Redação Pragmatismo
Compartilhar
História 26/Jun/2015 às 20:07
52
Comentários

As sete maiores vergonhas do Brasil em todos os tempos

Lilia Schwarcz e Heloisa Starling, Trip Magazine

A lista dos episódios mais vergonhosos da história nacional foi elaborada pela antropóloga Lilia Schwarcz e a historiadora Heloisa Starling, autoras do recém-lançado ”Brasil: uma biografia”.

1 — Genocídio da população indígena

Até os dias de hoje há controvérsia sobre a antiguidade dos povos do Novo Mundo. As estimativas mais tradicionais mencionam 12 mil anos, mas pesquisas recentes arriscam projetar de 30 mil a 35 mil anos. Sabe-se pouco dessa história indígena, e dos inúmeros povos que desapareceram em resultado do que agora chamamos eufemisticamente de “encontro” de sociedades. Um verdadeiro morticínio teve início naquele momento: uma população estimada na casa dos milhões em 1500 foi sendo reduzida aos poucos a cerca de 800 mil, que é a quantidade de índios que habitam o Brasil atualmente.

2 — Sistema escravocrata

O Brasil recebeu 40% do total de africanos que compulsoriamente deixaram seu continente para trabalhar nas colônias agrícolas do continente americano, sob regime de escravidão, num total de cerca de 3,8 milhões imigrantes. Fomos o último país a abolir a escravidão mercantil no Ocidente (só o fazendo em 1888, e depois de muita pressão) e o resultado desse uso contínuo, por quatro séculos, e extensivo por todo o território foi a naturalização do sistema. Escravos eram abertamente leiloados, alugados, penhorados, segurados, torturados e assassinados.

3 — Guerra do paraguai

O Império brasileiro errou em cheio. Avaliou-se que a contenda internacional opondo, de um lado, Brasil, Uruguai e Argentina, e, de outro, o Paraguai seria breve e indolor. No entanto, a guerra – na época chamada de “açougue do Paraguai” ou de “tríplice infâmia” – durou cinco longos e doloridos anos: de 1865 a 1870. A consequência para o lado paraguaio não foi apenas a deposição de seu dirigente máximo, mas a destruição do próprio Estado nacional. Os números de mortes sofridos pelo país são até hoje controversos e oscilam entre 800 mil e 1,3 milhão habitantes. Quanto às estatísticas brasileiras, a relação de homens enviados varia de 100 a 140 mil.

4 — Canudos

Em 1897, a República abriu guerra contra Canudos: uma comunidade sertaneja originada de um movimento sóciorreligioso liderado por Antônio Conselheiro. Canudos incomodou o governo da República e os grandes proprietários de terras, pois era uma nova maneira de viver no sertão. Em 1897, o arraial foi invadido por tropas militares, queimado a querosene e demolido com dinamite. A população foi dizimada. Em Os sertões, publicado em 1902, Euclides da Cunha escreve: “Canudos não se rendeu. Caiu no dia 5, ao entardecer, quando caíram os seus últimos defensores, e todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma criança, na frente dos quais rugiam raivosamente 5 mil soldados”.

5 — Polícia política do Governo Vargas

Em 1933, Getúlio Vargas criou a Delegacia Especial de Segurança Política e Social (Desp). Para comandá-la, Vargas entronizou o capitão do Exército, Filinto Müller. Na condição de chefe de polícia, Müller não vacilou em mandar matar, torturar ou deixar apodrecer nos calabouços do Desp os suspeitos e adversários declarados do regime sem necessidade de comprovar prática efetiva de crime. Pró-nazista, sua delegacia manteve um intercâmbio, reconhecido pelo governo brasileiro, com a Gestapo – a polícia secreta de Hitler – que incluía troca de informações, técnicas e métodos de interrogatório.

