Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 17/Jun/2015 às 18:26
74
Comentários

A profecia de Brizola sobre o aparelhamento do estado pelos evangélicos

Como Leonel Brizola previu o aparelhamento do estado por grupos evangélicos e a ascensão ao poder de Eduardo Cunha

Brizola eduardo cunha
Leonel Brizola e Eduardo Cunha (Pragmatismo Político)

Kiko Nogueira, DCM

Bem que Brizola avisou.

Em dezembro de 1998, ele e Anthony Garotinho, então governador do Rio, tiveram uma briga em torno da escolha do secretariado.

Dizia uma matéria da Folha: “Brizola não aceita a indicação do ex-presidente da seção fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil Sérgio Zveiter para secretário de Justiça, nem a de Eduardo Cunha, presidente da Telerj no governo Collor (90-92), para a Habitação.”

A questão envolvendo Cunha era, para começar, o desconforto pelo fato de ele ter sido presidente da Telerj por obra de Fernando Collor.

Cunha era uma indicação de um deputado federal evangélico chamado Francisco Silva, que apoiou Garotinho na campanha. Dono da rádio Melodia, do Rio, Silva fez fortuna produzindo o inesquecível Atalaia Jurubeba, beberagem para o fígado.

Foi ele quem levou Cunha para os cultos da igreja Sara Nossa Terra há 20 anos, introduzindo-o no pentecostalismo (hoje o presidente da Câmara é membro da Assembleia de Deus em Madureira, maior e mais influente). EC ainda faz inserções diárias na Melodia, encerradas com o bordão “afinal de contas, o povo merece respeito” (rs).

De volta: em 2000, o aparelhamento evangélico no Rio de Janeiro chamou a atenção de Brizola. “O governo tem de ser mais discreto, está vivendo um protestantismo exagerado”, declarou.

Brizola estava incomodado com a Cehab, comandada por Cunha, dona de um dos maiores orçamentos do governo fluminense. Organizou um abaixo assinado pedindo o afastamento de Eduardo Cunha “devido à má-gestão e também aos seus antecedentes”, de acordo com outra reportagem da Folha de S.Paulo.

Seu descontentamento incluía o subsecretário do Gabinete Civil, uma figura chamada Everaldo Dias Ferreira — que viria a se transformar no Pastor Everaldo, aquele que formou com Aécio Neves uma das duplas mais desprezíveis das corridas eleitorais em todos os tempos. Everaldo era ligado à vice-governadora Benedita da Silva, do PT, também evangélica.

“Qual a legitimidade de tantos pastores no governo? Quem são esses pastores da Benedita?”, dizia Brizola. “Vivem posição ambígua, se queixam de tudo, começam a fazer denúncias, mas não deixam os cargos que ocupam. Ora, se o caminhão tá ruim, é só pedir para desembarcar.”

Cunha deixou o cargo naquele ano, após denúncias de irregularidades em licitações. Os processos abertos no Tribunal de Contas do Estado foram arquivados em 2004 e reabertos em 2012.

Brizola enxergou a ocupação evangélica e os monstros que se criavam. O capeta quis que Cunha se tornasse, 15 anos depois, o messias do fundamentalismo religioso no Brasil. Morto em 2004, Leonel Brizola escapou de testemunhar o país ser subjugado por um exército de fanáticos de ocasião.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Postado em 17/Jun/2015 às 18:50

    e que não é fica com o ônus de dizer aos outros os porquês de tantas doidices votadas....e aprovadas.... e os direitos das mulheres na política fica restrito à cama e mesa.... não política não tem espaço, se quiser que briguem de igual para igual com os mumias da política brasileira por espaço.....................

  2. poliana Postado em 17/Jun/2015 às 19:55

    depois o pessoal fala em perseguição e preconceito q os evangélicos sofrem. ler essas matérias é desesperador. o estado laico está gravemente ameaçado por essa maldita bancada e as pessoas acham q está tudo normal. o brasil está caminhando pra uma teocracia e ninguém abre o olho pra isso. realmente preocupante...vamos a ver aonde vamos chegar...

    • Vinis Postado em 17/Jun/2015 às 20:36

      Enquanto isso a população se concentra em atribuir ao executivo a culpa de todos os males de nossa sociedade e acreditar em tudo que esses seres ditos "homens de deus" dizem.

    • Felipe Postado em 17/Jun/2015 às 21:16

      Poliana, assim como Dilma estes foram eleitos pelo povo e se tudo assim não é por culpa dos evangélicos pelo amor de Deus vc chamou o pessoal de maldito.... Enfim quem deu poder ao PMDB foi o próprio PT.

      • Marcelo Postado em 17/Jun/2015 às 22:00

        Quanta ingenuidade. O PMDB sempre foi poder político com ou sem PT. Ninguém governa sem esse partido. Não ocupa a presidência porque não precisa de título, pois o exerce de fato.

      • poliana Postado em 17/Jun/2015 às 22:01

        vc leu na matéria, q brizolla, qdo ainda era vivo, nos anos 90, já demonstrava preocupação com a ascensão de políticos evangélicos no cenário político nacional??? e vc diz q a culpa é de dilma? q doença!!! o problema aqui n é o partido, mas a ascensão de políticos do nicho evangélico...vc n consegue esquecer a sua implicância com o pt nem por um minuto?

      • Felipe Postado em 17/Jun/2015 às 22:16

        Poliana já entendi que odeia os evangélicos e tem um enorme preconceito contra eles mas apóia todos as demais minorias, VC querendo ou não, eles vão continuar lá e provavelmente vão crescer em número pois defendem também os interesses de quem os elegeram assim como tantos.outros representante de minorias que estão lá. Doença é ter um governo vendido como esse e continuar a defende-lo sim foi o PT que deu poder ao Eduardo Cunha e a corja do PMDB agora eles mandam em tudo e a culpa não é minha pode ter certeza.

