Redação Pragmatismo
Compartilhar
PT 26/Jun/2015 às 12:19
32
Comentários

Veríssimo: a diferença entre o antipetismo e o ódio ao PT

luis fernando veríssimo ódio pt

por Luis Fernando Verissimo

Não vi a entrevista do Jô com a Dilma, mas, conhecendo o Jô, sei que ele não foi diferente do que é no seu programa: um homem civilizado, sintonizado com seu tempo, que tem suas convicções — muitas vezes críticas ao governo — mas respeita a diversidade de opiniões e o direito dos outros de expressá-las. Que Jô fez uma matéria jornalística importante e correta, não é surpresa. Como não é surpresa, com todo esse vitríolo no ar, a reação furiosa que causou pelo simples fato de ter sido feita.

A deterioração do debate político no Brasil é consequência direta de um antipetismo justificável, dado os desmandos do próprio PT no governo, e de um ódio ao PT que ultrapassa a razão. O antipetismo decorre, em partes iguais, da frustração sincera com as promessas irrealizadas do PT e do oportunismo político de quem ataca o adversário enfraquecido.

Já o ódio ao PT existiria mesmo que o PT tivesse sido um grande sucesso e o Brasil fosse hoje, depois de 12 anos de pseudossocialismo no poder, uma Suécia tropical. O antipetismo é consequência, o ódio ao PT é inato. O antipetismo começou com o PT, o ódio ao PT nasceu antes do PT. Está no DNA da classe dominante brasileira, que historicamente derruba, pelas armas se for preciso, toda ameaça ao seu domínio, seja qual for sua sigla.

É inútil tentar debater com o ódio exemplificado pela reação à entrevista do Jô e argumentar que, em alguns aspectos, o PT justificou-se no poder. Distribuiu renda, tirou gente da miséria e diminuiu um pouco a desigualdade social — feito que, pelo menos pra mim, entra como crédito na contabilidade moral de qualquer governo. O argumento seria inútil porque são justamente estas conquistas que revoltam o conservadorismo raivoso, para o qual “justiça social” virou uma senha do inimigo.

Tudo isto é lamentável mas irrelevante, já que o próprio Lula parece ter desesperado do PT. Se é verdade que o PT morreu, uma tarefa para investigadores do futuro será descobrir se foi suicídio ou assassinato. Ele se embrenhou nas suas próprias contradições e nunca mais foi visto ou pensou que poderia ser a primeira alternativa bem-sucedida ao domínio dos donos do poder e acordou um dia com um tiro na testa?

De qualquer maneira, será uma história triste.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Accioli Postado em 26/Jun/2015 às 13:32

    Na moral, os coxinhas, ao sairem do armário, perderam completamente a noção do respeito a opinião alheia! O sentimento de ódio ao PT está fazendo com que o antipetismo se torne cada vez mais ridículo: ele deixa os antipetistas cegos da realidade brasileira, fazendo com que crie uma ilusão que toda a culpa da corrupção do país seja do PT e não é verdade! O que incomoda os coxinhas é o fato de que os pobres negros e pardos começaram a melhorar de vida, o que eles não querem! Me parecem que os coxinhas possuem um fetiche de ver negros e pardos vivendo no esgoto e sonham com a revogação da Lei Áurea! Como explicar isso psicológicamente? Nem Freud explica! Claro que o PT mudou a sua ideologia e essa é a minha bronca principal com o partido, mas vendo o afloramento do antipetismo, dá vontade de defender o PT e desejar que ele não saia do poder nunca e isso é muito sério!

  2. Eduardo Ribeiro Postado em 26/Jun/2015 às 15:03

    """""""""O antipetismo começou com o PT, o ódio ao PT nasceu antes do PT. Está no DNA da classe dominante brasileira, que historicamente derruba, pelas armas se for preciso, toda ameaça ao seu domínio, seja qual for sua sigla.""""""""". Mas que gabarito é esse, pai? Pega leve com a coxinhada. Os fascistinhas não gostam quando se esfrega com tanta preponderância a verdade nas caras feias deles. Ficam espumando, baba escorrendo pela boca e batendo cabeça no teclado. Tem que ir mais devagar, pai Verissimo....

