Redação Pragmatismo
Compartilhar
Protestos 21/Aug/2015 às 16:39
17
Comentários

Manifestações anti-impeachment revelam a complexidade real da política

As manifestações anti-impeachment desta quinta-feira demonstraram necessária maturidade política e estiveram longe de ser “pró-governo”. Ao mesmo tempo em que gritavam “não vai ter golpe”, em alusão à preservação das instituições democráticas, manifestantes criticaram pautas defendidas pelo governo, como o ajuste fiscal e a “agenda Brasil”

impeachment manifestações esquerda Dilma osasco
Manifestantes relembram chacina de Osasco que tirou 18 vidas (Imagem: Jornalistas Livres/Mídia Ninja)

Renan Truffi, CartaCapital. Edição, Pragmatismo

O ato que tomou conta das ruas de São Paulo nesta quinta-feira 20 foi classificado previamente como “pró-governo”, mas o que se viu foi mais complexo que isso. Movimentos sociais, partidos políticos e eleitores de Dilma Rousseff protagonizaram uma marcha que saiu do Largo da Batata e terminou na avenida Paulista, região central da cidade.

Muitos de fato foram às ruas para defender o governo, mas houve espaço para rejeitar o impeachment e fazer críticas ao ajuste fiscal, gritar contra o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e pacotes “conservadores”, como a Agenda Brasil, do presidente do Senado, Renan Calheiros.

A manifestação reuniu pelo menos 40 mil pessoas, segundo contagem da Polícia Militar, e aproximadamente 100 mil pessoas, de acordo com a organização.

Ao mesmo tempo em que se viam diversas faixas e cartazes de apoio a Dilma e contra a tentativa de impeachment, os manifestantes também ironizavam a política econômica do governo, representada na figura de Joaquim Levy.

Era possível encontrar faixas contra o ministro e até um boneco do banqueiro junto de figuras oposicionistas como o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A presença de líderes petistas não inibiu, por exemplo, Guilherme Boulos, o líder dos sem teto. “Estamos contra a saída de qualquer ajuste fiscal que ataque direitos trabalhistas. A saída daquele banqueiro prepotente chamado Joaquim Levy não é defendida por ninguém aqui no Largo da Batata”, afirmou Boulos ao lado do presidente estadual do PT, Emídio de Souza.

“A saída que nós defendemos é popular, pela esquerda. É botar o ajuste fiscal no lombo dos ricos, é taxar lucro de banqueiros e fazer reformas sociais nesse país”, complementou.

Boulos também criticou a moral seletiva dos manifestantes de domingo (16). “Essa gente tem moral seletiva, indignação seletiva. Nós não temos moral seletiva. Aqui, pau que bate em Chico, bate também em Francisco”, afirmou. “Nós não viemos hoje às ruas para fazer um ato que seja de governo, viemos rechaçar o ajuste fiscal que tanto prejudica os trabalhadores”, finalizou.

Apesar das críticas ao governo, muitos entoaram coros e músicas que rivalizavam com os manifestantes do protesto de 16 de agosto. “Não vai ter selfie”, cantavam movimentos em referência às pessoas que tiraram foto com policiais militares no protesto do fim de semana. “O rico desfila na Paulista e o pobre morre na periferia”, dizia outro cartaz, por conta da chacina que deixou 18 mortos em Osasco, região metropolitana de São Paulo.

O petista Emídio de Souza aproveitou a toada e emendou no microfone. “A direita pode ciscar como sempre ciscou, mas se tentarem golpe terá resistência”, disse quando os manifestantes caminhavam pela Paulista.

Ao chegarem próximo ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), um grito de ordem deu o tom final à manifestação. “Fora já, fora já daqui o Eduardo Cunha junto com [Joaquim] Levy”.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Eber Prado Postado em 21/Aug/2015 às 18:28

    fale mais sobre isso, Naro....vc fazia parte dessa "esmagadora maioria"?, entrevistou a "esmagadora maioria"? ou é só medo, mesmo?

  2. poliana Postado em 21/Aug/2015 às 18:56

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!! só rindo!! digno de pena!!honesta mesmo é a oposição, os manifestante coxinhas...o mbl, os revoltados online..eita povo honesto!!! tá "sertinho"

    • vinis Postado em 21/Aug/2015 às 19:51

      Os conservadores do dia 16 sabiam o porquê da manifestação deles: tirar selfie com a polícia usando camisa da cbf

  3. Felipe Postado em 21/Aug/2015 às 19:25

    Eu vi alguns vídeos hoje no facebook de entrevista aos participantes e sim eles não sabiam exatamente o que era o protesto, vi TB umas fotos com o pessoal com o colete da CUT parecendo fazer uso de drogas e bebendo em meio a uma manifestação, mas claro que jamais isso será.mostrado aqui

    • poliana Postado em 21/Aug/2015 às 23:03

      com certeza vc achará essas fotos na veja, na folha, na época, no uol, no g1, e em mais 99% da mídia nacional. pq vc se importa com o pp q representa 1% desse nicho!? e claro...no carnacoxinha n tem álcool e maconha não...as pessoas tomam todinho, pêra e guaraná durante o evento..essa é a realidade dos coxinhas. francamente felipe...

