Redação Pragmatismo
Compartilhar
Música 03/Jun/2015 às 16:10
18
Comentários

O conselho de Roger Waters para Caetano e Gil

Ao tomar conhecimento das apresentações que Caetano Veloso e Gilberto Gil farão em Israel no próximo mês, Roger Waters, ícone da banda Pink Floyd, escreveu uma carta direcionada aos artistas brasileiros

roger waters caetano gil israel
Roger Waters pede a Caetano e Gil que cancelem apresentação em Israel (Pragmatismo Político)

O músico inglês Roger Waters, ícone da banda Pink Floyd, escreveu uma carta endereçada a Caetano Veloso e Gilberto Gil pedindo que os dois artistas brasileiros cancelem o show agendado para o dia 28 de julho em Tel Aviv, em Israel.

Na carta, o músico cita a resistência de artistas do mundo todo em apoio a Nelson Mandela durante o período do apartheid na África do Sul, fala também sobre a luta dos músicos brasileiros pela redemocratização de nosso país e pede que Caetano e Gil integrem esse movimento de boicote ao sionismo de Israel.

Waters faz parte do movimento não-violento de Boicote, Desinvestimentos e Sanções (BDS) pela liberdade, justiça e igualdade dos palestinos. O músico diz, no documento, sonhar com o dia em que todos os artistas que defendem um mundo mais justo poderão se apresentar na “terra santa” para comemorar a liberdade do povo palestino.

Apesar do apelo, as assessorias de Caetano e Gil informaram que o show será mantido.

Leia a carta na íntegra:

Caros Caetano e Gilberto,

Quando olho para suas fotos, escuto suas músicas, leio a história de suas lutas pessoais e profissionais, lembro de todas as lutas de todos os povos que resistiram a um domínio imperial, militar e colonial através do milênio, que lutaram pelos aprisionados e pelos mortos. Nunca foi fácil, mas sempre foi certo.

Em uma de suas músicas, Gil, você menciona o arcebispo Desmond Tutu. Eu não falo português, mas assumo que vocês dois aplaudam a resistência do arcebispo Tutu ao racismo e ao apartheid que acabaram derrubados na África do Sul. Eram dias impetuosos, quando a comunidade mundial de artistas estava lado a lado com seus irmãos e irmãs oprimidos na África. Nós, os músicos, lideramos o levante naquele momento, em apoio a Nelson Mandela, a ANC, ao povo africano oprimido e a todos os aprisionados e mortos.

Estamos diante de uma oportunidade igualmente significativa agora. Estamos em um ponto culminante. Aqueles de nós que estamos convencidos que o direito a uma vida humana decente e à autodeterminação política devem ser universais estamos, em consonância com 139 nações da Assembleia Geral da ONU, focados na Palestina.

Após o ataque brutal de Israel à população palestina de Gaza, no último verão, a opinião pública, acertadamente, pendeu a favor das vítimas, a favor dos oprimidos e dos sem privilégios, a favor dos aprisionados e mortos.

O primeiro-ministro de Israel, Netanyahu, com seu governo de extrema-direita, lembra-me da história da “Nova roupa do imperador”; com certeza nunca houve um gabinete mais exposto em sua calúnia como este. Eles se condenam mais a cada fôlego, a cada discurso racista. “Olha, mamãe, o imperador está nu!”

Tive a oportunidade, recentemente, de escrever uma carta a um jovem artista inglês, Robbie Williams; eu compartilhei com ele o destino de quatro jovens palestinos que jogavam futebol numa praia de Gaza, mortos por artilharia israelense. Por que eu traria à tona uma praia e futebol? Por quê? Porque eu amo o Brasil, eu tenho a praia de Ipanema nos olhos da minha mente; eu lembro de shows que fiz em São Paulo, Porto Alegre, Manaus e Rio. Como poderia esquecê-los? Eu tenho uma camiseta de futebol, assinada: ‘para Roger, de seu fã Pelé’.