    • Doug Postado em 26/Jun/2015 às 15:19

      Muito bom, Eduardo... Aposto que até o Naro perdeu a vontade de esbanjar a sua raiva nesse post.

      • Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 16:42

        O Naro se voltou para as forças do mal, é um Dart Vader brazuca. Ele votou na Dilma ano passado e logo depois estava pedindo seu impeachment. É uma pena, um futuro brilhante pela frente desperdiçado nos antros da coxinhada...Aliás na virada cultural teve uma galinhada, prato típico caipira, e muitos coxinhas se sentiram atacados e acusaram os chefs de genocídio.

  3. Rodrigo Postado em 26/Jun/2015 às 16:14

    (Outro Rodrigo) Infelizmente, como na sociedade em geral, a política tem espaços ocupados por "haters": odeia-se o menos e o mais favorecido; o negro, o branco, o indígena etc.; o integrante de outro partido; de outro time; o partido que antecedeu e o partido que hoje é situação. Há ódio contra o religioso e contra o ateu; contra quem tenha orientação sexual diversa da sua. E, então, também contra o PT, como debatia com um tio que me é muito caro e por quem tenho muita gratidão. Ele, pessoa exemplar, que já foi punido, sim, por ser correto e não ter aceito beneficiar terceiros, questionava o por quê desse sentimento contra o partido e seus representantes/filiados/simpatizantes, ao que respondi: quanto a pessoas da religião “tal”, que o Sr. sempre critica, por que o Sr. tem essa opinião forte contra os mesmos? Ele então respondeu ser pelo fato de não aceitarem críticas; de se verem como perfeitos, ao que os demais seriam imperfeitos; de acharem que a salvação é atributo deles; que os mesmos detêm a verdade. E, diante tanto, indaguei se ele mesmo não tinha respondido a própria pergunta. Por isso é que vejo de modo muito salutar, com muita felicidade, autocríticas como as de Leonardo Boff e Frei Beto, dirigidas, por exemplo, ao fisiologismo adotado, às alianças espúrias, ao convite a pensar a postura individual. Tenho, de meu lado, decepção quanto ao partido alvo de meu primeiro voto (o que não me leva a valorar o pronto voto em Aécio, Caiado e congêneres, sob pena de negar a necessidade de mudança). Decepção, pois, que não se confunde com ódio, nem com desejo de que o partido seja extinto. Há, sim, como em partidos outros, pessoas de grande valor no partido, que não concordam com os rumos tomados a visando a eleição de 2002 e a intenção de manter-se no poder, que merecem voz e serem ouvidas; quanto a quem odeia (seja Chauí, seja um tucano, um demista etc.), ódio não é argumento e não leva a reflexão alguma, mas apenas ao distanciamento. Que, pois, seja retirado algo de bom, renovador, das falas de Frei Beto e Leonardo Boff e, se possível, que haja espaço para a melhor intervenção do sempre lúcido, filósofo petista, Mario Sergio Cortella. Assim, pois, não sendo resumida a autocrítica ao: "eles me odeiam, me perseguem, me discriminam" e pensado se o momento não é de ser buscada a união com quem se disponha a tanto, mas não mais cisão ainda.

  4. Roberto Pedroso Postado em 27/Jun/2015 às 12:06

    Texto excelente de Verissimo; sem mais nada a declarar ou a acrescentar,vemos que em 13 anos de governo PeTista,em um regime presidencialista de coalização obrigou o executivo a negociar de forma promiscua com o legislativo para então garantir a governabilidade,tal expediente funcionou durante os anos em que Lula esteve no poder mas a formula se esgotou,o que temos que entender é que o próprio sistema politico partidário representativo gerou as condições para que houvesse esses tristes desmandos e atos de corrupção que agora são trazidos à tona,o governo FHC ao contrario contava com o maior apoio (real e não apenas declarado)de partidos como o PFL,uma parte considerável do PMDB bem como o apoio da própria bancada PSDeBista,cenário diferente dos treze anos de PT no poder,para entendermos a complexidade de nossa politica é preciso a contextualização histórica correta dos fatos,algo que os "odiadores"do PT tem grande dificuldade em entender.

