Redação Pragmatismo
Compartilhar
Terrorismo 26/Jun/2015 às 10:39
3
Comentários

Atiradores abrem fogo em hotéis de luxo na Tunísia e matam 27

Ataque a dois hotéis frequentados por estrangeiros deixa vários mortos na Tunísia. Segundo o ministério do Interior, ao menos 27 morreram e dezenas estão feridos; nenhum grupo extremista reivindicou autoria de massacre por enquanto

Tunísia ataque mortos terrorista
Imagem mostra turista assassinado em praia da Tunísia. Local foi esvaziado após o ataque que deixou ao menos 27 mortos (Imagem: Chevronec)

Ao menos 27 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um ataque na Tunísia realizado contra os hoteis Imperial Marhaba e Muradi Palm Marinay, frequentado por estrangeiros, informou o ministério do Interior do país. Ainda não se sabe a procedência das vítimas. As informações são da CNN.

Acredita-se que o massacre tenha acontecido por apenas um homem que abriu fogo ao entrar pela praia. O hotel fica na região turística de Port Kantawi, em Sousse, às margens do mar Mediterrâneo. As autoridades não sabem se há relação com o ataque desta manhã no leste da França, em que um homem foi encontrado decapitado em uma usina de gás.

Segundo o porta-voz do governo, Mohamed Ali Aroui, trata-se de um “ataqUue terrorista” que visava especificamente o hotel. Por enquanto, nenhuma organização extremista reivindicou o massacre.

Em março de 2015, o Estado Islâmico reivindicou um ataque contra o Museu do Bardo, no centro da capital da nação, Túnis, matando 23 pessoas, das quais, 21 turistas estrangeiros. O ato foi descrito pelos jihadistas como “uma abençoada invasão a um dos antros de infiéis”.

Opera Mundi

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Carlos Postado em 26/Jun/2015 às 13:29

    De acordo com a Dilma devemos dialogar com eles.

    • Line Postado em 26/Jun/2015 às 15:50

      Por que até agora ela não foi dialogar com eles? Ela está com medo de dialogar com essa turma?

    • poliana Postado em 26/Jun/2015 às 17:54

      pois é, mas em decisão histórica essa semana, barack obama decidiu dialogar com eles toda vez q for feito refém, um cidadão americano. o q vc acha? a ideia é tão sem pé nem cabeça mesmo?