Nem vou explicar pois você já deve saber e só finge não entender. E claro que é possível intervir no que se passa entre as crianças pois elas não tem total consciência dos seus atos. É por atos como o da reportagem que as cotas devem ser aprimoradas e existir por um bom tempo ainda. *Outro Vinicius

    • Mauricio Postado em 15/Aug/2015 às 05:45

      Eduardo. O problema é justamente crianças terem pais que achem isso "normal", "coisa de criança mesmo", e acabam passando esse sendo torto de normalidade para seus filhos. O preconceito é sim um comportamento natural do ser humano, mas não o torna aceitável. Ser natural não é ser aceitável. Diferente dos demais animais, nós como seres humanos temos a capacidade de ensinar aos nossos filhos a aceitarem e respeitarem os diferentes. Já pensou que horrível permitir ou estimular que uma criança cresça cega à realidade de que todos são diferentes, mas possuem direitos iguais? Sejam essas diferenças raça, classe social, gênero ou orientação sexual. Não se iluda. O mesmo estudo que fala que o preconceito é um padrão lógico natural do ser humano, herdado do seus instintos de defesa, fala que é na infância a melhor fase para quebrá-lo. Ou seja, pais e escolas têm a maior responsabilidade social quanto ao preconceito ou sua negligência. É muito absurdamente mais fácil apagar o preconceito de uma criança do que de um adulto.

    • eu daqui Postado em 18/Aug/2015 às 09:32

      Adultos existem para intervir no que se passa entre crianças. Quem é adulto e não serve pra ser adulto que deixe esta vida para a qual não serve.

  12. Mari Postado em 14/Aug/2015 às 14:51

    Kauan você é lindo, sua pele é linda e luminosa, assim como seu cabelo. Você tem espelho em casa, olhe seus olhos e dentes, são mais brancos que muitos galãs de novela e filmes. O que você tem é coragem para vir a público e falar o que sente e pensa. Também sou professora e posso dizer que a sua não está com nada. Ela não é corajosa como você. Então mantenha-se firme com sua cabeça erguida. O que esses marmanjos tem é a inveja de não terem a coragem e a determinação que você tem. Talvez eles tenham mais força que você, mas falta um elemento essencial que você tem de sobra, inteligência. Um beijo

  13. felipe Postado em 14/Aug/2015 às 15:12

    Isso que dá a péssima educação que temos em nosso país, formando cada mais cidadães nesse nível e em vez das pessoas brigarem por uma educação melhor vem aqui dizer o que os outros devem ou vão achar, que absurdo gente!!!! Escolas medievais que não fazem nada para amenizar o sofrimento de tantas crianças que sofrem qq tipo de preconceito, para quem nunca estudou numa escola púbica de periferia jamais vai saber o que é este lugar. Pior que o governo estadual e municipal nada fazem para reverter essa situação, cada mais vemos situações de alunos batendo em professor, aluno matando aluno e por ai vai, o governo federal cortou investimento em educação e ninguém veio aqui reclamar, falar de política e proteger seu partido as pessoas fazem, agora brigar com seu candidato e cobrar melhoria nesse sistema medieval de ensino ninguém faz.

    • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 16:43

      ah, sei..o problema é do nível das escolas públicas. eu tenho certeza q a base familiar, a educação q vc recebe desde berço não tem nada a ver com isso. a culpa é do governo mesmo. o problema é da qualidade do ensino público do país. sim, racismo é um problema poplítico mesmo.tá bom! tá "sertu".

      • felipe Postado em 14/Aug/2015 às 16:56

        Grande parte é sim, é obvio que base familiar conta e muito mas e o sujeito que não tem família quem cuida????? ou vc acha que a maioria dessas pessoas tem pai e mãe educando em casa????? Eu sei do que estou falando, estudei munha vida toda em escola púbica e sei que a maioria não tem nenhum tipo de educação em casa.

      • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 17:26

        felipe, e o q vc me diz, então, dasescolas particulares, escolas em q os filhos daeliteedaclasse média frequenta? quer dizer q lá n tem episódios de racismo?! É CLARO QUE TEM. é isso q lhe falo. o racismo não é uma questão de nível do ensino das escolas públicas do país, n tem a ver com a péssima qualidade do nosso ensino público (sim, ele é péssimo!). isso é uma questão de educação pessoal, da base q vc tem em casa. então seus colegas das escola pública eram órfãos? educação vem de berço, e isso independe de status social.

      • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 17:29

        vc pode ter acesso às melhores escolas privadas desse país, e isso n será suficiente pra impedir que vc seja um sujeito racista e/ou mal educado. isso vem da base familiar acima de qq coisa. páre de terceirizar a formação individual de cada um ao governo e às escolas públicas. n se trata de uma questão política ou de mera rixa partidária. é uma questão de educação familiar. a família é a base da sociedade. o seu caráter e a sua personalidade enqto indivíduo é moldado desde o seu nascimento.

      • Felipe Postado em 14/Aug/2015 às 18:21

        E eu disse que na privada não tem? Aliás eu disse que a família não é importante? Acabei de dizer que sim o estado tem enorme interferência na formação do cidadão , a criança passa 5 horas por dia num péssimo local com a mínima noção de cidadania o primeiro contato da criança com pessoas desconhecidas desde os 4 ou 5 anos de idade e tem gente que tem a coragem de dizer que é só a família q educa a escola não interfere na formação do ser humano ta sertu mesmo.

      • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 18:52

        eu disse q o principal é a base familiar, felipe. n adianta querer terceirizar pra escola ou pro governo q não vai adiantar. se o aluno passa 5h por dia na escola, qtas horas ele passa com a família!!??? a sua formação vem de berço, a escola é apenas uma coadjuvante nesse processo.

      • Felipe Postado em 14/Aug/2015 às 19:55

        Poliana posso te afirmar sem medo de errar que hoje com pai e mãe trabalhando a criança fica muito mas muito mais tempo na rua do que com os país ok ter base familiar não funciona para todos até mesmo porque muitas crianças muitas mesmo não tem base familiar em casa e VC sabe disso.

      • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 20:19

        sim, sei. e é justamente a falta de uma boa base familiar q torna a formação de um indivíduo tão pobre de valores. é isso q tento te dizer desde o início, mas vc quer culpar o governo e o nível do ensino público do país pelo racismo existente. quer terceirizar a educação, a formação do indivíduo para a escola. e nisso eu discordo visceralmente! esse é o papel primordial dos pais! a escola é mera coadjuvante na formação de um indivíduo! educação e construção de caráter vem de berço!

      • Felipe Postado em 14/Aug/2015 às 22:53

        Poliana estou a horas te explicando que não a maioria das crianças que são racistas ou que ficam racistas é porque não tem pai e mãe ou os mesmo são ausentes em sua educação e nesse caso é dever do estado sim educar pois se não fizer isso no futuro tera de fazer através da prisão, parece q nem conhece periferia, onde muitos país são relapsos , ausentes e não estão nem aí para os filhos tem pai e mãe que nem comida da para o próprio filho quem dirá educação, fora os paia que são ausentes por causa do trabalho ou por serem separados etc, a escola educa sim, é onde o jovem se forma, vira adulto, conhece os amigos, eu mesmo me casei com uma amiga de escola, é um absurdo dizer que o papel da escola é irrelevante na educação do jovem ou na formação de seu caráter, também m gente que entra 7 da manhã numa escola e sai as 5 da tarde e VC vem dizer que ela não tem papel importante.

      • poliana Postado em 15/Aug/2015 às 00:11

        eu NUNCA disse q o papel da escola é IRRELEVANTE, disse q o papel da escola é COADJUVANTE na formação do indivíduo! o fundamental, a sua personalidade e seu caráter enqto indivíduo, vem da sua base familiar, da educação q vc tem em casa. agora se a realidade de muitos é essa q vc falou, a culpa é de quem? do estado? do governo? do péssimo ensino das escolas públicas? a família é o pilar da sociedade, a escola é sim COADJUVANTE na formação do indivíduo. n queira transferir para o estado o papel de educar e formar indivíduos de caráter. esse é o papel de seus pais, vem de berço, da sua base familiar. a escola tem um papel COADJUVANTE nisso. em nenhum momento disse IRRELEVANTE.

