Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 13/Jun/2015 às 17:51
30
Comentários

Quem vai boicotar o próprio computador após o comercial gay da Microsoft?

Em tempos de boicote a uma marca de perfume por causa de um comercial gay, quem terá coerência o bastante para boicotar Microsoft, Apple, Facebook, Google, Twitter e outras grandes empresas de tecnologia que já se posicionaram favoráveis à luta pelos direitos LGBT, inclusive através de peças publicitárias?

microsoft casamento gay

informações de Olhar Digital

Em tempos de comerciais de marcas de perfume que sofrem ameaças de boicote por se manifestarem a favor dos direitos homossexuais, é importante lembrar que a indústria de tecnologia já faz isso há muito tempo. Muitas empresas já se posicionaram favoráveis à luta pelos direitos LGBT.

Após as manifestações de intolerância por parte de grupos religiosos, vários usuários sugeriram que eles também deixassem as redes sociais, já que o Facebook é uma das principais empresas que defendem a causa da igualdade de direito para casais homoafetivos. A própria Microsoft já fez um comercial em defesa do casamento gay.

Confira abaixo outras empresas que demonstraram apoio à causa LGBT em peças publicitárias:

Apple

Além de Tim Cook, o principal executivo da empresa, ser gay a empresa frequentemente marca presença com um grupo de funcionários nas paradas gay em San Francisco, cidade próxima à sede da companhia em Cupertino. É possível encontrar o logotipo da companhia contornado pelo arco-íris da bandeira LGBT.

apple

Google

O Google pode não ter um grande executivo homossexual, mas a empresa se manifesta frequentemente a favor do respeito à diversidade, incluindo um grupos de funcionários gays, chamados “Gayglers”, mistura da palavra “gay” com “googler”, como são chamados os empregados da companhia. Há registros de grupos participantes nas paradas do orgulho gay em Londres, San Francisco e até São Paulo

Microsoft

Assim como o Google, pode não haver um grande executivo gay, mas não faltam manifestações de apoio aos direitos dos gays. A começar por este comercial do Outlook, lançado em 2013 (ver acima).

Também são frequentes as participações em paradas do orgulho gay ao redor do mundo. Em 2013, até mesmo Master Chief, protagonista da série de games Halo, apareceu em uma edição realizada em Seattle.

Facebook

Mesmo caso das empresas citadas acima: não faltam demonstrações públicas de apoio à causa LGBT. Há até um vídeo do CEO Mark Zuckerberg, heterossexual e casado, pulando e dançando na parada gay de San Francisco, em 2013.

facebook

Motorola

Essa é recente, e aconteceu no Brasil. A Motorola apoiou publicamente a edição de 2015 Parada do Orgulho Gay em São Paulo, oferecendo seis hotspots de internet grátis em pontos de ônibus da Avenida Paulista. A empresa não teve medo de envolver seu logotipo com a luta pelos direitos LGBT.

motorola1

Outras empresas

Neste ano, várias empresas americanas (mais precisamente 375, além das já citadas neste texto) iniciaram uma missão de pressionar a Suprema Corte dos Estados Unidos a impedir que os estados banam o casamento de pessoas do mesmo sexo. Na lista estavam várias empresas de tecnologia. Abaixo estão as principais companhias a assinarem o documento:

Amazon.com
Cisco
Dropbox
eBay
Electronic Arts
General Electric
Intel
Microsoft
Oracle
Qualcomm
Twitter
Xerox
Zynga

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Lopes Postado em 13/Jun/2015 às 21:03

    Há muito tempo uso o Fedora Linux.

    • joao Postado em 16/Jun/2015 às 22:35

      Melhor comentário kkkk, aqui é Debian "mermão"!!!

  2. Vinis Postado em 13/Jun/2015 às 21:38

    Recomendo a essas pessoas que boicotem mesmo o computador e marquem algumas consultas no psicologo, pois parece que a coisa não anda bem.

