Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 16/Jun/2015 às 15:14
89
Comentários

Menina iniciada no candomblé é apedrejada na cabeça por evangélicos

Intolerância religiosa: menina de apenas 11 anos é apedrejada na cabeça por evangélicos e diz que está com medo de morrer: ‘Continuo na religião, nunca vou deixá-la. É a minha fé. Mas não saio mais de branco’. A garota e os parentes também foram xingados: ‘Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno’

menina candomblé intolerância religiosa
Menina já pedia paz em imagem publicada antes de ser agredida. Hoje, ela afirma que não vestirá mais branco porque tem ‘medo de morrer’ (Reprodução/Facebook)

Com apenas 11 anos de idade, K. conheceu a intolerância religiosa na noite de domingo de forma dolorosa. A menina, iniciada no Candomblé há quatro meses, seguia com parentes e irmãos de santo para um centro espiritualista na Vila da Penha, quando foi atingida na cabeça por uma pedra, atirada, segundo testemunhas, por um grupo de evangélicos. Ainda segundo os relatos, momentos antes, eles xingaram os adeptos da religião de matriz africana.

“Eles gritaram: ‘Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno’. Mas nós não demos importância. Logo depois, o pedregulho atingiu minha neta e, enquanto fomos socorrê-la, eles fugiram em um ônibus”, contou a avó da menina, Kathia Coelho Maria Eduardo, de 53 anos, conhecida na religião como Vó Kathi.

O caso foi registrado ontem na 38ª DP (Brás de Pina) como lesão corporal e no artigo 20 da lei 7.716 (praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de religião). A polícia tenta identificar os agressores através de câmeras dos ônibus da região.

K. chegou a desmaiar e, segundo seus parentes, teve dificuldade para lembrar de fatos recentes. “Ela está bem, pois foi socorrida para o hospital e até foi à escola, pois é muito estudiosa. Mas na hora chegou a perder a memória. Que mundo é esse que estamos vivendo? Não se respeita nem criança?”, questionou, ainda indignada, Yara Jambeiro, 49, também integrante do Barracão Inzo Ria Lembáum e uma das responsáveis pela educação religiosa de K.

O caso ganhou repercussão na Comissão de Combate à Intolerância Religiosa do Rio de Janeiro. Ivanir dos Santos, que preside a comissão, defende a importância da punição aos responsáveis.

“Não se trata de um fato isolado. É assustador uma pedrada em uma criança. Vivemos um momento delicado na questão da intolerância. As investigações precisam chegar aos agressores para que o exemplo não seja de impunidade e que a liberdade religiosa seja reafirmada como está na lei”, avaliou.

Responsável por uma rede social com 50 mil adeptos e que defende a cultura afro-brasileira, Marcelo Dias, o Yangoo, divulgou o caso: “É assombroso”, criticou.

Medo de morrer

Em entrevista ao jornal carioca Extra, a menina disse que a partir de agora quer esconder de todos a fé que abraçou por medo de sofrer novas represálias.

“Continuo na religião, nunca vou deixá-la. É a minha fé. Mas não saio de mais de branco. Nem no portão eu vou. Estou muito, muito assustada. Tenho medo de morrer. Muito, muito medo”, afirmou.

A garota recorda com indignação do momento em que foi agredida. “Só me recordo de ter colocado a mão na cabeça, sentir o sangue e logo depois vê-lo pingando no chão. Foi uma coisa do nada. Nem vi direito de onde veio. Mas eu poderia ter sofrido algo grave. Atingiu minha cabeça. Mas e se fosse meu olho?”, questionou.

Ialorixá de 90 anos enfartou com ofensas

A denúncia de que uma pedra feriu a menina K., de 11 anos, na noite de domingo, chegou à Comissão de Combate à Intolerância do Rio em meio a reunião na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) em protesto pela morte, no dia 1º , de uma uma ialorixá, de 90 anos de idade, em Camaçari, na Bahia.

Segundo seus parentes e filhos de santo, a religiosa enfartou depois da instalação de um igreja evangélica em frente ao seu terreiro.

Conhecida como Mãe Dede de Iansã, Mildreles Dias Ferreira teria morrido após seguidores da igreja, terem passado uma madrugada inteira em vigília proferindo ofensas em direção à casa de santo.