Quando estive aí pela última vez, uma criança inocente tinha acabado de ser morta, arrastada por um carro dirigido por criminosos que escapavam da cena do crime. O remorso nacional era palpável, era todo abrangente, vocês, todos vocês, importavam-se com aquela pobre criança. De tantas maneiras, vocês são um foco de luz para o resto do mundo.

Como vocês sabem, artistas internacionais preocupados com direitos humanos na África do Sul do apartheid se recusaram a atravessar a linha de piquete para tocar em Sun City. Naqueles dias, Little Steven, Bruce Springsteen e cinquenta ou mais músicos protestaram contra a opressão cruel e racista dos nativos da África do Sul.

Aqueles artistas ajudaram a ganhar aquela batalha, e nós, do movimento não-violento de Boicote, Desinvestimentos e Sanções (BDS) pela liberdade, justiça e igualdade dos palestinos, vamos ganhar esta contra as políticas similarmente racistas e colonialistas do governo de ocupação de Israel. Vamos continuar a pressionar adiante, a favor de direitos iguais para todos os povos da Terra Santa. Do mesmo modo que músicos não iam tocar em Sun City, cada vez mais não vamos tocar em Tel Aviv. Não há lugar hoje no mundo para outro regime racista de apartheid.

Quando tudo isso acabar, nós iremos à Terra Santa, cantaremos nossas músicas de amor e solidariedade, olharemos as estrelas através das folhas das oliveiras, sentiremos o cheiro da madeira queimando das fogueiras de nossos anfitriões, estimaremos essa lendária hospitalidade.

Mas, até que isso termine, até que todos os povos sejam livres, nós vamos fincar nosso emblema na areia, há uma linha que não cruzaremos, nós não vamos entreter as cortes do rei tirano.

Caros Gilberto e Caetano, os aprisionados e os mortos estendem as mãos. Por favor, unam-se a nós cancelando seu show em Israel. (Roger Waters)

Portal Vermelho

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Accioli Postado em 03/Jun/2015 às 16:22

    Sábias palavras do Roger! Se Caetano e Gil forem tocar lá, eles morrerão para mim! Vão ser dignos de terem meu desprezo!

    • poliana Postado em 03/Jun/2015 às 19:21

      eles só querem dinheiro, pedro. só pensam nisso...

      • Fabio Postado em 04/Jun/2015 às 03:41

        Poliana, tive o privilégio de ler outros tantos comentários que fez... engraçado, em todos (os que li, pelo menos), divido as mesmas posições. Perceba, não disse que partilho a mesma OPINIÃO... ora, pois, se eu colocar como opinião isso que acaba de dizer, colocarei por baixo o crédito de quem explana com base no conhecimento. Ou seja, o fruto de seu conhecimento em algum momento bate com o meu. Acredito que saiba muito bem que essa questão, da grana, envolvendo esses grandes nomes, Caetano e Gil, tem raízes fortes, lembrando do super faturamento de caches em shows contratados pelo primeiro setor (prefeituras, no caso). Enfim, em algum momento a grana fez mais sentido, embora a mensagem tenha sido bem desenvolvida. A grana conseguiu fazer a cabeça, no final das contas. Claro, falando de grana no caso daquela que excede o razoável, pulando para a ganância. Enfim, meu desprezo eu não os ofereço... mas, o descrédito é inevitável.

    • eu daqui Postado em 09/Jun/2015 às 09:19

      E será que israelense vai entender algo do que eles vão tocar e cantar? kkkkkkkkkk

  2. Pedro Postado em 03/Jun/2015 às 16:37

    Completamente de acordo com Roger. Uma otima maneira pacifica de expor os abusos e opressoes impostas pelo estado de Israel. Caetano e Gil deveriam seguir a mesma ideia.

  3. Rodrigo Postado em 03/Jun/2015 às 18:57

    Dou meu apoio também ao Roger Waters, e o parabenizo pela atitude louvável. Vamos ver se nossos compatriotas artistas sentem o que nós sentimos.

  4. Dinio Postado em 03/Jun/2015 às 20:22

    DUVIDEODÓ...Caetano ...blackbloc Aecista e Gil vira-casaca...querem os dólares do "Senhor" para estes dois que se fodam os Palestinos...querem as "Verdinhas de Davi..."

