Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direitos Humanos 01/Jul/2015 às 16:31
23
Comentários

Joaquim Barbosa é chamado de “comunista” por criticar redução da maioridade

Joaquim Barbosa decepcionou vários seguidores ao “apoiar integralmente a posição do governo federal” contra a redução da maioridade penal. O ex-ministro do STF passou de herói a vilão em questão de segundos e foi chamado de “comunista” a “velhote esquisito”

Joaquim Barbosa maioridade penal

Desde que se aposentou do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa tem utilizado com frequência as redes sociais para se posicionar sobre temas políticos e jurídicos. Em sua conta oficial do Twitter, o ex-ministro do STF já se revelou um crítico assíduo do governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

No entanto, quando veio à baila a questão da redução da maioridade penal, Barbosa se declarou alinhado ao governo federal. Em uma série de tuítes nesta terça-feira, o relator do mensalão contrariou vários seguidores com as mensagens que publicou.

“Maioridade penal: eu apoio integralmente a posição do governo federal, contrária à redução da maioridade penal. Estão brincando com fogo!”, escreveu Barbosa às 21:16.

Horas depois, na madrugada desta quarta-feira, após uma sessão que durou mais de sete horas, a PEC da redução da maioridade penal seria rejeitada no Congresso.

Ao lerem as mensagens, seguidores do ex-ministro, que supostamente o admiravam, passaram a escrever-lhe mensagens agressivas. “Cala a boca”, “comunista” e “Bolsonaro presidente” foram algumas das mensagens enviadas. Alguns internautas sugeriram ainda que a conta de de Barbosa no twitter havia sido ‘hackeada’.

A redução da maioridade penal é questão praticamente fechada entre os atuais ministros do STF: quase todos já vieram a público rechaçar a medida.

Rejeição da redução para crimes hediondos

Em uma sessão tensa que durou mais de sete horas, o plenário da Câmara rejeitou o texto substitutivo que previa a redução da maioridade penal para crimes graves e/ou hediondos. O substitutivo foi colocado em votação no lugar do original porque Eduardo Cunha (PMDB-RJ) considerou que seria mais fácil aprová-lo.

O substitutivo teve 303 votos a favor e 184 contra. Mas, por se tratar de uma emenda constitucional, a matéria precisaria de pelo menos 308 votos a favor. Sendo assim, a maioridade penal no Brasil ainda se mantém, por enquanto, nos 18 anos de idade. Eduardo Cunha já anunciou que tentará votar o texto original ou um outro substitutivo nos próximos dias.

Saiba mais sobre a votação da redução da maioridade penal aqui

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Anlub Postado em 01/Jul/2015 às 16:44

    Depois do Venom, vem aí o "lado negro" do Batman! Mas se o Batman já é o cavaleiro das trevas...

  2. poliana Postado em 01/Jul/2015 às 16:51

    pois é..agora esse povo bipolar mostrou a verdadeira cara. num passado não tão distante, essas mesmas pessoas o alçaram a condição de herói nacional, o cara q prendeu os corruptos do pt e salvaria o brasil de toda corrupção. o presidente q precisávamos..agora pq ele se posicionou contrariamente à redução, simplesmente perderam a memória e o taxaram de "comunista". putz...ô gentinha sem noção. só pode ser bipolaridade.

    • Flávia Postado em 01/Jul/2015 às 17:03

      Não é bipolaridade. Estão tão cegos de ódio que simplesmente não aceitam quevse pense diferente. Joaquim Barbosa conseguiu prender os corruptos do PT, mas não teve força para prender o corruptos dos outros partidos. Ele ser crítico ao governo não significa que seja contrário a todas as posições do governo.

    • Edilson Postado em 01/Jul/2015 às 17:08

      É burrice mesmo.

    • Pedro Accioli Postado em 01/Jul/2015 às 17:20

      Poliana, os coxinhas são todos falsos e interesseiros! Não é de se surpreender que se voltassem contra o Barbosa após estas declarações! Cambada de hipócritas! E agora vão pedir a candidatura do Boçalnaro para presidente!

    • Vinis Postado em 01/Jul/2015 às 19:11

      Basta o indivíduo discordar de um dos pensamentos retrógrados que já o tacham de "esquerdopata"

  3. poliana Postado em 01/Jul/2015 às 16:56

    sorte a dele q há umas semanas ele declarou publicamente q n concorreria à presidência da república em 2018. agora é q ele n volta atrás mesmo. perdeu toda base eleitoral q teria depois dessa declaração...

    • enganado Postado em 02/Jul/2015 às 22:40

      Cara poliana, quem perguntou se o JB não seria candidato foi o ojênior boechatÔ, desse mesmo se fôssemos anotar o manancial de asneira dita por este cronista social frustrado, enciclopédia seria pouco. Outro dia ficou putinho porque a Presidenta declarou que não respeitava o delator, pode? Por que o Pilantra boechatÔ não questionou sob qual circunstância o delator falou? Porque o Moro prende pessoas sem a Mínima Acusação? Será também que o JB não enxerga isto? Cara poliana, duvide sempre de algo que procede da Direita e também de todos que a defendem, pois tem algo de podre. Nunca se esqueçam que estão sempre levando GRANA, porque ninguém de sã consciência consegue defender as putarias/falcatruas/mentiras/achaques/chantagens/roubos/ ... da Direita. É grana mesmo! São todos safados de caderninho, não se enganem, pois na hora H, lhe fuzilam sem pena e nem dó!

