Redação Pragmatismo
Compartilhar
PSDB 05/Aug/2015 às 17:29
8
Comentários

Centro para dependentes químicos vira mansão de amiga de prefeito

Espaço com 30 chalés que deveria servir como centro de recuperação de dependentes químicos vira casa de uma funcionária pública que se intitula amiga do prefeito Antônio Carlos da Silva (PSDB) em Caraguatatuba (SP)

centro dependentes químicos prefeito psdb
Centro para dependentes químicos vira casa de amiga de prefeito tucano

Revista Fórum

Um espaço público feito para abrigar mais de 60 dependentes químicos em Caraguatatuba, litoral de São Paulo, abriga atualmente somente duas pessoas, nenhuma delas dependente: Bruna de Oliveira da Silva, funcionária pública, e sua mãe, Gorete Fátima de Oliveira. Ambas estão no local desde 2012 e, pelas redes sociais, se intitulam como “amigas” do prefeito Antônio Carlos da Silva (PSDB). Há em seus perfis no Facebook, inclusive, fotos com o prefeito e no interior do imóvel. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Com trinta chalés, duas piscinas, salão de jogos e playground, a área pertencia à categoria dos delegados de polícia, que a utilizava como colônia de férias. Em 2011, no entanto, a prefeitura desapropriou o espaço para transformá-lo no Centro de Recuperação de Mulheres Dependentes, que funcionou até dezembro de 2013 em um convênio com a igreja Renascer.

De acordo com a secretaria de Assistência Social do município, o serviço foi interrompido pois não havia demanda suficiente. Já a igreja alega que a prefeitura “rescindiu o contrato sem dar explicações”.

A prefeitura confirma que as duas mulheres vivem no local desde 2012 mas não explica o motivo pelo qual o espaço foi destinado a elas. À reportagem da Folha, vizinhos relataram que recorrentemente há uma movimentação maior no espaço e que o local toma “características de uma pousada”. Em nota, a prefeitura afirmou que o imóvel de 4.095 m² é utilizado para abrigar o reforço policial que chega na cidade para a alta temporada.

O centro de recuperação que virou casa da amiga do prefeito era o único do tipo na cidade. Atualmente, mulheres com dependência química de Caraguatatuba têm que recorrer a centros de referência no Vale do Paraíba. De acordo com a prefeitura, há um projeto para se construir um novo centro no município mas ainda não há previsão de início.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. João Paulo Postado em 05/Aug/2015 às 17:33

    Se verídicas as informações, tem como não desejar enforcamentos?

  2. bruno Postado em 05/Aug/2015 às 18:04

    "Não há demanda", "construir um novo", "características de pousada", "Colônia de férias pra delegado". Aaaahhhhh

    • Tammy Postado em 06/Aug/2015 às 14:17

      Palavras chaves que revelam tudo, meu amigo!

  3. Deisi Postado em 05/Aug/2015 às 18:09

    Acho que não é pra tudo isso, mas que deveria ser punido com certeza. Mas é impossível que aconteça é do psdb. Não investigam, não julgam, não prendem. Todos soltos!

  4. Deisi Postado em 05/Aug/2015 às 18:09

    Acho que não é pra tudo isso, mas que deveria ser punido com certeza. Mas é impossível que aconteça é do psdb. Não investigam, não julgam, não prendem. Todos soltos!

  5. Dinio Postado em 05/Aug/2015 às 21:23

    Será que tem Heliporto??? Se tem está bem de zelador...

  6. enganado Postado em 05/Aug/2015 às 23:22

    "Centro de Recuperação de Mulheres Dependentes", se isto for adiante, com certeza vai dar prejuízo para o Aópio. Menos uma propina!

  7. Thiago Teixeira Postado em 06/Aug/2015 às 11:16

    Vai sair no Fantástico? O Boris vai dizer que "Isto é uma vergonha"? A sheranazi vai fazer aqueles comentarinhos metido a inteligentes? Não, então dane-se. Tucanos podem tudo.