6 — Centros clandestidos de violação de direitos humanos

A ditadura militar instalou, a partir de 1970, centros clandestinos que serviram para executar os procedimentos de desaparecimento de corpos de opositores mortos sob a guarda do Estado – como a retirada de digitais e de arcadas dentárias, o esquartejamento e a queima de corpos em fogueiras de pneus. No Brasil governado pelos militares, a prática da tortura política e dos desaparecimentos forçados não foi fruto das ações incidentais de personalidades desequilibradas, e nessa constatação reside o escândalo e a dor.

7 — Massacre do Carandiru

Mais conhecida como Carandiru, a Casa de Detenção de São Paulo abrigava mais de 7 mil detentos, em 1992 – a capacidade oficial era de 3.500 pessoas. No dia 2 de outubro, uma briga entre facções rivais de presidiários terminou num massacre: a tropa policial entrou no presídio utilizando armamento pesado e munição letal. 111 presos foram mortos e 110 feridos. O cenário era de horror. Passados 21 anos, somente em 2014, 73 policiais foram condenados – todos podem recorrer em liberdade.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. jose savassa Postado em 26/Jun/2015 às 22:18

    Brahma... cadê os os vinhos e wisks de hipócritas, desta lista..... Petista, Esquerdista, Socialista...... O que sou!, Desde que me entendo por gente, fui solidário para que nós trabalhadores, pobres, lutadores por liberdade de expressão, contra classe branca, contra ideologia dos ricos, contra o capitalismo excessivo, contra imposto junto aos menos favorecidos, contra os pigs, contra somente poderosos poderem ter direitos e deveres, e acessos as boas faculdades, hospitais, segurança, etc, etc....Fico desiludido com a situação, onde os paupérrimos começam a ter acesso a mídias, a internet, as noticias, outros meios de comunicação, e somos surpreendidos, pelos irreais salvadores da pátria neste mundo... Caiado, Aécio, Cunha, Renan, Globo, Moro, Veja, Estadão, dá vontade de chorar, com tanta armação e imbecilidade juntas. É brincadeira e de mal gosto, imaginar, que este povo, pensa no povo... Jesus, orai por nós –> crerem que Dilma, Genoíno, e até o Lula, são piores do que esta gente. Estes senhores citados, são defensores da extinção do pobre, da extinção do preto, da extinção do PT, da extinção das cotas, da extinção das bolsas, etc, etc. Pensem somente um pouquinho, onde estes senhores e outros governantes da classe branca do Brasil, querem chegar... Vamos voltar a escravidão, estudar ->só se Deus ajudar, a ter saúde -> só por ajuda divina, comida –> somente migalhas restantes e jogadas pelos muros dos castelos, moradia/escola/segurança –> fatalmente será segregada entre os ppps (pretos, pobres e petistas) x os brancos..... Pensem, esta gente não presta, caiam fora das suas insinuações... Caiado e muitos outros, nunca mais, eleitos pela compra dos votos apenas.

    • Fulano Postado em 28/Jun/2015 às 22:58

      " é bom que saiba que o numero de miseraveis e analfabetos hoje esta MAIOR do que quando a quadrilha assumiu o cargo ha 12 anos." Qual a fonte dessa afirmação? Qual a metodologia dessa estastística?

      • André Luis Passos Postado em 24/Aug/2015 às 15:20

        Basta vc fazer a correção do piso pela inflação!

  2. Samael Postado em 26/Jun/2015 às 22:33

    maria ou "mario" agora só fala disso, ela viu nos "JN" da vida, igual "Escola Base" em 1994 e "Habeas Corpus do Lula". É "maria"... Seus orgasmos ultra conservadores vão fazer parte do número 8!

    • B. Ferreira Postado em 27/Jun/2015 às 10:18

      Essa Maria cobra pra defecar na internet ou ela faz de graça mesmo?

    • Gilberto José Muniz Postado em 27/Jun/2015 às 14:30

      A direita fede!