      • Roberto Postado em 18/Jun/2015 às 04:54

        Não é bem assim, Felipe. O PT não "deu" poder coisa alguma. Infelizmente, o PMDB elege muitos parlamentares, como muitos outros partidos que abrigam evangélicos, os quais usam o dinheiro dos fiéis para custear suas campanhas. Financiamento público e proibição do financiamento privado de campanhas resolve isso.

      • Su Dias Postado em 18/Jun/2015 às 08:05

        "(...) tem um enorme preconceito contra eles mas apóia todos as demais minorias(...)" Oh, minoria, né?! Lamento informá-lo mas os neo-pentecostais já não são minoria há muito tempo. O Eduardo Cunha está aí pra nos lembrar dessa triste constatação.

      • Pedro Accioli Postado em 18/Jun/2015 às 08:10

        Religião e política não deveriam se misturar, isso gera retrocesso na certa na sociedade!

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 11:12

        felipe, em q momento vc me viu questionar a legitimidade dos mandatos desses senhores, me diga? o q eu falo é sobre a amaça ao estado laico q essa bancada vem demonstrando. n é uma questão de representar uma minoria não, tampouco de fazer trabalhos sociais bonitos. os espíritas tb fazem um belo trabalho social, os católicos idem...isso n os faz buscar o poder pra "representar" suas minorias, tampouco querer impor a sua fé sob os demais a qq custo. entenda q o brasil é um estado LAICO, e a bancada evangélica há muito vem desrespeitando esse princípio. e pior, essa mesma bancada evangélica, em vez de lutar em prol dos interesses do povo, está se mostrando extremamente intolerante, preconceituosa e fazendo de tudo pra impedir q uma outra minoria (os gays) conquiste seus direitos. não venha dizer q eles estão ali representando uma minoria (os evangélicos) pq isso n é verdade. eles querem apenas dinheiro e poder...e pelo visto tornar o brasil um estado teocrático. a bancada evangélica é uma ameaça a nossa democracia. o brizzola previu isso nos anos 90. ative-me a isso em meus comentários, e não a legitimidade dos mandatos desses líderes.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 11:21

        exatamente, pedro accioli. em um estado LAICO, política e religião devem caminhar em lados diametralmente opostos. n se pode tomar decisões políticas sob o prisma da religião ou da fé. isso é um retrocesso em qq democracia. vc pode ter sua religião e proferir sua fé na igreja, num culto, no centro espírita, num terreiro de umbanda...isso é garantido constitucionalmente! mas faça isso LONGE DA POLÍTICA. parece q é difícil pros evangélicos ASSEMBLEANOS entenderem isso. vê se os espíritas, os católicos ou os umbandistas, por exemplo, querem ter espaço no cenário político nacional pra representarem seu nicho...pobre rebanho de cegos e alienados q se deixa comandar por "líderes" q se dizem representantes de deus, e q visam apenas o poder e construírem fortunas. infelizmente, a fragilidade social e a ignorância de milhões de pessoas fez ascender na política nacional essa maldita bancada evangélica. vamos ver aonde vamos parar...medo pelo futuro.

    • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 11:25

      Ta bom Poliana, então quer dizer que não existe representante católico nem espirita... aa sim ta bom.... e eu queria entender qual projeto de lei foi feito por tal bancada que esta querendo que obrigar alguém a ser evangélico, nem seguir nenhum tipo de crença nem impondo nada a ninguém, onde você viu isso? Não é so a bancada evangelica que defende algo que vai ao contrário do que o movimento LGBT quer, não coloca essa divida na conta dos evangélicos pois grande parte da população também é contra muita coisa e não é por isso que são evangélicos.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 12:20

        felipe, n existe uma bancada espírita no cenário político nacional, assim como n existe uma bancada umbandista. o candidato, pessoa física, pode sim ser católico, espírita, umbandista, evangélico, mas ele n está ali como evangélico, católico ou espírita, ele está ali como um político eleito democraticamente por seus eleitores, e q deve lutar em prol dos interesses da nação, e não COMO UMA BANCADA RELIGIOSA, Q BARRA PAUTAS PROGRESSISTAS EM PROL DA DEFESA DA "FAMÍLIA BRASILEIRA" E COM BASE NO Q PREGA A BÍBLIA SAGRADA...além de n trabalharem pra satisfazerem os interesses da nação, ainda perseguem um determinado grupo fazendo de tudo pra q eles n tenham seus direitos reconhecidos. me responda: a cura gay é um projeto de q bancada? que bancada promove orações em plena sessão? que bancada foi ao supremo pedir a inconstitucionalidade da lei q reconhece a união civil entre pessoas do mesmo sexo, pois isso agride a família tradicional? q bancada vocifera contra a adoção de crianças por casais homoafetivos? é a bancada espírita? é a bancada umbandista? é a bancada católica? uma coisa é vc enqto indivíduo ter a sua religião. é óbvio q os políticos as tem. o povo brasileiro é um povo religioso em sua maioria. mas outra coisa totalmente diferente é vc interferir na laicidade do estado, fazendo política ou impedindo q pautas progressistas avancem em nome de deus, ou em nome da fé, ou por ser contra ao q a tá na bíblia. a minha colocação diz respeito a isso, e n q a bancada evangélica tenta obrigar as pessoas a serem cristãs. pelo amor de deus...tenta entender pq eu sou péssima com desenho, filho.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 12:57

        Ta bom Poliana não adianta vc definitivamente nao entendeu meu posicionamento e sim tem um enorme preconceito e ódio aos evangélicos.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 13:06

        quem n me entendeu foi vc. difícil viu. mas enfim...

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 13:21

        pena q vc n respondeu minhas perguntas: "me responda: a cura gay é um projeto de q bancada? que bancada promove orações em plena sessão? que bancada foi ao supremo pedir a inconstitucionalidade da lei q reconhece a união civil entre pessoas do mesmo sexo, pois isso agride a família tradicional? q bancada vocifera contra a adoção de crianças por casais homo afetivos"?

