Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 25/Jun/2015 às 22:36
18
Comentários

Jô Soares comenta as ameaças que sofreu após entrevistar Dilma Rousseff

O apresentador Jô Soares comentou a pichação na frente da sua casa com os dizeres "Morra Jô Soares" e falou sobre os boatos de que havia reforçado a sua segurança após as ameaças que está recebendo em decorrência da entrevista com a presidente Dilma Rousseff

jô soares dilma rousseff ameaças
Jô Soares e Dilma Rousseff (divulgação)

Jô Soares usou o quadro “As Meninas do Jô” desta quarta-feira (24) para rebater a agressão que sofreu após entrevistar a presidente Dilma Rousseff. Ele foi insultado em uma pichação feita na calçada em frente ao prédio onde mora. “Morra, Jô Soares”, dizia a imagem. “Ainda bem que não tem data”, brincou o humorista.

O artista ainda comentou que precisou dar explicação para as crianças que estudam em dois colégios localizados na região: “Aquilo só fez assustar realmente as crianças do bairro, porque tem dois colégios ali e eu tive que explicar a algumas porque deu medo. Eu disse que era coisa de torcida de futebol”.

Jô também comentou as ofensas que foram feitas a Fernando Morais, seu amigo pessoal e responsável por divulgar a história na internet: “Também quero aproveitar esse assunto para agradecer demais a todas as manifestações de solidariedade e ao Fernando Morais, que foi vítima desse ódio fascista, que repercute pelas redes sociais. Olha a frase que usaram contra ele: ‘Não aparece ninguém pra matar esse homem?’. Isso me lembra um pouco dos tempos da ditadura”. E ainda emendou: “Todo mundo tem o direito de falar o que pensa”.

O apresentador esclareceu ainda que os boatos de que ele havia reforçado a sua segurança não são verídicos. “Os boatos que correm são incríveis. Agora surgiu um de que eu reforcei a minha segurança. Eu não posso reforçar uma coisa que eu não tenho, eu não ando com segurança”.

VEJA TAMBÉM: Agredido por entrevistar Dilma, apresentador Jô Soares brinca: “sou petista de raiz!”

Recomendados para você

Comentários

  1. André Anlub Postado em 25/Jun/2015 às 22:52

    Picharam a rua da mansão dele em Miami, eduardo? Assinaram Coringa?

    • eu daqui Postado em 26/Jun/2015 às 10:33

      qual é o espanto: o que é que a tucanalha é capaz de fazer que pros petralha é escrupulo?

  2. José Ferreira Postado em 25/Jun/2015 às 22:57

    O Jô Soares morreu faz tempo, esse aí é só um cara muito parecido com ele. Depois que ele quase morreu, e do seu filho ter morrido, ele nunca mais foi o mesmo. Ele deve ter sentido o "baque" e ficado transtornado.

    • Mário Alves filho Postado em 29/Dec/2015 às 22:43

      Jô Soares nunca esteve morto mentalmente ,talvez seja o desejo de uns merda.Temos esse patrimônio também junto com o Chico Buarque,que por sinal são amigos e um liga para o outro nas madrugadas.Viva o Gordo,Viva o Chico e que esses dois não ligue para fuxico.

  3. Luis Postado em 25/Jun/2015 às 23:16

    Jo Soares já está caminhando pra senilidade. Bobagem dar credibilidade a ele. Deixa prá lá!!

    • Vanderson Postado em 25/Jun/2015 às 23:45

      Se o Jô, artista consagrado, não merece credibilidade, imagine você, ilustre desconhecido...Já fez algo de útil na vida, ou só mostra mesmo muita estupidez em poucas palavras?

      • mani Postado em 26/Jun/2015 às 00:57

        Vanderson, perfeito o seu comentário,

      • mani Postado em 26/Jun/2015 às 01:03

        JÔ é artista e escritor consagrado, além de ser um homem inteligente, competente e autêntico (não se deixa manipular). É um absurdo essa pichação em frente à casa dele. Falta de respeito.

      • B. Ferreira Postado em 26/Jun/2015 às 09:29

        Reaças sendo reaças...

      • Gecy Marty Postado em 26/Jun/2015 às 16:55

        Vanderson, amei seu comentário!!!!!!

    • Pedro Accioli Postado em 26/Jun/2015 às 10:04

      Eu acho que o Jô ganhou mais credibilidade ao dizer a sua opinião pessoal contra a vontade da emissora em que trabalha! Agora, ameaça de morte é muito errado e é covardia puramente fascista!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 26/Jun/2015 às 10:21

      Os caras acham que é uma questão de "dar credibilidade ao Jô"....porra....analisem o contexto por uns 30 segundos da vida e raciocinem...podia ser um zé ninguém sem credibilidade nenhuma.....ele gerou ódio, fúria descontrolada, e ameaças de morte, porque ele ENTREVISTOU alguem...ele não casou, ele não matou, ele não votou, ele não presenteou, ele ENTREVISTOU alguém...e não foi qualquer um....entrevistou a Presidenta do Brasil....o clima de ódio generalizado foi fortemente intensificado por conta dessa BANALIDADE, e os caras acham que é uma questão de "dar credibilidade ao Jô"....o que que isso tem a ver, meu deus do céu....é impressionante, ninguém entendeu nada......o que vão fazer se por acaso ele disser que vai votar no papai Lulão em 2018? Vão botar o prédio dele abaixo? Vão invadir o programa dele com um lança-chamas e tacar fogo em todo mundo? Tomem tenência..

  4. Denisbaldo Postado em 26/Jun/2015 às 08:30

    Calma galera, em 2018 é PenTa! Isso tende a piorar, mas nada que já não tivéssemos visto muito pior na ditadura, sem stress...mas não se esqueçam: é PenTa! é PenTa! é PenTa! EM 2018 É PenTa!

    • Renato Postado em 26/Jun/2015 às 09:14

      Todos podem até não gostar do JÔ , mas duvidarem do talento dele aí já é demais.

  5. Marcelo Postado em 26/Jun/2015 às 09:53

    Mas o PP não tem que falar mesmo: partido do Maluf, do Bolso naro... Kkkk

  6. felipe Postado em 26/Jun/2015 às 10:21

    Perfeito Eduardo.

  7. Line Postado em 26/Jun/2015 às 16:01

    Esse aí vive no mundo da Alice com as obviedades dele.

  8. Nicolau Postado em 16/Aug/2015 às 17:47

    "Casa" ou Mansão, ou Cobertura no Leblon, desse explorados socialista seboso?! Devem confiscar a riqueza desse seboso milionário metido a comuna!