Redação Pragmatismo
Compartilhar
Polícia Militar 07/May/2015 às 16:20
20
Comentários

O cinegrafista mordido pelo pitbull da PM do Paraná falou pela primeira vez

Luiz Carlos de Jesus foi mordido por um pitbull da Polícia Militar do Paraná quando trabalhava cobrindo o protesto dos professores no 29 de abril. O ferimento do cão ficou a 3 centímetros da artéria femural do cinegrafista. Seu primeiro depoimento, emocionado, sobre o que aconteceu naquela tarde é avassalador

cinegrafista band pitbull pm paraná
Luiz Carlos de Jesus, cinegrafista da Band, trabalhava cobrindo os protestos dos professores no fatídico 29 de abril quando foi mordido por um pitbull da PM (Imagem: Pragmatismo Político)

Kiko Nogueira, DCM

“As cenas que a gente viu foram de guerra. Helicópteros dando rasantes. Tinha atiradores de elite. Colegas de trabalho que presenciaram coisas horríveis choraram do meu lado, vendo professores apanhar como animais.”

Luiz Carlos de Jesus, cinegrafista da Band, foi mordido na coxa por um pitbull numa das imagens mais chocantes do show de horrores em Curitiba, quando a PM partiu para cima dos grevistas com força e com vontade. Mais de 200 manifestantes foram feridos, segundo a prefeitura. O sindicato fala em 392.

Luiz deu um depoimento a senadores e deputados na manhã de quarta-feira, 6, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa da Câmara.

O ferimento do cão ficou a 3 centímetros da artéria femural. “O que mais me dói é quando minha mulher e minha filha vêem essa calça. Eu estava lá com uma câmera na mão, no ombro, para registrar o que acontecia”, disse, emocionado.

“E ainda tenho que ouvir do governador, do secretário de segurança, que eu pisei no cachorro, que fui para cima do cachorro. Então tá, me coloquem na cadeia, já que eu sou o culpado, já que vivemos num lugar onde os valores são invertidos”, continuou.

SAIBA MAIS DETALHES SOBRE O MASSACRE DE 29 DE ABRIL AQUI

“Eu só quero ter o direito de fazer o que eu faço. Só vão me parar quando eu morrer e isso só vai acontecer quando Deus quiser”.

Beto Richa e o secretário Luiz Antonio Francischini conseguiram responsabilizar pela pancadaria, além das pessoas que apanharam, os black blocs que ninguém, a não ser eles mesmos, viram.

Luiz Carlos foi uma vítima colateral da insanidade de um governo inepto que mostrou sua vocação democrática no dia 29 de abril.

De acordo com a assessoria do governador, ele teria ligado para Luiz Carlos para pedir desculpas. Entre as centenas de demais feridos, ninguém recebeu um telefonema.

Vídeo do depoimento do cinegrafista Luiz Carlos de Jesus:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Deisi Postado em 07/May/2015 às 16:37

    Estou aguardando o que seus colegas, Datena e Boechato vão falar, no mínimo não irão tecer comentário. Afinal vivem sob a batuta do reaça Mitre!

    • Fernanda Postado em 07/May/2015 às 17:56

      O Boechat no dia do ocorrido disse que o cão tinha mais miolos que o governador que ordenou essa ação. Procura o video da declaração dele.

    • Thiago Teixeira Postado em 07/May/2015 às 18:29

      Dois lixos Deisi.

    • poliana Postado em 07/May/2015 às 19:06

      deise, o datena no dia do massacre tava dizendo q a culpa disso tudo, tanto da greve dos professores de sp qto do pr, era da dilma!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! vc quer esperar o q desse tipo de gente???!!!!

  2. Adso Postado em 07/May/2015 às 16:38

    Desnecessária a frase ao final, "O pitbull, no entanto, passa bem". O cão não tem culpa. Ele foi treinado e usado como arma por seres humanos ignorantes que se gabam tanto de serem racionais. Daqui a pouco vão pedir o sacrifício do animal, como se ele tivesse algo contra a reivindicação dos professores...

  3. Larissa Postado em 07/May/2015 às 17:02

    http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/04/boechat-sobre-richa-em-concurso-de-cerebros-pitbull-vence-o-governador/

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 07/May/2015 às 17:03

    Engraçado que hoje cedo, umas 6:30, tinha um coxinha apresentando jornal na BAND (mas como se fosse BAND News). Um coxinha típico demais, um reaça com cara de reaça. Estava lá relativizando, "é, tem que apurar se houve excessos da PM, mas quem errou primeiro foram os professores, a PM tem que fazer seu trabalho, e blablabla...". Porra...um colega de trabalho dele foi vítima direta do massacre, perigou de passar por problemas serissimos, e o escroto, puxa-saco de patrão, se prestando ao papel ridículo de dizer que "não foi bem assim, coitada da PM"...é um mundo muito estranho.

  5. ricardo Postado em 07/May/2015 às 17:15

    "os black blocs que ninguém, a não ser eles mesmos, viram"... Eu pensava assim, mas tem vídeos na internet que mostram eles sim... Os pobres professores e este cinegrafista ficaram como boi de piranha dos sindicatos e do governo do estado...

    • Luan Bernardi Postado em 07/May/2015 às 17:36

      Tem que apurar se esses "black blocs dos vídeos da internet" não são mais uma montagem, vai ver pegaram cenas de outros locais e editaram com as cenas da manifestação em Curitiba, eles são feras em fazer essas montagens criminosas.