    • Samael Postado em 28/Jun/2015 às 01:57

      acho que a grande diferença entre a esquerda e a direita é isso, o respeito e admiração pela opinião divergente, "maria" faz diferença entre nós.

  3. Roberto Postado em 26/Jun/2015 às 22:36

    DNA do Lacerda da globo estava em todos que matavam. Os Lacerdinhas piram nessa ideologia.

  4. Rodrigo Postado em 26/Jun/2015 às 22:52

    "Massacre" do Carandirú, uma das poucas coisas a se orgulhar nesse país de bandidos e o pragmatismo vem dizer que é vergonha kkkkkk vcso sao uma piada

    • Samael Postado em 26/Jun/2015 às 23:25

      Lha Rodrigo, eu moro em São Paulo e passava em frente ao Carandiru na época, e o que eu vi é que essa violência criou uma linhagem de crianças loucas por vingança. Trouxa a população burra que incetiva essa guerra onde quem é o alvo principal é a população civil.

      • Samael Postado em 26/Jun/2015 às 23:30

        Pobre ognorantes, quando morre um PM vai mil policiais e se não acham fazem uma chacina e culpam o PCC, quando vc ou seu filho ou pai morrer eles vão encerrar o caso. É Rodrigo, será q vc mora no Brasil mesmo?!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 27/Jun/2015 às 09:30

      Coisa de fascistinha psicopata se orgulhar de uma chacina covarde, um ato de BARBÁRIE, um verdadeiro e inegável EXTERMINIO comandado pelo Estado...vergonha total de quem aplaude isso aí.

      • Gralha Postado em 25/Aug/2015 às 18:05

        pq so tinha coitadinho la dentro né ?? e eles estavam dormindo em paz quando ocorreu o "masacre" né ??? Hipocrisia a gente ve por aqui

    • B. Ferreira Postado em 27/Jun/2015 às 10:23

      Rodrigo não entende que o que ocorreu no Carandiru foi um ato de despreparo por parte do Estado, que se aproveitou de um artifício de rebelião para chacinar os presos. Sempre, sempre será mais fácil matar do que ter em mente que o caminho da bala não poderia ser o mais utilizado, e sim uma qualificação e treinamento melhor dos policiais de nosso dia a dia (salvo exceções onde mediar uma situação sem uso do revólver seria inviável). Pare de ser inútil e cresça! E pare de usar esse senso comum que insiste em colocar como praxe pensamentos conservadores e, salvo exceções, patéticos sem fundamento funcional algum.

    • Carlos Postado em 27/Jun/2015 às 13:24

      Está rindo dos comentários, Rodrigo? Se orgulha da sua inteligência também? Reforçando o poder estatal, opressão e impostos.

    • poliana Postado em 27/Jun/2015 às 13:28

      oi??????????????????? orgulho do MASSACRE do carandiru????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • eu daqui Postado em 30/Jun/2015 às 11:41

      SE SÓ TIVESSEM SIDO MASSACRADOS CRIMINOSOS PERIGOSOS, NÃO CHAMARIA DE VERGONHA. Mas o fato é que a gente sabe como é o sistema prisional: furtistas misturados a psicopatas.

    • Teodoro Postado em 25/Dec/2015 às 15:17

      A falta de educacao e conhecimento historico, que da origem a pessoas com a miopia dos Rodrigos,, a oitava vergonha

  5. enganado Postado em 26/Jun/2015 às 23:27

    mariaX (se é que é mulher). Vc está esquecendo de contar a grana roubada pelo "Corno da Amante"=FHC daria para fazer muita coisa para o BRASIL, mas o CORNO preferiu depositar grana ROUBADA no exterior. Pois é, isto que aí esta é obra da Direita do Caiado/FHC/... . Cuidado mariaX que vc pode vir a gostar de um PAU de Arara de um Bolsonaro da vida. Boa sorte!

