Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 23/Jul/2015 às 20:05
38
Comentários

Repórter da Veja admite ter recebido ordens para confrontar escritor cubano

Repórter da revista Veja que pagou mico após confrontar o escritor cubano Leonardo Padura revela que apenas cumpriu ordens: “fiz as perguntas que o Augusto Nunes [apresentador] mandou”

Nathalia Watkins veja padura cubano
Nathalia Watkins, repórter da Veja, teria sido porta-voz de Augusto Nunes no Roda Viva da última semana (reprodução)

Na entrevista do escritor cubano Leonardo Padura para o programa Roda Viva, da TV Cultura, na última semana, chamou a atenção o questionamento da repórter da Veja, Nathalia Watkins (relembre aqui). Em tom afirmativo, Nathalia garantiu que os cubanos morriam de fome na ilha caribenha — relatada pela jornalista como um local socialmente catastrófico.

Destaque da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), Leonardo Padura rebateu as certezas de Nathalia com sobriedade: “Uma das coisas que tento evitar sempre, quando me perguntam sobre as realidades de um país que visito, é dar minha opinião. Porque uma realidade só pode ser conhecida por quem participa dela, vive nela. Em Cuba, é certo que há pobreza, não posso negar. Mas ninguém morre de fome em Cuba. De uma forma ou de outra, as pessoas comem e têm um teto. Há mais gente na rua em um quarteirão aqui de São Paulo do que em toda Cuba”.

Após a enorme repercussão do episódio, sobretudo nas redes sociais, a editora do escritor cubano, Ivana Jenkins, revelou em sua conta pessoal do Facebook que Nathalia, ao final do Roda Viva e com as câmeras já desligadas, admitiu que fez apenas “as perguntas que o Augusto [apresentador] mandou”.

“Cena do ótimo Roda-Viva com Leonardo Padura, exibido na última quinta-feira. O programa deveria ter girado em torno de seu livro ‘O homem que amava os cachorros’ (Boitempo Editorial), mas a bancada (com a honrosa exceção de Maringoni Gilberto e a surpresa que foi José Nêumane), preferiu exibir seu parco conhecimento da realidade cubana. Ao final da entrevista, ainda nas dependências da TV cultura, a jornalista da Veja contou – para o entrevistado, seus acompanhantes e demais jornalistas — que apenas cumpriu ordens, fez “as perguntas que o Augusto [o apresentador] mandou”. liberdade de imprensa é isso aí…”, publicou Ivana.

Augusto Nunes, atual mediador do Roda Viva, é um antigo colunista da revista Veja. Politicamente, se assemelha a Reinaldo Azevedo, que também trabalha para a mesma revista.

Interesses dos donos

O jornalista Paulo Nogueira considera patética a rotina que se criou na mídia convencional de profissionais obrigados a seguirem os interesses dos seus patrões.

“Não é fácil a vida nas redações hoje em dia. Você tem que reproduzir, apenas, os interesses dos donos. E essa rotina se torna patética quando, além do mais, você é obrigado a fingir que são suas perguntas elaboradas por gênios [como Augusto Nunes]”, afirmou.

Nogueira criticou ainda o teor do questionamento elaborado por Nunes e reproduzido por Nathalia, repleto de desinformação.

“Se a repórter, ou melhor, se Augusto Nunes lesse o básico sobre Cuba não cometeria tal estupidez. Cuba tem múltiplos problemas, mas fome não é um deles. Prova disso são os indicadores de saúde do país, entre os melhores do mundo. Nenhum país faminto tem a expectativa de vida de Cuba, quase 80 anos para homens e 82 para mulheres. Isso é bem mais que o Brasil, na casa dos 70, e mais até que os Estados Unidos”, concluiu.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 23/Jul/2015 às 20:31

    ah vá...jura??? ninguém sabia disso..q loucura...

    • Ilson Roberto Postado em 24/Jul/2015 às 01:22

      Além de desonestra ela se prostitui. Vende a alma por dinheiro.