  3. Renan Postado em 14/Jun/2015 às 10:04

    Eu já passei essa fase. E acho que deve se passar, por quê? simplesmente TODOS os grandes grupos, sejam internacionais ou nacionais, apoiam e fomentam políticas pró-gayzismo, pró-abortismo, pró-merdismo e tudo quanto é política esquerdista. E é claro, o objetivo dos donos e CEOS desses grupos não é nenhum um pouco a felicidade mundial gay, ou acreditam que se todo mundo fizer suruba todo mundo vai ser feliz. é claro que tem trouxa como os leitores do PP que acreditam, mas óbvio que eles não acreditam, pois o cerne de suas famílias estão bem protegidos e a ação histórica em virtude, a diferença pra um militante como o Jean uiuilis é enorme porque gente pensa em manter os meios pra si daqui a 200 anos, com muito mais força se minar as famílias alheis, o Jean quando morrer já era vai deixar pra um outro militante carregado por votos do sistema falido proporcional e que ninguém muda por essa simples razão. Então, esse negócio de ficar boicotando quem quer "destruir a família" é coisa de gente que não está inserido e ciente do verdadeiro esquema, como se esses caras quisessem mesmo destruir a família, começando pela deles, e é óbvio que não, é só pra destruir a dos outros ou impedir que se criem famílias que possam criar ação histórica para reação a esses grupos e os burocratas estatais, que são em grande parte oriundos de famílias dinásticas, por exemplo, aqui paraná, Requião que votou a favor do casamento gay, colocou requiãozinho lá (que foi educado longe de qualquer liberalismo do tipo você escolhe o que vai ser, ou quantas pessoas você vai transar, é educado direitinho pra seguir o que o pai segue, vê se o requião ira dar cartilhinha gay pro filho ou pro neto quando criança e em formação, óbvio que não). Então não se trata só de sair boicotando e o PP ainda ajuda nesse ponto, mesmo que pela motivação errada. Se trata de você usar essas merdas, mas também se puder se organizar e usá-las contra esses esquemas, que não tratam só de colaborar para um paraíso gay, ou de sexo livre ou sei lá o que, mas só de minar para que outros possuam meios também. Por isso eles até ficam felizes (olha a cara do zuckerberg, casado com a chinesinha, que vai fazer filho chinezinho, bem educadinho pra ser o pai de família zuckerberg) de ver toda aquela viadada lá sabendo que daqui a décadas eles ainda terão os meios, e o pessoal lá debaixo tudo morto de AIDS ,de cancer de próstata e deixando o que possuem para o Estado. Eu por exemplo, não tenho nem preconceito, eu tenho é pena dos gays que são apoiadas e acham que, "olha que lindo, todas as empresas nos ajudam, sonham com o paraíso gay"; Esses caras apoiam porque sabem o fim que vai dar, eu sou contra porque digo, vocês estão entrando no esquema seus trouxas, taõ usando a concupiscência contra vocês e vocês tratam me ainda como inimigo. passar bem PPzeiros. Espero que a mensagem passe pelo censor.

    • nadja rocha Postado em 14/Jun/2015 às 10:31

      Como se passa a escrever tanto besteirol, parei no pró merdismo.Quer dizer que todo projeto a favor da liberdade e felicidade do ser humano é esquerdismo? Eba! viva a esquerda....

      • Renan Postado em 14/Jun/2015 às 10:50

        haha chegou a primeira. Me explique se por exemplo, o requião que votou sim na PEC 122 e o requião filho vão educar o netinho pra "liberdade e felicidade" e mostrando a cartilhinha "olha requião neto, você nasceu com pinto, mas você pode escolher qualquer coisa que você quiser ser, se quiser ser dois beleza." você quer que eu acredite mesmo nisso? você quer fazer as pessoas acreditar que o Zuckerberg vai educar seu filhinho para "liberdade e felicidade" que você citou? óbvio que não. E outra, estou falando de um esquema que não tem nada a ver com a esquerda, VOCÊ QUE INTERPRETOU ISSO, o analfabetismo funcional majoritário do Brasil ajuda um pouco, e nem é culpa sua, mas que óbvio ajuda a esquerda porque converge com seus próprios interesses , mas a questão é tão complicada que não adianta colocar num espectro, "ah, eles são esquerdistas." Hoje eles te ajudam, amanhã eles te comem. O importante é onde eles querem chegar, e não quem eles pretensamente querem ajudar. Deal with it. É só ver o Putin e o pretenso conservadorismo que ele fomenta dentro da sua nação, enquanto mina as famílias no ocidente fomentando sexo livre e gayzismo nos outros países. E alguns bobocas acham que ele é a salvação do conservadorismo mundial, eles só jogam nas casas dos outros o que eles não querem na deles. Você acha que se ele "apoia" questões de pretensa direita ele está do meu lado? óbvio que não. é a mesma relação de vocês e os burocratas capitalistas que estão aí dando uma de bom moços com as causas que vocês defendem. Mas é óbvio que não acreditam no mesmo que vocês militantes, Ou seja, que é isso vai trazer a felicidade e liberdade mundial. Isso é rísivel e eles riem da tua cara quando você escreve isso. hahaha E pare de ler mesmo, porque quando você lê a verdade e ela faz sentido, você não aceita e tua cabeça explode.