      • Felipe Postado em 15/Aug/2015 às 16:16

        OK então na ausência da família a criança deve ser abandonada a mercê de virar bandido ou qq outra coisa ruim pois na sua visão o estado não pode ocupar este lugar, como eu disse parece que não vê a realidade de hoje em dia.

      • poliana Postado em 15/Aug/2015 às 18:13

        é..e pelo visto, além de n saber interpretar o q eu falo, vc continua sem saber o significado da palavra "COADJUVANTE". joga no google, ou tenta procurar num dicionário. desisto. nem a palavra "secundário" te ajudou a entender.

      • Felipe Postado em 15/Aug/2015 às 19:55

        Digo o mesmo a vc

    • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 16:53

      É sempre assim. Quando o negócio é indefensável, joga-se o problema numa vala comum que abrigue um monte de outros problemas, para que o primeiro fique indistinto e se perca. É assim que se institucionaliza o racismo e se fortalece suas já profundas raizes: fechando os olhos pra ele, achando que ele é um problema menor. Racismo tem que ser combatido frontalmente, um combate dirigido a ele, e não com esse fechar de olhos, "ainnn o problema é outro, a escola pública em geral é que é ruim...". Fingir que o problema não existe é covardia ou conivência.

      • Deisi Postado em 14/Aug/2015 às 18:08

        Meus filhos estudaram em escola publica todo ensino fundamental, só foram para escola particular no ensino médio, depois cursaram universidades publicas. Nunca foram racistas, ou tiveram qualquer tipo de preconceitos, porque isso vem de berço. é responsabilidade dos pais. valores devem ser transmitidos na primeira infância. Eu nunca admiti sequer piadinha preconceituosa. Graças a Deus eles absorveram e se tornou uma prática, sempre ensinei que respeito não se impõe, se conquista, precisa respeitar para ser respeitado.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 16:56

      Só aguardando o papo padrão "em goiás é diferente...nas escolas militares temos ordem, disciplina e respeito a autoridade".

      • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 17:20

        O papo é "padrão" porque sempre dá certo. Vai fazer injúria racial (ou de outro tipo) em uma escola militar.

  14. Rodrigo Postado em 14/Aug/2015 às 15:19

    (Outro Rodrigo) Direção pedagógica das boas, a dessa e de tantas outras escolas... Pra não dizer o contrário... Cada um por si e Deus por todos. Não duvido que, ao fina, seja sugerido à vítima a transferência para outra escola. E aí eu me lembro que, com 08 anos, uma professora pediu para conversar com meu pai, na saída. Até achei que fosse alguma reclamação, mas ela tinha, sim, percebido que eu forçava as vistas e sugeriu que me levasse a um oftalmologista. Isso, sim, é uma professora atenta e comprometida com suas obrigações, indo mesmo além, até hoje eu tendo muito carinho por ela.

    • felipe Postado em 14/Aug/2015 às 15:32

      Rodrigo, infelizmente esse tipo de escola esta morrendo, triste mesmo né? Lembro do meu pai falando como era antigamente, o respeito aos mestres, o professor era a lei dentro da sala, o ensino era muito bom, não tinha aprovação automática, aula de educação física era coisa séria não uma bola murcha e um bando de crianças correndo pra lá e pra cá, hoje tudo é diferente, o ensino tinha tudo para ser melhor do que antes mas andamos pra traz e esta cada dia pior.

  15. José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 15:38

    O jornal fala que é racismo, algo que é uma injúria racial (ofensa relacionada a raça) para fazer sensacionalismo, pois a ofensa a uma criança, feita desse modo, já é digna de atenção. O fato em si não é positivo, pois é complicado ver uma criança a ser vítima de brincadeiras maldosas de seus colegas de escola. O cabelo é realmente está penteado de forma horrível, e a criança está longe de ser das mais bonitas, mas não se deve ofender a pessoa desse jeito. O respeito ao outro é algo que deve prevalecer.

  16. Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 15:43

    """O cabelo é realmente está penteado de forma horrível, e a criança está longe de ser das mais bonitas, """".....A CULPA É DO GAROTO, EU AVISEI ANTES!!!!!!!

    • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 16:09

      Você pegou apenas uma parte do que escrevi e a usou sob a sua ótica.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 16:14

        Não...eu entendi sua ótica..."não se deve ofender a pessoa desse jeito. O respeito ao outro é algo que deve prevalecer"...mas esse garoto fica dando motivos tambem...tem que ver o lado de quem zoa, o garoto pediu pra zoarem ele.....moleque feio, aparece na escola com esse cabelo horroroso....se ele alisar o cabelo, der uma clareada na pele e ficar "mais apresentável", ninguem vai bulir com ele. Não é isso aí? Ou eu entendi errado a sua ótica?

      • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 16:24

        E eu por acaso falei em "alisamento" ou "branqueamento"? Eu não quero que ele vire o Michael Jackson.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 16:32

        Ta serto...não precisa virar o MJ...voce só quer que ele deixe de dar motivos pra ser zoado...afinal, ele é feio, é preto, cabelo horrivel de preto...ele está errado, e deve mudar a própria essência pra agradar a molecada e deixar de sofrer racismo...eu te entendi, a gente tem que compreender um pouco o lado da zoeira tambem...ninguem é de ferro....chega um moleque, preto, com esse cabelo de preto na escola...ah, tá pedindo pra ser zoado....não é essa a sua...err...ótica?

      • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 16:33

        Eu vou confessar: o Zé Ferreira é o meu racista preferido do PP. As voltas que ele dá pra disfarçar o racismo dele são espetaculares, coisa de cinema mesmo..

      • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 17:24

        Você me conhece por acaso? Só por que fiz um comentário, que não está conforme a sua linha de pensamento, sou taxado de "racista". Eu vou confessar também, o Eduardo Ribeiro é o mimimista que eu mais gosto aqui do PP, pois o cara implica com coisas espetaculares, coisas de cinema.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 14/Aug/2015 às 18:17

        Claro que conheço. Voces são todos iguais. E que chato sou eu, implicando com voce, porque voce quer que o garoto mude e se adapte ao que os racistas querem...morro de pena de você com minha implicancia...

      • José Ferreira Postado em 15/Aug/2015 às 00:38

        Vocês? É muito fácil rotular de "racista" quem discorda, ainda que parcialmente, de seus argumentos.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Aug/2015 às 12:12

        Sim. Vocês são todos iguais. Quem conhece um conhece todos. Apenas seu modus operandi é mais sutil e engabela um ou outro incauto. E não me fale de "rotular", por favor. Relatar fatos agora é "rotular". Eu AINDA não rotulei você de nada. Se fosse rotular, diria que você é um racista (fato) e mais um monte de coisa (rótulos). Senão, vejamos: como deve ser chamada a pessoa que, não contente em negar o problema ao REPETIDAMENTE se ater a um termo que não traduz a complexidade do ato ("ainnnnnnn não é racismo, é APENAS uma injuria racial"), também REPETIDAMENTE joga a culpa do racismo no negro, opondo-se assim ao necessário combate frontal ao racismo, uma vez que defende que é sempre o negro quem deve mudar sua essência e adaptar-se em termos visuais/estéticos se não quiser ser atacado em sua dignidade? Marque sua opção. ( ) gente boa; ( ) defensor dos oprimidos; ( ) brasileiro consciente; ( ) cidadão de bem; ( ) racista. Marque sua resposta de acordo com sua...err...ótica.

      • José Ferreira Postado em 16/Aug/2015 às 15:30

        Eu não disse que é "apenas" uma injúria racial, pois isso é grave. Você esta a me fazer uma acusação infundada, e isso é crime de injúria (sem o agravante de ser racial). Cuidado cara, a internet não é uma "terra sem lei".

      • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Aug/2015 às 21:13

        O "apenas" obviamente foi por minha conta, historiador. Porque você obviamente não vai ter a cara de pau de negar que você SEMPRE faz questão de chamar TODO episódio de racismo explicito, como este, de "injuria racial" na intenção de diminui-lo. "ainnnnn olha, não é racismo não, é APENAS injuria racial". Não é porque você não diz "apenas" que a sua intenção deixa de ser delimitante no que tange o racismo. Como se isso já não bastasse, joga EXPLICITAMENTE a culpa de todo evento de racismo pra cima da vítima. "Ah, se ela usasse uma franja...ah se ela fosse mais bonita....ah se cortasse o cabelo de outro jeito...". Tudo pra CRIAR UM CONTEXTO DE NEGAÇÃO DO RACISMO. Como eu disse, VOCÊS SÃO TODOS IGUAIS. Previsiveis, mesma linha de raciocinio, mesmas intenções de minimizar os episodios...nem sei porque ainda dou cabimento..

      • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Aug/2015 às 21:16

        Agora por favor faça um X na opção correta. Por gentileza, historiador.

  17. Bruno Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 16:01

    Lamentável!

  18. poliana Postado em 14/Aug/2015 às 17:23

    off topic: adorei a sua foto. só faltou uma vestimenta militar. kkkkkkkkkkkkkk...desculpe, tinha q falar, mesmo vc n falando mais comigo. rsrsrs

    • José Ferreira Postado em 14/Aug/2015 às 17:33

      Eu nem sei como se coloca foto no PP.

    • Denisbaldo Postado em 14/Aug/2015 às 18:15

      Mas tinha que ser uma coxinha apimentada, vermelha, pq ele votou na Dilma.

    • poliana Postado em 14/Aug/2015 às 18:21

      eu tb n sei, jose ferreira. nem como escrever em negrito. mas o naro n vai me ensinar. ele tá de mal comigo. rsrs

    • Trajano Postado em 15/Aug/2015 às 09:46

      Poliana, o Naro Solbo é um imprestável, viu? Parece a Paola Bracho. Ele viu que formatei o texto em uma mensagem e ficou perguntando como fazia. Agora não quer explicar pra ninguém, aff! É simples. Para formatação básica de textos é só usar tags (html). Por exemplo, para itálico use a tag [i] (não use colchete, use os símbolos <, o código i e >, tudo junto) para marcar o início na sentença em itálico e fecha com [/i] (mesma coisa: não use colchete, use os símbolos <, o código /i e >, tudo junto). Para negrito mesma coisa, é só usar o código b. Tipo: [i]blábláblá[/i] (só troca os colchetes por “”, os usei só pra explicar). Quanto à imagem de avatar, é só se inscrever no site “Gravatar” (https://en.gravatar.com). Todos os sites que possuem acordo/matriz tecnológica compartilhada automaticamente irão assumir a imagem de avatar associada ao Gravatar, como o Pragmatismo Político que usa tecnologia WordPress. É isto: basta se inscrever no Gravatar (só pede nome e e-mail), fazer upload de uma imagem de tamanho 415 x 415 (se for maior, o próprio site permite você ajustar) e pronto. A imagem ficará associada ao e-mail cadastrado. Se você usar o e-mail aqui, vai aparecer sua imagem. E só precisa fazer uma única vez que sempre que postar com seu e-mail cadastrado no Gravatar, automaticamente a imagem aparecerá. Esse é o grande segredo guardado pelo nosso querido Naro. Vale ressaltar que o Gravatar é um serviço de Widgets, e como todo serviço terceirizado prestado que envolve coleta de dados, como os famosos trackers de internet, podem ser bloqueados por plug-ins de privacidade, como o Ghostery e ABP. Vai então conforme a política de privacidade de cada um, já que não me parece existir regulamentação para esse tipo de serviço no Brasil.

    • Trajano Postado em 15/Aug/2015 às 09:59

      Em tempo que deu bug na mensagem anterior: Tipo: [i]blábláblá[/i] (itálico) ou [b]blábláblá[/b] (negrito) - só troca os colchetes [ por < e ] por >), tá bom? E é verdade: o Ghostery estava bloqueado o Gravatar aqui. Vi agora o trabalho artístico do nosso querido Naro Bolso. Nada mais representativo do que ele: uma criatura que usa óculos escuros para não ver a realidade que o cerca com a nitidez necessária para o desenvolvimento crítico e ausência de boca, próprias dos coxinhas, que precisam utilizar os recursos de um outro orifício para se comunicarem. Uma coxinha de óculos escuros é perfeito para ele. É como uma Hello Kitty brasileira versão pornochanchada: não foi feita para ver nem para falar, apenas para ser comida. Naro Bolso = Hello Kitty.