  4. Denisbaldo Postado em 01/Jul/2015 às 16:59

    O PP está pegando muito pesado. É muita decepção para o coração coxinha em um dia só meu Deus!

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 01/Jul/2015 às 17:00

    Mas não era ele o herói da capa preta, Batman brasileiro, o moralizador da pátria e o escambau? Que aconteceu? Será que o ódio coxinha não perdoa nem seus "ídolos e musos inspiradores"?

    • poliana Postado em 01/Jul/2015 às 17:05

      eduardo, agora quero ver quem vai impedir lula de vencer em 2018. o único q teria chances de finalmente tirar o pt do poder. já era!!!!! rsrs. o quinzinho agora é "comunista" segundo a coxinhada...

  6. Rodrigo Postado em 01/Jul/2015 às 17:04

    (Outro Rodrigo) Quando Plínio de Arruda Sampaio criticou Lula, foi chamado de senil, muitos dizendo que o asilo seria o melhor destino para ele. Jô Soares, conforme aqui mesmo foi publicado, é alcunhado de comunista. E, quando Joaquim Barbosa relatou a ação do mensalão, foi chamado de "Capitão do mato", "negro vendido", dentre outras adjetivações abomináveis. Ou seja, um comportamento infeliz, indigno e, quiçá, criminoso, por parte de quem, independentemente do viés político, valora a pronta desqualificação do interlocutor.

    • Denisbaldo Postado em 01/Jul/2015 às 17:09

      Rodrigo, o Joaquim Barbosa pode ser vendido, hipócrita e o escambau. Mas uma coisa ele não é, ele não é burro. Ele sabe muito bem o que significa a redução da maioridade penal. E ele teme pelo futuro das gerações seguintes. Este assunto o atinge diretamente de uma forma ou de outra. No mensalão ele julgou um caso concreto, aqui estamos falando do abstrato, do geral, do universal. Algo muito mais perigoso quando se comete um erro.

      • Rodrigo Postado em 01/Jul/2015 às 18:13

        (Outro Rodrigo) Estou falando do comportamento comum de desqualificação, Denisbaldo. Em todos os casos, seja quem se declarava "esquerdista", seja quem se declarava "direitista", recorreu às mesmas alcunhas desrespeitosas, abjetas e (novamente) quiçá mesmo criminosas, para atingir quem falava, mas não o argumento. No momento da ofensa, pois, ninguém quer saber se a pessoa idosa merece respeito (Plínio), se a pessoa negra merece respeito (Barbosa) ou se qualquer outro indivíduo (Jô) o mereça - eis meu argumento, o do comportamento contraditório. E, em adendo, sou contrário à redução e também contrário ao abandono que hoje vemos, na educação e atendimento ao menor.

  7. Deisi Postado em 01/Jul/2015 às 17:16

    O Quinzinho sempre teve posição progressista, declarou voto no Lula e na Dilma, é a favor das cotas, não me surpreende ser contra a redução da maioridade. Os coxinhas que tanto idolatravam, que só conhecem o Joaquim Barbosa da rede globo e do julgamento do mensalão do PT. Mas o coxinhas estão à beira do fascismo, agredirem o grande herói Quinzinho dessa forma, é uma incoerência. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

  8. Maurício Postado em 01/Jul/2015 às 18:25

    Compartilho da posição do ex ministro em relação à matéria, assim como achei correta sua condução no caso do mensalão.

  9. Marcos Postado em 01/Jul/2015 às 18:37

    Tem coisa mais obtusa que essa direita brasileira? Coitada, parou na Guerra Fria. É coisa que não prospera.

  10. Roberta Postado em 01/Jul/2015 às 19:25

    To contigo e não avro Joaquim a cada dia que passa me sinto mais admirada com seus conhecimento #reducaonaoesolucao

  11. Irion Postado em 01/Jul/2015 às 19:54

    Com tantos coxinhas aloprados falando bobagens por aí, não lembro bem, quem é mesmo Joaquim Barbosa??

  12. Robson Postado em 01/Jul/2015 às 19:55

    Fico assustado com tamanha ignorância desse povo brasileiro. Que parece fechar os olhos para a nossa realidade e real necessidade da grande população. Estamos esquecendo que não estamos preparando os nossos jovens para o futuro acadêmico e profissional. As oportunidades não são as mesmas pra todo mundo, estão segregando a população, há muitos problemas socais pra resolver primeiro. Sinceramente, qual preso se recupera nesse sistema carcerário brasileiro? Vamos educar, oferecer primeiro ao jovem oportunidade de um futuro melhor. Com certeza os resultados serão mais positivos no futuro.

  13. Line Postado em 01/Jul/2015 às 21:38

    A Marina Silva tbm foi agredida no facebook quando se posicionou contra a redução.

  14. Antero Postado em 02/Jul/2015 às 01:27

    Apesar de ser a favor da redução, o ponto de vista do homem não o desqualifica em nada, e se quiser ser presidente já tem o meu voto!

  15. Eliana Postado em 02/Jul/2015 às 15:52

    Ou, então, para muitos o Joaquim Barbosa passou de "vilão" a "herói"...