  5. André Anlub Postado em 27/Jun/2015 às 12:34

    O mau do brasileiro é a memória fraca, quiçá uma memória seletiva ou até inexistente. Vivíamos em uma Suíça há doze anos e seis messes?

    • eu daqui Postado em 30/Jun/2015 às 12:16

      E estamos vinvendo numa Noruega agora? VAI VIVER DE TRABALHO, BOLSISTA, E DEPOIS ENTÃO VENHA ME FALAR DAS DIFICULDADES DO ATUAL BRASIL.

  6. mauricio de souza matos Postado em 27/Jun/2015 às 13:59

    Pergunte a eles coxinhas quantas faculdades federais e quantas escolas tecnicas o governo do PSDB criou no governo deles e quantas foram criadas pelo PT ! E eles ainda criticam o PT pela atuacao nessa area. DISPEITADOS e o que sao!

  7. Roberto Pedroso Postado em 27/Jun/2015 às 14:48

    De fato o grande problema que assola a nossa politica é o fato da oposição ser fraca,anêmica e neurastênica, sem conteúdo,sem estofo,necessitado de estruturas programáticas,no passado observamos a ineficiência e ineficácia do PSDB em implementar programas de transferência de renda com intuito de atender aos menos favorecidos bem como a inexistência de investimentos nas áreas sociais,na tentativa de mitigar as enormes desigualdades presentes em nossa sociedade; o PT por sua vez ,de forma tímida e incipiente conseguiu alguns pequenos avanços nesse sentido(com programas como o Prouni,Bolsa Família,Minha Casa Minha Vida,Pronatec).Nesta questão o sucesso eleitoral do PT se explica e deve-se em parte a incompetência administrativa da oposição que quando esteve a frente da nação e se locupletava no poder fechava os olhos para as desigualdades sociais,por essa incompetência o PSDB paga até hoje nas urnas.

  8. jose savassa Postado em 27/Jun/2015 às 15:06

    Petista, Esquerdista, Socialista…… O que sou!, Desde que me entendo por gente, fui solidário para que nós trabalhadores, pobres, lutadores por liberdade de expressão, contra classe branca, contra ideologia dos ricos, contra o capitalismo excessivo, contra imposto junto aos menos favorecidos, contra os pigs, contra somente poderosos poderem ter direitos e deveres, e acessos as boas faculdades, hospitais, segurança, etc, etc….Fico desiludido com a situação, onde os paupérrimos começam a ter acesso a mídias, a internet, as noticias, outros meios de comunicação, e somos surpreendidos, pelos irreais salvadores da pátria neste mundo… Caiado, Aécio, Cunha, Renan, Globo, Moro, Veja, Estadão, dá vontade de chorar, com tanta armação e imbecilidade juntas. É brincadeira e de mal gosto, imaginar, que este povo, pensa no povo… Jesus, orai por nós –> crerem que Dilma, Genoíno, e até o Lula, são piores do que esta gente. Estes senhores citados, são defensores da extinção do pobre, da extinção do preto, da extinção do PT, da extinção das cotas, da extinção das bolsas, etc, etc. Pensem somente um pouquinho, onde estes senhores e outros governantes da classe branca do Brasil, querem chegar… Vamos voltar a escravidão, estudar ->só se Deus ajudar, a ter saúde -> só por ajuda divina, comida –> somente migalhas restantes e jogadas pelos muros dos castelos, moradia/escola/segurança –> fatalmente será segregada entre os ppps (pretos, pobres e petistas) x os brancos….. Pensem, esta gente não presta, caiam fora das suas insinuações… Caiado e muitos outros, nunca mais, eleitos pela compra dos votos apenas e crucificação da nossa classe…. Cadê a lista do hsbc, cadê furnas, cadê aeroporto de aécio, cadê os subornos do caf, cadê, cadê

