Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 27/Jul/2015 às 10:34
56
Comentários

Jô Soares é elogiado após tratar Thammy Miranda no gênero masculino

Jô Soares trata Thamy Miranda no masculino e recebe apoio de internautas. Na entrevista, o artista rebateu alguns comentários sobre ter escolhido ser transexual e revelou ter passado por um processo de exorcismo, incentivado pela mãe, para tentar se livrar da homossexualidade

Jô Soares Thammy Miranda transexual
Thammy Miranda e Jô Soares (reprodução)

Thammy Miranda está passando pelo processo de transexualização e, em entrevista para o “Programa do Jô” da última sexta-feira (24), foi tratado pelo apresentador no gênero masculino o tempo inteiro.

“Não tem mais jeito [de tratar no feminino]. Você é um homenzinho. Já nasceu o homem”, afirmou o apresentador.

Imediatamente, alguns internautas manifestaram apoio a Jô, elogiaram a atitude dele e colocaram a entrevista entre os primeiros lugares do Trending Topics do Twitter, o ranking dos assuntos mais comentados do momento.

“Óbvio que chorei com o Jô se referindo a Thammy no masculino, como ela realmente se sente. Que homem exemplar e amável”, comentou Bruna Kirsten, que se esqueceu de modificar o gênero. “O cuidado de Jô ao tratar Thammy pelo gênero masculino é a coisa mais fofa que já vi na televisão ultimamente”, escreveu outro internauta.

No bate-papo, Thammy disse que entende que existe uma dificuldade em ser chamado no masculino e aguarda com paciência este momento.

“Por 33 anos eu fui filha, não deixo de ser e para meus pais não deixarei de ser. Até para as pessoas que me acompanharam desde sempre fica difícil falar ele, mas no processo de transexualização eu me tornei do sexo masculino. De qualquer forma eu entendo que as pessoas têm um período para se acostumar. Eu ia vir até de barbinha, mas não deixaram”, comentou o filho da cantora Gretchen.

Ele disse que, na época em que era mulher, era “bonita, infeliz e chata”, e contou que começou a descoberta de sua sexualidade com 16 anos.

“Primeiro me descobri homossexual e que queria me relacionar com mulher. Só que eu não me dava bem com meu corpo quando olhava no espelho, meu peito e minhas formas femininas me incomodavam. Parecia que eu olhava um travesti no espelho. Era estranho. Era um homem vendo uma imagem de uma mulher no espelho. Tirar meus seios foi como cortar um sexto dedo, algo que não pertencia ao meu corpo”, lembrou.

Thammy desabafou que sente uma grande dificuldade para usar banheiros públicos, já que não e aceito em nenhum dos dois gêneros.

“Aqui no Brasil não tem jeito e eu vou no feminino mesmo. Quando entro no masculino, sempre tem um cara que diz ‘e aí, Thammy, veio dar uma conferida aqui?’. Isso é normal. Já no feminino sempre tem uma tiazinha fica me olhando com cara diferente. Eu juro, mulheres, eu não vou lá para ficar olhando vocês e só quero fazer xixi. No meu livro eu vou falar o quão difícil é você ser transexual ou homossexual.”

O artista rebateu alguns comentários sobre ter escolhido ser transexual dizendo que “uma pessoa não escolher se ferrar na vida”. “Eu tinha tudo para ser a gostosinha, que ia seguir a carreira da minha mãe, tudo para eu ficar tranquilo”. Ele ainda lembrou que chegou a passar por um processo de exorcismo, incentivado pela mãe, para tentar se livrar da homossexualidade.

VEJA TAMBÉM: Jovem gay submetido a sessão de ‘cura’ em igreja foi eletrocutado, queimado e perfurado

“Eu combinei com ela que iria, mas se não saísse nada [de mim] eu nunca mais iria. Ela concordou. Era uma vergonha enorme estar lá na frente e o pastor começou a me chacoalhar e dizer ‘qual seu nome, espírito?’ e eu respondi ‘brother, você está me cuspindo até agora e não sabe meu nome? Prazer, Thammy’. Juro por Deus que não estou inventando. Quando saí de lá, ele falou que eu tinha de vir mais sete sextas-feiras porque o espírito se esconde”, contou rindo.

informações de UOL e O Dia

Recomendados para você

Comentários

  1. Karine Postado em 27/Jul/2015 às 11:08

    Hahaha..Adorei o depoimento sobre o exorcismo!