      • Luiggi Postado em 18/Jun/2015 às 13:56

        felipe, vc é o crente típico: cara de pau, mentiroso e aproveita toda e qualquer chance para distorcer as palavras dos outros criando sofismas que só hipocerebrados como vc realmente acreditam. Mas, também, esperar o que de um bando de cretinos 171 que se aproveitam da boa fé alheia - crime previsto no código civil - para enganar, roubar e extrair ofertas ou pagamento de serviços religiosos que não tem comprovação teológica alguma baseados em falsas promessas pseudo milagreiras? O que esperar de uma gentalha que se diz cristã quando a última coisa que fazem é consultar os Evangelhos e se prendem aos livros da antiga lei judaica amaldiçoados pelo sacrifício redentor de CRISTO? nada a esperar, só mentira, inveja, cizânia, maldição e morte porque a manipulação da fé e a proposital esculhambação teológica que fazem preconizada por estes grupelhos financiados pelo sionismo internacional para subverter a ordem de estados legais estabelecidos democraticamente, classifica-os, de acordo com as Sagradas Escrituras, em falsos profetas, filhos do diabo e, portanto, herdeiros do inferno. O que falta a esta choldra ralé é encontrar alguém que tenha VERDADEIRO CONHECIMENTO HISTÓRICO E TEOLÓGICO - não decoreba aleatória fútil e inútil de versículos bíblicos escolhidos a dedo para tentar, numa forma subreptícia e canalha, corroborar suas taras e seis devaneios de poder e segregação - para pô-los em seu devido lugar: o limbo histórico, social e cultural porque em pleno séc. XXI é inadmissível que a ignorância grasse célere e solta travestindo-se de direito de profissão de crença. Não nos tenham por idiotas, crentes safados. Vcs podem até ser milhões mas ainda há neste Brasil muita gente séria e instruída de olho nesta cafagestada da fé e seus delírios torpes de poder e riqueza.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 14:56

        Poliana, vc defender isso e eles outra coisa não quer dizer que vc esta certa ou mesmo eles, eu particularmente sou a favor da uniao e tudo que abrange sua opinião, mas não concordo e não acho correto, porém acredito que todos tenham o direito de ser feliz como acharem que deve ser, desde que aquilo não me impeça de exercer meu direto, simples assim. Não é porque são evangélicos que todos prestam e nem por isso todos não prestam da mesma forma que qualquer outro grupo vão ter os bons e os ruins. Luiggi ninguém se vitimiza não, até porque quando o assunto é com qualquer outro grupo é preconceito, quando se trata dos evangélicos é vitimismo, interessante sua visão. Nao coloque no mesmo saco pessoas da sua laia, não chame de safados aqueles que você não conhece, isso me deixa triste, a atitude de pessoas como você que acha que ninguem presta e que somente seu ponto de vista é correto. Mais respeito aos Cristãos, as pessoas de bem que querem seguir sua crença nas igrejas, elas também tem necessidades e desejos como qualquer outra sociedade e também tem o direito de legislar sobre ela como qualquer outro grupo sobre assuntos de seu interesse. Não coloque no mesmo saco de maldades as pessoas ignorantes e religiosas que diferem o ódio contra o grupo LGBT com as pessoas que pregam o amor e solidariedade com o próximo.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 17:14

        felipe, a questão n é vc ou eu sermos a favor ou contra os direitos de uma minoria, MAS A LINHA POLÍTICO IDEOLÓGICA seguida pela BANCADA EVANGÉLICA em TODO CENÁRIO POLÍTICO NACIONAL! é isso q tô tentando de mostrar e vc se irrita e n aceita. tudo o q essa bancada propõe no cenário político, é "em nome de deus", ou "na defesa da família tradicional" ou " com base no q a bíblia diz". até os argumentos utilizados pela bancada evangélica pra reduzir a maioridade penal, foram retirados de trechos da bíblia! eu entendo q vc n quer q generalize e alerta para o fato de em todo meio existir pessoas boas e pessoas ruins...MAS O Q EU TÔ TENTANDO DEMONSTRAR DESDE O INÍCIO, É A AMEAÇA Q A BANCADA EVANGÉLICA REPRESENTA À LAICIDADE DO ESTADO, por conta de sua visão política, ao querer levar a religião pro cenário político, querer fazer leis e decidir acerca de direitos de determinados grupos,ou mesmo cerceá-los, com base na religião, na bíblia. ISSO É SIM UMA AMEAÇA AO ESTADO LAICO E DEMONSTRA UM RETROCESSO EM QQ NAÇÃO. n critico a sua fé enqto cristão, tampouco deixo de reconhecer os trabalhos sociais q grupos religiosos promovem por todo o mundo. me ative, UNICA E EXCLUSIVAMENTE, ao modus operandi da BANCADA EVANGÉLICA NO CENÁRIO POLÍTICO NACIONAL. quer vc goste quer não, quer vc ache q sejam pessoas ruins q n representam os cristão ou não, tudo isso q te falei, todos esses projetos defendidos ou tentativa de cerceamento de direitos da comunidade lgbt, são ações feitas pela BANCADA EVANGÉLICA.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 18:19

        "Brizola enxergou a ocupação evangélica e os monstros que se criavam. O capeta quis que Cunha se tornasse, 15 anos depois, o messias do fundamentalismo religioso no Brasil"............................isso foi há 15 anos!!!!!! 15 anos!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • André Anlub Postado em 31/Dec/2015 às 11:39

        Felipe, não lhe conheço mas posso arriscar que pretendes ser pastor, ou algo do tipo... quiçá você realmente carregue o embuste de que os representantes evangélicos na política almejam o bem-estar do povo; caso seja a segunda opção, eu entenderei perfeitamente sua posição... és demasiadamente 'ingênuo' (para ser educado).