  5. Robinson Postado em 04/Jun/2015 às 07:41

    "E aquele garoto que queria mudar o mundo, mudar o mundo, frequenta agora as festas do grand-monde", e assiste a tudo de cima do muro...

    • eu daqui Postado em 09/Jun/2015 às 09:18

      Se os israelenses não irão entender nada das cançóes de Caetano e Gil, imagine se entenderiam as do Cazuza........

  6. Heloísa Coellho Postado em 04/Jun/2015 às 12:01

    Espero que Gil convença Caetano a não se apresentar na África do Sul, digo, na Alemanha Nazista, digo, em Israel. O que eu souber e puder boicotar do estado racista de Israel eu e minha família o faremos, até que o país acabe com os assentamentos ilegais e retorne às fronteiras legítimas de 1967 e indenize os refugiados, como a Alemanha corretamente indenizou as vítimas da guerra. Abaixo o racismo e a guerra!!!

  7. José Carlos Postado em 04/Jun/2015 às 21:19

    Vergonha, de Caetano já esperava, mas Gil me decepcionaria, caso venha fazer esse show na nova " Alemanha nazista do Oriente Médio "

  8. Marlon Bravo Postado em 05/Jun/2015 às 10:43

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ !!!

  9. julia Postado em 05/Jun/2015 às 13:43

    Esse é um dos motivos pelos quais eu sou apaixonada pela melhor banda de rock progressivo de todos os tempos.... Pink Floyd. Roger Waters não é um poser! Acompanharei o desenrolar desse episódio ouvindo "money" e ficarei "confortavelmente entorpecida" diante dessa postura "neutra" que esses dois músicos estão apresentando até o presente momento!!! Uma carta belíssima...sinto orgulho de ser brasileira, apesar dos pesares!!

  10. Antonio Palhares Postado em 07/Jun/2015 às 12:25

    "Há uma linha que não cruzaremos..." Isto existe para seres humanos de bem e do bem. Caetano e Gil nunca foram exemplos de equidade e respeito.Sempre jogaram para a torcida e gostam de fazer parte da elite deletéria dominante local.São dois boçais,que há muito não acrescentam nada em nada.Ou melhor dizendo,dois oportunistas com complexo de vira latas, querendo afagos e dinheiro dos piores reacionários assassinos de crianças da atualidade. Sempre gostei do Pink Floyd.

    • ZENN BELL Postado em 18/Jun/2015 às 17:05

      Extremamente repugnante constatar que a dupla priorize "o quanto vou deixar de ganhar" no lugar de "o quanto poderíamos ajudar". Uma indiferença absurda por um povo barbaramente oprimido, chacinado em dores. Caetano e Gil, nos bastidores suas Almas podres não cheiram a talco. Enojada até a Alma com Gil e Caetano. NUNCA mais quero ouvi-los cantar, suas canções transbordam hipocrisias, pois suas atitudes não condizem com o que vocês dizem nelas. BOICOTEM GIL E CAETANO!!! Lobos em pele de cordeiro, a fazer tudo por dinheiro!!! - ZENN BELL.

  11. Antonio Palhares Postado em 07/Jun/2015 às 12:29

    Voces do PP me tiraram o direito de comenntar. Vou deixar de fazê-lo.Somente porque disse o que acho realmente destes dois.

  12. eu daqui Postado em 09/Jun/2015 às 09:16

    O gringo deve estar acostumado a esquerda genuina e não a esuqerda festiva. Eu também. Apesar de ser brasileira.

  13. ZENN BELL Postado em 18/Jun/2015 às 17:03

    Enojada até a Alma com Gil e Caetano. NUNCA mais quero ouvi-los cantar, suas canções transbordam hipocrisias, pois suas atitudes não condizem com o que vocês dizem nelas. BOICOTEM GIL E CAETANO!!! Lobos em pele de cordeiro, a fazer tudo por dinheiro!!! - ZENN BELL.