  2. Joel Postado em 27/Jul/2015 às 11:10

    Maria, que tipo de pergunta é esta? "o que mais esta thammy tem a oferecer de util para a sociedade ????" Porque você sentiu a necessidade de perguntar isso? Acho que este tipo de pergunta retórica é fruto de algo mais heim? Talvez um preconceito...?

  3. Renato Postado em 27/Jul/2015 às 11:10

    O exemplo público de seu desafio pessoal da transexualidade já é muito útil para muita gente que eu conheço.

    • barbs Postado em 27/Jul/2015 às 11:16

      Boa! Alias, ela não... ele. E preferencias não... realidade.

  4. Mario Postado em 27/Jul/2015 às 11:13

    Justamente isso, por ser conhecida vai ajudar a quebrar preconceitos e barreiras.

  5. joão Postado em 27/Jul/2015 às 11:14

    thammy tem bem mais coisas a oferecer a sociedade que o pastor picareta que tentou exorciza-la maria....

  6. Des Cabido Postado em 27/Jul/2015 às 11:15

    Além de ter suas opiniõezinhas (que não importam a ninguém além de você) o que mais você tem a oferecer de util para a sociedade ???? Ele é uma figura pública falando sobre transexualidade, o que é importante para o debate sobre o assunto. Estranho ter sua "utilidade" cobrada ao desempenhar este papel. Sendo assim, acho justo perguntar: e você? O que tem a oferecer além desse seu questionamento arrogante, que pretende deixar subentendido seu desdém, consciente ou inconscientemente preconceituoso, através da pergunta? Afinal, se a sua intenção fosse realmente saber a resposta para o que pergunta, acredito que teria feito uma pesquisa no Google.

    • Fernando Canto Postado em 27/Jul/2015 às 11:45

      Eu tenho certeza de que essa "maria" diria que o papel dela na sociedade é "pagar seus impostos". Não é só um palpite, é a MAIS ABSOLUTA certeza.

  7. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 11:21

    Maria segue cagalhando em TODA participação, é um negócio realmente impressionante, épico mesmo. Segue com 100% de aproveitamento. Não acerta UMA. Metralhadora de fezes.

  8. Dani Cabrera Postado em 27/Jul/2015 às 11:24

    E você, além do teu despeito e amargura, o que você tem de útil para oferecer à sociedade?

    • José Ferreira Postado em 27/Jul/2015 às 11:37

      A tal da "Maria" fez uma pergunta importante. A Thammy só aparece na mídia quando discute sobre esse assunto. Ela não é uma boa atriz, não canta bem, e, provavelmente não é inteligente.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 12:05

      Importante nada.

    • Samael Postado em 27/Jul/2015 às 15:11

      José... Pensa bem... Você descreveu a maioria das pessoas que estão na mídia

  9. Estefanie Postado em 27/Jul/2015 às 11:27

    O que custava para o escritor deste texto tratar ele no masculino? Faz uma matéria elogiando o Jô mas não sabe tratar as pessoas num texto de acordo com o gênero? Aff apesar da boa intenção o texto ficou ofensivo e preconceituoso. Principalmente pq ele tem nome social, que é a forma correta de trata-lo.

    • Administrador
      Moderação Postado em 27/Jul/2015 às 12:51

      Olá, Estefanie. Tem certeza que leu o texto?

  10. Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 11:28

    Interessante o relato dela sobre a percepção que ela tinha sobre o próprio corpo, sobre o peito, o espelho. É a prova CABAL de que não se trata de mera "opção", como sustentam os homofobicos vagabundos. E meu...olha esse relato sobre o exorcismo. Fica claro que ela é muitissimo bem resolvida com a condição, tranquila, feliz, vivendo em plenitude, mas que as pessoas ao seu redor e a sociedade - imbecil, moralista e retrógrada - complicam tudo. Porra de exorcismo. É muita ignorância que ainda envolve esse assunto.

    • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 12:19

      Quem procurou o exorcismo foi a família, ninguém foi até ela obrigar ou pedir nada, da mesma forma que se for num centro de umbanda ou centro espírita etc e fazer algum pedido, no mais cada um faz o que quer da vida e ninguem tem a ver com isso, as pessoas precisam respeitar as opções feitas com quem é dono do seu corpo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 12:44

        Que xilique feio foi esse....claro que foi a familia. Esta ESCRITO que foi a mae que queria...queria uma "cura", pressionada pelos valores religiosos e sociais retrogrados. Puro moralismo tosco. É algo simplesmente ridiculo, uma prova cabal de ATRASO CULTURAL E MORAL. Porra de exorcismo. Idade media era isso ai...

      • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 13:01

        Que xilique? Cara, cada faz o que quer da vida, não é um moralismo não, se as pessoas creem que é isso que resolve o probema que deixem elas fazerem o que querem, particularmente nunca vi isso nos locais que frequentei, alias nem tinha, mas precisa-se respeitar quem goste ou ache isso uma solução, não é pq acha errado que seja.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 13:29

        Nao acho errado. É errado. Nao ha espaço pra opiniao. Apelar pra exorcismo, por pressao social e religiosa, para "curar" o que sequer é doença, é ridiculo e prova cabal de atraso moral e intelectual. Oriundo de preconceito. Nao seja burro. Nao tem "problema" a ser resolvido. Nao respeito e nao tem que respeitar preconceito nem atraso moral nem atraso cultural. Fazer revival da idade media é lamentavel e passivel de todo tipo de esculhambaçao.

      • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 14:55

        Mais uma vez esta errado, cada um faz o que quer, e esta dentro da lei e ninguém é forçado fazer não é ilegal taopouco preconceituoso, o problema das pessoas é que elas querem fazer o que bem entendem quando o assunto lhes cai bem, quando não concordam com algo agem preconceituosamente com qq assunto que não lhe seja bem vindo.

      • Márcio Ferreira Postado em 27/Jul/2015 às 16:06

        Respeito sua opinião, felipe, sobre cada um buscar o entendimento que lhe convenha, mas discordo do "tratamento" despendido a Thammy. Essa é a diferença que certas pessoas não conseguem conceber. A liberdade implica a existência de múltiplas opiniões, não necessariamente razoáveis ou adequadas, ou de acordo com meu entendimento. Essa falta de respeito leva ao autoritarismo e à ditadura. Para ilustrar essa ideia, há uma frase atribuida a Voltaire: "Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo".

      • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 18:23

        Tá, felipe...mais um truísmo..."cada um faz o que quer, esta dentro da lei, blablabla"....é claro que cada um faz o que quer....e daí? O que isso muda no FATO - não é opinião, é FATO - de que buscar "cura para homossexualidade" em exorcismo é um atraso cultural, moral e intelectual? Isso é coisa de 1200, bicho. Como é que se deseja curar algo que não é doença, sequer opção? Como é que não é preconceituoso partir do pressuposto de que ao lado de cada homossexual há um demônio que pende a pessoa pro mal e que precisa ser exorcizado? Deixe de xilique.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jul/2015 às 18:32

        Num mundo ideal, a sexualidade de Thammy não seria encarada por HOMOFOBICOS como "doença curável", nem como "opção", nem tampouco como "problema a ser resolvido" (usando suas palavras). Num mundo ideal, ninguém se sentiria pressionado por RETROGRADOS valores sociais ou religiosos a ponto de se sujeitar ao ridiculo de procurar um CHARLATÃO PICARETA EMBUSTEIRO para conduzir a expulsão do "demônio" que desvirtuou a boa moça. Ninguem estaria nem aí pra sexualidade dela. Seria tão irrelevante a sexualidade dela quanto a minha ou a sua. Relembrando: trabalho com fatos, por enquanto ainda não dei minha opinião.

      • Felipe Postado em 27/Jul/2015 às 21:21

        Cara VC da um drama danado pra dizer exatamente o que eu acabei de dizer, não há mau nenhum em ela ou ela ser o que quiser ser apenas que quem buscou a tal cura foi ela e não a igreja seja católica cristã ou qq.outra coisa veja bem ela procurou e como eu disse cada um faz o que quer chega de fazer drama e entenda que não é pq.uma pessoa pensa diferente que ela é preconceituosa , talvez VC fale tanto de igreja mas nem sequer entrou em uma para saber qual é a realidade da coisa ok, primeiro entre numa igreja mas entre numa igreja de vdd não aquelas que visam bens ou riquesas procure aquelas quem pregam a felicidade de espírito o amor de Deus que entendera muitas coisas.

  11. Adriano Postado em 27/Jul/2015 às 11:44

    O mesmo que vc.

  12. José Postado em 27/Jul/2015 às 11:48

    E o que vc tem a oferecer?

  13. Camille Postado em 27/Jul/2015 às 11:52

    E você, Maria, o que tem de bom pra oferecer à sociedade? O que faz todos os dias pra ajudar o seu próximo? Parece que nada. Só vejo um comentário cheio de preconceito, e disso o mundo já está cheio!

  14. Sidney Sol Postado em 27/Jul/2015 às 12:04

    Quero saber a opinião do Bolsonaro!

