Redação Pragmatismo
Compartilhar
Senado Federal 06/Aug/2015 às 19:31
24
Comentários

Cássio Cunha Lima convoca a imprensa para afastar Dilma Rousseff

PSDB aproveita rejeição de 71% do governo (segundo Datafolha) e engrossa o coro a favor do impeachment. Cássio Cunha Lima (PB), líder do partido no Senado, convoca a imprensa para defender, de forma imediata, novas eleições para substituir a presidente Dilma Rousseff

cássio cunha lima impeachment dilma
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

As bancadas do PSDB no Senado e na Câmara, por meio do líder do partido na primeira Casa, Cássio Cunha Lima (PB), anunciaram nesta quinta-feira (6) que vão defender a realização de novas eleições para substituir a presidenta Dilma Rousseff.

Em uma semana de intensa movimentação de bastidor em Brasília, com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), engrossando o discurso pela governabilidade, o tucano disse que a alternativa à crise político-econômica enfrentada pelo país, que estaria “indo para o buraco”, é o impeachment presidencial.

“Estamos convidando a imprensa para que, através dela, a sociedade brasileira possa encontrar qual será o melhor caminho para sair dessa crise. A crise é muito grave, muito profunda, e será a economia que vai inviabilizar o governo. Porque uma coisa é você ter um governo enfraquecido, impopular, e que está indo para o buraco. Outra coisa totalmente diferente, e que está acontecendo, é o país estar indo para o buraco”, discursou o tucano.

Acompanhado pelo líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), Cássio Cunha não especificou qual seria a forma de substituição, uma vez que ainda não há elementos suficientes, segundo diversas instituições competentes, para a formalização de um processo que leve à cassação de Dilma. Para o senador, são três as situações envolvendo o governo Dilma que, a depender dos desdobramentos, poderiam levar a um processo de impeachment.

“Temos um ambiente onde vários delitos foram praticados no campo fiscal, com tudo o que está sendo julgado no Tribunal de Contas da União [TCU]; no campo eleitoral, com os julgamentos em curso no Tribunal Superior Eleitoral [TSE], e com todas as revelações que surgem da Operação Lava Jato, que foram apresentadas após as eleições. Temos uma eleição absolutamente contaminada”, declarou Cássio Cunha, em coletiva de imprensa no Senado.

Apesar de se mostrar convicto em relação à alternativa para o Brasil, o tucano garantiu que a decisão das bancadas nada tem a ver com a divulgação da pesquisa Datafolha, hoje (quinta, 6), mostrando que rejeição de Dilma (71%) é a maior desde a reabertura democrática, em 1985. Os números negativos superam até mesmo o do atual senador Fernando Collor (PTB-AL), que foi cassado e, ainda assim, bateu Dilma em três pontos percentuais.

VEJA TAMBÉM: FHC sofre ataques e xingamentos após elogiar Dilma Rousseff

Fábio Góis, Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. octavio Postado em 06/Aug/2015 às 20:02

    Não é esse sujeito que foi cassado no Ceará ?

    • Rapha Postado em 06/Aug/2015 às 23:57

      Foi cassado na Paraiba na verdade. É um puta bandido.

    • Jonatas Carlos Postado em 07/Aug/2015 às 00:24

      Cassado na Paraíba

  2. Fernando Yanmar Narciso Postado em 06/Aug/2015 às 20:10

    NOVAS ELEIÇÕES JÁ! RIGHT NOW! NÃO HÁ TEMPO A PERDER! TEMOS Q SALVAR O PAÍS... PROS TUCANOS.

  3. poliana Postado em 06/Aug/2015 às 20:12

    será q essa criatura conhece os trâmites legais pra haja um processo de impedimento do presidente da república? n sabe ele q nos crimes de responsabilidade, o presidente é julgado pelo senado federal, e caso condenado, quem assume a presidência da república é o vice presidente, no nosso caso, o michel temer?! isso é q é desespero de tucano pra retomar a presidência depois de 13 anos longe dela, hein!!!?? vergonha dessa gente sem noção!

    • poliana Postado em 06/Aug/2015 às 20:18

      pra QUE*

    • Denisbaldo Postado em 06/Aug/2015 às 20:25

      Sensacionalismo barato que está se voltando contra eles mesmos. Estão fazendo do Congrasso um programa de auditório barato e aos poucos todo o Brasil está se dando conta. Perderam a noção da realidade.

  4. Carlos Postado em 06/Aug/2015 às 20:24

    É CUnha demais!

  5. Junipero Postado em 06/Aug/2015 às 20:37

    Acho que querem mesmo é desviar a atenção. A justiça anda afiando muito as facas e tem gente (Cunhas?) com medo... nesses tempos surgem personagens bizarros, que mal vemos durante o ano. Isso me lembra uma coisa que Saddam Hussein falou a respeito próprio: "quando o leão está preso na jaula, sempre surge um valente para cutucar com um pau"!