      • Renan Postado em 14/Jun/2015 às 10:56

        Eu citei que eles apoiam as politicas esquerdistas porque convergem com seus próprios interesses, HOJE, amanhã pode não ser mais. Ou seja, estes movimentos são ferramentas que eles podem usar, e amanhã querer se usar de ferramentas de bandeiras direitistas. Mas HOJE, são as bandeiras esquerdistas. Sem se vincularem ao esquerdismo. Aliás o próprio esquerdismo não se vincula, o que a esquerda defende aqui, a esquerda em outros lugares abomina. Isso é fruto da mentalidade revolucionária. O que serve em um tempo ou lugar para o mesmo objetivo não servem em outros.

      • Pedro Augusto Postado em 22/Sep/2015 às 18:06

        Faço das suas as minhas palavras. Perfeito. Felizmente existe conhecimento e nem todos tem essa mente bitolada na ignorância.

    • Carlos Postado em 14/Jun/2015 às 15:32

      Você que domina a gramática e sabe fazer ironias não tem vergonha de apoiar uma causa do PMDB? Renan, você é um militante?

      • Renan Postado em 15/Jun/2015 às 09:54

        Muito blablabla causado por confusão mental. Jamais falei de marxismo cultural e que os chefes das corporações ou estatistas fossem de fato idealistas esquerdistas por apoiarem os movimentos, mas expliquei que o fazem por seus próprios ideais. Engraçado que o apoio de causas como a redução da maioridade penal são fruto de interesses pérfidos de uma pequena classe (e de fato são de certos grupos, longe de Cunha e Aécio como diz o PP e muito longe daqui também, mas também a não redução também faz parte de um outro projeto, então a questão é: como é que vou esgueirar nessa questão no meio dos interesses desses grupos e defender a minha própria convicção sem dar um tiro no pé, ou na verdade, quem está no topo dos esquemas me darem esse tiro, esse é um dilema que os esquerdistas com agenda pronta jamais terão), mas ao contrário o apoio de politicas pretensamente libertadora dos gays, mulheres e os que eles dizem serem "oprimidos" é apenas apoio a liberdade e felicidade e nunca possam ser usados para interesses de outros grupos que não sejam os movimentos militantes. Como se não fosse mais confuso ainda aparece um maluco falando de marxismo cultural, vinculando toda politica libertária, progressista, anti-ocidental, anti-cristã etc ao marxismo cultural, vinculo que eu jamais fiz, que os grupos possam fazer uso da filosofia dita marxista cultural (que é incerta por si só, porque por exemplo a escola de frankfurt e gramsci não são a mesma coisa, mas a ação é quase a mesma), é claro que tanto os burocratas capitalistas como estatistas vão usar disso, como os próprios movimentos, mas dizer que fazem parte de um mesmo grupo é sinal que já embarcou na confusão mental da compreensão de "ideologia". Por fim, acabo criticando um politico do PMDB e sou acusado de militante do próprio. Por que isso? eu explico, porque na cabeça de vocês, a direita é o PSDB e o PMDB então qualquer que defenda causas que convergem com a deles, mesmo discordando em esmagadora parte dos dois partidos de esquerda, é como se você estivesse militando para os partidos, quando está na verdade defendendo uma convicção própria e tentando se esgueirar dos vários grupos. Sério, esse é um laboratório muito bom pra mim (tanto pra tentar compreender a mentalidade revolucionária, quanto para observar o uso prático de rotinas e estratagemas básicos da esquerda), mas não pretendo me prolongar em debates que já mostraram que não darão em nada. Só pesem com sinceridade e tentem sair da confusão mental ideológica pra tentar encontrar sentido no meu comentário primeiro.

    • Gabriel Postado em 15/Jun/2015 às 00:12

      Irônico o Renan falar em "analfabetismo funcional", quando ele mesmo se chama de trouxa ao falar dos leitores do Pragamatismo. Além de babaca homofóbico, é hipócrita. Blá blá blá, esquerda é isso, esquerda é aquilo. Mas aqui está este verdadeiro energúmeno, defecando pelos dedos. Honestamente, esse ódio todo ai por homossexuais, no fundo é pura vontade de dar o **.