      • Felipe Postado em 22/Aug/2015 às 00:34

        Ué se mostra de uma manifestação porque não de outra? O mortadelaço foi um sucesso na visão do site

      • poliana Postado em 22/Aug/2015 às 01:25

        o pp é simpatizante do pt. todos sabemos disso. se vc quiser ver o q vc mencionou, certamente achará facilmente em 99% dos veículos de imprensa desse país. já lhe falei q vc está no lugar errado, mas vc insiste em vir aki diariamente e ainda dizer o q o pp deve ou n publicar...aí fica a seu critério.

      • poliana Postado em 22/Aug/2015 às 01:26

        e sim, o "mortadelaço" foi um sucesso e o pp mostrou isso aki. aceitem logo q dói menos. vcs estavam torcendo pra q fosse um fracasso e se deram mal. de resto, o choro é livre.

      • Felipe Postado em 22/Aug/2015 às 09:47

        Vdd não existe hipocrisia nenhuma em depois pedir imparcialidade.

      • poliana Postado em 22/Aug/2015 às 13:12

        pedir imparcialidade na terra da rede globo? da veja?! da folha? da época?prove aí do mesmo veneno. viu como é bom!!!! é q no dos outros é refresco, né?! e já lhe disse: o pp representa 1% do nicho midiático pró governo. o q vc tá fazendo aki? vc tem 99% da mídia a seu favor, com a sua linha de pensamento. pq vem pra cá? vai continuar insistindo nakilo q o pp deve ou não postar?! e por favor, n confunda imparcialidade, com má fé, desonestidade! ou vc acha q o tratamento q a grande mídia dá ao psdb, é o mesmo dado ao pt?! pedir pra q a mídia trate-os da mesma forma é pedir imparcialidade?

      • Felipe Postado em 22/Aug/2015 às 18:00

        agora a globo ta de namoro com o PT..... Não vai ser mais midia golpista ne kkkk

      • poliana Postado em 22/Aug/2015 às 18:48

        eu não acredito em nada de bom vindo da rede globo, felipe...pode aguardar q aí tem!

      • Rodrigo Postado em 25/Aug/2015 às 16:34

        (Outro Rodrigo) Meu entendimento, Poliana, como disse acima, é que as táticas usadas contra uns, podem ser livremente usadas contra outros. Nesse vídeo em questão, foram selecionadas pessoas extremistas, fanáticas, a exemplo daquelas selecionadas na manifestação contra Dilma - não estou dizendo que eram poucas, mas dizendo que são comuns. Assim, tem a "micareta de Aécio" e tem a "micareta open bar da cut", que distribui até lanches. Tem os extremistas de uma e os extremistas da outra. Seria interessante, então, um vídeo no qual, com a tela dividida, fossem sendo expostos igualmente os de uma e de outra, ao fim questionando: quando você não vai pra rua, deixa espaço para essas pessoas te "representarem". Quando você não participa ativamente da política, essas pessoas ocupam o espaço. E, então, como já tratamos e temos o receio comum, 2018 vem aí... E já conhecemos o currículo (talvez fosse melhor dizer a "capivara") dos presidenciáveis... Vamos deixar mais espaço?

  4. João Reis Postado em 23/Aug/2015 às 14:38

    Que bom que pode-se manifestar livremente nesse país, seja por pautas conservadoras ou progressistas, e a manifestação dessa quinta 20 é de longe a mais coerente. O meu medo é que volte aquele tempo em que nada disso seria possível, em que só existisse uma "verdade oficial".

    • Pedro Accioli Postado em 24/Aug/2015 às 10:28

      Sem duvida! Os coxinhas que falam que teve gente sem saber porque estava manifestando está sendo mentiroso! Nesta quinta feira todo mundo sabia porque estava manifestando! Diferente de domingo, na qual muita gente nem sabia o porque estava manifestando e muitos estavam indo pela primeira vez em uma manifestação!

      • Rodrigo Postado em 25/Aug/2015 às 16:37

        (Outro Rodrigo) Pedro, reconhecendo a presença de extremistas na passeata contra o governo, sugiro que você busque os vídeos, a exemplo do que Naro ora posta, da passeata pró-governo. Depois, pesando os extremistas, quem queria aparecer numa e noutra, quem sequer tem uma noção do que é fundamento para defender ou rejeitar impeachment, você diga se realmente não havia pessoas que sequer sabiam o que ali faziam. Tem um outro vídeo também no qual uma senhora diz expressamente que ali está protestando contra Dilma, água e luz... Na passeata a favor de Dilma...

  5. Rodrigo Postado em 25/Aug/2015 às 16:29

    (Outro Rodrigo) Eu vi esse vídeo... É um perfeito contraponto à análise feita quanto ao protesto de domingo passado, a qual partiu para a pronta generalização, em vez de identificação dos diferentes grupos. Mas, sobre esse vídeo, em que a "galera com abadá da CUT" pede pena de morte e castração de homossexuais, ninguém dirá nada. Apenas o grilo cricrilará e darão de ombros. Ah, a lei do retorno é infalível... A tática usada contra uns poderá se voltar contra outros...