“A polícia recebeu queixas contra as manifestações em frente ao terreiro antes da morte dela. Fizeram cerimônias em frente à casa de forma acintosa e, em outros casos, há quem macule terreiros, além de outras práticas sistemáticas”, enumerou Ivanir dos Santos, presidente da comissão.

informações de O Dia e Extra | Flávio Araújo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Doug raph Postado em 16/Jun/2015 às 15:34

    Vergonha. Jesus Cristo falou do amor e da compaixão, e vem um bando de retardados fanáticos que destorcem a ideia dele. Vergonha de ser cristão

  2. alguem Postado em 16/Jun/2015 às 15:37

    Isso não é ser evangelico , isso é ser fascista a tal ponto de ferir os direitos de uma criança , de tal forma a humilhar e violentar por ter um credo diferente . Deve ser sabido quem sao essas pessoas e punilos de forma correta nao por questao de religiao mas de preconceito e ideologias que fazem isso se tornar uma mutilação a cada pessoa.

  3. Antonio da Costa Serafim Postado em 16/Jun/2015 às 15:41

    Criminosos, criminosos negam a própria religião que defendem, será a nossa cruz.

  4. CLÁUDIO LUIZ PESSUTI Postado em 16/Jun/2015 às 15:43

    Aguardando agora um daqueles pastores evangélicos vim falar de "cristofobia"

    • Paulo Postado em 16/Jun/2015 às 15:52

      A cristofobia, assim como cristo, não existem.

    • Alberto Postado em 16/Jun/2015 às 16:08

      E quantos são mortos ou apedrejados aqui no Brasil por serem cristãos? E o que essa história tem a ver com Sudão ou qualquer outro país islâmico? E porque você está desviando o assunto pro islã? Ou vai querer convencer alguém que foram muçulmanos que jogaram a pedra?

    • Pedro Postado em 16/Jun/2015 às 18:10

      Pereirinha, vc já ouviu falar em inquisição? Esse discursinho de malafaia aí tá batido, hein. para de ver youtube e vai ler uns livros.

    • paulo Postado em 16/Jun/2015 às 18:54

      Qual é a diferença de se atribuir este ato covarde contra todos os cristãos como vc diz e a cristofobia de alguns gay manifestando de alguma forma contra os símbolos religiosos. Vc mesmo coloca todos os gays na mesma panela e não gosta de colocar todos os cristãos nas covardia. Se nem Deus e Jesus reclamou e muito menos deu procuração a ninguém. Quem somos nós pra julgar. Falo isto por ter amigos católicos., espiritas kardecistas (da qual sou), evangélicos, umbandistas, etc. E a respeito em relação a todos. Nós últimos tempos pastores tem usados a TV e rádio para atacar as religiões afro, gays, etc coisa que não acontecia a anos atrás. E tem nome Silas malafaia, Feliciano, usam da ignorância e pior São mercadores da fe. Pois se enriquecem através de Jesus.

  5. Antonio da Costa Serafim Postado em 16/Jun/2015 às 15:45

    Criminosos, criminosos que negam a fé que defendem, criminosos que são a nossa verdadeira cruz.

  6. Fonseca Postado em 16/Jun/2015 às 15:46

    Cadeia nesses filhos da puta!

  7. Junipero Postado em 16/Jun/2015 às 15:50

    Bom, quanto àqueles que diz que fazemos alarde demais com um possível fundamentalismo, me pergunto onde esse tipo de ideologia (apedrejar quem segue outros credos) vai parar. Apedrejar uma criança por causa do Candomblé? Me desculpem, mas ferir uma criança, é ferir uma criança. Quem faz isso é criminoso. E quais são os outros criminosos que ferem crianças mesmo? Digo uma coisa: se existe um Deus que apoia esse tipo de coisa, estou fora.

    • henry linhares Postado em 16/Jun/2015 às 15:58

      Mas a razão do apedrejamento é algo também muito sério.

    • Pedro Accioli Postado em 16/Jun/2015 às 16:14

      Essa intolerância evangélica pode fazer com que surja uma versão evangélica do Estado Islâmico! *medo*

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 16:15

      """""ATO ISOLADO"""" !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 16:25

      Mas o que é isso? Estaria eu diante da maior tergiversada da história da humanidade? Estou falando de Brasil, de evangélicos fundamentalistas, de intolerância religiosa, animal. Estou falando de uma CRIANÇA no RJ que levou uma pedrada na cabeça porque segue o Candomblé. Porra. De onde sai a cara de pau pra se falar de "ato isolado" se tal intolerância é a PRAXE, é o modus operandi dos caras? Só não haviam chegado ainda a bestialidade, a barbárie de tentar ASSASSINAR UMA CRIANÇA.

    • Ricardo Postado em 16/Jun/2015 às 17:04

      Ué, mas não é vc que diz que não pode o PT dizer que o PSDB tb é corrupto, que um erro não justifica outro?! Cara, vai te tratar. Nem vc se entende.