      • Renan Postado em 15/Jun/2015 às 09:21

        http://lucianoayan.com/2013/02/18/tecnica-de-propaganda-freudianismo/ Debatente eliminado. "Para isolá-la, enquanto técnica, basta conhecer as teorias básicas de Freud, e observá-las sendo utilizadas não como foram propostas de fato, mas sim como recursos de retórica para neutralizar críticos e impor novas idéias."

    • Eduardo Ribeiro Postado em 15/Jun/2015 às 10:10

      Alguem continuou lendo após "pró-merdismo e tudo quanto é política esquerdista"??

  4. Flaviano Alves Postado em 14/Jun/2015 às 15:29

    Educar para a liberdade e felicidade não é para incentivar ninguém a ser gay, mas é para ensinara as pessoas que elas tem o direito de buscarem a felicidade da maneira e forma que acharem melhor, assumindo à responsabilidade por seus atos.

    • Vini Postado em 14/Jun/2015 às 18:27

      É difícil demais pros reacionários entenderem isso, pra eles tudo se resume a "esquerdismo" e "marxismo cultural"

      • Pedro Accioli Postado em 15/Jun/2015 às 08:26

        Sim, no fundo, a maioria dos reaças são gays enrustidos, já que demonstram sentimentos de homofobia!

    • Renan Postado em 15/Jun/2015 às 10:19

      Flaviano, saia do seu país das maravilhas e seja bem-vindo ao mundo real. Primeiro eu não disse em educar para ser gay, mas eu disse justamente de relativizar a educação que é o que propõe a ideologia de gênero e que a esmagadora parte dos grupos capitalistas e "homens de boa vontade" do legislativo e executivo apoiam e derramam rios de dinheiro pra isso, junto com as passeatas e tal. Só que eles dispensam esse relativismo quando se trata de suas famílias e educam menino pra ser homem e pai de família e menina pra se unir com um bom pai família que vá levar o patrimônio a frente. Ou seja, jamais vão dissolver suas famílias com o que eles financiam ou apoiam. É tipo, vamos financiar e apoiar a "felicidade e liberdade" daquelas pessoas mas de nenhum membro das nossas famílias, eles não podem ser livres e felizes. É uma fantasia maluca mesmo. E pedro, gabriel já foi "moralmente" eliminado do debate pela mesma tática do freudianismo, que quer dizer se você odeia algo (o que não é meu caso e talvez de nenhum "reacionário" taxado de homofóbico, mas já vem outra tática, que a de taxar o adversário por qualquer crítica que ele faça ao movimento que ele apoia. Ex: Critica o Gayzismo: Homofóbico; Critica o Racialismo: Racista; Critica o feminismo: Machista; Isso quando não coloca já os três em um pacote e já manda um "fascista") é porque na verdade tem um tesão imenso por isso, assim como que pela mesma lógica posso dizer que estejam loucos pra deitar com "reacionários", mas não vou usá-la porque prefiro debater honestamente. Ou seja, vocês podem continuar no debate, mas seus argumentos já não tem relevância.

      • vania Postado em 16/Jun/2015 às 05:17

        Renan o seu argumento é tão esvaziado de lógica que eu só posso concluir que você é um curioso caso de transbordamento de lógicas... pois é, de tão cheio, está vazio! Acaso você julga que o humano possa ser e estar no mundo, sem ser fruto de uma ideologia? E acaso você realmente acredita que a educação, seja ela qual for pode não ser relativizada? Parece-me que você conhece um monte de teorias, mas de humano, nada!

  5. Eduardo Postado em 15/Jun/2015 às 00:04

    ESTOU BOICOTANDO ESSES CARAS METIDOS A DEUSES QUE QUEREM CONTROLAR A VIDA DOS OUTROS COMO SE DELES FOSSEM....

  6. Eduardo Ribeiro Postado em 15/Jun/2015 às 10:43

    Poxa....já contei 3 homofóbicos...como é que vocês fizeram pra comentar? Porque como vocês tem que boicotar Microsoft, Google e Apple, não sobra muita coisa. Boicotar Boticário é mole. Nem todo mundo gosta mesmo da marca, ou nem usa essas coisas de desodorante/perfume, ou se usa gosta de importar, porque classe média adora entrar em site estrangeiro e comprar perfume importado sem pagar imposto dividindo em 12x no cartão de crédito internacional ("ei, vendedor americano...manda de pessoa física pra pessoa física e declara valor de $50,00 pra eu não ser taxado...hihihi")...mas boicotar tecnologia, hoje, é complicado. Vocês escreveram uma carta e mandaram ao PP? Foi transmissão de pensamento, sinais de fumaça?? Como vocês, meninos buchudos homofóbicos que mantem a coerência e nunca caem em contradição, fizeram??