    • Iolanda dos Anjos Chini Postado em 18/Jun/2015 às 17:42

      Poliana: Essa "maldita bancada" é eleita democraticamente pelo povo e tende a aumentar? Sabe porquê? O estado é laico, mas o POVO não. Aceita que dói menos. Em tempo, sou católica.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 18:09

        vc sabe o q é estado LAICO!!?? pelo teor do seu post, acha q se trata de ateísmo, não é? tb sou de família católica, filha...vai se informar acerca do estado laico antes de vir aki falar besteira.

    • Vinicius Matos Postado em 19/Jun/2015 às 19:10

      A estratégia é clara e óbvia. Infelizmente, a massa é burra, influenciável e comprável. Jogam na mídia algo que chame atenção, que de conversa, que de confusão, no momento é a questão da maioridade penal. Enquanto isso, vão aprovando absurdos atrás de absurdos, sem que ninguém se importe, ou pior, se informe...

    • José de S.B.Sobrinho Postado em 31/Dec/2015 às 15:42

      Polaina, felizmente os evangélicos como seres humanos imperfeitos, como o foram os discipulos de Jesus, são assim desconsiderados, caluniados, achincalhados e rotulados com a fé que exercem.Pergunto-te: O Brasil já teve algum presidente evangélico? Por que a mídia e tu me no não aproveita o ocasião para relembrar que os que afundaram o Brasil, não foram evangélicos mas....? Quanta hipocrisia,não colega?

  3. Salomon Postado em 17/Jun/2015 às 20:45

    O Satanismo se baseia no evangelho. Prova disso é que o Diabo disse a Jesus: tudo isso te darei se me adorares. Ora, por aí se vê que o Satanás é o dono do mundo, como os políticos evangélicos são os donos do Congresso. A sociedade não vai reagir porque esses aí são representantes da sociedade. O Estado laico é letra morta.

    • Felipe Postado em 17/Jun/2015 às 21:24

      Cara quem colocou esses políticos lá foi o povo através de voto e não faça esse tipo de analogia que não faz o menor sentido visto que a maioria do plenário e camara não são dos evangélicos acho triste porque se coloca no mesmo saco pessoas que se dizem evangélicos e o verdadeiro Cristão é muito preconceito o que estão fazendo.

      • poliana Postado em 17/Jun/2015 às 22:04

        quem colocou esses políticos lá foi rebanho de fanáticos, cegos e alienados e ignorantes, comandado por esses pseudo representantes de deus, q só sabem aproveitar da ignorância e fragilidade de certos grupos, pra construírem fortuna e chegarem ao poder. ou vc tem alguma dúvida acerca do perfil do eleitorado de marco feliciano, pastor everaldo, cunha e cia?

      • Felipe Postado em 17/Jun/2015 às 22:18

        Eu tenho sim pois muitos do que estão lá defendem a opinião dos que os elegeram se vc é contra paciência essa é a democracia, teve um enorme rebanho alienados que votou no PT e nem por estou aqui pedindo a saída dela é a democracia em 2018 tem mais se o PT ganhar de novo bom para eles.

      • Roberto Postado em 18/Jun/2015 às 04:55

        Quem os colocou lá foi o dinheiro.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 08:47

        Blz Roberto, então os demais representantes também foram colocados pelo dinheiro??? O pais acabou esta tudo errado então.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 11:22

        e quem é q está pedindo a saída deles do poder, meu filho?! aprenda a interpretar o q vc lê, pelo amor de deus.!

    • claudemir Postado em 18/Jun/2015 às 10:03

      Disse tudo salomon. Satanás é o dono desse sistema e a maioria do povo está cego pra ver tudo isso.

  4. Juliano Postado em 17/Jun/2015 às 21:02

    Leonel Brizola escapou de testemunhar também o país ser subjugado por um exército de fanáticos de ocasião que saem para protestar com camisas amarelas, da cbf ou não, que tem ojeriza a quem veste vermelho e tenta democraticamente entender a bagunça que virou esse país, por causa deles diretamente, por omissão deles ou pela burrice deles, nesse caso também incluo na burrice, todos os que deixaram essa gente ter voz e tomar rumo das coisas.

  5. vilson miranda Postado em 17/Jun/2015 às 21:45

    Brizolla foi quem foi, orgulho para maioria dos brasileiros. Agora esses comentários de pessoas que não entendem de política nem religíão!!! Fica difícil hemmm!!!!!

  6. Felipe Postado em 17/Jun/2015 às 21:51

    Depois de ler o texto só tenho certeza do preconceito que há aqui com os evangélicos, o pior é que muitos que criticam nem sabem dizer o que cada um fez até na politica, enfim... Obviamente que muitos ali não prestam como tantos outros que ali estão, mas fico muito triste em ver a perseguição que é feita aqui a um povo que historicamente sempre foi perseguido e hoje sua ascensão incomoda muita gente. Muitas pessoas não sabem do lindo trabalho social que muitas igrejas fazem nesse país, e que ainda se tem a visão do terno surrado a bíblia debaixo do braço e no discurso o preconceito a outras religiões esse evangelico está cada mais desaparecendo e essas igrejas certamente perderam a força o Cristão de hoje não é assim muito pelo contrário antes de criticarem visitem uma igreja Cristã e tente entender melhor o que se crítica e o que realmente é verdade.

    • Daiana Postado em 17/Jun/2015 às 23:17

      Felipe, você está posando de coitado. Evangélicos são os mais preconceituosos e se fazem de vítima. Mas, na verdade nós estamos perdidos. Porque essa bancada evangélica é a mais parasita. Nada produz em prol do povo. Somente em causa própria. Uma ameaça ao Estado laico e aos direitos do cidadão. Só cego não vê que Cunha é patrocinado por grandes empresas para assim protegê-las em detrimento do contribuinte.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 11:26

        exatamente, daiana. perfeito o seu comentário!!!