  6. George Mello Postado em 27/Jun/2015 às 08:40

    Maria pede para sair. Você está esquecendo alguns detalhes importantes. O que Brahma (deve ser o deus indu, não) deve ou não estar fazendo aí é uma questão importante. Veja que a política de Brahma, Vishnu e Krishna pouparam a vida de milhares de brasileiros, que morriam de fome há séculos. Vá ao dicionário e procure "fome", "desnutrição" e outros. É fácil. O governo da presidanta Dilma (que caso você não saiba, foi reeleita com mais de 50 milhões de ignorantes, como eu) poupou a vida de milhares de crianças, pois reduziu a mortalidade infantil em mais de 70% (pode consultar alguns livros de matemática básica para saber quanto representa em termos de vidas infantis), levou luz a milhares de famílias com o programa Luz para Todos e mandou milhares de estudantes ao exterior com o programa Ciência sem Fronteiras. Bom, muitos deles, filhos de amigos meus, estão viajando por aí. Que bosta, não?!

    • poliana Postado em 27/Jun/2015 às 13:27

      george, e vc esqueceu de dizer q NA ERA PT, O BRASIL FOI RETIRADO DO MAPA DA FOME, segundo a ONU...

  7. Rodrigo Postado em 27/Jun/2015 às 10:07

    O fascismo está voltando...esta revolta contra socialismo/comunismo...Pergunta se algumas dessas pessoas que praguejam besteiras leram O Capital de Karl Marx...O governo do PT é ruim mas os que antecederam não eram melhores ou esqueceram das privatizações do senhor FHC e sua política de beneficiar banqueiros...

    • Carlos Postado em 27/Jun/2015 às 13:32

      É o pensamento provinciano, querendo um conflito que o mundo já discutiu - a Guerra Fria. Os liberais não discutem pobreza, quando o fizerem eu ouvirei. Eles só falam de fantasias que servem para alimentar banqueiros. Estes sim riem e riem dessas discussões.

    • Nicolau Postado em 15/Aug/2015 às 14:10

      Só idiotas estão lendo Marx! Os povos da Rússia e Europa do Leste viveram o terror e a miséria da perversa exploração marxista-socialista e mandaram o Idiota Karl Marx pra o inferno em 1989!

      • Ricardo Postado em 23/Nov/2015 às 18:27

        Errado ou não, não tem como estudar Sociologia ou Filosofia hoje sem enfrentar as ponderações de Marx. Eis a pior das coisas: "enterrar" aquilo com o que não se concorda. Isso não é científico: é ideológico. Essa é a verdadeira "praga" a ser combatida...

  8. Francisco Postado em 27/Jun/2015 às 10:34

    Cade vc maria, q eh uma vergonha com esse seu tucanismo?

    • jose savassa Postado em 27/Jun/2015 às 15:04

      Deve ser uma coxinha nata, não entende nada de fome e pobreza, vai curtir sua gordura das suas coxinhas idiota

    • silva Postado em 30/Jun/2015 às 07:34

      A maria,, cesar souza, um reaça inconformado,(a).

  9. Alexandre Octavio Postado em 27/Jun/2015 às 13:19

    Ampliar a lista da vergonha para algumas dezenas, incluindo os soldados da borracha na 2 guerra, revolta da chibata e a traição do governo, a deportação de presos políticos para o Reich, a revolução pernambucana de 1817, e o massacre de Palmares...

  10. Nalda Postado em 27/Jun/2015 às 20:42

    Penso que devemos acrescentar entre as vergonhas nacionais a falta de principio e moralidade dos anti petista. São uns hipócritas que defendem e praticam as mas variadas contravenções para usufruírem dos benefícios sociais, Burlam e forjam os programas. E se dizem contra a corrupção. É muita burrice ou simplesmente falta de caráter. Os homens públicos que defendem esta práticas assim como o extermínio de pobres, negros, homossexuais...não podem ser intitulados de quadrilha porque todos eles querem ser chefes, a exemplo do senhor Alkmim que almeja a presidência da republica.