    • Wesley F ELias Postado em 16/Jun/2015 às 17:04

      Que doido! O caso aconteceu no Brasil, o que o Estado Islâmico tem a ver com isso?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 17:24

      Ela foi apedrejada aos gritos de "sai satanas", "queima ele jesus" e coisas afim....foi apedrejada indo para um centro espiritualista, acompanhada de alguns, e provavelmente todos vestidos de branco, caracteristicamente. A gente junta as pecinhas do quebra-cabveças e só consegue concluir uma coisa, mas adivinha que é a única pessoa que tem dúvidas, "ainnnnn...tem que ver se foi motivo religioso mesmo, hein..."

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 17:30

      """""""""""""“O que chamou a atenção foi que eles começaram a levantar a bíblia e chamar todo mundo de ‘diabo’, ‘vai para o inferno’, ‘Jesus está voltando’”""""""""""""""""...mas o nosso jênio do PP acha que não foi um apedrejamento por motivação religiosa...ele tem dúvidas...tentaram ASSASSINAR UMA CRIANÇA com pedrada na cabeça ao som de "queima ela jesus", porque ela estava vestida de branco....a pedra saiu da mão de alguém que na outra mão tinha uma biblia....TODO MUNDO SABE o nojo que evangélicos nutrem pelos espíritas/espiritualistas/adeptos de candomblé e outros. NOJO e ÓDIO UNILATERAL definem essa relação. Coisa que nem fazem questão de disfarçar...mas "ainnn...não tenho certeza se foi motivação religiosa"....tá sertinho...siga duvidando....

    • Jane Postado em 16/Jun/2015 às 18:28

      Eu tbm.

  8. Leila Postado em 16/Jun/2015 às 16:01

    Isolado? Estamos tendo problemas com perseguição a cultos afro a tempos e isso é isolado? Por quer não fala de uma vez que gostou? Foi você que jogou a pedra?

  9. Ariadne Postado em 16/Jun/2015 às 16:07

    Ah, está está bem!! vamos apedrejar, mas sem matar galera! depois a gente se acerta com a justiça.

  10. poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:07

    ato isolado, pereira?! todo dia temos notícias de evangélicos fundamentalistas que quebram imagens, q invadem terreiros de candomblé e os vandaliza, hj tivemos uma criança apedrejada...e vc diz q são casos isolados? vc só pode estar de brincadeira...

    • felipe Postado em 16/Jun/2015 às 16:18

      Isso não é verdade Poliana, creio que as pessoas exageram a noticia afim não de noticiar mas sim incriminar um grupo, se fosse um homossexual que fizesse isso seria um ato isolado como é um suposto cristão (e isso não se tem provas) tem essa repercussão. Hoje eu que ja fui evangélico e hoje não frequento igreja nenhuma enxergo que existem sim, pessoas ruins e fanáticos e principalmente aqueles mais tradicionais que são preconceituosos, mas em sua maioria o povo evangélico é muito tolerante, frequentei uma igreja que era vizinha a um centro espirita por anos e nunca, nunca mesmo tivemos um só problemas com ele ou eles com a gente. Isso não acontece todo dia, o que acontece todo dia são pessoas passando fome, morrendo na mão de bandido, sequestrador, menores etc... isso acontece todo dia. Triste ver que há sim preconceito com a religião e sim de todas as religiões inclusive dos evangélicos.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:21

      felipe, o caso está em todos os sites...existem testemunhas..vc n acredita q seja vdd pq? acha q a comunidade lgbt encenou tudo isso? pelo amor de deus. vc quer q o pp dê o número do B.O. registrado?

    • felipe Postado em 16/Jun/2015 às 16:29

      E eu disse que foi algum LGBT??? Você não gosta dos evangélicos e eu respeito sua opinião agora o que tem se noticiado em muitos sites que foi um grupo não identificado ou mesmo vi em dois sites que foram 2 homens, enfim quando o caso é de política precisa ter provas quando é contra o cristão o que disseram por aí vale como prova não é mesmo.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:31

      pereira, eu estou me referindo a este caso em específico e a realidade do nosso país, onde a cada dia nos deparamos com notícias como estas, como te citei acima. sim, existe intolerância religiosa pelo mundo tb, mas o q acontece lá fora, n anula o q acontece aki dentro. o problemka é o mesmo: INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. qdo um pastor chuta ou destroi imagens, isso n é intolerância religiosa? qdo evangélicos fundamentalistas invadem terreiros de candomblé e põe fogo e os vandaliza, pra vc isso n é intolerância religiosa? apedrejar uma criança de 11 anos pq ela estava vestida de branco e estava indo pro terreiro, n é intolerância religiosa? só o q o EI faz pode ser definido como intolerância religiosa?