    • Trajano Postado em 15/Aug/2015 às 11:59

      Impressionante é você acreditar nisso.

    • Trajano Postado em 15/Aug/2015 às 12:04

      Que que é, Naro? Tá querendo um abraço? Vem cá, vem.

    • Trajano Postado em 15/Aug/2015 às 17:02

      Ah, Hello Kitty, vai ficar me mal comigo igual ficou de mal com a Poliana, é?

    • poliana Postado em 15/Aug/2015 às 18:14

      ah, obrigada pela explicação trajano. um abraço e bom findi'.

  19. Deisi Postado em 14/Aug/2015 às 19:12

    Poliana, pede pro Bruno Ferreira!

  20. Vinicius Postado em 15/Aug/2015 às 00:42

    Por mais que o caso de racismo seja explícito no caso. Lamentavelmente alguns comentários tentam banalizar a situação ou atacar a vítima. Comentários deploráveis do tipo "isso é coisa de criança, deixe que elas se resolvam" ou "o cabelo dele é feio ". Tocando em outro ponto, acredito que a educação não está somente nas mãos da escola, a educação tem que vim da família também, afinal a escola e a família andam de mãos dadas. Estudei em escolas com boa educação e também existiam pessoas preconceituosas e ignorantes.E aqui mesmo nos comentários se vê pessoas que escrevem até bem e dizem ter nível superior com cada ideia! Conheço analfabetos que têm sabedoria e doutores ignorantes. Além disso, penso que as políticas contra o racismo ainda são poucas e só estamos começando agora a mudar esse cenário. *Outro Vinicius

  21. enganado Postado em 15/Aug/2015 às 22:01

    Meu caro Menino Kauan, vc está morando na "República dos Estados Unidos de São Paulo"; aí tem a radio KU KLUX "PAN"; na facção do governador=PSDB só aceitam PRETOS com olhos azuis, cabelos lisos e loiros. Pergunte ao Aópio como é o Comitê Afro dele de Campanha, só loiras ((ñ são burras, pois conseguem votar!)). Então meu Garoto, saia desta República porque a ROTA adora executar PRETOS em seus treinamentos de tiro ao alvo, porque pelo visto da Professora até a Diretora, pertencem a Facção do PSDB/DEM, aliás vc vai ser expulso da escola com certeza e/ou algum garoto BRANCO vai ainda estuprá-lo. Cara Mamãe do Kauan, abra seu olho porque a família já sendo monitorada e na pior das hipóteses o sofrimento só está começando porque o Aloysio "Trezentinha" capanga mor da facção vai tomar suas providências. Me desmintam, se alguém tem argumento ou coragem! PSDB, hein! mariaX, ferreiraX, naroX.

  22. Antonio Palhares Postado em 16/Aug/2015 às 12:16

    Acabaram com as escolas públicas de São Paulo.O que era para ser um espaço lúdico destinado à aprendizagem,transformou-se e antros de tráfico de drogas,estupros cometidos por alunos, contra suas colegas e casos de violências contra professores e alunos mais fracos. O problema esta se alastrando para o resto do Brasil, vejam o acontecido no rio Grande do Norte com a formanda em medicina.Falta educação,este negocio de não punir menor que comete crimes e abusos contra outros menores apenas potencializa este comportamento.Os diretores e professores das escolas devem ser responsabilizados.Educação. Educação.Educação.

    • Luiz Souza Postado em 16/Aug/2015 às 21:20

      Acabaram com as escolas públicas de São Paulo, literalmente. A começar por Mário Covas, o desapropriador de escolas.

  23. Pereira Postado em 17/Aug/2015 às 17:44

    Racismo existe, e é um fato. O problema para a esquerda, é que não existe racismo a um nível tão grande como ela gostaria. Se tivesse mais racismo, a esquerda teria mais desculpas para nos jogar uns contra os outros. O interesse da esquerda não é acabar com o racismo; mas sim, fomentá-lo para ter mais subsídios para inflar o conflito brancos x negros. Tá parado hoje pragmatismo ??? cade as fotos de ontem ?

    • poliana Postado em 17/Aug/2015 às 19:46

      servem essas, pereira? a da regina duarte subindo numa árvore pra fazer selfie, foi hilária, não? mas tem mais...