  9. Eduardo de Paula Barreto Postado em 01/Jul/2015 às 11:17

    .. .. BRASILISTA Perguntam-me se sou petista Devido ao que tenho escrito Deixo claro que sou brasilista Sem apreço por nenhum partido Apenas manifesto a minha opinião Que é fruto da profunda avaliação Das notícias do dia a dia Tenho exercido o direito De expressar-me do meu jeito Por isso me expresso em poesia. Sou contra os oportunistas Medíocres e gananciosos Que fazem da política Um balcão de negócios No qual vendem a Nação Fazendo da corrupção Uma prática corriqueira E protegidos pelos comparsas Escondem tudo das massas Com apoio da Mídia rasteira. Hoje o Brasil vive Uma situação inusitada Políticos e pessoas da elite Também veem a Lua quadrada Isso eu nunca vi no Brasil Aliás acho que ninguém viu Tantos presos bem-vestidos Por isso eu alimento a certeza De que se continuar a limpeza O Brasil sairá fortalecido. Eu ficaria muito feliz Se a nossa Pátria em seu colo Abrigasse clones do juiz Sérgio Fernando Moro E colocasse um no CARF Outro no HSBC e colocasse Um também no Trensalão E se restasse alguém na turma Poderia pôr um na lista de Furnas E quem sabe no mineiro Mensalão. Assim eu desconsideraria o golpismo E colocaria uma bandeira na janela Simbolizando o meu patriotismo E usaria camisa verde e amarela E gritaria para todo o Brasil De forma ordeira e varonil: Finalmente acredito na justiça! E encomendaria outros clones Não de juízes de renome Mas de políticos sem cobiça. Eduardo de Paula Barreto .

  10. Mathias Postado em 26/Jun/2015 às 13:21

    Ignorância é achar que a "zona" que está o governo é culpa única e exclusivamente do PT, quando os verdadeiros culpados são grande parte da oposição raivosa (liderados por eduardo cunha) e, principalmente, a mídia de massas tradicional que gera pensamentos como os seus em grande parte da população mal informada.

  11. Marcos Vinicius Postado em 26/Jun/2015 às 13:31

    E desde quando coxinha tem inteligência?

  12. Daniel Postado em 26/Jun/2015 às 13:33

    13 anos não são nada comparados aos mais de 500 anos do país.

  13. Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 13:48

    Não são 13 anos, e sim 12 anos e 6 meses, Lula assumiu em janeiro de 2013, faça as contas direito. Outra coisa, para conseguir uma mudança mínima é necessário pelo menos 1 geração, algo em torno de 20 anos, para perceber resultados concretos. Tenho certeza que nos próximos anos a violência ira diminuir muito devido aos programas sociais desenvolvidos pelo PT. Muitos daqueles que nasceriam condenados ao regime anterior desta vez puderam ter acesso ao mínimo vital e estão se tornando cidadãos melhores. Ontem mesmo uma pesquisa sobre a violência em SP demonstrou isso. É mais que notório que os investimentos em segurança pública tem diminuido em termos relativos em SP, portanto algo está acontecendo. Veja o link! http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/06/1647659-em-maio-estado-de-sp-tem-menor-taxa-de-homicidios-da-historia.shtml

  14. poliana Postado em 26/Jun/2015 às 14:41

    a classe dominante, ou os coxinhas, ou o tucanato, JAMAIS RECONHECERÁ QQ MÉRITO DO PT, naro. e vc sabe disso...tentar argumentar com esse nicho pé dar murro em ponta de faca.