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:35

      felipe, n disse q vc falou do lgbt, não. eu q dei o exemplo. e me veja isso: "A garota e os parentes também foram xingados: "Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno"’......................................vc realmente acha q essas palavras n foram proferidas por evangélicos assembleanos?? vc realmente acredita q esse crime n tenha partido desse grupo? seja honesto

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:42

      e veja isso*

    • felipe Postado em 16/Jun/2015 às 16:44

      Poliana, o que acontece é que existe sim intolerância religiosa mas aqui só se culpa os evangélicos, dizer tal coisa como fora diabo etc... isso é coisa que muita gente que se acha religiosa diz, não se pode confundir o ato isolado de uma pessoa como uma atitude de todo um grupo como se quer colocar aqui, como eu disse convivi por anos em uma igreja ao lado de um centro espírita e lá eles faziam um trabalho social muito bonito e nunca tivemos problemas com eles e vice versa, agora vai um zé ninguem e faz a merda de jogar uma pedra numa criança aí vira a manchete CRIANÇA APEDREJADA POR EVANGÉLICO com base no que se diz isso, ele estava em uma igreja? mostrou a carteirinha do evangélico? estava com a bíblia na mão ou com um lindo terno surrado ou uma saia que cobria até a ponta dos pes??? Sp porque ele falou do diabo e do inferno isso o qualificou como evangélico? desculpa mas é igual a quando veem uma pessoa negra na rua e se afastam com medo de ser assaltado é puro preconceito.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:49

      quer vc queira, quer não, essas atitudes, as que eu citei acima pro pereira, e q vem sendo bastante corriqueiras no brasil, TODAS partiram de evangélicos fundamentalistas, de assembleanos. se vc foi um evangélico e sabia respeitar as diferenças, q ótimo pra vc. agora fala isso pra esse nicho fundamentalista pra ver o q acontece. eu tenho certeza absoluta q essa agressão à criança partiu de evangélicos assembleanos..tenho certeza ABSOLUTA. nunca vi umbandistas, católicos, espíritas ou presbiterianos fazendo isso. essa atitude é típica de evangélicos assembleanos, quer vc queira, quer não. desculpa, mas só um cego n enxerga isso.

    • Rodrigo Postado em 16/Jun/2015 às 16:49

      (Outro Rodrigo) Talvez, se formos buscar o caso específico de uma criança apedrejada por pertencer a determinado credo, pode ser que seja isolado. Contudo, a agressão a pessoas que tenham um credo ou um credo diferente, a pessoas de religiões de matrizes africanas, especialmente, é recorrente. O respeito, como sempre digo, é uma via de mão dupla e meu direito termina aonde começa o do outro, ou, melhor, meu direito e o do outro devem ser harmonizados, a fim de coexistirem. Assim, houve intolerância religiosa e houve agressão contra uma criança e, entendo, tentativa de homicídio com dolo eventual, mas não simples agressão física (quem apedreja uma criança está assumindo o claro risco de matá-la).

    • Rodrigo Postado em 16/Jun/2015 às 16:53

      (Outro Rodrigo) Bom, Pereira, se você estiver atentando contra a generalização, a fim de que a totalidade dos cristãos não sejam tomados pela mesma medida, vou concordar. Mas temos de aplicar tal critério para todos os demais credos e mesmo para aqueles que não professem nenhum credo: não podemos ser generalizados, nem podemos generalizar aos demais.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 16:59

      """""ATO ISOLADO"""" !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • felipe Postado em 16/Jun/2015 às 17:08

      Como eu disse Poliana, na minha opinião afirmar isso somente por não gostar de tal grupo pra mim é preconceito, digo isso mas também digo que quem fez isso deve ser exemplarmente punido, mas que puna-se a todos inclusive aqueles que atacam as outras religiões.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:17

      pereira, eu te disse q n se trata de ato isolado pq de uns tempos pra cá, o q mais temos visto nos noticiários, são casos como estes. grupos de evangélicos fundamentalistas q invadem igrejas do interior e colocam fogo nela, grupos de evangélicos fundamentalistas q invadem terreiros de candomblé e os vandalizam (o próprio malafaia já se manifestou sobre isso no programa de pedro bial, e disse ser contra a essa prática), um pastor q há pouco tempo foi flagrado com várias imagens em seu carro, destruídas...agora essa criança apedrejada pq estava de branco e o grupo percebeu q ela era do candomblé...isso são os casos q chegam a imprensa..imagine qtos desses n temos diariamente pelo país? n é caso isolado não. infelizmente estes casos estão a cada dia mais comuns.