      • soda cáustica Postado em 24/Jul/2015 às 20:17

        Prostitui ? É teste do sofá também ?

  2. Eduardo Ribeiro Postado em 23/Jul/2015 às 20:38

    """"""""se Augusto Nunes lesse o básico sobre Cuba não cometeria tal estupidez""""""""". Discordo. Não é por desconhecimento. É por má intencionalidade e mau caratismo, safadeza, resultando em jornalismo desinformativo, deturpador, submisso a interesses e a um viés ideológico que corrompe a verdade dos fatos. Se fosse apenas ignorância a solução era simples. Pra falta de carater o negócio é mais embaixo.

    • Quibuxa Postado em 23/Jul/2015 às 21:06

      Mandô vê Eduardo. Perfeito. Direto, reto e certeiro seu comentário.

    • Henrique Postado em 23/Jul/2015 às 22:15

      Assino embaixo do que disse, Eduardo

    • Marden cardoso Postado em 23/Jul/2015 às 23:26

      Disse tudo, eduardo!

    • Deisi Postado em 24/Jul/2015 às 07:58

      Concordo plenamente Eduardo! O que mais existe é a má fé, falta de caráter não tolero, a ignorância eu respeito, porque a solução é simples basta a informação.

  3. Marcos Postado em 23/Jul/2015 às 21:01

    No entanto, ela mesma disse, ao fazer a pergunta, que tinha ido a Cuba "há pouco tempo" e visto aquilo que comentou. Tirando o da reta pra colocar no do outro. Essa imprensa que nem assume o que diz...

    • Eduardo Ribeiro Postado em 23/Jul/2015 às 21:26

      bem lembrado...alem de tudo, teve mesmo isso ai de "não...eu vi....eu estive lá....fiquei tããão tliste com o que vi com meu olhos...até cholei....eu fui em Cuba e comprovei"....ridicula...sem mais...

    • Deisi Postado em 24/Jul/2015 às 08:02

      Eu duvidei que um dia ela esteve em Cuba, principalmente recentemente, coxinha não vão para Cuba, vão para Miami. O que eles sabem fazer é mandar os de esquerda irem.

  4. alexandre Postado em 23/Jul/2015 às 21:05

    ué , então ela mentiu e nunca esteve em cuba e ainda teve a cara de pau de tentar querer trollar o entrevistado.. não entendi aonde se aplica a frase supostamente escrita por ela "liberdade de imprensa é isso aí".. liberdade de imprensa é mentir, e enganar o publico e o entrevistado??? isso é uma vergonha ..(ironia mode on)

  5. Plínio Postado em 23/Jul/2015 às 21:06

    Pior que o canalha é o boneco do canalha.

  6. Márcia Postado em 23/Jul/2015 às 21:10

    Não me compactuo com tais práticas distorcidas de produzir Jornalismo sem qualificação no mercado atual. Falou, prova.Contra fatos não há argumentos.

  7. Totiy Postado em 23/Jul/2015 às 21:12

    coma ``revelaçao´´ ira pra rua com certeza !

  8. Duarte Postado em 23/Jul/2015 às 21:18

    Quem acompanha a VEJA merece, gosta de ser enganado e se achar o maximo, profundo conhecedor de politica, KKKKKKKKKKKK so se for o que a VEJA chama de politica.

    • Salomon Postado em 23/Jul/2015 às 23:00

      Pois é Duarte, o ilustrado Santayana se refere a esse pessoal da seguinte maneira "os hitlernautas que infestam a internet brasileira, com sua deslustrosa ignorância e seu anticomunismo tosco,- tão sutil e tresloucado quanto um paquiderme, ensandecido, solto em um salão de chá - ".

  9. Guilhermo Postado em 23/Jul/2015 às 21:35

    Não creio que Cuba seja um inferno na Terra, mas também está longe de ser um paraíso, uma vez que seus habitantes são praticamente proibidos de saírem da ilha.