  15. cesar Postado em 27/Jul/2015 às 12:28

    Quando a cabeça não pensa o corpo e a alma padece.

  16. Deisi Postado em 27/Jul/2015 às 12:28

    Essa do exorcismo foi de doer, mas também o que esperar de evangélicos, que julgam e condenam ao inferno, gays, transexuais, travesti, tudo coisa do demônio. Fere o modelo de família tradicional, é aberração. Interpretam a bíblia conforme seus interesses, amar, respeitar, não vem ao caso.

    • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 12:38

      Acho q a parte da mãe ter pedido e eles terem procurado nao valeu né... e quem disse que o exorcismo é algo que é feito por evangélicos? ou mesmo a história da condenação do homossexualismo é condenado pela igreja católica tb, mas enfim, vc é preconceituosa e não soube enxerga isso, amar e respeitar pode ser para não evangélicos tb ok acho q esse é o principio de tudo nessa vida.

      • Deisi Postado em 27/Jul/2015 às 16:08

        Moço, citei os evangélicos porque a Gretchen mãe da Tammy é evangélica, sei muito bem que exorcismo não é coisa só de evangélicos. Inclusive o padre da minha paróquia é beneditino e tem uma licença do Papa para poder realizar o exorcismo, alias não são todos os padres da igreja católica que tem esse direito. Os únicos padres são da ordem beneditinos e existem muitos poucos a terem a licença, é um processo que tem que ser analisado. O exorcismo é algo sério, usado em casos específicos, não é feito a torto e direito, precisa ser muito analisado para ver se necessita, e´raro os casos. Achei de doer a mãe levar ao pastor para que ela deixasse de ser gay. Só evangélico acredita em cura gay, você é evangélico moço não sabe nada da igreja católica. Eu como católica desde que nasci, posso garantir à você que minha igreja não condena, muito pelo contrário, acolhe todos, quem condena são católicos preconceituosos que estão na igreja, mas não são igreja. Assim como evangélicos interpretam a bíblia conforme seus interesses, também existem muitos homofóbicos, que vomitam ódio e acham que são Deus para julgar. Mas eu como cristã, procuro a cada dia exercitar o amor, principalmente respeitar a diferenças e escolhas, todos temos livre arbítrio, não é fácil mas é possível. Também não considero melhor que ninguém, sou pecadora, mas acredito que só o amor pode transformar o mundo contaminado por por tanto ódio e intolerância.

      • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 17:08

        Vc respondeu exatamente o que falei, não coloque no mesmo saco evangélicos como a Gretchen, que todo ano acha um cara pra casar, faz filme porno etc.... por favor, assim como não colocamos padres pedófilos no mesmo saco que os decentes (diga-se maioria) eu acho o catolicismo muito bonito pela sua tradição, não concordo com alguns pontos, mas acredito que Deus esta naqueles lugares que as pessoas em união propagam o amor,veja que nunca, digo nunca, vou ofender a ninguém (mesmo que me ofendam), tenho muito amigos católigo que fazem trabalho social na igreja, hoje eu não frequento nenhuma igreja, mas quando frequentava fazia trabalho social tb, as pessoas que julgam as igrejas não sabem o quanto é maravilhoso se sentir útil, ajudar alguém, dar um abraço, uma palavra de conforto, um ombro amigo, isso tudo se perde ao preconceito cada dia maior que as pessoas tem da igreja e isso é de se lamentar.

  17. Lenita Postado em 27/Jul/2015 às 12:48

    Acho impressionante como conseguimos destruir tudo o que Deus nos deu. Acabamos com o planeta por causa da nossa ganância. Vivemos hoje sabemos que no futuro iremos pagar o preço por cada resíduo lançado em lugar impróprio. Como se não bastasse, ousamos contestar a supremacia de Deus, mudando o que Ele determinou que assim fosse. Raça de víboras, parem de desobedecer só criador. Isso não é homofobia é temor ao Senhor. Quando Jesus voltar queto ver sustentarem esse discurso... Está próximo o dia. Zombem mesmo do pastor, zombem do criador!!

    • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 13:04

      Olha eu acho q cada faz o que quer, e que arque com as consequências (caso venha a ter), o que não concordo é com esse desrespeito que vem acontecendo nos últimos anos com as crenças das pessoas, como se fosse errado vc frequentar uma igreja ou como se todos fossem ladrões homofóbicos etc.... e infelizmente aqui existe um monte de pessoas que não tem um pingo de respeito por isso, pela crença, pela escolha das pessoas, muitos aqui nem sequer sabem o que significa uma igreja, seus valores e saem criticando, isso eu acho errado.