  11. wanderson Postado em 16/Jun/2015 às 16:13

    Como no Brasil não se joga bomba e nem atiram, joga se pedra em criança e ofende idoso porque não se congrega da mesma fé em Lucas na parábola do bom samaritano a bíblia não ensina intolerância e das pedra a bomba é uma evolução naqueles países começaram, pedras e intolerância e ai evoluiu para bombas e tiros.

  12. Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 16:19

    Agora sim...ISSO SIM, é um caso EXPLÍCITO de intolerância religiosa. Uma criança (UMA CRIANÇA!!!) apedrejada na cabeça porque era de uma religião condenável aos olhos de um grupelho de animais irracionais e imorais. É caçar os animais e prender, não tem conversa.

    • Ricardo Postado em 28/Nov/2015 às 08:47

      Caçar e apedrejar tb esses falsos religiosos!

  13. Arthur Postado em 16/Jun/2015 às 16:24

    Esse Pereira... 1. Caso Isolado? Não é caso isolado. Só essa matéria fala de mais de um caso de violência (em um física e no outro verbal/psicológica), um contra uma criança e outra contra uma idosa, causando sua morte. Todos os dias acontecem casos de violência por parte de fanáticos. Não é uma questão de culpar o cristianismo, mas de reconhecer que os casos existem e são alimentados por um discurso de ódio pregado por líderes religiosos com o intuito de manipular membros e angariar outros mais. O ódio e a intolerância têm se mostrado um ótimo negócio. 2. Sim, os cristãos são as principais vítimas de perseguição religiosa no mundo. Por isso, aqui no Brasil, onde são maioria, vão perseguir outras religiões? Uma coisa não justifica a outra. Desta forma, estão se igualando aos fundamentalistas que você citou, no caso um grupo terrorista. 3. CUT e MST? Qual a relação destes casos com intolerância religiosa? Em suma. Existem várias situações de violência no mundo, algumas mais intensas, outras menos, mas nenhuma justifica a outra. Nem mesmo os ataques de Israelitas a Palestinos justifica a matança de inocentes por parte dos primeiros, muito menos ataques de grupos extremistas muçulmanos contra cristãos (e contra os próprios muçulmanos) diminuem a gravidade de agressões feitas por cristãos no Brasil a pessoas de outras religiões ou cuja identidade sexual (ou mesmo que fosse escolha/comportamento como eles costumam argumentar) vai de encontro a seus preceitos.

  14. moises.c.moraes Postado em 16/Jun/2015 às 16:27

    as pessoas que fizeram isto não podem ser chamadas de cristãs,pois cristo pregou a tolerância.. e DEUS nos deu o livre arbítrio..

  15. Fernanda Postado em 16/Jun/2015 às 16:32

    Inaceitável esse tipo de atitude! Gostaria que os responsáveis fossem identificados e punidos segundo a lei, sendo evangélicos ou não.

  16. Alex Sandro Postado em 16/Jun/2015 às 16:39

    Lá vem... Sempre tem um doente pra misturar as coisas. Deixa eu adivinhar... é evangélico né? admirador e apoiador da bancada da bíblia. Não acredita na história? Claro, as vitimas são do candomblé, e os agressores, supostamente evangélicos. você não é doente, é mau caráter mesmo.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:57

      não acredita, pereira? o q significa isso, então: " "Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno"

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:06

      é sério, pereira?! tá bom então...é tudo mentira...um mal entendido.

    • Silva Postado em 17/Jun/2015 às 08:04

      Acertou Alex, o Pereira é evangélico e apoiador da bancada evangélica, Bolsonaro e Cunha são seus ídolos. Vive vomitando ódio é homofóbico, quando seu pastor citou que o mandamento maior de Jesus é o amor, ele dormiu.

  17. Vanderson Lopes Postado em 16/Jun/2015 às 16:40

    Caso isolado é brancadeira! E a mãe-de-santo que morreu de infarto após guerra psicológica na Bahia? E a pichação com um pastor "evangelizando" o orixá Omolu? E templos sendo apedrejados? E santos católicos sendo quebrados? Será que tudo isso também são casos isolados?