    • Raphael Postado em 07/May/2015 às 18:04

      quais vídeos? procurei e não achei nenhum. poderia me passar os links, por favor. obrigado.

    • Sidnei Araujo Postado em 07/May/2015 às 18:17

      COmo que 2000 PMs alem dos infiltrados P2, não conseguiram prender 20 possiveis Black Blocks, cade a inteligencia da policia. Você acha q se eles existissem mesmo, os proprios professores não os entregariam, ou vc acha q eles apanhariam como apanharam por causa de 20 Black Blocks. Mesmo que eles existissem, nada, repito NADA, justificaria 2hrs de bombardeio, helicoptero, atiradores de elite e cães.

  6. isabela Postado em 07/May/2015 às 17:29

    não colocando a culpa no cão ou na raça dele,ta tudo certo,é isso que ta me incomodando.

  7. Marta (nome fictício) Postado em 07/May/2015 às 17:30

    "O pitbull, no entanto, passa bem." Parece até que querem colocar a culpa no pobre do pitbull, que tem essa má imagem criada por aqueles que os tratam como um objeto (de defesa ou crueldade). Acho que deveriam concluir com "Os políticos e policiais treinados, no entanto, passam bem."

  8. andre nelson Postado em 07/May/2015 às 18:28

    Uma pergunta: porque o cachorro não evitou a mordida segurando a guia corretamente? Se é que me entende?

  9. Wladimir Postado em 07/May/2015 às 18:45

    Teve, no mínimo, uns sete deputados e senadores que não bateram palmas pro cinegrafista (no final do vídeo). Por que será? Sentiram-se incomodados com o depoimento dele?

  10. Eliane Ferreira Postado em 07/May/2015 às 19:21

    Será que, se o cachorro não lhe dá uma mordida, ele ia mesmo dizer que ele e seus colegas choraram por ver professores sendo espancados? Duvido.

  11. Davi Postado em 07/May/2015 às 20:07

    A imprensa estava lá, como sempre, para criminalizar os movimentos sociais, para filmar P2 quebrando vitrine. Esse é o tipo de situação em que as contradições são expostas. Se a violência é praticada por 20 mil Black Blocs se passando por professores, então o jornalista deveria ter sido mordido por um pitbull dos Black Blocs, deveria ter levado bala de borracha Black Bloc, bomba Black Bloc. Mas não, o que nós vemos, sempre, é terrorismo de Estado, praticado pela polícia e amparado pela mídia para proteger a corrupção política.

  12. Esmael Leite da Silva Postado em 07/May/2015 às 20:55

    A grande mídia é especialista em esconder malfeitos da direita, isto torna os detentores do poder em monstros que quando contrariados voltam - se contra todos, inclusive a própria mídia que os defendeu, nos porões da Ditadura eles mataram Vladimir Herzog, agora vão a praça pública fazer suas maldades, quando a ditadura "acabou" os jornalistas e a grande mídia não abriram seu arquivos e divulgaram os fatos que sabiam e os mantiveram em segredo, não eles ainda mantém em segredo, este jornalista é vítima, mas faz parte do sistema que criou o monstro, ele e outros que fazem parte deste sistema continuarão sendo vitimas e cúmplices do mesmo mal, ele tem de ter a consciência de saber onde está e a mando de quem, seus patrões ganharam muito dinheiro com a ditadura e continuam ganhando muito dinheiro para proteger a direita em especial os políticos do PSDB, agora que experimentou na própria carne do que são capazes os gestores da direita fascista, ele perceba de que lado está, ele é um membro da classe trabalhadora, é um peão, nada mais do que isto, é mais um dos quase mortalmente feridos, ele teve um ferimento abaixo da linha da cintura, dezenas de professores tiveram ferimentos na face e mais de 90% acima da cintura, demonstrando um ataque deliberado para ferir de morte e ou lesionar de forma permanente os manifestantes, a Band sabe disto e não fez nenhuma matéria sobre este fato relevante, estou abismado e revoltado com o que aconteceu com os professores e com este jornalista, mas já era esperado e não vai ser este fato que vai modificar o comportamento da grande mídia, incluso a Band, o mérito da questão está no próprio fato, só não vê, quem não quer. Observação sobre a matéria: ESTE FOI UM MASSACRE, PLANEJADO E DELIBERADO PELO GOVERNADOR BETO RICHA E SUA ADMINISTRAÇÃO. "29 de abril DIA DO MASSACRE E DA VERGONHA NO PARANÁ", NÃO ESQUECEREMOS.

  13. Sergio Postado em 07/May/2015 às 22:47

    O mais grave, que todo mundo esquece é que Beto Richa conseguiu meter a mão no Paraná previdencia, um dos maiores absurdos! Fruto da falência do governo estadual!

  14. Aristóteles Postado em 11/May/2015 às 19:48

    A verdade é uma só: o governador que nos infelicita, mente, mente e repete as mentiras e, ninguém se deu conta de que por trás de tudo isso, o (des)governador que infelicita o Paraná, meteu a mão grande no dinheiro da Previdência dos funcionários públicos e,.. ficou tudo por isso mesmo - com a aprovação descarada da maioria dos deputados capachos da AL do Paraná. Até quando?