  15. poliana Postado em 26/Jun/2015 às 14:42

    "É inútil tentar debater com o ódio exemplificado pela reação à entrevista do Jô e argumentar que, em alguns aspectos, o PT justificou-se no poder. Distribuiu renda, tirou gente da miséria e diminuiu um pouco a desigualdade social — feito que, pelo menos pra mim, entra como crédito na contabilidade moral de qualquer governo"..............................................os coxinhas JAMAIS reconhecerão isso! NUNCA!!! EM QQ HIPÓTESE!

  16. Fábio Postado em 26/Jun/2015 às 23:05

    Porque ganharam muito dinheiro com o PT no governo. A distribuição de renda, e mais gente comprando, fez a classe dominante ganhar muito mais dinheiro do que antes. Só que eles acharam que logo voltariam ao poder, e isso não aconteceu, devido ao povão de barriga cheia e comprando carros (e votando no Lula). E aí, se cansaram... e querem o poder de volta, na marra. E o terceiro turno continua. Isso em nada tira a culpa do PT em alguns (ou muitos) aspectos. Nós sabemos reconhecer os erros... já vocês... NÃO.

  17. Simone Postado em 30/Jun/2015 às 09:09

    E Naro, como próprio texto diz, "O argumento seria inútil porque são justamente estas conquistas que revoltam o conservadorismo raivoso, para o qual “justiça social” virou uma senha do inimigo.

  18. Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 13:49

    Lula assumiu em janeiro de "2003"

  19. poliana Postado em 26/Jun/2015 às 14:39

    denisbaldo, o gov de sp, geraldo alckimin, atribuiu a queda da criminalidade ao maior número de encarceramentos no estado. pra ele, prisão é sinônimo de diminuição da violência. tá certo isso?

  20. Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 16:02

    Poliana, logo mais o Brasil todo vai sofrer uma redução da criminalidade e quero ver a desculpa dos tucanos. É notório pelas estatísticas que o número de habitantes por policial tem aumentando gradativamente em SP, ou seja, temos cada vez menos policiais nas ruas em termos relativos. A própria virada cultural este ano foi super pacífica comparada à do ano passado. É inevitável a consequência dos programas do governo federal em aumentar as oportunidades aos menos favorecidos. Todos os programas do PT tiraram milhões de crianças do caminho cruel do crime e lhes deu uma nova esperança na educação e alimentação. Aqueles 36 milhões que a ONU mesma cnfirmou que sairam da miséria extrema farão uma diferença tremenda em um futuro próximo. Estamos chegando perto dos 20 anos de governo (uma geração) mas tenho certeza que teremos novidades antes de 2018. E aí Em 2018 é PenTa! é PenTa! é PenTa! Ah, mais um recado aos coxinhas, NÃO PERCAM A INAUGURAÇÃO DA CICLOVIA DA AV. PAULISTA NESTE DOMINGO! OUTRO TAPA NA CARA DA ZELITE PAULISTANA! HAHAHAHA!

  21. poliana Postado em 26/Jun/2015 às 17:44

    pois é, até concordo com o q vc disse.mas me referi ao discurso super tendencioso e mal caráter do alckimin em dizer q a criminalidade foi reduzida ( tomando pra si esse mérito sabendo q n é verdade), graças ao maior número de encarcerados no estado. com esse discurso ele visa colocar na kbça das pessoas q o encarceramento é a solução, reforçando cada vez mais a ideia de q delinquiu, n importa a idade, tem q parar atrás das grades. qdo sabemos qual o nicho da população está mais propenso a delinquir. embora ele se posicione publicamente contrário à redução da maioridade penal, esse discurso se mostrou totalmente tendencioso e favorável a essa política. achei muita má fé da parte dele usar esse discurso.