  18. Junipero Postado em 16/Jun/2015 às 16:58

    No último domingo (14), uma garota menor de idade foi agredida com uma pedrada na cabeça quando saia de um culto de candomblé, na Vila da Penha, no Subúrbio do Rio. Segundo a avó da menina, que é mãe de santo, todos estavam trajando branco, pois acabavam de sair do culto. No caminho para casa, foram abordadas por dois homens, que insultaram o grupo. Um deles jogou uma pedra, que após acertar um poste, rebateu e atingiu a cabeça da menina. “Achei que fosse morrer. Eu sei que vai ser difícil esquecer. Toda vez que fecho os olhos eu vejo tudo de novo. Isso vai ser difícil de tirar da memória”, comentou Kailane Campos. Ainda de acordo com a avó da garota, o crime foi por pura intolerância religiosa. “O que chamou a atenção foi que eles começaram a levantar a bíblia e chamar todo mundo de ‘diabo’, ‘vai para o inferno’, ‘Jesus está voltando’”, disse a avó de Kailane. O caso foi registrado na delegacia, como preconceito de raça, cor, etnia ou religião e também como lesão corporal, provocada por pedrada. Os agressores entraram em um ônibus que passava pela Avenida Meriti e fugiram. A polícia está investigando as imagens das câmeras de segurança deste ônibus para tentar identificar os agressores.Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/06/1642819-apos-sair-de-culto-de-candomble-menina-de-11-anos-leva-pedrada-no-rio.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress ([email protected]). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado. ESTÁ BOM, OU PRECISAMOS DESENHAR. Ah, não que isso seja importante, mas a menina é "branca"

  19. Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jun/2015 às 16:58

    Toma vergonha e escreve "evangelicos terreiro" no Google. Porra.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:25

      pereira, digita assim no google: "grupo de evangélicos invadem terreiros de candomblé

  20. Ricardo Postado em 16/Jun/2015 às 17:08

    Pereira, não fala merda. Eu sou evangélico e nós dois sabemos o percentual considerável de FANÁTICOS. Talvez vc seja um deles, por isso não se dá conta.

    • Silva Postado em 16/Jun/2015 às 17:25

      Pereira, exercendo seu lado cristão evangélico! Vomita ódio! Nesse caso tenta buscar justificativa, pra algo injustificável!

  21. poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:24

    pereira, o próprio silas malafaia, q vc tanto adora, já falou publicamente sobre isso. no programa de pedro bial, ele se mostrou totalmente contrário a essa prática (mesmo q ele n seja uma pessoa muito confiante), e ainda disse q as pessoas devem chamar a polícia qdo isso acontecer...há uns meses, no interior de minas gerais, um grupo de fundamentalistas invadiu uma igreja, a única da cidade e a incendiaram. isso passou até no fantástico..pelo amor de deus, n negue algo q está debaixo do nosso nariz. essa ascensão do fundamentalismo religioso no brasil já foi capa da carta capital, e a revista citou vários casos de grupos fanáticos q invadiram terreiros de candomblé e cometeu esses absurdos...

    • Silva Postado em 17/Jun/2015 às 08:18

      O Pereira, não deve ser levado em consideração Poliana, ele é o tipico representante de evangélico fundamentalista e hipócrita.

  22. poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:27

    http://oglobo.globo.com/sociedade/levantamentos-mostram-perseguicao-contra-religioes-de-matriz-africana-no-brasil-13550800...................................tenta esse tb pereira.

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 17:32

      se vc procurar vai achar muito mais, pereira. e vc ainda nega q no brasil exista perseguição religiosa??? o q mais vemos hj é grupos fundamentalistas invadindo terreiros de candomblé...é repugnante!

  23. lourenço Postado em 16/Jun/2015 às 17:55

    com certeza essa prática não é o proposito de JESUS, pois segundo a bíblia jesus veio para que todos tenham vida , mas o fanatismo e a intolerância de alguns que desconhecem o verdadeiro sentido cristão, acabam promovendo violência em nome daquele que pregou a paz e o amor entre os povos. É preocupante isso !!!!!!

  24. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:12

    Como a Polina não enviou, envio eu! :D http://www.midiagospel.com.br/religiao/evangelicos-praticam-intolerancia-religiosa-contra-terreiros

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 19:27

      eu enviei sim..taí em cima...rs

  25. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:13

    Mais um, Pereira! http://www.diariopernambucano.com.br/noticias/pastor-surta-cria-milicia-religiosa-e-queima-terreiro-na-paraiba/

  26. Brito Postado em 16/Jun/2015 às 18:15

    E tem mais. http://oanunciador.com/2013/09/10/traficantes-evangelicos-proibem-candomble-e-ate-roupa-branca-em-favelas/

  27. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:19

    http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=28332.0

  28. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:20

    http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/evangelicos-invadem-igreja-e-destroem-oito-imagens-de-santos-em-minas/?cHash=6a9d933eeb889c09bdac49e75d161673

  29. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:26

    Acho que é suficiente! Né não, Pereira? http://alexandrelomilodo.blogspot.com.br/2014/04/terreiro-de-pai-dedo-em-goianape-e.html

    • poliana Postado em 16/Jun/2015 às 19:27

      ele vai continuar dizendo q são casos isolados, britto.