  11. Edemar Motta Postado em 28/Jun/2015 às 08:43

    O quê Lula roubou e de quem? Nem precisa provar, contento-me com indícios sérios (claro,"li na veja" ou "vi na tv" não servem ).

  12. antonio Postado em 28/Jun/2015 às 10:24

    não concordo em incluir a guerra do Paraguai nesta lista. Ninguém contesta que Lopez iniciou esta guerra, ocupando território brasileiro. Não sei o que mais o Brasil poderia fazer, a não ser retaliar. Se não o fizesse, sim; seria mesmo um absurdo...

    • Lopes Postado em 29/Jun/2015 às 16:25

      Esse povo não entende nada de história.

  13. André Postado em 28/Jun/2015 às 11:01

    Eu listaria ainda a Guerra do Contestado e a história que justifica o nome da capital de Santa Catarina!

    • Pedro Costa Postado em 28/Jun/2015 às 22:10

      Bem lembrado!

  14. Salomon Postado em 28/Jun/2015 às 20:31

    Faltou a principal violência: a cuidadosa ocultação desses fatos! Essa ocultação foi o que causou o analfabetismo funcional, que por sua vez gerou a sociedade imbecilizada que temos. A imensa maioria dos brasileiros não tem conhecimento de nenhum dos 7 fatos acima listados. Ora, quem não conhece sua própria história tende a repetir seus erros. Prova disso é que recentemente brasileiros saíram às ruas a pedir a volta da ditadura como forma de salvar o país do 'comunismo'. Em que outro país tal absurdo seria possível?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 29/Jun/2015 às 10:05

      Perfeito, Salomon. Perfeito.