      • Silva Postado em 27/Jul/2015 às 16:38

        Pelo seus comentários, será que você sabe o que significa igreja? Não estou falando de templo!

    • poliana Postado em 27/Jul/2015 às 16:24

      CALA A BOCA ESTRUME EVANGÉLICO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • felipe Postado em 27/Jul/2015 às 17:09

        A boca fala o que o coração esta cheio não...

      • poliana Postado em 27/Jul/2015 às 18:55

        zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz...pessoas dessa sua corja me dão ânsia de vômito.

      • felipe Postado em 28/Jul/2015 às 09:21

        Cuidado Poliana com suas ofensas, seria muito mais bonito defender seu ponto de vista sem ofender as pessoas, deixe de ser preconceituosa e tenha um pouco mais de respeito pelas pessoas, respeito que vi diversas vezes vc pedir para outros grupos aqui neste site.

      • poliana Postado em 28/Jul/2015 às 14:22

        FELIPE, CALA A BOCA. IGNORE-ME DE UMA VEZ POR TODAS! Q SACO! EU FALO O Q EU QUISER E VC N IMPEDIRÁ ISSO, JAMAIS!! SACO!!!! QTO MIMIMIMIMI!!!!

      • felipe Postado em 28/Jul/2015 às 16:32

        Poliana, vc precisa aprender a respeitar as pessoas, pessoa extremamente hipócrita que só pede respeito a quem lhe convém, não adianta gritar esperniar, vou continuar falando.

      • poliana Postado em 28/Jul/2015 às 22:56

        filho, quem tá esperneando e gritando, cheio de mimimi é vc..vc pode falar o q quiser, e n vai me fazer mudar de opinião qto a tua escória evangélica! n adianta!! continue gritando, esperneando e cheio de mimimi..fique a vontade. é bem do comportamento dos coxinhas mesmo. só n inverta os papéis. o único q grita e esperneia aki é vc!

  18. Leila Postado em 27/Jul/2015 às 13:13

    Pra começar entretenimento, e não se exclua pq tu entrou no link para ler a matéria e comentou né?

  19. Andreylla Postado em 27/Jul/2015 às 13:23

    Representatividade.

  20. poliana Postado em 27/Jul/2015 às 16:18

    e o q vc, maria cesar souza tem pra oferecer de útil a HUMANIDADE?! certamente, NADA! por favor, SE MATE! n fará nenhuma falta uma aberração como vc!

  21. poliana Postado em 27/Jul/2015 às 16:25

    affffffffffffffffffff...mesma prosa ruim de sempre!!!!

  22. Silva Postado em 27/Jul/2015 às 16:42

    Você como um legitimo coxinha maria cesar sousa, deve ser um sonegador, eu declarei e não caí na malha fina, quanta preocupação com IR dos outros.

  23. Denisbaldo Postado em 27/Jul/2015 às 18:20

    Para esse ser humano acima só existe um imposto no Brasil, o IR, e quem não o paga não é digno de ter opinião. Se ele(a) soubesse que quem mais paga impostos no Brasil são os pobres que nem IR pagam... Mas para essa gente fatos são discutíveis, porque nem sabem o que a palavra "fato" significa.

  24. Mário. Postado em 27/Jul/2015 às 19:47

    Cala a boca, Maria!!!!

  25. Ingrid Postado em 27/Jul/2015 às 19:48

    É Muito empolgante ver ações como essas do Jô serem transmitidas em rede nacional e gerarem elogios ao invés de espanto pela maioria das pessoas, não vejo tv e quando soube do fato, achei que leria apenas mimimimimimi, porém escutei muito mais coisas positivas que negativas. Me faz pensar que estamos caminhando para aceitar o que não deveria nem ser discutido, o direito de cada um ser como é.

  26. Malu Postado em 27/Jul/2015 às 21:10

    E você, o que tem a oferecer?

  27. Guilhermo Postado em 27/Jul/2015 às 21:20

    Também não vejo nada de mais nesse moço filho da Gretchen. Poderiam entrevistar a Inês Brasil no lugar que eu assistiria.

  28. Wanderson Postado em 27/Jul/2015 às 21:39

    Muito interessante.Lerei o livro dela com certesa.Vai ser muito enriquecedor.

  29. Washington Postado em 03/Aug/2015 às 00:12

    Homossexualidade não € opção, mas mesmo que fosse deve ria ser respeitada. Imagino que deve ser um tormento a cabeça ter uma sexualidade que não corresponde ao corpo. Por isso é fundamental o amparo a pessoas que passam por esse processo.