  6. Rodrigão Postado em 06/Aug/2015 às 21:31

    O Nobre Senador fará chuver dim dim em todo território nacional, tranquilizem-se !

  7. Daniel Postado em 06/Aug/2015 às 22:05

    Esse FDP tresloucado e cupincha dessa quadrilha disfarçada de partido acha que ninguém conhece a sua história política. Só pra refrescar a memória e informar àqueles que vestiam fralda naquela época, em 20/11/2008, esse larápio foi cassado do cargo de governador da Paraíba ( isso mostra também a NOSSA veia corrupta, como cidadãos comuns, uma vez que esse crápula , julgado e condenado, foi eleito anos depois pelo mesmo povo que ele enganou ).Esse infeliz é muito petulante ( já que tem a estatura de uma barriga de cobra ) ao ir para a tribuna sugerir a renúncia da Presidente. è de ficar pasmo, tal a desfaçatez, é ridicularizar a memória do cidadão brasileiro!

    • Raninski Postado em 07/Aug/2015 às 05:21

      Ele tá fazendo o que sabe fazer melhor, a política rasteira de atacar seus adversários, tentar desconstruí-los, uma vez que não tem proposta concreta para apresentar. Aliás, proposta tem, o problema é que a proposta é aquela mesma que destruiu o Brasil no período de 1994 a 2002. O PSDB teve sua chance de provar para a população brasileira que sabe governar, e fez um governo horrível, autoritário, até parece que esqueceram que havia cidadãos no país. Governaram para si mesmos. Venderam estatais sob o pretexto de realizar investimentos, investimentos esses que o cidadão comum não viu, pois foi um período de baixíssimos salários, desemprego, as escolas públicas e as universidades e escolas federais totalmente sucateadas, na iminência de serem fechadas ou privatizadas, a saúde, então, nem se fala, investimentos em logística, também não teve. Enquanto nisso, na bate caverna, blindagem total da imprensa (na VEJA quase não tinha matéria sobre política - é isso que eles fazem, quando estão do lado de um governante, começam a publicar reportagens sobre outros assuntos, esquecem da política). Conhecemos bem suas práticas , VEJA, Globo, Isto é, Época. Mas tenho uma teoria sobre o porque do PSDB e DEM continuarem a eleger tantos vereadores, prefeitos, deputados, senadores e governadores: eles conseguem atrair o eleitor que ODEIA o PT e a esquerda em geral, o eleitor saudosista da ditadura militar (e há milhares, senão milhões que sentem saudade daquele período nefasto). Eles tem um discurso e práticas arrogantes quando estão no governo. Na era FHC, o cidadão comum não tinha voz nenhuma. Quem mandava no país eram eles e os empresários, enquanto, mais uma vez, repito, revistas como a VEJA mudaram sua linha editorial, e mais parecia uma Cláudia, abordando reportagens muito variada, dando menos ênfase à política.

  8. Dyego Postado em 06/Aug/2015 às 22:07

    Só a nível de informação pro restante dos Brasileiros que não conhecem direito esse cidadão, ele, o próprio, Cássio da Cunha Lima já teve o mandato de Governador cassado e interrompido JUSTAMENTE por corrupção.. e agora tá pagando de "Político Exemplar"? Pelo amor de Deus, entrega esse país pras formigas que estaremos em melhores mãos.

  9. Ilton Postado em 06/Aug/2015 às 23:54

    Será que esse cidadão o reconheceria nessa reportagem? http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL870319-5601,00-TSE+CASSA+MANDATO+DO+GOVERNADOR+DA+PARAIBA+CASSIO+CUNHA+LIMA.html

  10. poliana Postado em 07/Aug/2015 às 00:07

    posta o link aki, naro solbo. gostaria de saber quem foi q bateu palmas pro cassio cunha lima aki no pp.

    • Deisi Postado em 07/Aug/2015 às 14:38

      o Narão deve ter confundindo poliana, com Silvio Costa, dá um desconto pro coxinha arrependido, KKKKKKKKKKKKKKKK! Talvez seja o pereira, a maria cesar souza, que aplaudiu o cassio cunha, assim como eles também aplaudem o Cunha 5 milhões.

  11. Othos Postado em 07/Aug/2015 às 02:06

    Cássio Rodrigues da Cunha Lima foi condenado por abuso de poder político e teve seu mandato como governador cassado. Ele foi condenado por, segundo a justiça, ter realizado um programa de assistência social sem lei específica, versão que ele sempre contestou. Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas:3 TRE-PB - Representação nº 215/2006 - Teve o mandato de governador cassado em ação de investigação judicial por conduta vedada a agente público.e pagamento de multa. Recorreu, mas decisão foi mantida no TSE e no STF: TSE - Processo nº 3173419.2007.600.0000 e STF - Agravo de Instrumento nº 760103/2009. TRE-PB - Representação nº 251/2006 - Foi condenado a pagamento de multa em ação de investigação judicial por abuso de poder político e conduta vedada a agente público. O parlamentar recorre da decisão: TSE - Processo nº 4716474.2008.600.0000 TRE-PB - Processo nº 557204.2006.615.0000 - Teve rejeitada prestação de contas referente às eleições de 2006. STF - Inquérito nº 3393/2012 - É alvo de inquérito que apura crimes da Lei de Licitações.