    • Eduardo Ribeiro Postado em 15/Jun/2015 às 14:06

      Poxa, Pereira....nem sei se você estava na contagem dos 3 homofóbicos que citei. Por que tamanha pressa em se condenar, menino?

  7. Renan Postado em 15/Jun/2015 às 13:45

    Exato.

  8. robinson bizzi Postado em 15/Jun/2015 às 15:13

    Motorola, Facebook, Google, Natura, Twitter, Apple... esquerdistas? Caralho a imbecilidade de algumas pessoas não tem limite! Sério, ainda não consigo acreditar que esse tal de Renan consiga ser tão estupido assim, ele só pode estar doente.

    • Renan Postado em 15/Jun/2015 às 15:33

      Eu acho que doente está você. Que interpretou que eu disse que essas empresas são de fato esquerdistas (ou seja que creem no ideal progressista, típico da esquerda e que as apoiam porque creem nesses ideais) depois de tudo que eu escrevi. Interpretação de texto hoje virou coisa rara. A imbecilidade de quem distorce pela interpretação que teve ou que quer que os outros tenham não tem limites, pior, não creio que seja uma imbecilidade ingenua, portante acho que a desonestidade não tem limites. Tentar desestabilizar o adversário usando de um argumento falso e ainda partindo para o ad hominem por não interpretar corretamente da maneira que ele propôs a tese é só mais uma tática. Próximo.

      • Diego Postado em 16/Jun/2015 às 18:56

        Pelo menos você não falou dos Illuminatis... Ufa! Ou será que falou? Também não consegui passar da segunda linha do seu post.

  9. Leonardo Alves Postado em 15/Jun/2015 às 16:53

    Grande ingenuidade de quem acredita que estas empresas "simpatizam" com a causa gay.Na verdade eles sabem perfeitamente que seus mercados são, em grande medida, formado por gays. Muitos desses executivos, secretamente, tem horror só em imaginar um filho próprio não sendo hétero. Porém, pragmáticos como qualquer capitalista, apresentam-se como defensores da "causa", mesmo que eventualmente corram um certo risco (difícil acontecer na prática) de boicote heterossexual.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 15/Jun/2015 às 17:33

      Não creio que haja alguem ingênuo a esse ponto. Na matéria do Boticário tinha um monte de gênio achando que descobriu o fogo e a roda chegando a conclusão de que "as empresas querem é lucrar em cima disso"....porra...óbvio ululante. Mas independente das motivações, é uma atitude progressiva. Não há como negar. Como ser contra isso e não apoiar a iniciativa? Perguntem pros gays se eles não querem se ver representados, incluidos. Perguntem pro preto se ele não acharia no minimo bacana ver com frequencia na TV um comercial de margarina com uma familia negra. São algumas atitudes progressivas que, de vez em quando, alguns setores da burguesia, motivados pela obtenção de lucro ou de uma fatia maior do mercado (nossa, sério?!), tomam e que devem sim ser elogiadas. Isso é um avanço.

      • Leonardo Alves Postado em 16/Jun/2015 às 09:56

        concordo contigo.

    • Camilla S. Postado em 17/Jun/2015 às 23:55

      Leandro, a questão não se essas empresas são a favor ou contra, e sim que prestaram o seu tempo pra "apoiar" a causa, seja por publicidade gratuita ou não é uma forma de "trocar favores". Ou seja, eles apoiam a causa, nós apoiamos eles! Assim como na política e na religião. Mas a maior causa que está em questão é o amor e o respeito! Você acha pior ir em uma delegacia buscar seu filho porque ele agrediu ou matou a pancadas um homossexual(que não fez nada para ele) ou ir em um hospital ver seu filho em estado grave, por ter sido agredido por um homofóbico? Pensa nisso!

  10. Wylie Postado em 17/Jun/2015 às 23:43

    O importante é capitalizar em cima! Hoje em dia isso ta dando dinheiro e vendendo mais produtos!