  30. Britto Postado em 16/Jun/2015 às 18:27

    http://alexandrelomilodo.blogspot.com.br/2014/04/terreiro-de-pai-dedo-em-goianape-e.html

  31. VITOR Postado em 16/Jun/2015 às 18:32

    Caso isolado kkkkkkk. Não tem certeza que foi por motivos religiosos kkkkkkkk. Não é a primeira vez que membros do candomble são agredidos. E o cara vem falar de Estado islâmico. É óbvio que ao redor do planeta existe casos e casos. Mas estamos nos referindo ao Brasil.

  32. paulo Postado em 16/Jun/2015 às 19:09

    Símbolos religiosos em momento nenhum foram desrespeitado pelos gays. Ao contrário a cruz tem um significado sobre a violência sofrida por este grupos gays, travestis, foi a forma de manifestação deles. E a propósito algum tempo atrás entraram com processo para abolir os crucifixos cruzes das repartições publicas. E teve varias participacoes.

  33. antonio Postado em 16/Jun/2015 às 19:17

    Errado,isso é evangélicofobia,onde eu me enquadro. E outra,cristãos morrem por serem cristãos,e não evangélicos.Cristãos são imitadores de Cristos,bem diferente de Evangélicos.

  34. Seimar Postado em 16/Jun/2015 às 19:19

    E quando antipestistas resolvem xingar e agredir pessoas apenas por usarem roupas e / ou acessórios, adereços e calçados de cor vermelha, é o que? Quando agridem animais por terem laço ou qualquer enfeite vermelho, o que seria? E quando gritam "Vai pra Cuba" em frente à uma casa por conter uma faixa de apoio aos professores? Quando criticam artistas por darem sua opinião? Nem todos os muçulmanos são assassinos, nem todo gay é anticristão, nem todo cristão é preconceituoso e intolerante. Porém nada disso importa, o que importa é que um crime covarde foi cometido, contra uma criança e isso precisa de punição e urgente.

  35. Rômulo Postado em 16/Jun/2015 às 19:21

    E ae Pereira, não existe um desrespeito sistemático a religião afro?

  36. Roger Postado em 16/Jun/2015 às 20:25

    Eis aí o resultado de se deixar agir impunemente os semeadores de ódio dos púlpitos, gente como Edir Macedo, Feliciano, Malafaia e outros facínoras mais. Não tenho dúvida alguma que caras como esses incitaram essa covardia.

  37. Felipe Postado em 16/Jun/2015 às 20:38

    Uma coisa é certa existe uma grande massa de odiosos aos evangélicos e não sei porque....quem conhece sabe o que muitas igrejas fazem pela sociedade o trabalho social maravilhoso de algumas igrejas salva muitas pessoas. Acabei de ver a reportagem no SBT e o que eu suspeitava aconteceu 2 homens engravatos segura do uma bíblia gritando diabo e inferno, bem posso garantir a vcs que o cristão de verdade jamais faria isso, certamente estes indivíduos são de alguma igreja que prega a religiosidade a igreja tradicional, aquelas que vc na igreja é um santo em casa um capeta...rs estas igrejas estão encolhendo a cada dia pela verdadeira igreja de Cristo que prega o amor e não esse ódio barato que é dissemido em sites sensacionalistas, gente que vive de aparência e acha que se vc usar.calça carregar uma bíblia e ir pra igreja.vai te trazer salvacao, certamente este não é um Cristão.

  38. Alexandre Bolfarini Postado em 16/Jun/2015 às 22:47

    O que causa perplexidade é que entre os evangélicos que distribuem preconceito com relação ao candomblé e à umbanda, há um grande número de afro-descendentes. Tem coisa mais triste do que perder a identidade? Renegar sua própria cultura? Ainda mais em se tratando de uma cultura tão rica e bela, que tanto significado tem? Pensar que boa parte dos evangélicos, pardos e negros, perderam sua identidade cultural e se tornaram alvo de um neopentecostalismo de quinta, uma versão bizarra do cristianismo, pautada emsentimentos de ódio, culpa, vingança, ganância e intolerância, me dá uma grande pena de toda essa gente.