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 11:50

        O Cunha é um dos que não representa o povo Cristão, se você acha que ele representa é mais uma que recebeu a lavagem cerebral discriminatória que esta sendo disseminada na rede, Cunha não presta mas derem poder a ele é diferente pois hoje o PMDB manda em tudo e o PT que é governo tem medo de peitar e perder seu apoio. O Cristão não concorda com o homossexualismo mas respeita, eu mesmo conheço alguns que frequentavam a igreja e eram bem recebidos, quem muda a pessoa não é o homem é Deus mas isso não tem nada a ver com política. Me fala uma coisa que o Jean que hoje representa a bancada LGBT fez que nao foi em causa própria, não produziu nada para o povo tb. Não coloque quem se diz evangélico no mesmo saco de quem é de verdade.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 12:26

        ele representa sim. é evangélico assembleano (a matéria deixa isso claro e todos sabem disso), e faz parte da bancada evangélica. vc n aceita isso pq sabe q ele é um mal caráter.

    • JH Corvetto Postado em 18/Jun/2015 às 01:00

      Caro Felipe, a questão aqui não é o povo de Cristo e seu comportamento, e sim de políticos canalhas que usam a palavra de Deus como a mais perigosa espada (aquela que fere até a alma pela força que o espectro divino tem no homem) para comandarem o Estado; a questão aqui é puramente sobre agentes políticos; cristãos serem bons e praticarem o bem não muda a realidade de existirem canalhas que, através da democracia, influenciam-nos diretamente com sua nefasta proclamação nos cargos públicos. Enquanto houver o direito à democracia, inimigos devem ser declarados.

    • Roberto Postado em 18/Jun/2015 às 04:59

      Aponte UMA obra social, apenas uma, praticada por evangélicos.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 08:46

        Roberto, só da igreja que eu participava faziamos distribuição de sextas básicas, tinhamos um lugar que abrigava crianças carentes sem pai e mãe que muitas das vezes os membros acabavam adotando, distribuição de comida principalmente da região de santana, tinhamos um abrigo para pessoas com dependência química, um projeto de alfabetização certificado pelo MEC entre outras, mas talvez isso para você não seja importante pois o intuito da sua pergunta não era saber isso não é mesmo. E acho engraçado as pessoas exaltarem certas lideranças mas quando é com o evangélico não pode, não presta e tudo mais, o estado é Laico e não se deve misturar religião aqueles que fazem isso estão errados, mas isso não quer dizer que estes representantes não possam fazer nada por quem os elegeu, até mesmo porque o Jean representa o grupo LGBT e ninguém o critica por trabalhar em prol desse grupo.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jun/2015 às 10:18

        Tá sertinho...comparar a obra fecal da bancada evangélica, a encarnação política da palavra RETROCESSO, com um cara que trabalha por uma minoria secularmente massacrada, entre outros, pela própria bancada evangélica e pelo gado que a elegeu. De um lado temos a ameaça concreta ao estado laico, temos a pavimentação do caminho para a instauração de uma maldiota teocracia. De outro temos JW que trabalha pelos mais óbvios direitos, briga por coisas que já deveriam estar integradas a sociedade há pelo menos 30 anos. Bancada evangélica existe para ser retrógrada, para ser uma ameaça ao bom andamento do cotidiano e da política brasileira. Nessa comparação existe apenas um lado a ser criticado, e não é o JW. Jean tem que ser é aplaudido por trabalhar em prol do grupo LGBT. Aplaudido efusivamente. Pro outro lado, toda esculhambação é pouca.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 10:33

        Entendi Eduardo, seu comentário por sí ja fala muito sobre você, nada a comentar.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jun/2015 às 10:59

        Evidente que fala de mim. Queria que falasse de quem? Comente nada não. Aparentemente estás envolvido demais pra enxergar a gravidade da situação.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jun/2015 às 11:01

        Comparar o trabalho sério e necessário de Jean com o "trabalho" da bancada evangélica é muito piada.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jun/2015 às 10:12

      Tem preconceito não. É que a situação é indefensável mesmo. Bancada evangélica deita e rola, barra TODAS as pautas progressistas, são um retrocesso. O estado laico está efetivamente ameaçado em pleno século 21. Não é delírio nem exagero. A ameaça é concreta, real, crescente, é iminente a instauração de uma maldita teocracia no Brasil. Não dá pra achar isso lindo não.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 10:38

        Legal, eu queria saber o que foi tudo barrado ou você esta repetindo coisas de papagaio, aliás, deixa prá la porque ja entendi bem que o que você defende. Preconceito é pouco, que expulsem os evangélicos de lá, eles não tem direito a nada estão tramando um golpe para derrubar a presidenta e tomar o poder e por daqui para fora todo mundo que for contra eles, alias nem o exercito poderá bater de frente de tão numerosa que é tal bancada, Dilma esta trabalhando para fazer alianças pois eles que mandam por lá definem o que pode ser aprovado e reprovam tudo o que acreditam ser errado, isso aí fogo neles.

    • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 11:25

      "o pior é que muitos que criticam nem sabem dizer o que cada um fez até na politica"...........felipe, me diga aí o q marco feliciano ou eduardo cunha fizeram e fazem na política...vou esperar seu retorno! n preciso nem te lembrar da biografia de eduardo cunha né?? diga algo útil para o povo brasileiro q veio da bancada evangélica do cenário político nacional...

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 12:05

        Poliana, vou te dizer de novo porque eu ja te disse isso mil vezes.... Eduardo Cunha e sua corja nao prestam, não iguale ele ao povo evangélico alias eu sou Cristão e não evangélico para mim e diferente.

      • poliana Postado em 18/Jun/2015 às 12:30

        sim, ele n presta, e é EVANGÉLICO ASSEMBLEANO. todos sabem disso! vc q n quer aceitar pq sabe q ele n presta e é EVANGÉLICO!

  7. Wander Postado em 17/Jun/2015 às 22:07

    Felipe, vê se acorda desse sono profundo! Homofobia, xenofobia, racismo entre outros é trabalho lindo? Se toca alucinado!

    • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 11:35

      Não generalize seu infeliz, se você soubesse pelo menos o que esta falando nao falaria essa asneira. Tem muita gente que a sociedade recusa que só é acolhido pela igreja (catolicos espiritas, cristã etc...) Se não conhece o trabalho das pessoas não generalize com o que te dizem vá você mesmo conferir antes de dizer as asneiras que disse acima.