  15. José Silva Postado em 29/Jun/2015 às 01:10

    E SE O PARAGUAI VENCESSE A GUERRA??? Refuto veementemente opiniões sobre o resultado da Guerra do Paraguai, porque nâo merecem crédito. Lamentavelmente, existem muitos brasileiros que opinam sobre esta guerra a partir do resultado conhecido, com o intuito de concluir que o Brasil foi o carrasco do "pobrezinho" país vizinho. Alguns breves pontos a considerar: 1) Foi o Paraguai quem começou a guerra ao invadir o Brasil. A responsabilidade histórica é unicamente dos paraguaios pelo início deste conflito armado. No entanto, os agressores se fazem de agredidos. Fácil, não? 2) O pai de Solano Lopez, Carlos Antonio Lopez, aconselhou seu filho a "usar a pluma e não as armas" para tratar de problemas com o Brasil. Solano Lopez ignorou o conselho do pai, desprezando a diplomacia. 3) O exército paraguaio era, naquela época, o maior e mais forte de todos os exércitos da América do Sul. Solano Lopez se valeu desta potência bélica para declarar guerra a dois países simultaneamente, Brasil e Argentina. Mas, ele era um militar medíocre e cometeu muitos erros durante a guerra que decretaram a derrota das tropas de seu país. Um deste erros aconteceu com a invasão de Uruguaiana, cidade gaúcha. Lá, as tropas paraguaias se renderam. Até hoje existe uma praça que ficou conhecida como a Praça da Rendição. 4) Quem era Solano Lopez? Era um ditador sanguinário, prepotente, arrogante e orgulhoso. 5) Para evitar derramamento de sangue e consequentemente preservar a vida de seu povo, Lopez ao longo da guerra jamais aceitou a rendição de seu exército, mesmo com todas as evidências que a vitória dos países aliados seria apenas uma questão de tempo. O orgulho dele levou seu país à ruina. 6) Lopez armou crianças e as obrigou a lutar na guerra, quando percebeu que seu exército já estava dizimado. A atitute do ditador já é suficientemente eloquente: ele era um extremista, um maluco, criminoso. Se hoje um fato destes se repetisse no mundo, durante uma guerra, haveria um repúdio total e seria considerado um crime de guerra levar crianças a combater o inimigo. 7) A guerra só poderia terminar com a morte ou prisão de Solano Lopez. O Tratado da Guerra é bem claro. A guerra não era contra o povo paraguaio e sim contra seu ditador. Portanto, seria um erro muito grande - do ponto de vista da estratégia militar - se as forças aliadas se retirassem do Paraguai - quando o exército paraguaio já havia sido derrotado - deixando livre o ditador Solano Lopez. Nesta hipótese, sempre existe o risco de o inimigo se reorganizar e voltar à guerra. E se isto ocorresse seria até vergonhoso para os aliados que tinham completo domínio da guerra. 8) Se o Paraguai vencesse a guerra - fato que não pode ser descartado para quem analisa a querra no seu contexto e não apenas a partir do seu resutado - hoje possivelmente o mapa do Brasil seria outro, bem menor, já que o desejo de Lopez era conquistar a tão sonhada saída para o mar. E para isto ocorrer os paraguaios teriam que apoderar-se de uma parte da Argentina e de outra do sul do Brasil para juntar-se ao território paraguaio. E isto seria na melhor das hipóteses para os aliados, já que um paraguaio chegou a me dizer que hoje nós brasileiros estaríamos falando espanhol, se Lopez vencesse a guerra. Tal hipótese não pode ser descartada. O ditador paraguaio teria um grande poder na América, após a guerra. Afinal, iria derrotar três países. Logo, é fácil imaginar qual seria o destino do Brasil. Se perdêssemos a guerra, hoje nós seríamos uma republiqueta de bananas, vivendo com uma baixa auto-estima. 9) Passados 150 anos depois do início da guerra, o Paraguai poderia estar em uma situação econômica muito melhor, se não fossem os ditadores, os ladrões e os corruptos que saqueram as verbas públicas. A própria mídia paraguaia cansou de denunciar isto. E até hoje denuncia. 10) Não sou militarista, nem tampouco defendo o Império, mas é presico um olhar sem paixões sobre a guerra. Neste sentido, temos a obrigação de venerar nossos valentes combatentes, porque foram eles que nos salvaram de uma tragédia, se o Brasil saísse derrotado da guerra. Análises medíocres fundamentadas, basicamente no resultado conhecido da guerra, ignoram que o Paraguai poderia ser o vitorioso. Conclusão: não temos nenhum motivo para pedir desculpas aos paraguaios. A culpa é toda de Solano Lopez. Qualquer um dos lados que perdesse a guerra pagaria caro pela derrota. Como desconheço se este site pragmatismopolitico aceita links de páginas da internet, proponho então que busquem no google o seguinte: La batalla de Yatay fue una tragedia para el Paraguay. Saberão que um jornal paraguaio importante, o diário ABC, criticou Solano Lopez pelo amadorismo que foi a invasão se Uruguaiana. Também lhe sugiro uma visita ao site Portal Guarani, que é paraguaio, e denuncia as atrocidades de Lopez contra o povo paraguaio. Digitem assim no google. La massacre de Concepción ordenada por el Mcal López - por Héctor F. Decoud. Finalmente, aconselho a todos os interessados na história da guerra a ler o livro Maldita Guerra, do historiador brasileiro, Francisco Doratioto, que é a útima palavra sobre a guerra. Sua pesquisa durou 15 anos. É o mais completo livro sobre a guerra. Esta leitura é importante a todos, especialmente a vocês do pragmatismopolitico para conheceram mais sobre a guerra e não reproduzirem mais asneiras como o tamanho da população paraguaia antes da guerra. "Os números de mortes sofridos pelo país são até hoje controversos e oscilam entre 800 mil e 1,3 milhão habitantes." Como poderia ocorrer este número de mortes, se o Paraguai tinha antes da guerra cerca de 600 mil habitantes???