    • poliana Postado em 23/Jul/2015 às 22:23

      ninguém NUNCA disse q cuba é um paraíso! apenas devemos reconhecer os seus méritos!! e são muitos!!! seja na saúde, na educação..entre tantos outros. mas é mais fácil ignorar os embargos de mais de 40 anos impostos pelos eua, e pintar o inferno da ilha e dos irmãos castros.

      • Felipe Postado em 23/Jul/2015 às 23:18

        Cuba é linda, povo bonito simpático como o brasileiro tem saúde, educação não sei se tanto assim, mas vivem numa prisão como vc disse a olha dos irmãos Castros e não do povo vivem uma ditadura, se pudesse grande parte iria embora de lá mas não podem, Cuba não é o inferno tão pouco paraíso mas estes regimes ditatoriais e autoritários ferem os direitos do cidadão que não tem o livre arbítrio de querer enriquecer, ter posses, viajar, etc, por isso infelizmente o regime comunista jamais dará certo em lugar algum.

    • Salomon Postado em 23/Jul/2015 às 22:53

      De onde saiu esse sofisma de que os habitantes são proibidos de sair da ilha? Da Veja?

      • Igor Postado em 24/Jul/2015 às 04:04

        Só se sai de Cuba com autorização do governo, que é bem controlado. Não precisa perguntar para a Veja: vá à Cuba e pergunte a qualquer cubano...

  10. Djogo Postado em 23/Jul/2015 às 21:45

    Eu só não entendo o que atacar Cuba tem de útil pra essa gente? Tão atacando a esquerda? A esquerda do ajuste fiscal e da austeridade? Qual que é, bixo? Trocentos países no mundo com índices de vida piores que Cuba e eles tão preocupado com a ditadura lá? Que porcaria é essa? Ninguém se preocupa com a ditadura em Angola ou na Nigéria? Ninguém se preocupa com o Haiti ou com a Guatemala? Honduras? Mais de metade do mundo é governado por ditadores sanguinários e eles tão preocupado com um país que tem IDH no nível de Portugal e Hungria? Agora todo mundo virou ativista internacional. Lavar uma louça ninguém se dedica desse jeito. Tratem isso aí.

    • Atila Jose Postado em 29/Jul/2015 às 10:03

      Vamos lavar louça.

  11. CLÁUDIO LUIZ PESSUTI Postado em 23/Jul/2015 às 22:25

    E porquê se prestou a isso? Francamente, deveria sequer ter falado...Quanto ao Roda Morta, olha, se tem um programa que eu não perco mais tempo é esse. E ainda continua com aquele negócio do entrevistador estar num plano superior ao do entrevistado, patético!

    • poliana Postado em 23/Jul/2015 às 22:46

      ou isso ou ela perde o emprego. vc n viu o desabafo da godoy qdo foi pra rede tv? ela é uma subordinada...n tem como se voltar contra as ordens do patrão...

    • CLÁUDIO LUIZ PESSUTI Postado em 23/Jul/2015 às 23:13

      Muito simplista isso, ter medo de perder o emprego, ora, qualquer desses diretores e gerentes corruptos aí das empreiteiras poderia também dizer isso, um funcionário corrupto pode alegar que é pressionado pelo chefe da repartição a fazer coisas erradas , senão perde emprego e daí não paramos mais. Ela quer subir na Revista, na Cultura. Desta vez se deu mal, e cometeu o deslize de soltar a língua. Não tem perdão não.

      • poliana Postado em 24/Jul/2015 às 13:31

        cara, n é tão simplista não. o servidor público tem estabilidade. é muito difícil perder o emprego. o empregado do setor privado ele está sim nas mãos do seu chefe. se ele n tiver satisfeito com as condições de trabalho q lhe são impostas, lá fora tem 100 querendo akela vaga. a vida n é tão simples como a gente pensa. n tô dizendo q o q ela fez foi certo ou honesto, mas entendo sim o lado dela. ou cumpre as ordens, ou rua!