    • José Carlos Postado em 21/Jun/2015 às 07:09

      Sou negro e concordo plenamente contigo, eles são como os antigos "capitães do mato" que eram negros a serviço dos donos de escravos, para eles caçar negros lhes davam ascensão social.

  39. SOLANGE Postado em 16/Jun/2015 às 23:43

    EVANGÉLICO QUE CERTAMENTE SE DIZ SEGUIDOR DE JESUS....IMAGINEM SE ELE FOSSE SEGUIDOR DO DEMÔNIO. O QUE ELE FARIA ENTÃO? DEUS LIVRE O BRASIL DESSE TIPO DE EVANGÉLICO.

    • eu daqui Postado em 17/Jun/2015 às 11:36

      kkkkkkkk.....é por isso que se tiver eu que seguir algo, vai ser o diabo memso.......kkkkkkkkk

  40. Luiz Souza Postado em 17/Jun/2015 às 04:39

    Europeização de Cristo.

    • eu daqui Postado em 17/Jun/2015 às 11:35

      Se não se pode europeizar muito menos africanizar. Vai estudar, cotista.

  41. felipe Postado em 17/Jun/2015 às 09:26

    Uma coisa é certa existe uma grande massa de odiosos aos evangélicos e não sei porque....quem conhece sabe o que muitas igrejas fazem pela sociedade o trabalho social maravilhoso de algumas igrejas salva muitas pessoas. Acabei de ver a reportagem no SBT e o que eu suspeitava aconteceu 2 homens engravatos segura do uma bíblia gritando diabo e inferno, bem posso garantir a vcs que o cristão de verdade jamais faria isso, certamente estes indivíduos são de alguma igreja que prega a religiosidade a igreja tradicional, aquelas que vc na igreja é um santo em casa um capeta...rs estas igrejas estão encolhendo a cada dia pela verdadeira igreja de Cristo que prega o amor e não esse ódio barato que é dissemido em sites sensacionalistas, gente que vive de aparência e acha que se vc usar calça carregar uma bíblia e ir pra igreja.vai te trazer salvação, certamente este não é um Cristão.

  42. eu daqui Postado em 17/Jun/2015 às 10:02

    Religião é tudo arma politica. Deixa o candomble chegar no poder pra vermos o que é apedrejamento......

  43. Tammy Postado em 17/Jun/2015 às 14:44

    Uma vergonha. Um absurdo. Um crime. Onde vamos parar? Não temos nem mais a nossa humanidade com crianças, seres que naturalmente nos despertam a complacência.

  44. Marcos Postado em 18/Jun/2015 às 09:02

    Evangélicos não, posto que, pelo conceito de evangélicos podemos compreender toda e qualquer corrente religiosa que tem como base doutrinaria os chamados Evangelhos, incluindo-se aí católicos ou ortodoxos, por exemplo. O correto é usar o conceito pelo qual o grupo de seitas que surgiram a partir da Reforma de Martinho Lutero ficou conhecido desde aquela época: PROTESTANTES.

  45. Camila Postado em 18/Jun/2015 às 09:07

    Vocês falam de intolerância religiosa, acusando outra religião de cometer este delito. Quem disse que os infratores são evangélicos??? Que tipo de jornalismo é este?

  46. Rosendo Postado em 30/Jun/2015 às 14:37

    Se Jesus estivesse lá,teria dito : que atire a primeira pedra aquele que nunca pecou.

  47. Fabricio Postado em 01/Oct/2015 às 18:42

    Não confio em evangélicos. Se eu sei que alguém do meu convívio é evangélico, não confio mais naquela pessoa, muito menos dou as costas a ela. Não confio nessa raça que, pra mim, estão se tornando os muçulnos do ocidente.

  48. poliana Postado em 16/Jun/2015 às 15:56

    a lesão só ocorreu por conta da menina ser do candomblé. foi caso de intolerância religiosa sim.

  49. poliana Postado em 16/Jun/2015 às 16:06

    A garota e os parentes também foram xingados: "Sai Satanás, queima! Vocês vão para o inferno"’......................................se isso n é intolerância religiosa, eu n sei o q isso significa.

  50. Maciel Postado em 16/Jun/2015 às 20:13

    Estamos numa situação em que não se pode usar roupa vermelha pois é a cor do PT nem roupa branca, pois é da ""Macumba"", coisa de satanás , . Muitos estão intimidados com essa proibição . A que ponto che gou a intolerância ??