    • Antonio Palhares Postado em 29/Jun/2015 às 09:22

      Jose Silva. Parabens. Voce tem toda razão.Este maluco começou a guerra achando que era uma Napoleão dos trópicos.Queria uma saida para o mar de qualquer jeito.Invadiu o mato Grosso, as provincias argentinas de Corrientes e Entre Rios da Argentina,alé de ter a cara de pau de invadir Uruguaina.O Brasil não queria a guerra e estava despreparado para ela,só começamos agir dois anos depois.Se não fosse a capacidade da nossa Marinha e qualidade do seu comando não tériamos ganhado em Riachuelo e parado o avanço Paraguaio. Dai eles foram obrigados a ficar na defensiva e o nosso Exército terminou ganhando a guerra.Apenas um detalhe, a França não entregou uma corveta moderna para nossa Marinha com a desculpa da neutralidade.A fálacia de estarmos defendendo interesses Ingleses não se sustenta,pois estávamos rompidos com a Inglaterra por causa da questão Christie.Resultado todos conhecem.A responsabilidade desta tragédia é totalmente deste desvairado ditador.

    • Lopes Postado em 29/Jun/2015 às 16:28

      Parabéns pela lucidez e pela precisão histórica, caro José Silva!

    • Marco Postado em 25/Dec/2015 às 15:33

      O Brasil era um império monárquico escravista e o sujeito vem me falar em ditador. Ditador modernizador e soberanista, ao contrário dos vermes genocidas como Duque de Caxias, lambe saco dos ingleses, patrono dos golpistas entreguistas de 64 capachos dos yankes.

  16. Sergio Carneiro Postado em 29/Jun/2015 às 06:05

    Ao ler "As sete maiores vergonhas do Brasil em todos os tempos" forçadamente tenho que concordar com Umberto Eco quando ele afirmou: “O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”.

  17. Shuma Postado em 06/Jul/2015 às 14:52

    Paraguai invade o Brasil: ninguém liga Paraguai invade o RS: extermínio da população paraguaia.

  18. jovana Postado em 23/Jul/2015 às 16:56

    Esqueceram a vergonha da Chacina da Candelária!

  19. João Gabriel Postado em 24/Aug/2015 às 17:22

    Deixa eu falar uma coisa pra vcs. O Paraguai queria uma saída pro mar, e para tanto, planejava invadir o Brasil, como de fato começou a fazer, na região de sua fronteira, ou seja, o Centro-Oeste. Concordo com muitos absurdos que fizemos, mas este em específico, não.

  20. ywri Postado em 14/Dec/2015 às 09:24

    Acho interessante como a Amazônia fica esquecida da história desse país. Mesmo um pensamento crítico esquece de retratar fatos na região. Por exemplo: e o massacre dos sem terra em 1996? e o assassinato de Chico Mendes? e o massacre dos garimpeiros em Marabá? e a guerrilha do araguaia?

  21. antoni wroblewski Postado em 25/Dec/2015 às 17:39

    Para representar o século XXI deve entrar as micro ditaduras do PSDB e as manifestações de 'verde e amarelo' das elites econômicas, loucas e ignorantes.

  22. Flávio Postado em 25/Dec/2015 às 17:39

    Faltou "a criação do PSDB" e "eleição de Bolsonaro".

  23. jairo Postado em 25/Dec/2015 às 21:32

    Nessas listas sempre ignoram o campo de concentração e extermínio na cidade de Barbacena, retratado no livro Holocausto Brasileiro http://geracaoeditorial.com.br/holocausto-brasileiro/

  24. Felipe Medeiros Postado em 26/Dec/2015 às 11:05

    Achei que veria Barbacena nesta lista...

  25. Silvio Dias Jr. Postado em 26/Dec/2015 às 16:19

    Faltou a forma como o Estado brasileiro SEMPRE tratou a educação pública, e as concessões televisivas. Esses dois ingredientes, combinados, são responsáveis por muito do que pouco somos hoje...

  26. Zbgniew Brzezinski Postado em 22/Jan/2016 às 18:33

    Deveriam ter colocado também o Mensalão e o Petrolão!