  12. Deisi Postado em 07/Aug/2015 às 08:35

    O psdb, demo, pps, não precisam se estressar, com certeza em 2018 teremos novas eleições. "Lula de novo nos braços do povo".

    • felipe Postado em 07/Aug/2015 às 09:21

      Dependendo do que rolar sera Lula na papuda

      • Thiago Teixeira Postado em 08/Aug/2015 às 20:02

        Quer ver quem é HOMEM nesse país para colocar o melhor presidente de todos os tempos na cadeia. Quero ver. Lula de novo pra desgosto da Globo.

  13. Mauricio de Souza Matos Postado em 07/Aug/2015 às 09:34

    Ja imaginaram se a imprensa perseguisse o PSDB como persegue o PT ? Qual seria o indice de reprovaçao do "governo" do FHC?

  14. Sérgio Postado em 07/Aug/2015 às 11:04

    Cassio Cunha Lima foi cassado três vezes, isso mesmo, três. Sem contar o caso do meio milhão de R$ que voou da janela de um prédio de João Pessoa qdo a polícia bateu na porta. Detalhe: o responsável por dar seguimento ao precesso na justiça federal é o ilustres Sérgio Moro. Ele mesmo. O processo está a anos em sua mesa.

  15. Deisi Postado em 07/Aug/2015 às 14:32

    Sérgio, processo contra psdb, não vem ao caso, não está na mesa, já engavetaram, ou foi para o arquivo morto! Todos soltos!

  16. enganado Postado em 07/Aug/2015 às 15:03

    Garotão brabo! Pau mandado da Quadrilha do Ali Babá=FHC=Corno da Amante e seus 400 Ladrões. Então taí um pedacinho da vida do moralista: 2007: É cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, no dia 30 de julho de 2007 por suposto uso de um programa social em benefício de sua candidatura à reeleição durante o período eleitoral de 2006. Dois dias depois, o Tribunal Superior Eleitoral concede uma liminar que lhe garante no cargo de governador até o julgamento final do processo no TSE. Em 10 de dezembro de 2007, Cássio é novamente cassado pelo TRE por suposto uso eleitoreiro do Jornal estatal "A União" também durante a campanha eleitoral de 2006. Através de uma nova liminar, consegue permanecer no cargo. 2008: Tem a sua cassação pelo "Caso FAC" no TRE, confirmada no TSE em 20 de novembro de 2008. Apesar disso, consegue uma nova medida cautelar, por cinco votos a dois, tendo assim tem o direito de ficar no poder até que saia o resultado final do processo. 2009: Após julgamento de embargos impetrados ainda em 2008, tem seu mandato cassado em definitivo no dia 17 de fevereiro de 2009, assumindo em seu lugar o candidato derrotado por ele nas eleições de 2006, o ex-senador José Maranhão. 2010: Elege-se senador com 1.004.183 votos, apesar disso tem o seu registro de candidatura negado pelo TRE e pelo TSE com base na Lei Ficha Limpa, ficando impossibilitado de assumir o cargo de imediato. 2011: Em 23 de março de 2011 com a decisão do Supremo Tribunal Federal de não retroagir a Lei Ficha Limpa fazendo a mesma valer somente a partir das eleições municipais de 2012, assume o direito de assumir o Senado Federal. Apesar disso, só conseguiu ser empossado em 8 de novembro no Senado. 2012: É indicado pelo PSDB para compor a CPMI do Cachoeira, criada para investigar a atuação do empresário de jogos ilegais Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e suas ligações com agentes públicos e privados no Crime organizado. 2012: Apesar de estar a pouco mais de seis meses no Senado, é indicado pelo DIAP, como um dos parlamentares brasileiros em ascensão. 2013: É considerado pelo DIAP como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso. E o papai, hein! Ronaldo Cunha Lima Caso Gulliver Em 5 de novembro de 1993, então no cargo de governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima disparou três tiros contra o seu antecessor, o ex-governador Tarcísio Burity (quando este almoçava com amigos) no Restaurante Gulliver em João Pessoa. Cunha Lima não teria aceitado as duras críticas e acusações que Burity supostamente fez ao seu filho Cássio Cunha Lima (na época do fato superintendente da SUDENE) em um programa de televisão local. Tarcísio Burity ficou vários dias em coma, mas conseguiu sobreviver ao atentado. Ele morreu dez anos depois no dia 8 de julho de 2003, vítima de falência múltipla dos órgãos e de parada cardiocirculatória. Presidenta é esta a oposição que lhe pede a cabeça! Acredite se quiser! Acho que nem DEUS acredita em tanta estupidez em um só partido. Dá pena!