      • poliana Postado em 17/Aug/2015 às 19:54

        http://sensacionalista.uol.com.br/2015/08/16/dez-cartazes-das-manifestacoes-anti-governo-em-que-voce-nao-vai-acreditar/

    • poliana Postado em 17/Aug/2015 às 19:50

      se divertiu muito ontem no carnacoxinha!!??? viu q a oposição já desistiu do impeachment e agora vai começar a apelar pra q dilma renuncie?!!vcs não tem vergonha mesmo, hein!!??? como viram n há qq base para um processo de impedimento, agora vão encher o saco pra q dilma renuncie. é difícil aceitar a derrota, hein!!?? fhc já começou a puxar o trio do "renuncia dilma"..."será um gesto de nobreza"...kkkkkkkkkkkkk..me divirto com o fracasso dos tucanos! serra logo mais vai pular o barco fora e provavelmente se filiará ao pmdb pra concorrer à presidência em 2018...a coisa tá feia pro psdb. rsrs...e já sabe qdo será o próximo carnacoxinha?!

  24. Pereira Postado em 17/Aug/2015 às 17:47

    De quem é a culpa poliana, pelo racismo ? Dos evangélicos ? da civilização judaica-cristã ? dos pastores "ladrões" ? Da igreja católica ? do machismo ? de quem? O que a esquerda fez de efetivo para combater o racismo ? NADA !!!!! ao contrário, prendeu e matou mais negros do que qualquer segmento. Che não me deixa mentir !!!!

    • poliana Postado em 17/Aug/2015 às 19:43

      a culpa é do ser humano, pereira. independe de ideologia política. mas entendo sua "lógica": a esquerda é culpada por todas as desgraças do mundo, e a direita, é a salvadora da pátria! o mundo precisa da direita pra se reerguer e virar um paraíso! afinal, a direita só tem boas intenções para com a humanidade. tá "sertinhu", pereira! maldita esquerda. é tudo culpa dela!

      • Pereira Postado em 18/Aug/2015 às 11:15

        Sem contar Poliana, que negros já foram e ainda são senhores de escravos em muitos lugares da África. Invadiram a europa muito antes dos portugueses e escravizaram povos brancos inteiros. Os próprios negros vendiam outros negros para europeus. Hoje os negros muçulmanos acabam com as culturas africanas, principalmente as religiões afros, e tudo isso dentro da áfrica. A diferença é a que eu sempre falo, aqui na américa e na europa, houve movimentos abolicionistas vindo dos brancos. E o que fizeram outros povos contra a tirania do corão quando escravizaram europeus ? Só a I católica fez alguma coisa com as cruzadas. Chega desse troço de racismo, vira a página !!!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Aug/2015 às 11:20

        """"""""""""""""""""Chega desse troço de racismo, vira a página !!!"""""""""""""""""""""""""""""

    • eu daqui Postado em 18/Aug/2015 às 09:36

      O fato do governo petista ter insuflado o ódio racial não justifica a permissividade das escolas com nenhum tipo de violencia. Se ser insuflado justificasse mau caratismo, a pessoa maisqualquer tipo de atitude, seria então eu a criatura mais dócil deste pp. Antes que eu me esqueça: o pt até agora só matou negros trabalhadores - os criminosos continuam proliferando. A mim parece que vc vive fora do Brasil, Pereira.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Aug/2015 às 10:18

      O governo petista não insuflou nada. O ódio racial SEMPRE EXISTIU. O racismo no Brasil é PROFUNDAMENTE ENRAIZADO e SECULARMENTE INSTITUCIONALIZADO. As pessoas quase se sentem no direito de serem racistas. Agora que está todo mundo mais esperto com isso, aprenderam a dar mil voltas pra disfarçar seu próprio racismo (enganam apenas incautos e terceiranistas), mas continuam racistas como sempre foram. O PT não tem culpa alguma nisso. Pelo contrário, inclusive. Aliás, de um modo geral, aquela história de que foi Lula/PT quem inventou o "nós contra eles" tem que acabar. Está na hora de acabar. A sociedade SEMPRE FOI DIVIDIDA.

  25. Guilhermo Postado em 18/Aug/2015 às 10:36

    Cadê matéria nova?