  8. j.j.lima Postado em 17/Jun/2015 às 22:14

    Amigos, o pt deu ouro ao ladrão em 2002 na coligação do lula o pt e PL que ė atualmente, o partido da república do garotinho, Magno Malta,Crivella bispo da IURD dona da rede record..

  9. Luciano Nascimento Postado em 17/Jun/2015 às 23:46

    A matéria esqueceu de lembrar que Dilma Rousseff (ex-PDT) é discípula de Brizola. O fundamentalismo religioso e suas lideranças, assim como ocorre com o tráfico nas favelas, só prospera onde o estado é ausente. No dia da doença, da fome, do desemprego, do problema com as drogas, os necessitados acham apoio nas igrejas. No dia em que os governos cumprirem seus papéis não haverá espaços para oportunistas, de nenhuma religião e de nenhum partido, independente de qual seja a linha de crença ou ideologia.

  10. Luiz Parussolo Postado em 17/Jun/2015 às 23:57

    Teci uma posição referente à briga entre a bancada evangélica e os gays onde envolvem a Bíblia e principalmente o cristianismo. A bancada dos crentes é evangélica, mas asseguro que nada tem a ver com o cristianismo assim como os gays, se houver, bancada católica e a maciça maioria dos bárbaros. Estão usando o cristianismo para impor respeito, porém nem chamados ao cristianismo são e usam o cristianismo onde são totalmente leigos em busca de dinheiro e poder. Na verdade nem falsos profetas são. Só políticos e pilantras com a maciça maioria deles. Ao meu ver desde minha ótica do senso comum esses protestos gay, na realidade protagonizando contra o cristianismo que nada tem a ver com a briga entre a bancada evangélica e os LGBTS, pois pelo que consigo entender do Novo Testamento e do Cristianismo por algum estudo persistente, nem um nem outro professa o cristianismo conforme os Evangelhos e as Epístolas. No entanto houve provocações de ambos, mas deveria restringir-se apenas aos grupos envolvidos e não ao universo religioso e as tradições. Ambos são culpados, mas o cristianismo nada tem a ver. Abaixo um comentário pessoal sem intenção de ser teólogo nem exaurir e ser douto. No entanto existe evangélicos e católicos, mas daí para cristão a distância pode ser infinita até e muitos templos confessados como cristãos não professam o cristianismo e não observam seus preceitos. Envolver a bíblia em boçalidades de quem interpreta a sua maneira como procurador de Deus na terra. Também é cretinice e má-fé de quem acredita que possui o direito de ditar verdade quando ele como os ditos pastores desconhece a verdade, tanto de fé, como filosófica, como natural e como positiva e social A bíblia só diz que não entrarão no reino dos céus quem pratica sodomia, homossexuais, avarentos, ladrões, furtadores etc.. , isto o Novo Testamento que é o ordenamento do cristianismo, não propõe punição a ninguém e respeita o livre arbítrio, principalmente dos pagãos que somos os não judeus ficando à nossa escolha procurar participar do corpo de Cristo para salvação como adotivos se tiver méritos para isso e nada promete para ninguém sobre ser salvo ou não (entre os ensinamentos Epístola aos Romanos) e pelo deduzido raríssimo dos que dizem-se cristãos fazem parte desse privilégio, principalmente por participar de pregações distorcidas da palavra. Pastor, padre etc..não são mandatários de Deus na terra e ninguém tem essa autoridade e a salvação é individual e cabe só a si(nós) escolher e ser escolhido.e aceitos Até quanto a condenar comportamentos e ações de outros ela professa: Por que olhai tu no argueiro do olho de teu irmão se tens tu no teu uma trave. Portanto só de prestar atenção no cisco do olho dos outros és cego espiritual. Existem procedimentos morais nas epístolas de ensinamentos sobre condutas e não aproximação pessoal com irmãos desviados, mas relacionar-se com o mundo expõe que é necessidade (I Coríntios). Só uma coisa, todos os relacionados, mesmo os que fazem em oculto e comparecem socialmente, fingidamente, puros, está escrito não me procure e nem os meus átrios porque não és do meu mundo e deves procurar o teu mundo ideal. Essa é a única condição e cabe ao cristão vigiar-se e à sua família que não faça e não veja o que os demais praticam como escolha. O Novo Testamento não condena a riqueza aos aderem ao cristianismo e de acordo com a competência de cada um todos possuem liberdade de exercitá-los, porém só observa que a busca incessante de riquezas vem a criar distância espiritual de Deus e de Jesus dados os interesses e responsabilidades na busca e administração das riquezas. Mas isto não exclui o rico de buscar a participação na fé e sua salvação. Porém, se a busca constituir-se em avareza e a aquisição vem de forma gananciosa e por conquistas delituosa e usando meios artificiosos e dolosos essa pessoa não tem parte no reino de Deus, como os homossexuais e muitos outros previstos em I Coríntios, v. 5 e Galatas, v. 5 . Visto muitos templos constituírem-se almejando e acumulando riquezas a partir de seus membros e pastores e bispos e até ficarem milionários ou bilionários na constituição de templos e no uso de ministério o qual não é trabalho e sim missão de evangelização e ensinamento, eles também não fazem parte do Reino de Deus e nem seus templos, por dedução, e são falsos profetas usando o Nome de Jesus Cristo e o Cristianismo como meio de enriquecimento e conduzindo pessoas ingênuas, pobres e de boa-fé a serem excluídos da possibilidade de pertencer ao Corpo de Cristo, pois fizeram opção de de pertencer ao cristianismo. Por outro lado, para submeter seus fiéis pregam o Velho Testamento, este lei e servidão e revogado por Jesus antes de sua morte, conduzindo-os à servidão e não à Graça e a liberdade tendo ainda que as condutas dos cristão devem pautar-se pelas bondade, misericórdia e solidariedade onde nas Epístolas de João esclarece que se teu irmão com sua família passam por privações e você simplesmente lhes estende a mão e diz vai com Deus irmão tendo certeza que em sua casa falta até o que comer você não faz parte da fé e por consequência do Reino de Deus. E isso é comum nos templos dessa natureza e entre membros. As igrejas nem um socorro em cestas básicas comparecem, muito menos na ajuda em conquistar trabalho e orientar a família. Não é o caso das igrejas sadias e não aristocráticas. Isso são rudimentos do Novo Testamento e tem infinitamente mais a ser conhecido. Por favor, estudem mesmo sem compromisso de fé e sim como fonte de cultura, critiquem os que avançam sobre os direitos e as obrigações individuais e coletivas em nome de Deus e de Jesus, mas não critiquem a Bíblia sem fundamentos e baseados em fundamentos dolosos ou leigos. O Cristianismo não foi para nós criaturas do mundo e não Filhos de Deus e sim aos seus verdadeiros filhos, os judeus, e estes negando Jesus foi dada a oportunidade para se alguém possuir liberdade e amor verdadeiros, aceitando de coração a Jesus Cristo, buscar encontrar-se dentro do seu corpo será adotado, mas não existe a nós direito de propriedade sobre o Cristianismo e sim a perspectiva de sermos contemplados com a misericórdia de Deus em nossa proteção, de acordo com os preceitos do Novo Testamento. É muito orgulho e ambição querer ser possuidor do cristianismo. As Epístolas conferem isso em abundância, principalmente Romanos. Quem se envolve com política envolve-se com o reino dos homens que é carne e não possui o direito de envolver o reino espiritual de Deus no reino contaminado das pessoas do mundo. Não possui procuração para isso, aqui no mundo bárbaro que somos nós, não envolvendo em hipótese nenhuma os judeus. Assim interpreto no pouco que deduzo dos ensinamentos. .