    • CLÁUDIO LUIZ PESSUTI Postado em 25/Jul/2015 às 13:02

      Estabilidade de servidor não impede que ele seja demitido, existem formas que podem ser utilizadas. Agora, se é para se legitimar atitudes canalhas por causa de medo de perder emprego, bem, então que não se atribuam imparcialidade, profissionalismo e responsabilidade á estes profissionais. Que sejam tratados de acordo com o que praticam...

  12. nelson Postado em 24/Jul/2015 às 10:14

    É triste ver uma repórter tão medíocre, fico imaginando como ela com 2 neurônio conseguiu ser repórter . Olha esta difícil acompanhar o nível tão baixo de intelectualidade, isto mostra a falência do jornalismo brasileiro.

  13. Joao Postado em 24/Jul/2015 às 10:50

    A maior virtude de Cuba e de não ter se transformado no Haiti !

  14. enganado Postado em 24/Jul/2015 às 21:34

    Querida vaquinha de presépio Nathalia "nunes" Watkins. Sabe quem lhe manda lembranças? Outra vaquinha de presépio, Luciana "kamel" Coutinho. Querida vaquinha de presépio Nathalia "nunes" Watkins não fique triste porque até o dia de hoje não se tem notícia que a DIREITA tenha contratado alguém que soubesse pelo menos assinar seu nome; aliás: "só rabiscam o nome" e olhe lá! Qdo não pedem o chefe para assinar com o famoso p/ (letra P, barra /. Tá explicado?). Isso começou com o famigerado ponto eletrônico que salva muita gente da burrice dos contratados da Direita. EX: Faustão, Galvão Bueno (dizem as más línguas que cartaz na frente dele atrás da câmeras resolve. É muito burro!), Waack, Bonner, Valdevogel, Sardenberg, ... etc. Querida vaquinha de presépio Nathalia "nunes" Watkins, o escândalo de Watergate NUNCA MAIS VAI ACONTECER, porque os dois jornalistas acima de tudo tinham "Dignidade Profissional", "Não eram FROUXOS", eram "HONESTOS", não eram papagaios de "pontos eletrônicos", .... e o mais importante! A velha coroca lhes ensinou a ter CARÁTER de Gente Civilizada.

  15. Roberto Pedroso Postado em 24/Jul/2015 às 23:54

    O roda Viva era um dos melhores programas de entrevista da televisão brasileira mas após a apresentação ser assumida por este "jornalista" que atende pelo nome de Augusto Nune o nível do programa bem como seu viés editorial caiu catastroficamente eu de minha parte não assisto mais a este programa e recomendo que por razões de higiene as pessoas sensatas façam o mesmo (nada contra os entrevistados, que fique bem claro, mas sim contra o apresentador parcial e tendencioso) .

    • Deisi Postado em 27/Jul/2015 às 08:29

      Hoje se transformou em roda morta!

  16. Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2015 às 08:56

    Eu sou um deles. E o que você tem com isso? Cesar Souza?

  17. Guilhermo Postado em 25/Jul/2015 às 12:39

    Obrigado por compartilhar esse vídeo! Só assim podemos enxergar o país com os "olhos de um turista". Fiquei surpreso com o fato de ver alguns carros modernos nas ruas. Também me surpreendeu a quantidade de construções em ruínas. Enfim, cheguei a conclusão que grande parte de Havana se assemelha a uma periferia brasileira.

  18. Roberto Pedroso Postado em 25/Jul/2015 às 23:02

    P.S Augusto nunes o Reinaldo Azevedo da Cultura.

  19. Milton Quadros Postado em 30/Jul/2015 às 07:44

    Eu bem que notei que quando ela tomou o "chap" fez um olhar de pedido de aprovação para o safado do Augusto Nunes que deixou ela se ferrar sozinha. Esse é o perfil atual dos profissionais de Veja, uma revista que sobrevive por publicar matérias que alguns querem ler, embora desmentidas dois dias depois, como a de Romário e do Lula.