  22. Denisbaldo Postado em 27/Jun/2015 às 08:04

    Mesmo isso que ele disse é mentira. Ele defende a extensão do encarceramento no ECA mas em SP o menor infrator de crimes graves permanece no máximo 1 ano na Fundação Casa sendo que o correto seriam 3 anos. Você tem toda a razão. O jogo dele é a demagogia pura, joga pra torcida, e joga para todas as torcidas tentando agradar a todos. Ele sabe que a maior parte da população quer a redução da maioridade penal e ele pega justamente no encarceramento como solução. Diz o que todos querem ouvir mas na pratica ele aplica sanções mais leves do que as leis vigentes recomendam. O Alckmin é o maior Pinochio da nossa política. E o pior é que ele é muito bom nisso. Mas eu realmente espero que logo mais todo o país tenha uma redução significativa da criminalidade e destrua todos estes argumentos fajutos destes reaças. Em 1970 o aborto foi legalizado nos EUA, em 1980 havia um crescimento brutal da violência em todo o país e ninguém sabia o que iria acontecer nos anos 90 com aquela evolução. Nos anos 90 a violência caiu de uma hora para outra, pois aqueles bebês de mães solteiras, sem condições que antes vinham ao mundo não nasceram. Mas o pior é que o prefeito de NY, Rudolf Giulianni, levou o crédito pela queda da violência na cidade pelo seu programa de segurança pca hiper agressivo chamado "Tolerância Zero". Espero que isso não ocorra aqui.

  23. Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 13:50

    Engraçado Naro, você votou no "partido dele" ano passado. Pelo jeito o que ele disse não é uma ofensa, é um diagnóstico.

  24. eu daqui Postado em 30/Jun/2015 às 12:12

    E DESDE QUANDO OS INTELIGENTES PRECISAM ROTULAR?

  25. ZENIO SILVA Postado em 09/Jul/2015 às 10:27

    De onde tiraste que a "classe dominante" ficou "quietinha" nesses 13 anos de governos do PT! Só se foi em Marte; aqui no planeta Terra e, mais precisamente, neste nosso país não houve iniciativa de cunho social do governo que não fosse objeto das mais furiosas críticas... Isso, como bem diz o Mino Carta, é do conhecimento até do mundo mineral. O PT cometeu erros, traiu seus fundamentos, agiu, no poder, como todos os demais partidos?! Sim, e está pagando por isso! Entrará para a história como o único partido punido pelos seus mal feitos... Deixará o poder para que seja ocupado pelos inimputáveis de sempre! Quem viver verá!!!

  26. Rodrigo Postado em 26/Jun/2015 às 15:27

    (Outro Rodrigo) Ok, então esperemos 487 anos para, somente então, podermos ver atitudes diferentes. É isso?

  27. poliana Postado em 26/Jun/2015 às 17:38

    (outro) rodrigo. é sério q nos últimos 13 anos em q o pt esteve no poder, vc n notou qq diferença positiva com relação aos anos anteriores? será q o pt n tem qq mérito em sua gestão?

  28. Rodrigo Postado em 26/Jun/2015 às 20:07

    (Outro Rodrigo) Tem méritos, Poliana, claro. Mas meu argumento é no sentido contrário a esse aparente conformismo, sempre a dizer: "ah, mas 'eles' tiveram 500 anos"; a cada nova denúncia que envolva algum petista, parece que a preocupação maior é sempre descobrir se FHC e/ou um dos seus fez o mesmo, para então ter a desculpa, em vez do reconhecimento de responsabilidade ter lugar. Eu, assim como você e todos os demais, tenho minhas falhas e acertos, bem como minhas responsabilidades (estou ainda no escritório, às 20h de uma sexta-feira, por conta do novo sistema de peticionamento digital), mas parece que os políticos não podem ter responsabilidade nenhuma por nada (a exemplo de Dilma dizer que é criticada por ser mulher, Lula e Alckmin dizerem que não sabem de nada, um investigado da "lava-jato" dizer que perdeu a memória...). A razão vem sendo seguidamente abandonada, desvalorizada e parece que o brasileiro é um trouxa, que aceita qualquer coisa. Está difícil, viu?

  29. eu daqui Postado em 30/Jun/2015 às 12:14

    Nem nos confrontos de independencia da Bahia tivemos um Brasil tão sangrento. Vai estudar, cotista, pra poder falar de nossos 500 anos !!!