  11. Alexandre Postado em 18/Jun/2015 às 00:18

    Se política + religião fosse uma combinação exemplar, todos nos mudaríamos para o Iraque. Esse camarada aí vem falar de preconceito. Ninguém pisca um olho se você se assume evangélico. Experimente dizer que é ateu em público para ver, no mínimo, olhares fulminantes e pessoas querendo enfiar goela abaixo suas crenças. Como um descrente total de tudo relacionado à religião, eu nunca votaria num candidato que se anuncia como cristão, usando este fato como argumento para agnariar votos, como se isso fosse garantia de uma boa conduta parlamentar. Já vimos que é exatamente o oposto. Então quem coloca esses caras no poder são SIM seus eleitores de mesma conduta religiosa. É uma lástima.

  12. JH Corvetto Postado em 18/Jun/2015 às 00:46

    Mas a ocupação não era comunista? Precisamos fazer um plebiscito para decidirmos qual ditadura estamos vivendo. Eu votarei na ditadura da idiotice... mas eu aposto que vai dar "ditadura gay" por pequena vantagem em cima da "bolivariana" (a cristofobia está aí para provar a opressão do povo colorido de Satanás sobre povo de Deus). Eu tô doidão! O Brasil tá doidão!

    • marcioicram Postado em 18/Jun/2015 às 04:38

      quaquaqua. .. esta foi a melhor de todas! ! o Brasil parece um trem repleto de vagões cheios de loucos de todos os tipos cada qual querendo levar seu trenzinho para um trilho diferente. .. quaquaqua! ! coitado do maquinista! :o o Brasil tá doidão!

  13. Rogaciano Postado em 18/Jun/2015 às 08:38

    as árvores que dão frutos são as apedrejadas. e esse jornalista que não tem o que fazer..escreve bobagens... vai estudar meu filho, pelo menos leia a Bíblia...

    • Renato Postado em 18/Jun/2015 às 09:28

      Se o cara falou bobagem ai, ao invés de critica-lo, exponha suas ideias clareando as nossas pois, nao vi bobagem alguma escrita... Ps.: Aqui tratamos de politica, se fosse de biblia, estariamos em uma igreja. Sem mais.

      • felipe Postado em 18/Jun/2015 às 10:43

        Tratar de política que segundo dito aqui quer excluir um outro grupo porque não acha correto sua atitude.... aaa sim a discussão é sobre religião pois nao vi nenhum projeto de lei obrigando alguém a ser Cristão ou gostar de igreja etc... vi sim projetos como todo e qualquer político faz, a diferença é que por ter evangélico no meio se torna errado e polemico.

      • Rogaciano Postado em 18/Jun/2015 às 20:38

        muito bem Renato... O mundo, o planeta...as pessoais...são movidos por dois eixos, o da moeda e o da religião. Não temos como fugir..Sem mais... Um pergunta meu jovem Quem é mais idiota, aquele que tem uma ideia tola e cruel ou quem segue essas ideias. pelo jeito, tu estais seguindo as ideias desse pobre jornalista, sem fazer nenhum filtro do que ele escreve ou os teus filtros passa de tudo. Ao texto e a opinião do autor não tenho a acrescentar nada...ele escreve o que quiser e acredita quem quiser... Mas a você meu jovem, te digo, não acredite em tudo que leias, que ouça...que vejas...faça um filtro pelas três peneiras...primeira veja se é Verdade, segundo se é Bom e terceiro se é Necessário. Sejas sábio e não tolo, como podes não as asneiras desse texto, abra os teus olhos e verás. Estou escrevendo isso apenas para te ajudar a ser mais sábio... Quem tem ouvido ouça..... A Bíblia é uma fonte de sabedoria, leias e aprenderás muito, comece pelos menos com o livro de Provérbios, escrito por Salomão, o homem considerado mais sábio e mais rico de todos os tempos. Ouça conselhos e aceite instruções, e acabará sendo sábio. Provérbios 19:20 O coração do que tem discernimento adquire conhecimento; os ouvidos dos sábios saem à sua procura. Provérbios 18:15

  14. Fabiana Postado em 18/Jun/2015 às 09:06

    Alguém tem dúvida sobre a mistura de política com religião não dar certo? Alguém tem dúvida sobre ser esta a atitude daquela porcaria de Presidente da Câmara? Alguém tem dúvida sobre a péssima gestão de Eduardo Cunha? É só ler as reportagens de jornais e telejornais, é só fuçar os arquivos jornalísticos do passado, é só acompanhar a estratégica trajetória dele, pra entender de que boa intenção é a única coisa que Eduardo Cunha nunca teve. Opiniões aqui, eivadas de sentimentos religiosos não valem de nada. Separem quaisquer sentimentos e usem a razão, por favor. Do contrário, continuaremos a caminhar para lugar algum...

  15. Joao Postado em 18/Jun/2015 às 09:17

    Que venha a era dos "AIATOLÁS" brasileiros

  16. Rodrigo Viana Postado em 18/Jun/2015 às 11:00

    Calma pessoal!!! Cada legislador deve legislar conforme suas convicções pessoais, se um deputado vive em um determinado segmento da sociedade é impossível ele se pautar em um segmento diverso ao seu meio. Não estou dizendo o que é certo ou errado, se concordo ou não, mas se não vejamos, a bancada evangélica foi eleita democraticamente, e assim sendo, deve satisfação ao valores de seus eleitores, assim como a bancada GLBT, a bancada da Bala, enfim, essa é a beleza da democracia, o que não pode acontecer, porque isso sim é preconceito é achar que todos os evangélicos são iguais, uma vez que se tratarem todos os evangélicos assim, com certeza os evangélicos poderão tratar as outras pessoas da mesma forma. Cada um tem seu livre arbítrio, a bíblia ensina isso, vamos procurar ser pessoas de bem e deixar esse ódio pra lá, somos brasileiros, e todos queremos um país melhor, mas isso não é possível se ainda continuar existir o ódio e preconceito de todas as partes.

  17. Carlos Augusto Normann Postado em 18/Jun/2015 às 12:16

    só lembro uma coisinha que passou invisível por aqui: a declaração foi feita pelo saudoso Leonel Brizola, ele mesmo com origens metodistas. Ele morou na sua juventude na residência do pastor metodista Isidoro Pereira e de sua esposa, dona Elvira que, sensibilizados com o esforço do menino, decidiram abrigá-lo. Lembre que Brizola perdeu o pai muito cedo, assassinado por razões políticas. Deram ao menino Leonel um quarto, roupas e o matricularam no colégio da Igreja Metodista. Brizola adotou a denominação metodista, e assim converteu a mãe e vários colegas. Dona Oniva, aliás, era membro da Sociedade de Senhoras da Igreja Metodista de Carazinho. O fato de Brizola ter influências do falecido pastor metodista, e de tudo o que sempre representou a Igreja Metodista, não à toa a mesma igreja de Nelson Mandela, nos mostra o quanto o velho líder político conhecia o tema, e o quanto ele já via o mau uso da religiosidade, da fé, dentro da seara política. Em sua ampla visão de mundo, Brizola já antevia a emergência da "bancada da Bíblia", e toda sua picaretagem feita "em nome" de religiões de aluguel... As igrejas tradicionais, entre elas a metodista e outras denominações, como as luteranas, os episcopais, presbiterianos, são de matriz bem diferente das picaretagens histéricas neopentecostais, mais interessadas em dízimos e poderes terrenos do que na Palavra do carpinteiro de Nazaré...

  18. Robson Omara de Assis Postado em 18/Jun/2015 às 16:15

    O Felipe se entregou quando disse que a igreja evangélica distribuiu cesta básica. É do tipo que adora uma obra assistencialista não politica construtivista, ou estrurutante

  19. Lázaro Pacheco Postado em 18/Jun/2015 às 19:31

    Brizola, por favor, contra esta corja de falsos moralistas pseudo-cristãos: ROGAI POR NÓS!!!

  20. Marlon Bravo Postado em 19/Jun/2015 às 12:09

    Brizola teria enquadrado a Globo e esses messias do capitalismo religioso ! Lula foi banana e empurrou tudo isso com a barriga. Deu no que deu...

  21. alex Postado em 13/Dec/2015 às 22:54

    Eu sempre vi a Lava Jato como uma operação orquestrada para sabotar o Brasil, tanto é verdade que dos 42 bilhões reclamados pelo Juiz Moro apenas recuperaram 2 bilhões isso incluindo carros propriedade, obras de arte, etc. Montar um "circo dos horrores" para recuperar pouco menos do que 1/2 % (meio por cento) do valor desviado é no mínimo suspeito...... Detonaram a sétima economia mundial causando um prejuízo "trilionário" para recuperar apenas 2 bilhões, de duas uma ou estão fazendo o brasileiro de idiota ou é muita incompetência desse pseudo judiciário que atingiu em cheio praticamente 20% do PIB brasileiro. Se há algum crime de responsabilidade ele deve ser creditado ao braço jurídico do tucanato paulista que sabotam a economia brasileira, a mando do Eduardo Cunha em conluio com o PMDB do Cunha/Temer. Sugiro que o PDT comece a dar nome aos bois para que a turma do Temer, Cunha e FHC fique na história como os golpistas entreguistas do Brasil. Ainda pedir ao Moro que indique aonde foram parar os 40 bilhões que sumiram da Petrobras sob pena de ser responsabilizado pela quebradeira do Brasil........

  22. Anderson Postado em 31/Dec/2015 às 15:59

    Faz tempo que falo que estamos caminhando a passos largos para virarmos uma maldita teocracia. Não sei como as pessoas não enxergam que todas as vezes na história que se misturou política com religião o resultado foi desastroso e todas as futuras tentativas serão igualmente danosas. O estado tem que se preocupar com os pontos práticos como saúde, economia, educação pautada na ciência, infraestrutura, etc e não ficar fazendo discussões morais absolutamente inúteis advindas de qualquer religião que seja.